14933
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 3º ano > Oralidade

Plano de aula - Oralidade: Sarau de Fábulas

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 3º ano do Ensino Fundamental sobre recontar oralmente uma fábula e expressar-se através de gestos e expressões faciais, além da fala.

Plano 12 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Maria Teresa Tezolini Sugahara

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 12ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero fábula e no campo de atuação Campo Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de

Materiais necessários:

Para utilizar essa sequência, consulte a aula anterior que propõe a preparação para essa atividade.

A sala deve estar preparada previamente para o melhor aproveitamento da aula: disposição da sala com as cadeiras em meia lua;

O quadro deve ficar liberado e com fita adesiva disponível para a colocação das imagens das fábulas (elas podem já estar fixadas);

É interessante que na aula anterior o professor entregue para cada equipe o texto a ser estudado.

Pode sugerir que tragam figurinos , adereços e/ ou usem maquiagem.

Ficha com a tabela de “critérios de avaliação da oralidade” impressa. Aqui pode-se escolher avaliar individualmente, ou em equipe. Neste último caso a aula fica mais dinâmica, possibilitando a todos encenarem e avaliarem.

Textos de apoio das fábulas.

Oriente os alunos a se prepararem previamente já com seu texto definido para o sarau.

Informações sobre o gênero:

http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_uem_port_pdp_marlene_nasser_da_silva.pdf Especialmente as págs 5 -11. Acesso em 19/11/2018.

Para informações resumidas sobre o gênero fábula, clique aqui.

Dificuldades antecipadas:

Os alunos podem sentir dificuldade em entender o objetivo da aula. Como a tradição escolar opera prioritariamente com o registro escrito, é fundamental que os alunos entendam a importância da consciência e do foco ao ter como objetivo a oralidade, visto que não há materialidade (escrita), mas sim um monitoramento de produção mais ou menos formal, com aspectos linguísticos, paralinguísticos e cinestésicos.

Referências sobre o assunto:

Para saber mais sobre o que é um sarau e sua importância para a formação leitora dos alunos, clique aqui. ( vídeo “Como montar um Sarau”, de Denise Guilherme, especialista em formação de leitores. 5’53’’) Acesso em 19/11/2018.

SCHNEUWLY, B. DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. São Paulo: Mercado das Letras, 2004 - especialmente o capítulo 6.

Oralidade e letramento: diálogos na escola (Variedade linguística - Carlos Alberto Faraco). (16’55) https://www.youtube.com/watch?v=c_8pQ0534tY . Acesso em 19/11/2018.

KOCH, Ingedore. Introdução à linguística textual. São Paulo: Contexto, 2015. págs 103- 126 (estratégias textual-discursivas de construção do sentido)

Para aprofundar fala e escrita, acesse o vídeo de Luiz Antônio Marcuschi, clicando aqui. Acesso em 19/11/2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Coloque o vídeo do Sarau para apreciação, explicando que devem ficar atentos ao grupo que se apresenta e à plateia.
  • Reforce a necessidade do silêncio e da atenção, já que o vídeo dura apenas 1’21’’. Coloque como desafio de observação, de sagacidade.
  • Chame a atenção para a cena:
  • Como o grupo escolheu declamar a poesia? (Esperamos que digam que um leu e outros encenaram)
  • Como foi a leitura do rapaz? (Esperamos que percebam que a leitura foi bastante ensaiada, com a modalização da voz, alta/baixa, alongando palavras)
  • E o restante do grupo? A expressão oral deles foi igual? (Esperamos que digam que não, pois ao falar sem ler, improvisaram, exploraram sons, gestos corporais e expressões faciais)
  • Com que objetivo(s) vocês acham que o grupo escolheu apresentar-se assim? (Esperamos que percebam que os objetivos foram: capturar a atenção do leitor, emocionar-se com o texto, desfrutar da fruição estética proporcionada tanto pela cena em si como pelo contexto - pessoas assistindo, figurinos, performance de cada integrante)
  • E a plateia? O que puderam observar sobre ela? (Esperamos que observem que a plateia estava atenta, interagindo positivamente com quem se apresentava).

Materiais complementares:

Acesse o vídeo: Acesso em 19/11/18.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:7 minutos

Orientações:

  • Sente todos os alunos no chão, de frente para o quadro.
  • Estabeleça as regras claras para a aula, construindo-as coletivamente através dos seguintes questionamentos:
  • O que é necessário para que este sarau seja bem aproveitado por todos? (Espera-se que mencionem a cooperação, o silêncio durante as apresentações e a atenção de cada um)
  • Quais são os objetivos do sarau? (Esperamos que digam que já que estão trabalhando a oralidade, a performance oral deve ser cuidada, lapidada. Ao mesmo tempo, este trabalho colabora para a formação literária dos alunos, enriquecendo seu conhecimento de mundo e seu repertório linguístico. Se não aparecerem estas informações, você, professor, pode colocá-las).
  • Mas se estamos investigando a oralidade, que cuidados cada equipe precisa adotar? Dito de outro modo, que critérios serão analisados pelos espectadores? (Esperamos que digam pelo menos os seguintes: qualidade da voz/ gestos/ olhar/ expressões)
  • E na forma de falar? Falar é diferente de e ler em voz alta… (Esperamos que digam que uma é mais espontânea e a outra é mais “controlada” . Aqui o professor pode mostrar no slide do powerpoint ou na ficha já impressa, os fatores linguísticos: marcadores próprios da fala/ hesitações/ repetições e/ou paráfrases )
  • Como a plateia deve portar-se? (Esperamos que mostrem a consciência sobre o respeito ao trabalho do outro, no qual cada participante dará seu melhor e não deve de forma alguma ser julgado ou mensurado com nota. Aplausos apenas ao final de cada apresentação, atenção, silêncio, gentileza com o outro devem permear todo o momento)
  • Apresente a folha de critérios e explique que ao final de cada apresentação, as equipes da plateia devem reunir-se para preencher a tabela.
  • Explique os marcadores:

? precisa melhorar;

?? satisfatório;

??? atingiu plenamente

  • Explique que deverá ser uma atividade dinâmica e organizada, a fim de que todas as equipes consigam apresentar-se.
  • Dê a cada representante do grupo uma folha e um lápis e já peça que sentem-se para o início do Sarau.
  • Determine a ordem de apresentação de cada equipe.

Materiais complementares:

Para imprimir a folha dos “critérios de avaliação da oralidade”, clique aqui.

Para imprimir a fábula O rato do mato e o rato da cidade, clique aqui.

Para imprimir a fábula O lobo e o burro, clique aqui.

Para imprimir a fábula A formiga e a pomba, clique aqui.

Para imprimir a fábula O ratinho, o gato e o galo, clique aqui.

Para imprimir a fábula Os viajantes e o urso, clique aqui.

Para imprimir a fábula O leão e o mosquito, acesse: clique aqui.

Fonte: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me000589.pdf p. 97 - 104. Alfabetização : livro do aluno / Ana Rosa Abreu ... [et al.] Brasília : FUNDESCOLA/SEFMEC, 2000. 3 v. : 128 p. n. 2. Acesso em 24/11/2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • O primeiro grupo se apresenta e, logo em seguida, as equipes preenchem a tabela enquanto o grupo seguinte se organiza.
  • Dê comandos claros e precisos a fim de organizar os alunos. Como esta é uma aula diferente, a tendência é que se dispersem.
  • Cada grupo pode levar mais ou menos 3’ para a apresentação e as equipes devem preencher a tabela em mais ou menos 2’.
  • Mostre, a partir do número de equipes quanto tempo cada uma tem, prevendo que todos se apresentem e sejam avaliados.
  • Se possível, este momento da aula pode ser gravado a fim de que se faça uma aula extra, em outro momento, de auto apreciação das performances orais. Pode-se usar novamente a tabela de critérios de avaliação, desta vez individualmente, para que cada um se observe. Só há crescimento do aluno quando ele tem os objetivos claros do que se quer ensinar e ele se sente parte do processo. Dependendo do tempo do currículo, pode-se marcar novo sarau - de contos autorais, poético, a fim de exercitar novamente a performance oral como objeto de conhecimento e não apenas como ferramenta linguística.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Todos devem ir para o chão, em semicírculo, voltados para o quadro.
  • Cole no quadro as tabelas “critérios de avaliação da oralidade” já preenchidas pelas equipes.
  • Analise coletivamente cada ficha e reflita sobre os pontos abordados:
  • Qualidade da voz/ gestos/ olhar/expressões faciais:
  • Alguém leu? Como foi a modulação da voz? A dicção estava clara?
  • Os integrantes olharam para a plateia ou ficaram de costas?
  • Havia emoção na voz? - (esperamos que percebam que a fala é diferente da leitura oral, que a dicção precisa estar clara e que quem se apresenta precisa estabelecer uma conexão com a plateia, através de gestos, do olhar, dos movimentos corporais)
  • marcadores da fala/ hesitações (espontaneidade)/ repetições/ paráfrases.
  • Apareceram marcadores como então, daí, e depois… ou então outros mais regionais como pronto, visse, bah, hum... dependendo da região em que a aula estiver acontecendo.
  • O que esses marcadores nos mostram? (Esperamos que entendam que alguns marcadores da fala são mais universais e outros mais regionais, constituindo a sala de aula um grupo identitário riquíssimo, pois cada grupo social tem seu modo peculiar de expressar-se, sem soberania alguma de um sobre outro. Quanto às repetições e paráfrases, na oralidade são comuns. O narrador, a fim de retomar o fio narrativo, repete frases inteiras ou diz algo como “ou seja”, e reformula a frase a fim de ajudar o espectador a compreender melhor o que está sendo dito).
  • Registre as respostas e monte um cartaz do que aprenderam nesta aula ressaltando a importância do trabalho com a oralidade.
  • Aproveite para discutir a variação linguística como aspecto positivo e identitário, mais presente na oralidade que na escrita, e a contribuição do sarau para a formação do leitor de literatura - discussão presente no vídeo de referência desta aula.

Comando da tabela Critérios de avaliação da oralidade:

Cada equipe deve marcar o número do grupo de apresentação no quadrado correspondente à avaliação. Se por exemplo o G1 falou baixo, na correspondência linha X coluna com o emoji ?? deve aparecer “G1”. E assim sucessivamente, para cada equipe analisada.

Em observações, podem aparecer comentários quanto ao figurino, à completude da história, à organização enquanto equipe etc.

Materiais complementares:

Acesse o cartaz de conclusão sobre a oralidade: aqui.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 12ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero fábula e no campo de atuação Campo Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de

Materiais necessários:

Para utilizar essa sequência, consulte a aula anterior que propõe a preparação para essa atividade.

A sala deve estar preparada previamente para o melhor aproveitamento da aula: disposição da sala com as cadeiras em meia lua;

O quadro deve ficar liberado e com fita adesiva disponível para a colocação das imagens das fábulas (elas podem já estar fixadas);

É interessante que na aula anterior o professor entregue para cada equipe o texto a ser estudado.

Pode sugerir que tragam figurinos , adereços e/ ou usem maquiagem.

Ficha com a tabela de “critérios de avaliação da oralidade” impressa. Aqui pode-se escolher avaliar individualmente, ou em equipe. Neste último caso a aula fica mais dinâmica, possibilitando a todos encenarem e avaliarem.

Textos de apoio das fábulas.

Oriente os alunos a se prepararem previamente já com seu texto definido para o sarau.

Informações sobre o gênero:

http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_uem_port_pdp_marlene_nasser_da_silva.pdf Especialmente as págs 5 -11. Acesso em 19/11/2018.

Para informações resumidas sobre o gênero fábula, clique aqui.

Dificuldades antecipadas:

Os alunos podem sentir dificuldade em entender o objetivo da aula. Como a tradição escolar opera prioritariamente com o registro escrito, é fundamental que os alunos entendam a importância da consciência e do foco ao ter como objetivo a oralidade, visto que não há materialidade (escrita), mas sim um monitoramento de produção mais ou menos formal, com aspectos linguísticos, paralinguísticos e cinestésicos.

Referências sobre o assunto:

Para saber mais sobre o que é um sarau e sua importância para a formação leitora dos alunos, clique aqui. ( vídeo “Como montar um Sarau”, de Denise Guilherme, especialista em formação de leitores. 5’53’’) Acesso em 19/11/2018.

SCHNEUWLY, B. DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. São Paulo: Mercado das Letras, 2004 - especialmente o capítulo 6.

Oralidade e letramento: diálogos na escola (Variedade linguística - Carlos Alberto Faraco). (16’55) https://www.youtube.com/watch?v=c_8pQ0534tY . Acesso em 19/11/2018.

KOCH, Ingedore. Introdução à linguística textual. São Paulo: Contexto, 2015. págs 103- 126 (estratégias textual-discursivas de construção do sentido)

Para aprofundar fala e escrita, acesse o vídeo de Luiz Antônio Marcuschi, clicando aqui. Acesso em 19/11/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Coloque o vídeo do Sarau para apreciação, explicando que devem ficar atentos ao grupo que se apresenta e à plateia.
  • Reforce a necessidade do silêncio e da atenção, já que o vídeo dura apenas 1’21’’. Coloque como desafio de observação, de sagacidade.
  • Chame a atenção para a cena:
  • Como o grupo escolheu declamar a poesia? (Esperamos que digam que um leu e outros encenaram)
  • Como foi a leitura do rapaz? (Esperamos que percebam que a leitura foi bastante ensaiada, com a modalização da voz, alta/baixa, alongando palavras)
  • E o restante do grupo? A expressão oral deles foi igual? (Esperamos que digam que não, pois ao falar sem ler, improvisaram, exploraram sons, gestos corporais e expressões faciais)
  • Com que objetivo(s) vocês acham que o grupo escolheu apresentar-se assim? (Esperamos que percebam que os objetivos foram: capturar a atenção do leitor, emocionar-se com o texto, desfrutar da fruição estética proporcionada tanto pela cena em si como pelo contexto - pessoas assistindo, figurinos, performance de cada integrante)
  • E a plateia? O que puderam observar sobre ela? (Esperamos que observem que a plateia estava atenta, interagindo positivamente com quem se apresentava).

Materiais complementares:

Acesse o vídeo: Acesso em 19/11/18.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:7 minutos

Orientações:

  • Sente todos os alunos no chão, de frente para o quadro.
  • Estabeleça as regras claras para a aula, construindo-as coletivamente através dos seguintes questionamentos:
  • O que é necessário para que este sarau seja bem aproveitado por todos? (Espera-se que mencionem a cooperação, o silêncio durante as apresentações e a atenção de cada um)
  • Quais são os objetivos do sarau? (Esperamos que digam que já que estão trabalhando a oralidade, a performance oral deve ser cuidada, lapidada. Ao mesmo tempo, este trabalho colabora para a formação literária dos alunos, enriquecendo seu conhecimento de mundo e seu repertório linguístico. Se não aparecerem estas informações, você, professor, pode colocá-las).
  • Mas se estamos investigando a oralidade, que cuidados cada equipe precisa adotar? Dito de outro modo, que critérios serão analisados pelos espectadores? (Esperamos que digam pelo menos os seguintes: qualidade da voz/ gestos/ olhar/ expressões)
  • E na forma de falar? Falar é diferente de e ler em voz alta… (Esperamos que digam que uma é mais espontânea e a outra é mais “controlada” . Aqui o professor pode mostrar no slide do powerpoint ou na ficha já impressa, os fatores linguísticos: marcadores próprios da fala/ hesitações/ repetições e/ou paráfrases )
  • Como a plateia deve portar-se? (Esperamos que mostrem a consciência sobre o respeito ao trabalho do outro, no qual cada participante dará seu melhor e não deve de forma alguma ser julgado ou mensurado com nota. Aplausos apenas ao final de cada apresentação, atenção, silêncio, gentileza com o outro devem permear todo o momento)
  • Apresente a folha de critérios e explique que ao final de cada apresentação, as equipes da plateia devem reunir-se para preencher a tabela.
  • Explique os marcadores:

? precisa melhorar;

?? satisfatório;

??? atingiu plenamente

  • Explique que deverá ser uma atividade dinâmica e organizada, a fim de que todas as equipes consigam apresentar-se.
  • Dê a cada representante do grupo uma folha e um lápis e já peça que sentem-se para o início do Sarau.
  • Determine a ordem de apresentação de cada equipe.

Materiais complementares:

Para imprimir a folha dos “critérios de avaliação da oralidade”, clique aqui.

Para imprimir a fábula O rato do mato e o rato da cidade, clique aqui.

Para imprimir a fábula O lobo e o burro, clique aqui.

Para imprimir a fábula A formiga e a pomba, clique aqui.

Para imprimir a fábula O ratinho, o gato e o galo, clique aqui.

Para imprimir a fábula Os viajantes e o urso, clique aqui.

Para imprimir a fábula O leão e o mosquito, acesse: clique aqui.

Fonte: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me000589.pdf p. 97 - 104. Alfabetização : livro do aluno / Ana Rosa Abreu ... [et al.] Brasília : FUNDESCOLA/SEFMEC, 2000. 3 v. : 128 p. n. 2. Acesso em 24/11/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • O primeiro grupo se apresenta e, logo em seguida, as equipes preenchem a tabela enquanto o grupo seguinte se organiza.
  • Dê comandos claros e precisos a fim de organizar os alunos. Como esta é uma aula diferente, a tendência é que se dispersem.
  • Cada grupo pode levar mais ou menos 3’ para a apresentação e as equipes devem preencher a tabela em mais ou menos 2’.
  • Mostre, a partir do número de equipes quanto tempo cada uma tem, prevendo que todos se apresentem e sejam avaliados.
  • Se possível, este momento da aula pode ser gravado a fim de que se faça uma aula extra, em outro momento, de auto apreciação das performances orais. Pode-se usar novamente a tabela de critérios de avaliação, desta vez individualmente, para que cada um se observe. Só há crescimento do aluno quando ele tem os objetivos claros do que se quer ensinar e ele se sente parte do processo. Dependendo do tempo do currículo, pode-se marcar novo sarau - de contos autorais, poético, a fim de exercitar novamente a performance oral como objeto de conhecimento e não apenas como ferramenta linguística.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Todos devem ir para o chão, em semicírculo, voltados para o quadro.
  • Cole no quadro as tabelas “critérios de avaliação da oralidade” já preenchidas pelas equipes.
  • Analise coletivamente cada ficha e reflita sobre os pontos abordados:
  • Qualidade da voz/ gestos/ olhar/expressões faciais:
  • Alguém leu? Como foi a modulação da voz? A dicção estava clara?
  • Os integrantes olharam para a plateia ou ficaram de costas?
  • Havia emoção na voz? - (esperamos que percebam que a fala é diferente da leitura oral, que a dicção precisa estar clara e que quem se apresenta precisa estabelecer uma conexão com a plateia, através de gestos, do olhar, dos movimentos corporais)
  • marcadores da fala/ hesitações (espontaneidade)/ repetições/ paráfrases.
  • Apareceram marcadores como então, daí, e depois… ou então outros mais regionais como pronto, visse, bah, hum... dependendo da região em que a aula estiver acontecendo.
  • O que esses marcadores nos mostram? (Esperamos que entendam que alguns marcadores da fala são mais universais e outros mais regionais, constituindo a sala de aula um grupo identitário riquíssimo, pois cada grupo social tem seu modo peculiar de expressar-se, sem soberania alguma de um sobre outro. Quanto às repetições e paráfrases, na oralidade são comuns. O narrador, a fim de retomar o fio narrativo, repete frases inteiras ou diz algo como “ou seja”, e reformula a frase a fim de ajudar o espectador a compreender melhor o que está sendo dito).
  • Registre as respostas e monte um cartaz do que aprenderam nesta aula ressaltando a importância do trabalho com a oralidade.
  • Aproveite para discutir a variação linguística como aspecto positivo e identitário, mais presente na oralidade que na escrita, e a contribuição do sarau para a formação do leitor de literatura - discussão presente no vídeo de referência desta aula.

Comando da tabela Critérios de avaliação da oralidade:

Cada equipe deve marcar o número do grupo de apresentação no quadrado correspondente à avaliação. Se por exemplo o G1 falou baixo, na correspondência linha X coluna com o emoji ?? deve aparecer “G1”. E assim sucessivamente, para cada equipe analisada.

Em observações, podem aparecer comentários quanto ao figurino, à completude da história, à organização enquanto equipe etc.

Materiais complementares:

Acesse o cartaz de conclusão sobre a oralidade: aqui.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 3º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 3º ano:

3º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

3º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

3º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP19 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano