14964
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Oralidade

Plano de aula - Telejornal da turma

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do EF sobre Telejornal da turma

Plano 12 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Maria Caroline Silveira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 12ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Notícia e no campo de atuação Vida pública. A aula faz parte do módulo Oralidade.

Materiais necessários: Computador online com o programa Movie Maker instalado; projetor multimídia, caixas de som; câmera ou tablet para gravação.

Informações sobre o gênero: O gênero Notícia pode ser entendido como um texto no qual se divulga um fato ou acontecimento, veiculado principalmente por jornais, revistas e rádios, impressos, eletrônicos ou televisivos. Por ser um gênero massivo de comunicação atinge a todas as camadas da população, trazendo informações e contribuindo para a formação de opinião. Estes textos são dinâmicos, atuais e periódicos, e, como não é qualquer fato que vira notícia, ele deve ser marcado pelo ineditismo, gerar interesse e identificação no leitor. Tendo em vista que há diversos públicos que assistem aos jornais, cada linha editorial se adequa ao que entende que chamará mais a atenção de seu público-alvo, determinando assim vocabulário, extensão do texto, temáticas e o nível de parcialidade no tratamento das informações. Os telejornais que são foco desta sequência, segundo Rezende (2000), chegaram ao Brasil com a invenção da televisão e por muito tempo foram elaborados e apresentados por profissionais oriundos do rádio, o que evidencia características semelhantes às do jornal radiofônico. Sobre tais características destacam-se as notícias narradas e o texto escrito como suporte para a oralização de textos em situações socialmente significativas. De acordo com a BNCC (2017), a oralização do texto escrito em sala de aula estabelece relação entre fala e escrita, levando os alunos à reflexão sobre como as duas modalidades se articulam em diferentes gêneros e práticas de linguagem, as semelhanças e as diferenças entre modos de falar e de registrar o escrito e os aspectos sociodiscursivos, composicionais e linguísticos.

Dificuldades antecipadas: Alguns alunos podem demonstrar dificuldade em participar desta atividade, pois ela prevê uma série de comportamentos e atitudes como: arriscar-se, expressar-se em público e se fazer compreender, entender e acolher a perspectiva do outro, superar a timidez e a insegurança. A proposta de experimentar e vivenciar a modalidade oral do gênero Notícia, que já foi objeto de estudo nesta sequência de aula, proporcionará o desenvolvimento gradual destas habilidades.

Referências sobre o assunto:

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/download-da-bncc. Acesso em: 10 de nov. de 2018.

MACIEL, Débora Amorim. Coisas de entrevista: falo eu, fala você. In: Diversidade textual: propostas para a sala de aula. Formação continuada de professores/ coordenado por Márcia Mendonça. Recife, MEC/CEEL, 2008. p. 179-196.

Disponível em: http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/35.pdf. Acesso em: 14 de nov. de 2018.

REZENDE, Guilherme Jorge de. Telejornalismo no Brasil: um perfil editorial. São Paulo: Summus, 2000.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Explique para os alunos que esta aula é para a gravação do telejornal planejado e elaborado na aula anterior. Como esta aula faz parte de uma sequência didática, recomenda-se seguir os planos sobre oralidade para dar continuidade ao trabalho.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Retome com os alunos o check list da aula anterior identificando se os grupos trouxeram os materiais necessários, se há câmeras/celulares disponíveis; baterias e pilhas carregadas e outras de reserva; cartões de memória, cabos e carregadores.
  • Permita que os grupos organizem figurino, cenário e releiam os roteiros.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações:

  • Explique para os grupos que a partir deste momento terão tempo para fazer as gravações. Caso tenha apenas um aparelho de gravação, ou se for um celular de uso pessoal seu, você pode ficar responsável por acompanhar cada grupo em suas gravações. Veja se há a possibilidade de outro profissional da escola ajudar neste dia, pode ser um professor de Informática, a coordenadora ou até mesmo um estagiário.
  • Delimite o tempo que eles terão para esta atividade: organizando os grupos que gravarão em sala (os âncoras e apresentadores) e os que gravarão fora de sala (os repórteres e os entrevistadores).
  • Enfatize que é importante que os grupos respeitem o tempo estabelecido, pois a seguir devem passar as gravações para o computador com o auxílio professora e depois editar o telejornal.
  • Dê as dicas:
  • Tomar cuidado com os ruídos no ambiente: quanto mais silencioso for o ambiente, melhor, pois os microfones das câmeras/celulares geralmente, apresentam baixa qualidade de captação.
  • Escolher um fundo que contraste com o que está sendo gravado.
  • Evitar gravar na contraluz.
  • Dar um “espaço” no início e no fim da gravação para não haver “cortes” na hora da edição.
  • Fazer imagens com cenas que tenham relação com a reportagem e que possam ser incluídas na edição (por exemplo, se a reportagem é sobre o recreio, é possível gravar cenas do recreio, se é sobre o funcionamento da escola, é possível gravar cenas das pessoas trabalhando, alunos estudando ou da entrada e saída da escola).

5. Se houver disponibilidade, pode ser interessante coletar estas imagens com cenas da escola na semana que antecede a aula. As entrevistas também podem ser coletadas e filmadas com antecedência, já que a disponibilidade de cada profissional ou aluno entrevistado pode variar. Assim, nesta aula os alunos ficariam incumbidos de gravar apenas os repórteres e suas falas (em ambiente externos, com ou sem convidados) e os apresentadores em sala.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • O tempo disponível para fazer esta edição vai variar de acordo com o tempo utilizado para a gravação. Se já houver material gravado antes do dia desta aula (como cenas externas e entrevistas) , é possível que as gravações que faltem levem poucos minutos, principalmente se você tiver ajuda de outros profissionais para que as gravações possam ocorrer simultaneamente. Caso tenha conseguido, é possível fazer a edição na mesma aula. Caso contrário, sugerimos que passe direto para o fechamento da aula e realize a edição em um momento posterior. Explorando com calma e junto com os alunos os recursos de edição.
  • Caso possa realizar a edição, siga estas orientações:
  • Projete a imagem do computador no quadro para que os alunos acompanhem o processo de edição.
  • Para editar o vídeo, utilize o programa Movie Maker, uma ferramenta do editor de vídeos da Microsoft, disponível para baixar gratuitamente nos computadores da Microsoft.
  • Recomenda-se conhecer o programa antecipadamente para manusear com maior facilidade durante a aula. Caso tenha tempo hábil, a edição pode ser feita com mais tempo e explorando mais ferramentas disponíveis no programa, de forma que os alunos possam explorar recursos digitais (como efeitos visuais e sonoros) e usar a criatividade.

Materiais complementares: Para conhecer o programa, acesse o tutorial.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos.

Orientações:

  • Após o tempo determinado para as gravações (e edição, caso vocês tenham conseguido fazer), proponha uma reflexão com a finalidade de verificar com os alunos se eles conseguiram colocar em prática os conhecimentos adquiridos sobre o gênero Notícia e sobre suas performances orais. Esta reflexão deve ser conduzida de forma objetiva, já que foram muitas as tarefas previstas para esta aula.
  • Questione:
  • Conseguimos elaborar notícia/reportagens respondendo às questões: O quê? Onde? Quando? Como? Por quê?
  • De quais formas os roteiros contribuíram para o nosso trabalho?
  • Conseguimos expor as notícias/reportagens de forma clara?

2. Permita que os grupos exponham suas experiências e reflexões, pois pode surgir por parte deles o interesse em modificar algo nas gravações, de acordo com as análises coletivas. Caso isso aconteça, é necessário planejar outro momento para que os grupos refaçam suas gravações.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Reflita com os alunos sobre as atividades realizadas, analisando o que deu certo, o que não repetiriam em uma próxima atividade como esta e o que poderia ser modificado no jornal.
  • Aproveite para conversar sobre os desafios que foram superados, como: arriscar-se e se fazer compreender, expressar-se em público, entender e acolher a perspectiva do outro, superar dificuldades e lidar com a insegurança, destacando a evolução, a participação e o comprometimento da turma de forma que os incentive a participar de próximas atividades como esta.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 12ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Notícia e no campo de atuação Vida pública. A aula faz parte do módulo Oralidade.

Materiais necessários: Computador online com o programa Movie Maker instalado; projetor multimídia, caixas de som; câmera ou tablet para gravação.

Informações sobre o gênero: O gênero Notícia pode ser entendido como um texto no qual se divulga um fato ou acontecimento, veiculado principalmente por jornais, revistas e rádios, impressos, eletrônicos ou televisivos. Por ser um gênero massivo de comunicação atinge a todas as camadas da população, trazendo informações e contribuindo para a formação de opinião. Estes textos são dinâmicos, atuais e periódicos, e, como não é qualquer fato que vira notícia, ele deve ser marcado pelo ineditismo, gerar interesse e identificação no leitor. Tendo em vista que há diversos públicos que assistem aos jornais, cada linha editorial se adequa ao que entende que chamará mais a atenção de seu público-alvo, determinando assim vocabulário, extensão do texto, temáticas e o nível de parcialidade no tratamento das informações. Os telejornais que são foco desta sequência, segundo Rezende (2000), chegaram ao Brasil com a invenção da televisão e por muito tempo foram elaborados e apresentados por profissionais oriundos do rádio, o que evidencia características semelhantes às do jornal radiofônico. Sobre tais características destacam-se as notícias narradas e o texto escrito como suporte para a oralização de textos em situações socialmente significativas. De acordo com a BNCC (2017), a oralização do texto escrito em sala de aula estabelece relação entre fala e escrita, levando os alunos à reflexão sobre como as duas modalidades se articulam em diferentes gêneros e práticas de linguagem, as semelhanças e as diferenças entre modos de falar e de registrar o escrito e os aspectos sociodiscursivos, composicionais e linguísticos.

Dificuldades antecipadas: Alguns alunos podem demonstrar dificuldade em participar desta atividade, pois ela prevê uma série de comportamentos e atitudes como: arriscar-se, expressar-se em público e se fazer compreender, entender e acolher a perspectiva do outro, superar a timidez e a insegurança. A proposta de experimentar e vivenciar a modalidade oral do gênero Notícia, que já foi objeto de estudo nesta sequência de aula, proporcionará o desenvolvimento gradual destas habilidades.

Referências sobre o assunto:

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/download-da-bncc. Acesso em: 10 de nov. de 2018.

MACIEL, Débora Amorim. Coisas de entrevista: falo eu, fala você. In: Diversidade textual: propostas para a sala de aula. Formação continuada de professores/ coordenado por Márcia Mendonça. Recife, MEC/CEEL, 2008. p. 179-196.

Disponível em: http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/35.pdf. Acesso em: 14 de nov. de 2018.

REZENDE, Guilherme Jorge de. Telejornalismo no Brasil: um perfil editorial. São Paulo: Summus, 2000.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Explique para os alunos que esta aula é para a gravação do telejornal planejado e elaborado na aula anterior. Como esta aula faz parte de uma sequência didática, recomenda-se seguir os planos sobre oralidade para dar continuidade ao trabalho.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Retome com os alunos o check list da aula anterior identificando se os grupos trouxeram os materiais necessários, se há câmeras/celulares disponíveis; baterias e pilhas carregadas e outras de reserva; cartões de memória, cabos e carregadores.
  • Permita que os grupos organizem figurino, cenário e releiam os roteiros.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações:

  • Explique para os grupos que a partir deste momento terão tempo para fazer as gravações. Caso tenha apenas um aparelho de gravação, ou se for um celular de uso pessoal seu, você pode ficar responsável por acompanhar cada grupo em suas gravações. Veja se há a possibilidade de outro profissional da escola ajudar neste dia, pode ser um professor de Informática, a coordenadora ou até mesmo um estagiário.
  • Delimite o tempo que eles terão para esta atividade: organizando os grupos que gravarão em sala (os âncoras e apresentadores) e os que gravarão fora de sala (os repórteres e os entrevistadores).
  • Enfatize que é importante que os grupos respeitem o tempo estabelecido, pois a seguir devem passar as gravações para o computador com o auxílio professora e depois editar o telejornal.
  • Dê as dicas:
  • Tomar cuidado com os ruídos no ambiente: quanto mais silencioso for o ambiente, melhor, pois os microfones das câmeras/celulares geralmente, apresentam baixa qualidade de captação.
  • Escolher um fundo que contraste com o que está sendo gravado.
  • Evitar gravar na contraluz.
  • Dar um “espaço” no início e no fim da gravação para não haver “cortes” na hora da edição.
  • Fazer imagens com cenas que tenham relação com a reportagem e que possam ser incluídas na edição (por exemplo, se a reportagem é sobre o recreio, é possível gravar cenas do recreio, se é sobre o funcionamento da escola, é possível gravar cenas das pessoas trabalhando, alunos estudando ou da entrada e saída da escola).

5. Se houver disponibilidade, pode ser interessante coletar estas imagens com cenas da escola na semana que antecede a aula. As entrevistas também podem ser coletadas e filmadas com antecedência, já que a disponibilidade de cada profissional ou aluno entrevistado pode variar. Assim, nesta aula os alunos ficariam incumbidos de gravar apenas os repórteres e suas falas (em ambiente externos, com ou sem convidados) e os apresentadores em sala.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • O tempo disponível para fazer esta edição vai variar de acordo com o tempo utilizado para a gravação. Se já houver material gravado antes do dia desta aula (como cenas externas e entrevistas) , é possível que as gravações que faltem levem poucos minutos, principalmente se você tiver ajuda de outros profissionais para que as gravações possam ocorrer simultaneamente. Caso tenha conseguido, é possível fazer a edição na mesma aula. Caso contrário, sugerimos que passe direto para o fechamento da aula e realize a edição em um momento posterior. Explorando com calma e junto com os alunos os recursos de edição.
  • Caso possa realizar a edição, siga estas orientações:
  • Projete a imagem do computador no quadro para que os alunos acompanhem o processo de edição.
  • Para editar o vídeo, utilize o programa Movie Maker, uma ferramenta do editor de vídeos da Microsoft, disponível para baixar gratuitamente nos computadores da Microsoft.
  • Recomenda-se conhecer o programa antecipadamente para manusear com maior facilidade durante a aula. Caso tenha tempo hábil, a edição pode ser feita com mais tempo e explorando mais ferramentas disponíveis no programa, de forma que os alunos possam explorar recursos digitais (como efeitos visuais e sonoros) e usar a criatividade.

Materiais complementares: Para conhecer o programa, acesse o tutorial.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos.

Orientações:

  • Após o tempo determinado para as gravações (e edição, caso vocês tenham conseguido fazer), proponha uma reflexão com a finalidade de verificar com os alunos se eles conseguiram colocar em prática os conhecimentos adquiridos sobre o gênero Notícia e sobre suas performances orais. Esta reflexão deve ser conduzida de forma objetiva, já que foram muitas as tarefas previstas para esta aula.
  • Questione:
  • Conseguimos elaborar notícia/reportagens respondendo às questões: O quê? Onde? Quando? Como? Por quê?
  • De quais formas os roteiros contribuíram para o nosso trabalho?
  • Conseguimos expor as notícias/reportagens de forma clara?

2. Permita que os grupos exponham suas experiências e reflexões, pois pode surgir por parte deles o interesse em modificar algo nas gravações, de acordo com as análises coletivas. Caso isso aconteça, é necessário planejar outro momento para que os grupos refaçam suas gravações.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Reflita com os alunos sobre as atividades realizadas, analisando o que deu certo, o que não repetiriam em uma próxima atividade como esta e o que poderia ser modificado no jornal.
  • Aproveite para conversar sobre os desafios que foram superados, como: arriscar-se e se fazer compreender, expressar-se em público, entender e acolher a perspectiva do outro, superar dificuldades e lidar com a insegurança, destacando a evolução, a participação e o comprometimento da turma de forma que os incentive a participar de próximas atividades como esta.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 4º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04LP17 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano