14704
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 5º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Argumentação na resenha crítica

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 5º ano do EF sobre Argumentação na resenha crítica

Plano 09 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Rosemary Aparecida Da Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a nona aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Resenha crítica / Vlog infantil de crítica e no campo de atuação Vida cotidiana / Vida pública / Todos os campos. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística / Semiótica, prática de linguagem Análise Linguística / Semiótica. Nesta aula, que pressupõe que os alunos já tenham lido resenhas críticas e conheçam esse gênero textual, eles terão a oportunidade de exercitar a compreensão da força da argumentação em texto de opinião, especialmente em resenha crítica. Quando se pretende o desenvolvimento do espírito crítico do estudante, é importante encorajá-lo a não aceitar como verdade única tudo o que lê, sem antes refletir sobre o assunto, conhecer opiniões diferentes sobre o tema, conversar com outros colegas para formar sua opinião. O foco desta aula é a construção de argumentos que podem ser utilizados para defender opinião do aluno em relação a produtos culturais dirigidos ao público infantil.

O planejamento de argumentos proposto nesta aula contribui para que os alunos possam produzir suas resenhas críticas nas próximas aulas. No texto Produção escrita: trabalhando com gêneros textuais: caderno do formador (Maria da Graça Costa Val et al. - Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2007. 68p.), as autoras explicam que “os textos de opinião procuram convencer, influenciar, através da argumentação em favor de determinada posição assumida, mas também apresentando e refutando posições divergentes”. Para que o texto tenha uma progressão de ideias e de argumentos, é necessário um planejamento do que se pretende escrever, como a escolha do produto a ser resenhado (no caso de resenhas críticas) ou questão polêmica (artigos de opinião, cartas de leitor), escolha de argumentos favoráveis e desfavoráveis ao assunto escolhido, definição do posicionamento que o autor assumirá e organização do texto com articulação dos argumentos para convencer o leitor. Para saber mais sobre o assunto, você pode consultar o texto:

Fonte: Produção escrita: trabalhando com gêneros textuais: caderno do formador, Maria da Graça Costa Val et al. - Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2007. 68p. Disponível em:

http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/files/uploads/PNAIC%202017%202018/PRODUCAO_ESCRITA-prof.pdf. Acesso em 30/08/2018.

Informações sobre o gênero: A resenha crítica é um gênero textual argumentativo em que o autor apresenta e avalia um produto cultural (livro, programa de televisão, HQ, filme, brinquedo) para influenciar o leitor a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. O autor do texto utiliza argumentos para fundamentar sua opinião e convencer o leitor da resenha crítica escrita ou o espectador da resenha crítica em vídeo a conhecer ou não, na íntegra, o produto resenhado.

Dificuldades antecipadas:

Os alunos podem apresentar dificuldade para elaborar argumentos para defender uma opinião sobre um produto cultural dirigido ao público infantil.

Referências sobre o assunto:

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2018. Disponível em:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/download-da-bncc/. Acesso em 15/09/2018.

MORAIS,A.G.;SILVA, A. Produção de textos escritos e análise linguística na escola. In: Leal, T. F.; BRANDÃO, A.C.P. A.(org). Produção de textos na escola: reflexões e práticas no ensino fundamental. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. Disponível em: http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/15.pdf. Acesso em 10/09/2018.

VAL, Maria da Graça Costa. Produção escrita: trabalhando com gêneros textuais: caderno do formador / Maria da Graça Costa Val et al. - Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2007. 68p. Disponível em: http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/files/uploads/PNAIC%202017%202018/PRODUCAO_ESCRITA-prof.pdf. Acesso em 30/08/2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas para facilitar a troca de ideias durante a aula.
  • Explique que nesta aula eles poderão exercitar a construção de argumentos para defender uma opinião sobre um produto cultural dirigido ao público infantil (livro, filme, HQ, programa de televisão, games, brinquedo).

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas para facilitar a troca de ideias durante a aula e a construção dos argumentos para a resenha crítica.
  • Esta aula pressupõe que os alunos já tenham conhecimento do gênero resenha crítica. Converse com a turma a fim de retomar o conhecimento sobre o gênero resenha crítica. A resenha crítica é um gênero textual argumentativo em que o autor apresenta e avalia um produto cultural (livro, programa de televisão, HQ, filme, série, peça de teatro, espetáculo de dança) com a finalidade de influenciar o leitor a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. O autor da resenha crítica faz apresentação, avaliação e indicação ou refutação da obra resenhada.
  • Explique aos alunos que, por ser um texto que apresenta a opinião de quem o escreveu, o autor utiliza argumentos para fortalecer seu ponto de vista e convencer seu interlocutor.
  • Diga aos alunos que nesta aula eles farão o exercício de elaborar argumentos para sustentar uma opinião sobre algum produto cultural destinado ao público infantil.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Mantenha os alunos em duplas para facilitar a troca de ideias durante a aula e a construção dos argumentos para a Resenha crítica.
  • Oriente os componentes de cada dupla a escolherem um produto cultural dirigido ao público infantil (livro, programa de televisão, HQ, filme, série, brinquedo). É necessário que o produto cultural escolhido seja conhecido pelos dois componentes da dupla para que haja troca de ideias e contribuições de ambos.
  • O registro do planejamento pode ser feito no caderno, mas, se preferir, é possível imprimir a atividade.
  • Explique aos alunos que o foco desta aula é planejar uma resenha crítica, com foco nos argumentos que podem ser utilizados para convencer o leitor a conhecer ou não o produto que a dupla escolheu (livro, programa de televisão, HQ, filme, série, brinquedo).
  • Retome com os alunos que a resenha crítica tem a finalidade de influenciar o leitor a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. Por isso, é importante que sejam apresentados argumentos favoráveis e desfavoráveis, além de deixar claro para o leitor se a dupla indica ou não o produto objeto da resenha crítica. Retome com os alunos as anotações registradas sobre as descobertas feitas nas aulas anteriores a respeito das marcas linguísticas que podem ser utilizadas na apresentação dos argumentos.
  • Dê um tempo para que cada dupla converse e decida qual será o objeto de sua resenha crítica. Enquanto as duplas conversam, circule pela sala para acompanhar o desenvolvimento da atividade proposta e esclareça eram desfavorável na obras escolhida para ser resenhada. Oriente que expliquem com detalhes os motivos para considerarem favorável ou desfavorável. É importante que na argumentação sejam considerados vários itens da obra. Se for livro ou HQ, é importante argumentar a respeito da qualidade (ou falta de qualidade) do roteiro, das imagens, da adequação do tema ao público alvo, do desenvolvimento da história; se for filme, série ou outro programa de televisão, é importante argumentar a respeito da qualidade (ou falta de qualidade) do roteiro, das imagens, da adequação do tema ao público alvo, do desenvolvimento da história; se for brinquedo é importante falar sobre a qualidade (ou falta de qualidade) do material utilizado na fabricação, embalagem, se atende à finalidade para a qual foi produzido, tamanho, durabilidade, preço.
  • Circule pela sala durante a realização dessa parte da atividade e oriente as duplas a registrarem os argumentos planejados. No caso de duplas que os componentes apresentam opiniões diferentes sobre o produto, oriente os alunos a registrarem os argumentos de ambos, separando-os em favoráveis e desfavoráveis. Esse momento é importante para o desenvolvimento da criticidade, da escuta atenta do pensamento do outro, além de oferecer oportunidade para argumentar e contrapor argumentos.
  • Oriente as duplas a registrarem também se indicam ou refutam a obra resenhada, justificando a indicação ou refutação.
  • Promova um momento para que as duplas socializem com a turma a obras escolhida e os argumentos planejados e peça para que os alunos falem quais argumentos consideram mais convincentes e por que pensam dessa forma. Oriente os alunos a falarem de forma respeitosa, expressando opinião sobre o convencimento dos argumentos sem ofender os colegas que os elaboraram. O objetivo desse momento é que a troca de ideias favoreça o trabalho colaborativo, pois os alunos podem contribuir para que o trabalho do colega fique melhor.

Materiais complementares:

Para imprimir a atividade, acesse aqui

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Quadro de planejamento da resenha crítica.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça para cada aluno registrar individualmente no caderno o que aprendeu sobre a resenha crítica. Esse momento de finalização é importante para consolidar o conhecimento sobre a importância da argumentação no gênero resenha crítica para convencer o leitor a conhecer o material resenhado. Espera-se que os alunos tenham compreendido que o autor desse gênero faz uma apresentação do produto resenhado, escolhe palavras que considera adequadas para expressar sua opinião, utiliza argumentos convincentes para fundamentar sua opinião, busca o convencimento do leitor e indica ou refuta o material resenhado para que o leitor do texto decida se vale a pena conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada.
  • O registro da aprendizagem é importante para o aluno sistematizar o conhecimento adquirido e contribuir para que esse conhecimento possa ser acionado no momento da produção de resenhas críticas.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a nona aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Resenha crítica / Vlog infantil de crítica e no campo de atuação Vida cotidiana / Vida pública / Todos os campos. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística / Semiótica, prática de linguagem Análise Linguística / Semiótica. Nesta aula, que pressupõe que os alunos já tenham lido resenhas críticas e conheçam esse gênero textual, eles terão a oportunidade de exercitar a compreensão da força da argumentação em texto de opinião, especialmente em resenha crítica. Quando se pretende o desenvolvimento do espírito crítico do estudante, é importante encorajá-lo a não aceitar como verdade única tudo o que lê, sem antes refletir sobre o assunto, conhecer opiniões diferentes sobre o tema, conversar com outros colegas para formar sua opinião. O foco desta aula é a construção de argumentos que podem ser utilizados para defender opinião do aluno em relação a produtos culturais dirigidos ao público infantil.

O planejamento de argumentos proposto nesta aula contribui para que os alunos possam produzir suas resenhas críticas nas próximas aulas. No texto Produção escrita: trabalhando com gêneros textuais: caderno do formador (Maria da Graça Costa Val et al. - Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2007. 68p.), as autoras explicam que “os textos de opinião procuram convencer, influenciar, através da argumentação em favor de determinada posição assumida, mas também apresentando e refutando posições divergentes”. Para que o texto tenha uma progressão de ideias e de argumentos, é necessário um planejamento do que se pretende escrever, como a escolha do produto a ser resenhado (no caso de resenhas críticas) ou questão polêmica (artigos de opinião, cartas de leitor), escolha de argumentos favoráveis e desfavoráveis ao assunto escolhido, definição do posicionamento que o autor assumirá e organização do texto com articulação dos argumentos para convencer o leitor. Para saber mais sobre o assunto, você pode consultar o texto:

Fonte: Produção escrita: trabalhando com gêneros textuais: caderno do formador, Maria da Graça Costa Val et al. - Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2007. 68p. Disponível em:

http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/files/uploads/PNAIC%202017%202018/PRODUCAO_ESCRITA-prof.pdf. Acesso em 30/08/2018.

Informações sobre o gênero: A resenha crítica é um gênero textual argumentativo em que o autor apresenta e avalia um produto cultural (livro, programa de televisão, HQ, filme, brinquedo) para influenciar o leitor a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. O autor do texto utiliza argumentos para fundamentar sua opinião e convencer o leitor da resenha crítica escrita ou o espectador da resenha crítica em vídeo a conhecer ou não, na íntegra, o produto resenhado.

Dificuldades antecipadas:

Os alunos podem apresentar dificuldade para elaborar argumentos para defender uma opinião sobre um produto cultural dirigido ao público infantil.

Referências sobre o assunto:

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2018. Disponível em:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/download-da-bncc/. Acesso em 15/09/2018.

MORAIS,A.G.;SILVA, A. Produção de textos escritos e análise linguística na escola. In: Leal, T. F.; BRANDÃO, A.C.P. A.(org). Produção de textos na escola: reflexões e práticas no ensino fundamental. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. Disponível em: http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/15.pdf. Acesso em 10/09/2018.

VAL, Maria da Graça Costa. Produção escrita: trabalhando com gêneros textuais: caderno do formador / Maria da Graça Costa Val et al. - Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2007. 68p. Disponível em: http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/files/uploads/PNAIC%202017%202018/PRODUCAO_ESCRITA-prof.pdf. Acesso em 30/08/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas para facilitar a troca de ideias durante a aula.
  • Explique que nesta aula eles poderão exercitar a construção de argumentos para defender uma opinião sobre um produto cultural dirigido ao público infantil (livro, filme, HQ, programa de televisão, games, brinquedo).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas para facilitar a troca de ideias durante a aula e a construção dos argumentos para a resenha crítica.
  • Esta aula pressupõe que os alunos já tenham conhecimento do gênero resenha crítica. Converse com a turma a fim de retomar o conhecimento sobre o gênero resenha crítica. A resenha crítica é um gênero textual argumentativo em que o autor apresenta e avalia um produto cultural (livro, programa de televisão, HQ, filme, série, peça de teatro, espetáculo de dança) com a finalidade de influenciar o leitor a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. O autor da resenha crítica faz apresentação, avaliação e indicação ou refutação da obra resenhada.
  • Explique aos alunos que, por ser um texto que apresenta a opinião de quem o escreveu, o autor utiliza argumentos para fortalecer seu ponto de vista e convencer seu interlocutor.
  • Diga aos alunos que nesta aula eles farão o exercício de elaborar argumentos para sustentar uma opinião sobre algum produto cultural destinado ao público infantil.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Mantenha os alunos em duplas para facilitar a troca de ideias durante a aula e a construção dos argumentos para a Resenha crítica.
  • Oriente os componentes de cada dupla a escolherem um produto cultural dirigido ao público infantil (livro, programa de televisão, HQ, filme, série, brinquedo). É necessário que o produto cultural escolhido seja conhecido pelos dois componentes da dupla para que haja troca de ideias e contribuições de ambos.
  • O registro do planejamento pode ser feito no caderno, mas, se preferir, é possível imprimir a atividade.
  • Explique aos alunos que o foco desta aula é planejar uma resenha crítica, com foco nos argumentos que podem ser utilizados para convencer o leitor a conhecer ou não o produto que a dupla escolheu (livro, programa de televisão, HQ, filme, série, brinquedo).
  • Retome com os alunos que a resenha crítica tem a finalidade de influenciar o leitor a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. Por isso, é importante que sejam apresentados argumentos favoráveis e desfavoráveis, além de deixar claro para o leitor se a dupla indica ou não o produto objeto da resenha crítica. Retome com os alunos as anotações registradas sobre as descobertas feitas nas aulas anteriores a respeito das marcas linguísticas que podem ser utilizadas na apresentação dos argumentos.
  • Dê um tempo para que cada dupla converse e decida qual será o objeto de sua resenha crítica. Enquanto as duplas conversam, circule pela sala para acompanhar o desenvolvimento da atividade proposta e esclareça eram desfavorável na obras escolhida para ser resenhada. Oriente que expliquem com detalhes os motivos para considerarem favorável ou desfavorável. É importante que na argumentação sejam considerados vários itens da obra. Se for livro ou HQ, é importante argumentar a respeito da qualidade (ou falta de qualidade) do roteiro, das imagens, da adequação do tema ao público alvo, do desenvolvimento da história; se for filme, série ou outro programa de televisão, é importante argumentar a respeito da qualidade (ou falta de qualidade) do roteiro, das imagens, da adequação do tema ao público alvo, do desenvolvimento da história; se for brinquedo é importante falar sobre a qualidade (ou falta de qualidade) do material utilizado na fabricação, embalagem, se atende à finalidade para a qual foi produzido, tamanho, durabilidade, preço.
  • Circule pela sala durante a realização dessa parte da atividade e oriente as duplas a registrarem os argumentos planejados. No caso de duplas que os componentes apresentam opiniões diferentes sobre o produto, oriente os alunos a registrarem os argumentos de ambos, separando-os em favoráveis e desfavoráveis. Esse momento é importante para o desenvolvimento da criticidade, da escuta atenta do pensamento do outro, além de oferecer oportunidade para argumentar e contrapor argumentos.
  • Oriente as duplas a registrarem também se indicam ou refutam a obra resenhada, justificando a indicação ou refutação.
  • Promova um momento para que as duplas socializem com a turma a obras escolhida e os argumentos planejados e peça para que os alunos falem quais argumentos consideram mais convincentes e por que pensam dessa forma. Oriente os alunos a falarem de forma respeitosa, expressando opinião sobre o convencimento dos argumentos sem ofender os colegas que os elaboraram. O objetivo desse momento é que a troca de ideias favoreça o trabalho colaborativo, pois os alunos podem contribuir para que o trabalho do colega fique melhor.

Materiais complementares:

Para imprimir a atividade, acesse aqui

Slide Plano Aula

Orientações: Quadro de planejamento da resenha crítica.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça para cada aluno registrar individualmente no caderno o que aprendeu sobre a resenha crítica. Esse momento de finalização é importante para consolidar o conhecimento sobre a importância da argumentação no gênero resenha crítica para convencer o leitor a conhecer o material resenhado. Espera-se que os alunos tenham compreendido que o autor desse gênero faz uma apresentação do produto resenhado, escolhe palavras que considera adequadas para expressar sua opinião, utiliza argumentos convincentes para fundamentar sua opinião, busca o convencimento do leitor e indica ou refuta o material resenhado para que o leitor do texto decida se vale a pena conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada.
  • O registro da aprendizagem é importante para o aluno sistematizar o conhecimento adquirido e contribuir para que esse conhecimento possa ser acionado no momento da produção de resenhas críticas.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 5º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 5º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05LP20 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano