14686
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 2º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Quais marcadores temporais podemos usar nesse conto de fadas?

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 2º ano do EF sobre Quais marcadores temporais podemos usar nesse conto de fadas?

Plano 08 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cibele Diogo Kimura

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 8ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Contos de Fadas e no campo de atuação Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Folha impressa com a história para cada dupla, texto com a resolução da atividade para o professor, lápis e borracha.

Informações sobre o gênero: Contos de fadas, segundo Nelly Novaes Coelho, é um gênero textual formado por narrativas que, há milênios, surgiram anonimamente e passaram a circular entre os povos da Antiguidade, transformando-se consideravelmente com o passar do tempo. Atualmente, versões adaptados dos contos de fadas são vinculadas à literatura infantil, tendo como uma das funções apresentar um esboço compreensível da sociedade e das várias relações intersociais com uma linguagem leve e simplificada. Uma das suas principais característica é o início com o famoso “Era uma vez” ou outra frase curta que demonstra um tempo indeterminado, possui também um enredo ficcional, que normalmente apresenta seus personagens e os aspectos mágicos do conto, em seguida traz um conflito que recorrerá com momentos de tensão, deixando explicito a relação do bem e do mal e por fim o desfecho que revela a solução para o conflito.

Dificuldades antecipadas:

  • Dificuldade em compreender o que são expressões que marcam a passagem do tempo e em qual momento utilizá-la.
  • Dificuldade em selecionar marcadores temporais que façam sentido no texto.

Referências sobre o assunto:

REGO,L.L.B.Literatura Infantil: uma nova perspectiva da alfabetização. São Paulo:FTD,1988.

SOLÉ.; I.;Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

KAUFMAN.;A.M.; RODRIGUEZ.;M.E. Escola, leitura e produção de textos.Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CUNHA,R. Deu a louca na narrativa infantil? Revista Ciência, Cultura.; jan/mar,vol.59,nº1,p.59-60. 2007.

LEAL.;T.F.; BRANDÃO.;A.C.P.; É Possível ensinar a produzir textos! Os objetivos didáticos e a questão da progressão escolar no ensino da escrita.In:Produção de textos na escola:reflexões e práticas no ensino fundamental.(org) LEAL.;T.F.BRANDÃO.;C.P. Belo Horizonte: Autêntica,2007.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fada. São Paulo: Paz e terra, 2010.

COELHO, Nelly Novaes. O conto de fadas: Símbolo, mitos e arquétipos. São Paulo: Difusão Cultural do Livro, 2003.

______. Literatura infantil. São Paulo: Moderna, 2000

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos. Diga que na aula de hoje vamos exercitar o uso de diferentes expressões que representam marcações de passagem de tempo na narrativa dos contos de fadas.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações:

  • Organize a sala em duplas. A opção por esse agrupamento pode facilitar as aprendizagens, promover a construção de novos saberes, e garantir um relacionamento cooperativo e construtivo entre os alunos. Faça a formação das duplas pensando em agrupamento produtivos por meio dos conhecimentos sobre leitura e escrita dos alunos.
  • Faça a leitura em voz alta do título do conto.
  • Verifique os conhecimentos prévios que a turma tem com relação a esse conto de fadas.
  • Quem já ouviu ou leu essa história?
  • Quem são essas duas pessoas mencionadas no título?
  • O que acontecem com eles na história?
  • Será que a história aconteceu em apenas um dia? Como chegaram a essa conclusão?
  • Quem sabe contar como essa história finaliza?

Espera-se que as crianças, por meio de seus conhecimentos prévios sobre a história, possam identificar que nessa narrativa existem vários acontecimentos, e que pode ser percebida a passagem de alguns dias para que a história se concretize.

  • Entregue a folha de atividade com o conto de fadas “João e Maria”. Clique aqui para acessar a folha de atividade para o aluno e aqui para acessar a resolução da atividade (Texto disponível em: http://contosdefadascomagigi.com/tale/56/. Acesso em 13/10/2018).
  • Diga às crianças que por meio desse conto vamos descobrir quais marcadores temporais completam o conto de fadas para que ele tenha sentido.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos.

Orientações:

  • Peça que os alunos observem o texto entregue para as duplas.
  • Explique que algumas partes da história precisam ser completadas. A missão da dupla é pensar em palavras que façam sentido para completar essas lacunas. Diga que está disponível um banco de expressões que os auxiliará na escolha dessas palavras, porém deixe claro que as expressões podem se repetir ou até mesmo serem trocadas por outra que as duplas possam achar conveniente para fazer sentido naquele momento do texto.
  • Disponibilize alguns minutos para que a turma possa apreciar o conto e refletir sobre estratégias para utilizar as palavras corretas com o contexto do texto.
  • Quais estratégias podemos pensar para descobrir as palavras ocultas?
  • Será que as palavras tem alguma particularidade entre elas?
  • Os contos de fadas são textos narrativos e as narrativas são contadas por meio de uma sequência de fatos que se sucedem por meio do passar do tempo e transformações dos espaços. Como conseguimos perceber essa passagem do tempo no conto de fadas “João e Maria”?

Espera-se que as crianças notem que as palavras ocultas são alguns dos marcadores temporais presentes no conto de fadas, e que existe uma possível sequência para que o texto tenha uma coerência. Por exemplo, as duplas podem concluir que a expressão “felizes para sempre” deve ser utilizada no final do texto, não fazendo sentido usá-la no início do conto. Os alunos podem explicar esse fato por já estarem acostumados com essa expressão ao ouvir as histórias, e por compreender que se trata de um expressão que caracteriza como a conclusão dos fatos.

  • Leia em voz alta o primeiro parágrafo, dê uma pausa e peça para que as duplas preencham as lacunas com palavras que façam sentido para dar continuidade dos fatos na história, estimule-os a consultar o banco de expressões. O objetivo do banco de expressões é contribuir com o repertório dos alunos, ao apresentar uma maior variedade de marcadores temporais para que possam utilizar e refletir sobre nossas possibilidades.
  • Faça o mesmo processo, leia trechos do conto e dê pausas para o preenchimento.
  • Observe como os alunos discutem a escolha das palavras, anote as observações para o momento da discussão coletiva.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Após finalizar toda a leitura, solicite às duplas que compartilhem as marcações escolhidas e discuta se estas permitem a compreensão da passagem do tempo no texto.
  • Repasse todos os trechos do conto de fadas e verifique se houve um consenso nas escolhas.
  • Faça discussões para os casos que podem ser usados outras expressões sem alterar o sentido do texto.
  • No texto encontramos a repetição de alguns marcações temporais, como por exemplo “DEPOIS”. Quais outros termos podemos usar, sem alterar o sentido do que se quer dizer?

Espera-se que os alunos digam que o termo pode ser substituído por “EM SEGUIDA”, “APÓS”, “POSTERIORMENTE” etc.

  • Conclua com a turma que na aula de hoje foi possível exercitar o uso de diversas expressões de marcadores temporais que tem como objetivo trazer uma sequenciação dos fatos com um sentido de passagem de tempo na narrativa estudada.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 8ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Contos de Fadas e no campo de atuação Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Folha impressa com a história para cada dupla, texto com a resolução da atividade para o professor, lápis e borracha.

Informações sobre o gênero: Contos de fadas, segundo Nelly Novaes Coelho, é um gênero textual formado por narrativas que, há milênios, surgiram anonimamente e passaram a circular entre os povos da Antiguidade, transformando-se consideravelmente com o passar do tempo. Atualmente, versões adaptados dos contos de fadas são vinculadas à literatura infantil, tendo como uma das funções apresentar um esboço compreensível da sociedade e das várias relações intersociais com uma linguagem leve e simplificada. Uma das suas principais característica é o início com o famoso “Era uma vez” ou outra frase curta que demonstra um tempo indeterminado, possui também um enredo ficcional, que normalmente apresenta seus personagens e os aspectos mágicos do conto, em seguida traz um conflito que recorrerá com momentos de tensão, deixando explicito a relação do bem e do mal e por fim o desfecho que revela a solução para o conflito.

Dificuldades antecipadas:

  • Dificuldade em compreender o que são expressões que marcam a passagem do tempo e em qual momento utilizá-la.
  • Dificuldade em selecionar marcadores temporais que façam sentido no texto.

Referências sobre o assunto:

REGO,L.L.B.Literatura Infantil: uma nova perspectiva da alfabetização. São Paulo:FTD,1988.

SOLÉ.; I.;Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

KAUFMAN.;A.M.; RODRIGUEZ.;M.E. Escola, leitura e produção de textos.Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CUNHA,R. Deu a louca na narrativa infantil? Revista Ciência, Cultura.; jan/mar,vol.59,nº1,p.59-60. 2007.

LEAL.;T.F.; BRANDÃO.;A.C.P.; É Possível ensinar a produzir textos! Os objetivos didáticos e a questão da progressão escolar no ensino da escrita.In:Produção de textos na escola:reflexões e práticas no ensino fundamental.(org) LEAL.;T.F.BRANDÃO.;C.P. Belo Horizonte: Autêntica,2007.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fada. São Paulo: Paz e terra, 2010.

COELHO, Nelly Novaes. O conto de fadas: Símbolo, mitos e arquétipos. São Paulo: Difusão Cultural do Livro, 2003.

______. Literatura infantil. São Paulo: Moderna, 2000

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos. Diga que na aula de hoje vamos exercitar o uso de diferentes expressões que representam marcações de passagem de tempo na narrativa dos contos de fadas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações:

  • Organize a sala em duplas. A opção por esse agrupamento pode facilitar as aprendizagens, promover a construção de novos saberes, e garantir um relacionamento cooperativo e construtivo entre os alunos. Faça a formação das duplas pensando em agrupamento produtivos por meio dos conhecimentos sobre leitura e escrita dos alunos.
  • Faça a leitura em voz alta do título do conto.
  • Verifique os conhecimentos prévios que a turma tem com relação a esse conto de fadas.
  • Quem já ouviu ou leu essa história?
  • Quem são essas duas pessoas mencionadas no título?
  • O que acontecem com eles na história?
  • Será que a história aconteceu em apenas um dia? Como chegaram a essa conclusão?
  • Quem sabe contar como essa história finaliza?

Espera-se que as crianças, por meio de seus conhecimentos prévios sobre a história, possam identificar que nessa narrativa existem vários acontecimentos, e que pode ser percebida a passagem de alguns dias para que a história se concretize.

  • Entregue a folha de atividade com o conto de fadas “João e Maria”. Clique aqui para acessar a folha de atividade para o aluno e aqui para acessar a resolução da atividade (Texto disponível em: http://contosdefadascomagigi.com/tale/56/. Acesso em 13/10/2018).
  • Diga às crianças que por meio desse conto vamos descobrir quais marcadores temporais completam o conto de fadas para que ele tenha sentido.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos.

Orientações:

  • Peça que os alunos observem o texto entregue para as duplas.
  • Explique que algumas partes da história precisam ser completadas. A missão da dupla é pensar em palavras que façam sentido para completar essas lacunas. Diga que está disponível um banco de expressões que os auxiliará na escolha dessas palavras, porém deixe claro que as expressões podem se repetir ou até mesmo serem trocadas por outra que as duplas possam achar conveniente para fazer sentido naquele momento do texto.
  • Disponibilize alguns minutos para que a turma possa apreciar o conto e refletir sobre estratégias para utilizar as palavras corretas com o contexto do texto.
  • Quais estratégias podemos pensar para descobrir as palavras ocultas?
  • Será que as palavras tem alguma particularidade entre elas?
  • Os contos de fadas são textos narrativos e as narrativas são contadas por meio de uma sequência de fatos que se sucedem por meio do passar do tempo e transformações dos espaços. Como conseguimos perceber essa passagem do tempo no conto de fadas “João e Maria”?

Espera-se que as crianças notem que as palavras ocultas são alguns dos marcadores temporais presentes no conto de fadas, e que existe uma possível sequência para que o texto tenha uma coerência. Por exemplo, as duplas podem concluir que a expressão “felizes para sempre” deve ser utilizada no final do texto, não fazendo sentido usá-la no início do conto. Os alunos podem explicar esse fato por já estarem acostumados com essa expressão ao ouvir as histórias, e por compreender que se trata de um expressão que caracteriza como a conclusão dos fatos.

  • Leia em voz alta o primeiro parágrafo, dê uma pausa e peça para que as duplas preencham as lacunas com palavras que façam sentido para dar continuidade dos fatos na história, estimule-os a consultar o banco de expressões. O objetivo do banco de expressões é contribuir com o repertório dos alunos, ao apresentar uma maior variedade de marcadores temporais para que possam utilizar e refletir sobre nossas possibilidades.
  • Faça o mesmo processo, leia trechos do conto e dê pausas para o preenchimento.
  • Observe como os alunos discutem a escolha das palavras, anote as observações para o momento da discussão coletiva.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Após finalizar toda a leitura, solicite às duplas que compartilhem as marcações escolhidas e discuta se estas permitem a compreensão da passagem do tempo no texto.
  • Repasse todos os trechos do conto de fadas e verifique se houve um consenso nas escolhas.
  • Faça discussões para os casos que podem ser usados outras expressões sem alterar o sentido do texto.
  • No texto encontramos a repetição de alguns marcações temporais, como por exemplo “DEPOIS”. Quais outros termos podemos usar, sem alterar o sentido do que se quer dizer?

Espera-se que os alunos digam que o termo pode ser substituído por “EM SEGUIDA”, “APÓS”, “POSTERIORMENTE” etc.

  • Conclua com a turma que na aula de hoje foi possível exercitar o uso de diversas expressões de marcadores temporais que tem como objetivo trazer uma sequenciação dos fatos com um sentido de passagem de tempo na narrativa estudada.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 2º ano :

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 2º ano:

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF02LP17 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano