14772
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Trabalhando as palavras estáveis dos momentos da rotina

Nesta proposta, convide as crianças a ajudar no planejamento do dia e refletir sobre como escrever os nomes das atividades que serão feitas por elas.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Danielle Moreira de Oliveira

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para realização dessa atividade é importante que o professor já tenha trabalhado a rotina por meio de fotos com intuito de estabelecer a sequência das atividades do dia. No dia da proposta, as crianças escolherão alguns momentos da rotina para desenvolver naquele dia (ex: montar um quebra-cabeça, fazer um desenho livre ou uma pintura). Por isso, preveja algumas opções dentre as preferidas da turma, reserve os possíveis materiais e deixe-os separados em local de fácil acesso para facilitar o desenvolvimento das atividades.

Materiais:

Separe fotos das atividades da rotina do grupo (incluindo algumas para a escolha das crianças) e filipetas de papel da cor, todas com velcro no verso. Confeccione dois cartazes, de duas colunas com velcros na frente, para colar as fotos e as filipetas com as palavras estáveis da rotina. (um deles será usado para brincar com os momentos da rotina que não forem escolhidos pelas crianças). Separe também canetinhas, massinha e brinquedos diversos para o momento de transição da atividade. É importante que tenha exposto na sala cartazes de listas confeccionados antes dessa atividade, que podem ser lista das histórias preferidas ou lista dos nomes das crianças. Eles devem servir de apoio na escrita dos nomes nos momentos da rotina.

Espaços:

Essa atividade deverá ser realizada na própria sala.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 30 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Quais hipóteses as crianças formulam ao ajudarem na escrita do professor? Elas comparama escrita das palavras a de seus nomes? Recorrem aos sons das palavras, às fichas dos nomes ou à outras palavras estáveis em cartazes expostos na sala?

2. O que as crianças dialogam? Elas colocam suas opiniões acerca do que é discutido? Apontam ou mostram para os colegas e professor possíveis soluções para a escrita das palavras?

3. Que estratégias as crianças utilizam ao organizarem a rotina? Elas recorrem ao quadro da rotina para verificar a próxima atividade? Buscam apoio nas fotos ou tentam ler as palavras a sua maneira?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Alguma criança pode participar da atividade observando e escutando as contribuições e ações dos colegas. Observe e incentive-a. Você pode chamá-la para sentar em local próximo, pedir que coloque as fichas e as palavras no mural ou que aponte com o dedo a direção correta da leitura, para que leiam coletivamente, envolvendo-a na interação com o grupo. Respeite o tempo de cada criança.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Leve as fotos da rotina para a roda de conversas e diga para o grande grupo que hoje eles ajudarão a organizar a rotina, bem como escolher algumas atividades que serão realizadas ao decorrer do dia. Diga que você trouxe algumas fichas para escrever e ler cada momento junto com eles.


2

Mostre as fotos dos momentos da rotina para as crianças. Escolha uma, pergunte o que elas estão fazendo e ouça as contribuições das crianças. Diga que você vai escrever na ficha o nome desse momento, mas precisa da ajuda delas. Pergunte: como será que escrevemos essa palavra? Com qual letra vocês acham que começa? Acolha todas as hipóteses e escreva o nome do momento da rotina na frente das crianças fazendo leitura em voz alta.A partir das contribuições das crianças, faça também outras intervenções sobre a escrita, como comparar a letra inicial da palavra com a letra inicial do nome de alguma criança, comparar tamanhos ou partes parecidas, entre outras. Ao perceber que alguma criança vai até a ficha da rotina, aponta com o dedo para a escrita e lê a maneira dela, a acolha e estimule essa iniciativa convidando as outras para lerem junto com vocês. Repita esse passo com as outras fotos da rotina, mas se atente para que não fique cansativo para elas. Nesse caso, dê preferência para palavras que podem oferecer boas intervenções a partir de palavras já conhecidas, como um título de história ou um nome de criança.


3

Explique que hoje elas poderão ajudar a escolher as atividades do dia. Alguns momentos que têm horários específicos são marcos na rotina e colaboram na orientação do tempo pelas crianças, como: entrada e saída, almoço, lanche etc. Estes momentos devem ser sugeridos por você. Porém, as crianças podem escolher outras atividades que não interfiram no andamento na rotina da instituição e das outras turmas, como montar um quebra-cabeça, fazer um desenho livre ou uma pintura. Peça ajuda as crianças para organizar as fichas da rotina no meio da roda, de forma que fique acessível a todas. Deixe que elas conversem e escolham as preferências do grupo. Observe como interagem, o que conversam e as auxilie na decisão. Caso seja necessário, proponha um sorteio ou votação.

Possíveis ações da criança neste momento: Alguma criança pode escolher um momento e não querer escutar as opiniões ou dialogar com as outras. Outras podem não se colocar diante do grupo. Observe essas ações, apoie as crianças e estimule o diálogo entre elas.


4

Com a rotina escolhida pelo grande grupo peça ajuda a uma ou duas crianças para que coloquem no quadro as fichas na ordem em que serão realizadas as atividades. Convide as crianças a lerem com você os momentos da rotina e aponte com o dedo a direção correta da leitura. É importante que o quadro de rotina fique ao alcance das crianças, para que possam manusear, fazer comparações com o que já foi realizado ou com o que ainda vão fazer, assim como trocar a ordem dos momentos, se for preciso. Essas palavras também se tornarão palavras estáveis para a leitura e consulta das crianças em outras atividades à medida que as crianças vão se apropriando delas.Conforme o grupo for realizando as atividades volte ao quadro de rotina e peça que leiam qual será a próxima.


Para finalizar:

Algumas crianças podem ficar interessadas em manusear e brincar com as fichas da rotina no quadro de velcro. Para atender o interesse de todas as crianças, organize cantos com atividade de livre escolha, como massinha e brinquedos diversos, e deixe que se dividam no espaço. Disponibilize o quadro reserva e as fichas dos momentos da rotina que não foram selecionados para o dia para que as crianças possam brincar de montar a rotina. Comente que em 10 minutos precisarão auxiliar na organização do ambiente, mostrando no quadro de rotina a próxima atividade do grupo. Convide-as a arrumar o ambiente de forma divertida, recitando uma parlenda, uma poesia ou cantando uma música conhecida.

Desdobramentos

É importante repetir essa atividade como estratégia contínua para que as crianças se apropriem da rotina ao mesmo tempo que ampliam as palavras estáveis e aprofundam suas investigações sobre a leitura e escrita. Você pode repetí-la realizando leituras sobre a rotina a cada dia ou escolhendo alguns momentos para problematizar, comparar com os nomes do grupo etc. Outra ideia é sugerir que as crianças desenhem e/ou escrevam a seus modos o momento mais legal da rotinana opinião delas. Você pode promover uma votação, elegendo o preferido do grupo. Os desenhos e/ou escritas podem ficar expostos na sala para apreciação da famílias e relato das crianças.

Engajando as famílias

Construa com as crianças um mural com a rotina do dia para ficar exposto na sala ou no corredor da escola. Nesse mural, as crianças podem colocar desenhos ou escritas sobre o que fizeram durante o dia, o relato das crianças, qual o foi momento preferido da turma ou se precisaram mudar a sequência das atividades. As famílias poderão apreciar o mural nos momentos de entrada e saída e acompanhar a rotina das crianças.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO04 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano