14551
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Uma introdução à referenciação e progressão referencial no gênero documentário

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do Fundamental sobre o gênero documentário

Plano 07 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Leonel Andrade Dos Santos

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero documentário e no campo de atuação da vida pública. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Projetor multimídia, computador, atividade impressa

Dificuldades antecipadas: Identificar as estratégias de referenciação e de progressão referencial em textos orais, já que esse tipo de análise se dá geralmente em textos escritos.

Referências sobre o assunto:

ELIAS, Vanda Maria; KOCH, Ingedore Villaça. Ler e compreender os sentidos do texto. 3ª ed. São Paulo: Editora Contexto, 2015.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Leia o tema da aula e comente com os alunos que irão analisar como certas palavras/conteúdos são introduzidos/construídos no texto e como eles são retomados/reconstruídos por meio de determinadas estratégias, o que garante a permanência do foco em determinada palavra/conteúdo.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para iniciar o trabalho de Análise Linguística e Semiótica nesta aula e desenvolver a habilidade prevista, é importante que os alunos identifiquem o lugar de fala das pessoas entrevistadas no documentário e relacionem ao uso da norma padrão . Para isso, anuncie que eles assistirão a um trecho do documentário “Ele era um menino feliz - O menino Maluquinho, 30 anos depois”, para responder aos questionamentos presentes no slide. Apresente o slide e, em seguida, inicie o vídeo e reproduza-o até o momento 2:52.

VILA FILMES - Ele era um menino feliz - O Menino Maluquinho, 30 anos depois. 2011. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=TqFH59lr21s>. Acesso em: 21 nov. 2018.

  • Após mostrar o vídeo, apresente novamente as perguntas presentes no slide e discuta com os alunos sobre o entrevistado (Ziraldo), sua profissão (escritor) e em qual lugar os depoimentos sobre a história referida foram feitos (na Bienal de São Paulo). É importante que a discussão conduzida faça os alunos perceberem que o lugar de fala tanto de Ziraldo como dos entrevistados na Bienal sugere que seja mais formal, e isso implica dizer que o registro utilizado é mais próximo da norma-culta padrão.
  • Deixe claro para os alunos dois importantes aspectos: 01) o uso da norma-padrão não está relacionado a falar certo ou errado, mas é apenas uma das variantes da língua que geralmente é utilizada em centros urbanos e por pessoas que tiveram acesso à escolarização mais alta; 02) podemos identificar traços da norma culta na textualidade, ou seja, no modo como os falantes introduzem ideias e as articulam, por exemplo.
  • Pergunte a eles se recordam-se de outros contextos que são mais informais e em que as pessoas falam mais à vontade, sem se preocupar tanto com as regras da norma-padrão. Você pode citar, por exemplo, as conversas na rua, nas casas, na sala de aula com os colegas, nos estádios de futebol etc. Destaque que podemos ver também essa variante não-padrão na fala de pessoas com baixa escolaridade, que não tiveram acesso a contextos formais de ensino. É importante que eles percebam exemplos de variação diafásica (relacionadas ao contexto comunicativo, ou seja, à forma como os interlocutores dialogam entre si em contextos formais ou informais de interação).
  • Conclua essa parte introdutória afirmando que eles analisarão trechos de fala de um personagem apresentado no documentário para verificar como, na norma-padrão em textos orais, os falantes da língua constroem e reconstroem objetos do discurso.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Para essa parte, sugere-se um tempo de cinco minutos.
  • Apresente o texto presente no slide, que corresponde a um trecho transcrito da fala do Ziraldo. Após realizar a leitura do fragmento, chame a atenção dos alunos para as palavras destacadas em laranja “um menino maluquinho”. Ressalte que ele foi o referente principal introduzido no texto. Então questione: quais outras palavras/termos foram empregados para retomar esse referente? Nesse momento, é importante que você escute os alunos e façam com que eles percebam que Ziraldo retomou “um menino maluquinho” por “ele”, “dele”, “menino libertário” e a repetição de “Menino Maluquinho”, agora com iniciais maiúsculas por ser o nome da personagem.
  • Mostre, portanto, que o termo “um menino maluquinho” apresenta um fenômeno de introdução e os outros termos encontrados apresentam o fenômeno da retomada.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para essa parte, sugere-se um tempo de 15 minutos.
  • Apresente os textos presentes no slide transcritos de uma série de seis depoimentos no início do documentário e apresentado na introdução desta aula.
  • Indique um aluno diferente para realizar a leitura de cada depoimento.
  • Após a leitura, questione aos alunos: Sobre quem/o que as pessoas que deram os depoimentos estão falando? Certamente eles afirmarão que os depoimentos se referem ao Menino Maluquinho. Após a resposta, questionem: o termo “Menino Maluquinho” foi introduzido nos depoimentos? Certamente eles não encontrarão, pois o termo foi introduzido na fala do Ziraldo, analisada no slide anterior. Se for necessário, retorne o slide anterior para mostrar novamente que o “objeto” Menino Maluquinho é introduzido na fala de Ziraldo, ficando em foco e retomado pelos depoimentos.
  • Diante disso, peça aos alunos para analisarem como esse elemento é retomado nos depoimentos, ou seja, como ele é reativado de modo que permaneça em foco. Você pode solicitar os alunos que circulem essas palavras na projeção no quadro ou no papel, caso você tenha optado por imprimir o texto.
  • Em seguida, apresente o slide a seguir com essas palavras marcadas em laranja.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após apresentar os termos de retomada, compare com as respostas dos alunos. Mostre para eles como os depoimentos mantêm o foco por meio do uso dessas palavras.
  • Peça aos alunos para lançarem olhar no sexto depoimento. Faça a leitura novamente e lance o seguinte questionamento: qual outro tema/assunto foi introduzido no texto? É importante que eles percebam que o depoimento passou a introduzir a “época muito conturbada” em que o livro foi lançado. Desse modo, um novo objeto de discurso foi introduzido, passando a ocupar a posição de foco. Esse fenômeno se chama “desfocalização”.
  • Destaque que o que caracteriza esse movimento de introdução e retomada de “objetos” na norma padrão é capacidade do falante ou do escritor usar uma variedade de formas de retomada e de introdução de novas informações, garantindo um texto que progride no tema e que não fica apenas na repetição de informações e dos mesmos recursos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para essa parte, sugere-se o tempo de 10 minutos.
  • Para consolidar esse processo de identificação das estratégias de referenciação em contextos formais onde há predomínio da variante padrão, apresente um fragmento do documentário, presente entre os minutos 7:43 e 8:40.
  • Após assistirem o trecho, apresente o slide com o texto transcrito ou faça cópias impressas para os alunos.
  • Leia o comando da atividade: sublinhe as palavras que são introduzidas e que são retomadas nas frases seguintes. Em seguida, circule as palavras que são utilizadas para retomar aquelas palavras introduzidas e sublinhadas por você. É importante que os alunos consigam realizar a análise e maneira autônoma. Dê cinco minutos para que eles façam a análise.

Materiais complementares:

Para acessar o documentário clicar aqui.

Para acessar a atividade de referenciação clicar aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Faça a discussão sobre a análise juntamente com os alunos.
  • Veja que, ao retomar os objetos “39ª edição” e “Ziraldo”, o personagem apresentou uma pouca variedade de estratégias de retomada. Ele praticamente usou uma expressão nominal (o livro) e pronome pessoal (ele). Ressalte novamente que quanto maior o repertório, mais próximo da norma-padrão ficamos.
  • Diante disso, pergunte aos alunos quais palavras poderiam ser usadas no lugar de “livro” (ex.: a obra, o texto, a produção etc.) e de “Ziraldo” (ex.: o autor, o criador do Menino Maluquinho, o escritor etc.).
  • Finalize retomando a ideia de que fazemos processo de introdução e de retomada na produção de textos, sejam eles orais ou escritos.

Materiais complementares: Resposta para atividade de referenciação clicar aqui.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero documentário e no campo de atuação da vida pública. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Projetor multimídia, computador, atividade impressa

Dificuldades antecipadas: Identificar as estratégias de referenciação e de progressão referencial em textos orais, já que esse tipo de análise se dá geralmente em textos escritos.

Referências sobre o assunto:

ELIAS, Vanda Maria; KOCH, Ingedore Villaça. Ler e compreender os sentidos do texto. 3ª ed. São Paulo: Editora Contexto, 2015.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Leia o tema da aula e comente com os alunos que irão analisar como certas palavras/conteúdos são introduzidos/construídos no texto e como eles são retomados/reconstruídos por meio de determinadas estratégias, o que garante a permanência do foco em determinada palavra/conteúdo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para iniciar o trabalho de Análise Linguística e Semiótica nesta aula e desenvolver a habilidade prevista, é importante que os alunos identifiquem o lugar de fala das pessoas entrevistadas no documentário e relacionem ao uso da norma padrão . Para isso, anuncie que eles assistirão a um trecho do documentário “Ele era um menino feliz - O menino Maluquinho, 30 anos depois”, para responder aos questionamentos presentes no slide. Apresente o slide e, em seguida, inicie o vídeo e reproduza-o até o momento 2:52.

VILA FILMES - Ele era um menino feliz - O Menino Maluquinho, 30 anos depois. 2011. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=TqFH59lr21s>. Acesso em: 21 nov. 2018.

  • Após mostrar o vídeo, apresente novamente as perguntas presentes no slide e discuta com os alunos sobre o entrevistado (Ziraldo), sua profissão (escritor) e em qual lugar os depoimentos sobre a história referida foram feitos (na Bienal de São Paulo). É importante que a discussão conduzida faça os alunos perceberem que o lugar de fala tanto de Ziraldo como dos entrevistados na Bienal sugere que seja mais formal, e isso implica dizer que o registro utilizado é mais próximo da norma-culta padrão.
  • Deixe claro para os alunos dois importantes aspectos: 01) o uso da norma-padrão não está relacionado a falar certo ou errado, mas é apenas uma das variantes da língua que geralmente é utilizada em centros urbanos e por pessoas que tiveram acesso à escolarização mais alta; 02) podemos identificar traços da norma culta na textualidade, ou seja, no modo como os falantes introduzem ideias e as articulam, por exemplo.
  • Pergunte a eles se recordam-se de outros contextos que são mais informais e em que as pessoas falam mais à vontade, sem se preocupar tanto com as regras da norma-padrão. Você pode citar, por exemplo, as conversas na rua, nas casas, na sala de aula com os colegas, nos estádios de futebol etc. Destaque que podemos ver também essa variante não-padrão na fala de pessoas com baixa escolaridade, que não tiveram acesso a contextos formais de ensino. É importante que eles percebam exemplos de variação diafásica (relacionadas ao contexto comunicativo, ou seja, à forma como os interlocutores dialogam entre si em contextos formais ou informais de interação).
  • Conclua essa parte introdutória afirmando que eles analisarão trechos de fala de um personagem apresentado no documentário para verificar como, na norma-padrão em textos orais, os falantes da língua constroem e reconstroem objetos do discurso.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Para essa parte, sugere-se um tempo de cinco minutos.
  • Apresente o texto presente no slide, que corresponde a um trecho transcrito da fala do Ziraldo. Após realizar a leitura do fragmento, chame a atenção dos alunos para as palavras destacadas em laranja “um menino maluquinho”. Ressalte que ele foi o referente principal introduzido no texto. Então questione: quais outras palavras/termos foram empregados para retomar esse referente? Nesse momento, é importante que você escute os alunos e façam com que eles percebam que Ziraldo retomou “um menino maluquinho” por “ele”, “dele”, “menino libertário” e a repetição de “Menino Maluquinho”, agora com iniciais maiúsculas por ser o nome da personagem.
  • Mostre, portanto, que o termo “um menino maluquinho” apresenta um fenômeno de introdução e os outros termos encontrados apresentam o fenômeno da retomada.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para essa parte, sugere-se um tempo de 15 minutos.
  • Apresente os textos presentes no slide transcritos de uma série de seis depoimentos no início do documentário e apresentado na introdução desta aula.
  • Indique um aluno diferente para realizar a leitura de cada depoimento.
  • Após a leitura, questione aos alunos: Sobre quem/o que as pessoas que deram os depoimentos estão falando? Certamente eles afirmarão que os depoimentos se referem ao Menino Maluquinho. Após a resposta, questionem: o termo “Menino Maluquinho” foi introduzido nos depoimentos? Certamente eles não encontrarão, pois o termo foi introduzido na fala do Ziraldo, analisada no slide anterior. Se for necessário, retorne o slide anterior para mostrar novamente que o “objeto” Menino Maluquinho é introduzido na fala de Ziraldo, ficando em foco e retomado pelos depoimentos.
  • Diante disso, peça aos alunos para analisarem como esse elemento é retomado nos depoimentos, ou seja, como ele é reativado de modo que permaneça em foco. Você pode solicitar os alunos que circulem essas palavras na projeção no quadro ou no papel, caso você tenha optado por imprimir o texto.
  • Em seguida, apresente o slide a seguir com essas palavras marcadas em laranja.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após apresentar os termos de retomada, compare com as respostas dos alunos. Mostre para eles como os depoimentos mantêm o foco por meio do uso dessas palavras.
  • Peça aos alunos para lançarem olhar no sexto depoimento. Faça a leitura novamente e lance o seguinte questionamento: qual outro tema/assunto foi introduzido no texto? É importante que eles percebam que o depoimento passou a introduzir a “época muito conturbada” em que o livro foi lançado. Desse modo, um novo objeto de discurso foi introduzido, passando a ocupar a posição de foco. Esse fenômeno se chama “desfocalização”.
  • Destaque que o que caracteriza esse movimento de introdução e retomada de “objetos” na norma padrão é capacidade do falante ou do escritor usar uma variedade de formas de retomada e de introdução de novas informações, garantindo um texto que progride no tema e que não fica apenas na repetição de informações e dos mesmos recursos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para essa parte, sugere-se o tempo de 10 minutos.
  • Para consolidar esse processo de identificação das estratégias de referenciação em contextos formais onde há predomínio da variante padrão, apresente um fragmento do documentário, presente entre os minutos 7:43 e 8:40.
  • Após assistirem o trecho, apresente o slide com o texto transcrito ou faça cópias impressas para os alunos.
  • Leia o comando da atividade: sublinhe as palavras que são introduzidas e que são retomadas nas frases seguintes. Em seguida, circule as palavras que são utilizadas para retomar aquelas palavras introduzidas e sublinhadas por você. É importante que os alunos consigam realizar a análise e maneira autônoma. Dê cinco minutos para que eles façam a análise.

Materiais complementares:

Para acessar o documentário clicar aqui.

Para acessar a atividade de referenciação clicar aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Faça a discussão sobre a análise juntamente com os alunos.
  • Veja que, ao retomar os objetos “39ª edição” e “Ziraldo”, o personagem apresentou uma pouca variedade de estratégias de retomada. Ele praticamente usou uma expressão nominal (o livro) e pronome pessoal (ele). Ressalte novamente que quanto maior o repertório, mais próximo da norma-padrão ficamos.
  • Diante disso, pergunte aos alunos quais palavras poderiam ser usadas no lugar de “livro” (ex.: a obra, o texto, a produção etc.) e de “Ziraldo” (ex.: o autor, o criador do Menino Maluquinho, o escritor etc.).
  • Finalize retomando a ideia de que fazemos processo de introdução e de retomada na produção de textos, sejam eles orais ou escritos.

Materiais complementares: Resposta para atividade de referenciação clicar aqui.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP56 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano