14915
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Leitura/Escuta

Plano de aula - Intertextualidade nas histórias em quadrinhos

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do EF sobre Intertextualidade nas histórias em quadrinhos

Plano 02 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Suzana De Carvalho Lima Kawai

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é segunda aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero história em quadrinhos e no campo de atuação jornalístico-midiático. A aula faz parte do módulo de leitura.

Materiais necessários:

  • Cópias preferencialmente coloridas da HQ a ser trabalhada;
  • Projetor para expor os slides seguintes.

Informações sobre o gênero: Publicada em livros, revistas ou jornais, a história em quadrinhos é essencialmente uma narrativa sequencial e visual marcada pela interação entre a linguagem verbal e não verbal. Sua plena compreensão exige do leitor o conhecimento de códigos gráficos, como os sentidos dos contornos dos balões, por exemplo. Por muito tempo, sobretudo no Brasil, o desenvolvimento do gênero buscou legitimar-se pela intertextualidade com clássicos da literatura, incluindo-se aí contos e fábulas - um repertório quase universal, que facilita a compreensão do interdiscurso estabelecido. Porém, é fundamental notar que a HQ, mesmo quando anunciada como adaptação de obra literária, não é apenas uma narrativa que foi ilustrada. Os recursos gráficos próprios do gênero revestem-se também de tensão, sendo portadores de significados. Logo, a linguagem quadrinística modifica, transforma e recria a estrutura da narrativa com que dialoga, propondo uma re-interpretação desse texto-base. A respeito desses tópicos, ver referências abaixo.

Dificuldades antecipadas: Os alunos poderão ter dificuldades em compreender a intertextualidade, caso não conheçam o gênero fábula. Compreender relações intertextuais exige conhecer previamente as referências contidas no texto.

Referências sobre o assunto: OLIVEIRA, Cristiana. Quadrinhos, literatura e um jogo intertextual. In: RAMOS, Paulo. VERGUEIRO,Waldomiro. FIGUEIRA, Diogo (Org.). Quadrinhos e literatura: diálogos possíveis. São Paulo: Criativo, 2014. p 37-56.

PIROTA, Patrícia. Palimpsestos Machadianos: adaptações para os quadrinhos da obra O Alienista. In: RAMOS, Paulo. VERGUEIRO,Waldomiro. FIGUEIRA, Diogo (Org.). Quadrinhos e literatura: diálogos possíveis. São Paulo: Criativo, 2014. p 85-110.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça que os alunos sentem-se em duplas.
  • Desafie a turma a inferir qual será o objetivo da aula. Faça isso projetando este slide e estimulando os alunos a identificarem qual a característica comum aos textos apresentados. Comece por solicitar a identificação dos personagens mostrados explicitamente (Marge Simpson, Magali, Cascão, Cebolinha, Mingau e Mônica) e, depois, peça a identificação das referências implícitas (Monalisa, Alice no País das Maravilhas, o Coelho, o Gato da Alice, a Rainha Vermelha, o Chapeleiro Maluco). Explique que essa conversa entre textos chama-se intertextualidade e que o objetivo da aula é conhecer narrativas que apresentam tal característica.

Informações apenas para o professor: falando sobre intertextualidade, Luciano Corrales afirma: “...ao lermos um texto (A) estamos também lendo um texto (B), e, este entrecruzamento de ‘vozes’ percebidas ou levemente transparentes é algo que perpassa a escrita [...] Na verdade, a referida transparência tem muitas vezes relação direta com o repertório que o leitor possui, ou seja, o seu conhecimento de mundo.” Leia mais aqui.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça que os alunos sentem-se em duplas.
  • Desafie a turma a inferir qual será o objetivo da aula. Faça isso projetando este slide e estimulando os alunos a identificarem qual a característica comum aos textos apresentados. Comece por solicitar a identificação dos personagens mostrados explicitamente (Marge Simpson, Magali, Cascão, Cebolinha, Mingau e Mônica) e, depois, peça a identificação das referências implícitas (Monalisa, Alice no País das Maravilhas, o Coelho, o Gato da Alice, a Rainha Vermelha, o Chapeleiro Maluco). Explique que essa conversa entre textos chama-se intertextualidade e que o objetivo da aula é conhecer narrativas que apresentam tal característica.

Informações apenas para o professor: falando sobre intertextualidade, Luciano Corrales afirma: “...ao lermos um texto (A) estamos também lendo um texto (B), e, este entrecruzamento de ‘vozes’ percebidas ou levemente transparentes é algo que perpassa a escrita [...] Na verdade, a referida transparência tem muitas vezes relação direta com o repertório que o leitor possui, ou seja, o seu conhecimento de mundo.” Leia mais aqui.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Projete apenas este primeiro quadro da HQ “Moral: os dois lobos”. O texto escrito e o título estão encobertos. Estimule os alunos a analisarem a imagem e a buscarem pistas, fazendo previsões a respeito de quem são os personagens e do que pode estar escrito no balão. Diga aos alunos: “Nossa história começa com estes dois personagens. Quem são eles? O que estão fazendo? O que pode estar escrito no balão?” Espera-se que as crianças identifiquem uma situação de contação de histórias.
  • Apresente, então, o título da HQ e continue os questionamentos, estimulando os alunos a completarem as previsões iniciais: “O título da HQ fala em ‘moral’. Isso é uma referência a que tipo de histórias? Como são essas histórias? Alguém pode contar brevemente uma delas?” Se os alunos se mostrarem tímidos, proponha que uma fábula seja recontada coletivamente, cada aluno fica à vontade para relatar o trecho de que se lembrar (como sugestão, relembre a fábula “A cigarra e a formiga” ou “A tartaruga e a lebre”, bastante conhecidas e recorrentes até mesmo em desenhos animados).
  • Pergunte se a turma recorda qual o nome dado às narrativas feitas para transmitir ensinamentos e que são protagonizadas por animais. Espera-se que algumas crianças possam chegar ao conceito de “fábula”.

Informações apenas para o professor: esta história em quadrinhos é do cartunista australiano Gavin Aung Than. Ele possui um site colaborativo (ZenPencils), através do qual disponibiliza todas as suas criações para serem traduzidas por voluntários. Já esteve duas vezes entre os mais vendidos do New York Times.

Quanto ao jogo da intertextualidade, ele pode se dar de muitas formas, como por meio de paráfrase (reconto do texto, preservando-se ao máximo o sentido originalmente pretendido) ou por meio de paródia (imitação de texto original em tom satírico ou irônico). No caso da HQ aqui analisada, a intertextualidade se dá por alusão ao gênero fábula, sem a relação a um texto específico.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Chame a atenção para os animais anunciados no título. Pergunte: “Se a fábula envolve lobos, qual poderá ser o ensinamento que trará?” Possíveis respostas: ensinamentos sobre agressividade, raiva, traição, coragem, liderança, etc.
  • Convide os alunos a observarem como os dois lobos serão representados na HQ e, então, projete a imagem acima. Questione: “É possível saber como é cada um desses animais e o que acontecerá?” Procure associar as hipóteses das crianças às representações visuais. Se uma criança sugerir que o lobo negro atacará o branco, por exemplo, peça para que ela indique quais os indícios disso: é o lobo negro que avança para o outro porque traz os dentes caninos expostos e os pelos mais ouriçados.
  • A seguir, entregue uma cópia (preferencialmente colorida) da HQ completa para cada dupla.

Materiais complementares: Acesse o arquivo da HQ para imprimir aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações:

  • Peça para que os alunos leiam a HQ (5 minutos).
  • Ao final desse tempo, procure saber dos alunos se as hipóteses que apresentaram inicialmente (sobre o título da HQ, imagem do velho índio e da menina, imagem dos dois lobos) estavam corretas ou se precisam ser reformuladas. Peça, no grande grupo, que comparem suas respostas anteriores com o que sabem agora, oralmente, reservando 5 minutos para alguns alunos exporem essa comparação.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça para que as duplas respondam às questões 1, 2 e 3. Elas estão no mesmo arquivo que a HQ. Veja o texto e as questões aqui. Veja as respostas aqui

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça para que as duplas compartilhem oralmente suas respostas e comente-as, buscando ouvir as justificativas dos alunos e intervir com observações que contribuam para o entendimento da intertextualidade presente na HQ.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações:

  • Retome o objetivo inicial da aula (conhecer textos intertextuais) e questione se esse objetivo foi cumprido. Convide os alunos a sintetizarem as experiências da aula, registrando-as no caderno. Para isso, proponha perguntas como as do slide.

Sugestão de resposta:

Nesta aula, estudamos a intertextualidade, isto é, o diálogo entre textos. Lemos uma história em quadrinhos que conversou com as fábulas, representando sentimentos humanos por meio de animais e ensinando uma lição de vida ou moral. Sempre que um texto faz referência a outros, temos uma relação intertextual.

  • Solicite a um aluno que leia as conclusões, encerrando a aula.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é segunda aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero história em quadrinhos e no campo de atuação jornalístico-midiático. A aula faz parte do módulo de leitura.

Materiais necessários:

  • Cópias preferencialmente coloridas da HQ a ser trabalhada;
  • Projetor para expor os slides seguintes.

Informações sobre o gênero: Publicada em livros, revistas ou jornais, a história em quadrinhos é essencialmente uma narrativa sequencial e visual marcada pela interação entre a linguagem verbal e não verbal. Sua plena compreensão exige do leitor o conhecimento de códigos gráficos, como os sentidos dos contornos dos balões, por exemplo. Por muito tempo, sobretudo no Brasil, o desenvolvimento do gênero buscou legitimar-se pela intertextualidade com clássicos da literatura, incluindo-se aí contos e fábulas - um repertório quase universal, que facilita a compreensão do interdiscurso estabelecido. Porém, é fundamental notar que a HQ, mesmo quando anunciada como adaptação de obra literária, não é apenas uma narrativa que foi ilustrada. Os recursos gráficos próprios do gênero revestem-se também de tensão, sendo portadores de significados. Logo, a linguagem quadrinística modifica, transforma e recria a estrutura da narrativa com que dialoga, propondo uma re-interpretação desse texto-base. A respeito desses tópicos, ver referências abaixo.

Dificuldades antecipadas: Os alunos poderão ter dificuldades em compreender a intertextualidade, caso não conheçam o gênero fábula. Compreender relações intertextuais exige conhecer previamente as referências contidas no texto.

Referências sobre o assunto: OLIVEIRA, Cristiana. Quadrinhos, literatura e um jogo intertextual. In: RAMOS, Paulo. VERGUEIRO,Waldomiro. FIGUEIRA, Diogo (Org.). Quadrinhos e literatura: diálogos possíveis. São Paulo: Criativo, 2014. p 37-56.

PIROTA, Patrícia. Palimpsestos Machadianos: adaptações para os quadrinhos da obra O Alienista. In: RAMOS, Paulo. VERGUEIRO,Waldomiro. FIGUEIRA, Diogo (Org.). Quadrinhos e literatura: diálogos possíveis. São Paulo: Criativo, 2014. p 85-110.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça que os alunos sentem-se em duplas.
  • Desafie a turma a inferir qual será o objetivo da aula. Faça isso projetando este slide e estimulando os alunos a identificarem qual a característica comum aos textos apresentados. Comece por solicitar a identificação dos personagens mostrados explicitamente (Marge Simpson, Magali, Cascão, Cebolinha, Mingau e Mônica) e, depois, peça a identificação das referências implícitas (Monalisa, Alice no País das Maravilhas, o Coelho, o Gato da Alice, a Rainha Vermelha, o Chapeleiro Maluco). Explique que essa conversa entre textos chama-se intertextualidade e que o objetivo da aula é conhecer narrativas que apresentam tal característica.

Informações apenas para o professor: falando sobre intertextualidade, Luciano Corrales afirma: “...ao lermos um texto (A) estamos também lendo um texto (B), e, este entrecruzamento de ‘vozes’ percebidas ou levemente transparentes é algo que perpassa a escrita [...] Na verdade, a referida transparência tem muitas vezes relação direta com o repertório que o leitor possui, ou seja, o seu conhecimento de mundo.” Leia mais aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça que os alunos sentem-se em duplas.
  • Desafie a turma a inferir qual será o objetivo da aula. Faça isso projetando este slide e estimulando os alunos a identificarem qual a característica comum aos textos apresentados. Comece por solicitar a identificação dos personagens mostrados explicitamente (Marge Simpson, Magali, Cascão, Cebolinha, Mingau e Mônica) e, depois, peça a identificação das referências implícitas (Monalisa, Alice no País das Maravilhas, o Coelho, o Gato da Alice, a Rainha Vermelha, o Chapeleiro Maluco). Explique que essa conversa entre textos chama-se intertextualidade e que o objetivo da aula é conhecer narrativas que apresentam tal característica.

Informações apenas para o professor: falando sobre intertextualidade, Luciano Corrales afirma: “...ao lermos um texto (A) estamos também lendo um texto (B), e, este entrecruzamento de ‘vozes’ percebidas ou levemente transparentes é algo que perpassa a escrita [...] Na verdade, a referida transparência tem muitas vezes relação direta com o repertório que o leitor possui, ou seja, o seu conhecimento de mundo.” Leia mais aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Projete apenas este primeiro quadro da HQ “Moral: os dois lobos”. O texto escrito e o título estão encobertos. Estimule os alunos a analisarem a imagem e a buscarem pistas, fazendo previsões a respeito de quem são os personagens e do que pode estar escrito no balão. Diga aos alunos: “Nossa história começa com estes dois personagens. Quem são eles? O que estão fazendo? O que pode estar escrito no balão?” Espera-se que as crianças identifiquem uma situação de contação de histórias.
  • Apresente, então, o título da HQ e continue os questionamentos, estimulando os alunos a completarem as previsões iniciais: “O título da HQ fala em ‘moral’. Isso é uma referência a que tipo de histórias? Como são essas histórias? Alguém pode contar brevemente uma delas?” Se os alunos se mostrarem tímidos, proponha que uma fábula seja recontada coletivamente, cada aluno fica à vontade para relatar o trecho de que se lembrar (como sugestão, relembre a fábula “A cigarra e a formiga” ou “A tartaruga e a lebre”, bastante conhecidas e recorrentes até mesmo em desenhos animados).
  • Pergunte se a turma recorda qual o nome dado às narrativas feitas para transmitir ensinamentos e que são protagonizadas por animais. Espera-se que algumas crianças possam chegar ao conceito de “fábula”.

Informações apenas para o professor: esta história em quadrinhos é do cartunista australiano Gavin Aung Than. Ele possui um site colaborativo (ZenPencils), através do qual disponibiliza todas as suas criações para serem traduzidas por voluntários. Já esteve duas vezes entre os mais vendidos do New York Times.

Quanto ao jogo da intertextualidade, ele pode se dar de muitas formas, como por meio de paráfrase (reconto do texto, preservando-se ao máximo o sentido originalmente pretendido) ou por meio de paródia (imitação de texto original em tom satírico ou irônico). No caso da HQ aqui analisada, a intertextualidade se dá por alusão ao gênero fábula, sem a relação a um texto específico.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Chame a atenção para os animais anunciados no título. Pergunte: “Se a fábula envolve lobos, qual poderá ser o ensinamento que trará?” Possíveis respostas: ensinamentos sobre agressividade, raiva, traição, coragem, liderança, etc.
  • Convide os alunos a observarem como os dois lobos serão representados na HQ e, então, projete a imagem acima. Questione: “É possível saber como é cada um desses animais e o que acontecerá?” Procure associar as hipóteses das crianças às representações visuais. Se uma criança sugerir que o lobo negro atacará o branco, por exemplo, peça para que ela indique quais os indícios disso: é o lobo negro que avança para o outro porque traz os dentes caninos expostos e os pelos mais ouriçados.
  • A seguir, entregue uma cópia (preferencialmente colorida) da HQ completa para cada dupla.

Materiais complementares: Acesse o arquivo da HQ para imprimir aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações:

  • Peça para que os alunos leiam a HQ (5 minutos).
  • Ao final desse tempo, procure saber dos alunos se as hipóteses que apresentaram inicialmente (sobre o título da HQ, imagem do velho índio e da menina, imagem dos dois lobos) estavam corretas ou se precisam ser reformuladas. Peça, no grande grupo, que comparem suas respostas anteriores com o que sabem agora, oralmente, reservando 5 minutos para alguns alunos exporem essa comparação.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça para que as duplas respondam às questões 1, 2 e 3. Elas estão no mesmo arquivo que a HQ. Veja o texto e as questões aqui. Veja as respostas aqui

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça para que as duplas compartilhem oralmente suas respostas e comente-as, buscando ouvir as justificativas dos alunos e intervir com observações que contribuam para o entendimento da intertextualidade presente na HQ.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações:

  • Retome o objetivo inicial da aula (conhecer textos intertextuais) e questione se esse objetivo foi cumprido. Convide os alunos a sintetizarem as experiências da aula, registrando-as no caderno. Para isso, proponha perguntas como as do slide.

Sugestão de resposta:

Nesta aula, estudamos a intertextualidade, isto é, o diálogo entre textos. Lemos uma história em quadrinhos que conversou com as fábulas, representando sentimentos humanos por meio de animais e ensinando uma lição de vida ou moral. Sempre que um texto faz referência a outros, temos uma relação intertextual.

  • Solicite a um aluno que leia as conclusões, encerrando a aula.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Leitura/Escuta do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF67LP27 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano