14726
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - O texto teatral: rubricas

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do Fundamental sobre rubricas no texto teatral

Plano 06 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Francisca Patrícia Pompeu Brasil

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero texto dramático e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte do módulo de análise linguística e semiótica.

Materiais necessários: Cartões de cartolina em branco para preenchimento dos alunos, contendo personagens e rubricas.

Informações sobre o gênero: O texto dramático, diferente de outros textos narrativos, é feito para ser encenado. Dessa forma, não é necessária a presença de um narrador. Divide-se em atos e cenas e apresenta como procedimentos narrativos: as falas, que podem ser diálogos, monólogos e apartes; os personagens; e as rubricas - indicações cênicas que auxiliam a representação. O enredo apresentado, geralmente, segue uma sequência linear: situação inicial, conflito, clímax e desfecho. São subgêneros do texto dramático: o auto, a comédia, a tragédia, a tragicomédia e a farsa.

Dificuldades antecipadas: Os alunos poderão ter dificuldades de participar do jogo da mímica, por se sentirem inibidos diante da turma.

Observação: É desejável que os alunos já tenham estudado o gênero dramático e já tenham explorado o conceito de “rubrica” para conseguirem realizar plenamente esta aula.

Referências sobre o assunto:

Links:

https://www.normaculta.com.br/genero-dramatico/

https://www.todamateria.com.br/genero-dramatico/

https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao/a-estrutura-do-genero-dramatico/33995

https://www.todamateria.com.br/texto-teatral/

http://www.cesadufs.com.br/ORBI/public/uploadCatalago/08305914112014Teoria_da_Literatura_I_Aula_9.pdf

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente o tema da aula para a turma. O objetivo da aula é fazer com que os alunos percebam a função das rubricas em um texto dramático. Também é importante que eles consigam relacionar as explicações contidas nos parênteses com as ações encenadas. Para isso, desafie o aluno a chegar sozinho às suas conclusões, evitando entregar explicações prontas, assim a aprendizagem será mais significativa.

Sobre as rubricas e a entonação:

Também conhecidas como didascálias, as rubricas são indicações cênicas que servem para orientar o ator durante a encenação de um texto. Aparecem destacadas, geralmente, entre parênteses e, junto ao discurso direto, compõem os conteúdos de um texto dramático. Como sabemos, na produção de discursos diretos, há diversos elementos que se relacionam, como o uso dos sinais de pontuação e a entonação apresentada em cada situação. É necessário observar que, na criação de diálogos, a comunicação não ocorre apenas através de palavras, mas também através da maneira como elas são pronunciadas. Sendo assim, a entonação utilizada nas conversas revela muito sobre a intenção do falante em determinados contextos e, nesse aspecto, a pontuação é de grande auxílio na produção de textos escritos que têm como base o uso do discurso direto. Por exemplo, pode ser dada uma entonação para indicar surpresa, alegria, angústia etc.

É muito importante que o aluno perceba que essas variações da fala exercem funções importantes no processo de comunicação e que, na produção e encenação de textos dramáticos, tanto as rubricas como a pontuação e a entonação são de grande relevância e devem ser observados durante as atividades de leitura e produção.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça aos alunos que se organizem em três equipes. Para facilitar o trabalho, a divisão pode ser feita de acordo com as filas e o posicionamento das cadeiras. Caso a sala tenha seis filas, informe que os componentes das duas primeiras farão parte da equipe 1, e assim por diante. Se preferir, peça aos alunos que formem suas equipes.
  • Oriente-os para que se organizem em círculos, pois, dessa forma, ficará mais fácil a comunicação entre os componentes.
  • Nomeie as equipes de acordo com as indicações apresentadas nos slides.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Passe por cada um dos círculos e entregue para cada equipe dois cartões (podem ser confeccionados com cartolina ou papel sulfite) para serem preenchidos.
  • Oriente as equipes da seguinte forma:
  • A equipe 1 deverá preencher o cartão completando a frase “Eu sou…”. Informe que as lacunas poderão ser preenchidas com pessoas, profissões ou animais. Ex.: “Eu sou um professor”. Em seguida, explique que devem colocar entre parênteses as orientações para que sejam feitas as mímicas. Ex. (Copiando no quadro, muito zangado). Cada cartão deve apresentar uma frase, seguida de uma explicação entre parênteses, contendo uma ação e um sentimento.
  • A equipe 2 deverá completar a frase com um sentimento. Ex.: “Eu sinto tédio.”, mais as duas orientações entre parênteses. Ex.: (Assistindo tv, desanimado).
  • A equipe 3 deverá completar a frase com uma ação. Ex.: “Eu faço comida.”, mais as duas orientações entre parênteses. Ex.: (Mexendo uma grande colher em uma panela, animado).
  • Explique aos alunos que as ações deverão ser colocadas com verbos no gerúndio, ou seja, terminados em -ndo, pois, dessa forma, dará a ideia de que a ação está se passando naquele momento.
  • Peça às equipes que escolham dois voluntários para ser responsáveis pelas mímicas. Explique que eles só poderão se orientar pelos cartões que irão receber, daí a necessidade de as equipes serem claras em suas orientações.
  • Dê às equipes dez minutos para o preenchimento dos cartões.
  • Durante o preenchimento dos cartões, circule pela sala, conferindo se há dificuldades, se os componentes estão interagindo entre si e se estão conseguindo seguir as orientações adequadamente.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações

  • Ao terminar o tempo, peça que as equipes devolvam os cartões.
  • Dê aos mímicos representantes da primeira equipe os cartões produzidos pela equipe 2 e peça que façam as mímicas de acordo com as orientações apresentadas.
  • As duas equipes restantes deverão tentar adivinhar. Aquela que acertar primeiro irá pontuar. Coloque no quadro as indicações das equipes e seus respectivos pontos. Após a apresentação da primeira equipe, faça o mesmo com a equipe 2, que deverá utilizar os cartões produzidos pela equipe 3; e, por fim, a equipe 3, que utilizará os cartões produzidos pela equipe 1.

Obs.: Delimite o tempo de 1 minuto para cada mímica. Caso as equipes não acertem durante esse tempo, o ponto será anulado.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça que continuem em círculos.
  • Devolva os cartões para as equipes.
  • Após a atividade, coloque oralmente para a turma as questões apresentadas no slide.
  • Peça que os alunos, após responderem, falem para a turma as suas respostas.
  • Comente as respostas dos alunos e estimule-os a comentar as respostas dos colegas.

Respostas possíveis/desejáveis:

1. Através das explicações entre parênteses, que orientavam sobre o que deveriam fazer e como estariam se sentindo durante a ação.

2. Sim, porque através delas, quem for encenar saberá como deve agir. As orientações facilitam no momento de representar.

3. As respostas para essa questão vão estar relacionadas às ações apresentadas por cada equipe. É importante orientar a turma para que entenda que a fala deve estar relacionada à situação apresentada. Peça a cada equipe que sugira possíveis falas para os personagens e apresente-as oralmente para o restante da turma. Questione-os sobre o que os levou a escolher determinada fala.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Mostre a pergunta e peça para que os alunos ajudem a sistematizar oralmente uma conclusão do que aprenderam com a atividade, relacionando o jogo que realizaram com o processo que os atores fazem ao ler um texto dramático e buscar as orientações para encená-lo.
  • Caso ache interessante, registre no quadro ou em uma cartolina essas conclusões.
  • É desejável que os alunos concluam que as rubricas aparecem em textos dramáticos, produzidos para serem encenados, para orientar os atores de forma que saibam como deverão agir em cena. As ações, as expressões faciais e corporais, e as falas dos personagens estão muito relacionadas e dependentes umas das outras, por isso, é importante observar a situação em que elas ocorrem para que a representação ocorra de forma coerente e significativa. Os mímicos das equipes formadas no jogo guiaram-se pelas rubricas criadas para se expressar, da mesma forma que os atores dão vida aos sentimentos e ações dos personagens dos textos dramáticos. Assim, o texto dramático deve conter boas rubricas para orientar bem os atores para a encenação, que deve chegar ao público de forma que, com falas ou sem falas, os sentimentos e intenções dos personagens sejam entendidos pela plateia.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero texto dramático e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte do módulo de análise linguística e semiótica.

Materiais necessários: Cartões de cartolina em branco para preenchimento dos alunos, contendo personagens e rubricas.

Informações sobre o gênero: O texto dramático, diferente de outros textos narrativos, é feito para ser encenado. Dessa forma, não é necessária a presença de um narrador. Divide-se em atos e cenas e apresenta como procedimentos narrativos: as falas, que podem ser diálogos, monólogos e apartes; os personagens; e as rubricas - indicações cênicas que auxiliam a representação. O enredo apresentado, geralmente, segue uma sequência linear: situação inicial, conflito, clímax e desfecho. São subgêneros do texto dramático: o auto, a comédia, a tragédia, a tragicomédia e a farsa.

Dificuldades antecipadas: Os alunos poderão ter dificuldades de participar do jogo da mímica, por se sentirem inibidos diante da turma.

Observação: É desejável que os alunos já tenham estudado o gênero dramático e já tenham explorado o conceito de “rubrica” para conseguirem realizar plenamente esta aula.

Referências sobre o assunto:

Links:

https://www.normaculta.com.br/genero-dramatico/

https://www.todamateria.com.br/genero-dramatico/

https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao/a-estrutura-do-genero-dramatico/33995

https://www.todamateria.com.br/texto-teatral/

http://www.cesadufs.com.br/ORBI/public/uploadCatalago/08305914112014Teoria_da_Literatura_I_Aula_9.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente o tema da aula para a turma. O objetivo da aula é fazer com que os alunos percebam a função das rubricas em um texto dramático. Também é importante que eles consigam relacionar as explicações contidas nos parênteses com as ações encenadas. Para isso, desafie o aluno a chegar sozinho às suas conclusões, evitando entregar explicações prontas, assim a aprendizagem será mais significativa.

Sobre as rubricas e a entonação:

Também conhecidas como didascálias, as rubricas são indicações cênicas que servem para orientar o ator durante a encenação de um texto. Aparecem destacadas, geralmente, entre parênteses e, junto ao discurso direto, compõem os conteúdos de um texto dramático. Como sabemos, na produção de discursos diretos, há diversos elementos que se relacionam, como o uso dos sinais de pontuação e a entonação apresentada em cada situação. É necessário observar que, na criação de diálogos, a comunicação não ocorre apenas através de palavras, mas também através da maneira como elas são pronunciadas. Sendo assim, a entonação utilizada nas conversas revela muito sobre a intenção do falante em determinados contextos e, nesse aspecto, a pontuação é de grande auxílio na produção de textos escritos que têm como base o uso do discurso direto. Por exemplo, pode ser dada uma entonação para indicar surpresa, alegria, angústia etc.

É muito importante que o aluno perceba que essas variações da fala exercem funções importantes no processo de comunicação e que, na produção e encenação de textos dramáticos, tanto as rubricas como a pontuação e a entonação são de grande relevância e devem ser observados durante as atividades de leitura e produção.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça aos alunos que se organizem em três equipes. Para facilitar o trabalho, a divisão pode ser feita de acordo com as filas e o posicionamento das cadeiras. Caso a sala tenha seis filas, informe que os componentes das duas primeiras farão parte da equipe 1, e assim por diante. Se preferir, peça aos alunos que formem suas equipes.
  • Oriente-os para que se organizem em círculos, pois, dessa forma, ficará mais fácil a comunicação entre os componentes.
  • Nomeie as equipes de acordo com as indicações apresentadas nos slides.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Passe por cada um dos círculos e entregue para cada equipe dois cartões (podem ser confeccionados com cartolina ou papel sulfite) para serem preenchidos.
  • Oriente as equipes da seguinte forma:
  • A equipe 1 deverá preencher o cartão completando a frase “Eu sou…”. Informe que as lacunas poderão ser preenchidas com pessoas, profissões ou animais. Ex.: “Eu sou um professor”. Em seguida, explique que devem colocar entre parênteses as orientações para que sejam feitas as mímicas. Ex. (Copiando no quadro, muito zangado). Cada cartão deve apresentar uma frase, seguida de uma explicação entre parênteses, contendo uma ação e um sentimento.
  • A equipe 2 deverá completar a frase com um sentimento. Ex.: “Eu sinto tédio.”, mais as duas orientações entre parênteses. Ex.: (Assistindo tv, desanimado).
  • A equipe 3 deverá completar a frase com uma ação. Ex.: “Eu faço comida.”, mais as duas orientações entre parênteses. Ex.: (Mexendo uma grande colher em uma panela, animado).
  • Explique aos alunos que as ações deverão ser colocadas com verbos no gerúndio, ou seja, terminados em -ndo, pois, dessa forma, dará a ideia de que a ação está se passando naquele momento.
  • Peça às equipes que escolham dois voluntários para ser responsáveis pelas mímicas. Explique que eles só poderão se orientar pelos cartões que irão receber, daí a necessidade de as equipes serem claras em suas orientações.
  • Dê às equipes dez minutos para o preenchimento dos cartões.
  • Durante o preenchimento dos cartões, circule pela sala, conferindo se há dificuldades, se os componentes estão interagindo entre si e se estão conseguindo seguir as orientações adequadamente.

Slide Plano Aula

Orientações

  • Ao terminar o tempo, peça que as equipes devolvam os cartões.
  • Dê aos mímicos representantes da primeira equipe os cartões produzidos pela equipe 2 e peça que façam as mímicas de acordo com as orientações apresentadas.
  • As duas equipes restantes deverão tentar adivinhar. Aquela que acertar primeiro irá pontuar. Coloque no quadro as indicações das equipes e seus respectivos pontos. Após a apresentação da primeira equipe, faça o mesmo com a equipe 2, que deverá utilizar os cartões produzidos pela equipe 3; e, por fim, a equipe 3, que utilizará os cartões produzidos pela equipe 1.

Obs.: Delimite o tempo de 1 minuto para cada mímica. Caso as equipes não acertem durante esse tempo, o ponto será anulado.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça que continuem em círculos.
  • Devolva os cartões para as equipes.
  • Após a atividade, coloque oralmente para a turma as questões apresentadas no slide.
  • Peça que os alunos, após responderem, falem para a turma as suas respostas.
  • Comente as respostas dos alunos e estimule-os a comentar as respostas dos colegas.

Respostas possíveis/desejáveis:

1. Através das explicações entre parênteses, que orientavam sobre o que deveriam fazer e como estariam se sentindo durante a ação.

2. Sim, porque através delas, quem for encenar saberá como deve agir. As orientações facilitam no momento de representar.

3. As respostas para essa questão vão estar relacionadas às ações apresentadas por cada equipe. É importante orientar a turma para que entenda que a fala deve estar relacionada à situação apresentada. Peça a cada equipe que sugira possíveis falas para os personagens e apresente-as oralmente para o restante da turma. Questione-os sobre o que os levou a escolher determinada fala.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Mostre a pergunta e peça para que os alunos ajudem a sistematizar oralmente uma conclusão do que aprenderam com a atividade, relacionando o jogo que realizaram com o processo que os atores fazem ao ler um texto dramático e buscar as orientações para encená-lo.
  • Caso ache interessante, registre no quadro ou em uma cartolina essas conclusões.
  • É desejável que os alunos concluam que as rubricas aparecem em textos dramáticos, produzidos para serem encenados, para orientar os atores de forma que saibam como deverão agir em cena. As ações, as expressões faciais e corporais, e as falas dos personagens estão muito relacionadas e dependentes umas das outras, por isso, é importante observar a situação em que elas ocorrem para que a representação ocorra de forma coerente e significativa. Os mímicos das equipes formadas no jogo guiaram-se pelas rubricas criadas para se expressar, da mesma forma que os atores dão vida aos sentimentos e ações dos personagens dos textos dramáticos. Assim, o texto dramático deve conter boas rubricas para orientar bem os atores para a encenação, que deve chegar ao público de forma que, com falas ou sem falas, os sentimentos e intenções dos personagens sejam entendidos pela plateia.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP54 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano