14540
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - O uso de pronomes indefinidos em textos de Lei

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do EF sobre O uso de pronomes indefinidos em textos de Lei

Plano 07 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ana Amélia Aparecida Tridico

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Textos de lei/debate e no campo de atuação na vida pública. A aula faz parte do módulo de Análise linguística e semiótica.

Materiais necessários: Cópias dos artigos a serem discutidos pelos alunos.

Informações sobre o gênero: O texto de lei circula no meio jurídico e traz as normas de conduta da vida social. Esse gênero caracteriza-se pelo uso da linguagem genérica e tem uma estrutura específica, sendo organizada em títulos, capítulos e sessões. Apesar de conter direitos e deveres do cidadão, a regulação se dá de modo intuitivo pelo uso dos verbos no modo indicativo, diferente do uso do imperativo encontrado em textos prescritivos.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem estar defasados em relação aos conteúdos básicos de língua e portuguesa e não conhecer nem identificar os pronomes. Também podem não entender o vocabulário empregado no gênero.

Referências sobre o assunto:

GONÇALVES, Luciana Fabíola. O gênero oral debate em sala de aula: um estudo de caso. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) - PUC-SP. São Paulo, 2009. Disponível em: <https://sapientia.pucsp.br/bitstream/handle/14610/1/Luciana%20Fabiola%20Goncalves.pdf>. Acesso em: 22 nov. 2018.

MEDEIROS, Solange O gênero jurídico na escola. Disponível em: <http://sigproj1.mec.gov.br/apoiados.php?projeto_id=37173>. Acesso em: 22 nov. 2018.

OLIVEIRA, Márcia Jerônimo. Gêneros textuais e prática discursivas jurídicas. Interdisciplinar: Revista de Estudos em Língua e Literatura. Disponível em: <https://seer.ufs.br/index.php/interdisciplinar/article/view/1243>. Acesso em: 22 nov. 2018.
SELLAN, Aparecida R. B. Gêneros textuais e letramento: a construção argumentativa na linguagem jurídica. In: Simpósio Internacional de Estudos de Gêneros Textuais (SIGET), 5, 2009, Caxias do Sul, RS. Disponível em: <https://www.ucs.br/ucs/extensao/agenda/eventos/vsiget/portugues/anais/arquivos/generos_textuais_e_letramento_a_construcao_argumentativa_na_linguagem_juridica.pdf>. Acesso em: 22 nov. 2018.

SILVA, Gracilene Barros da. O gênero debate no ensino fundamental: uma vivência de ensino-aprendizagem mediada pelas sequências didáticas. Disponível em: <http://tede.biblioteca.ufpb.br/handle/tede/8932>. Acesso em: 22 nov. 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula para os alunos. Na primeira parte da aula, será feita uma discussão de um trecho inicial da Declaração dos Direitos Humanos. Em seguida, os alunos analisarão, individualmente, como funcionam os pronomes indefinidos a partir da leitura de alguns artigos dessa Declaração. Depois, em pequenos grupos ou duplas, os alunos escreverão um comentário explicando porque há tantos pronomes indefinidos em textos de lei.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Projete, escreva no quadro ou imprima esse trecho inicial da Declaração dos Direitos Humanos.
  • Peça para um aluno ler o trecho em voz alta.
  • Converse brevemente com os alunos sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Pergunte o que eles sabem sobre ela e ouça suas respostas. Diga a eles que esse documento foi adotado pela ONU em 1948 e apresenta os direitos básicos da pessoa humana.
  • Peça aos alunos que observem as palavras em vermelho: que outras palavras elas acompanham no texto? Que efeito de sentido essas palavras geram nesse texto? (Resposta: Todos acompanha povos; todas; nações; cada acompanha indivíduo e órgão da sociedade, respectivamente. Todos e todas se referem a povos e nações de modo vago. Assim como “cada” quantifica as expressões “indivíduo” e “órgãos da sociedade” de modo impreciso).
  • Pergunte aos alunos: As palavras em vermelho estão generalizando ou particularizando esse texto? (É importante que os estudantes percebam que elas estão generalizando).
  • Diga, então, que o sentido expresso pelos pronomes indefinidos é o da generalização.

Observação: Em 2009 entrou em vigor no Brasil o acordo ortográfico vigente. A partir dessa data, a palavra assembleia não é mais acentuada. Porém, a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi escrita antes dessa data e por isso assembleia aparece acentuada nesse texto. Caso considere pertinente, você pode explicar isso à sala.

Material complementar:

Caso seja necessário, acesse o arquivo para a impressão do texto aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações:

  • Sugiro que essa parte da atividade de desenvolvimento dure 8 minutos.
  • Peça aos alunos que leiam os Art. 4º e 7º da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Você pode projetá-los, escrevê-los no quadro ou entregar cópias para que os alunos colem no caderno.
  • Oralmente, discuta com os alunos as seguintes questões:
  • Pergunte aos alunos se eles se sentem incluídos pelo que prevê cada um desses Artigos. Provavelmente, eles dirão que sim.
  • Peça para eles mostrarem que palavras possibilitam que eles leiam esse texto de modo a se incluir nele. Espera-se que eles respondam que são as palavras Ninguém e Todos.
  • Chame a atenção dos alunos para essas duas palavras: a quem elas se referem? Qual a função sintática dessas palavras nesses textos? Aqui, o objetivo é que os alunos percebam como os pronomes indefinidos podem substituir um nome para generalizar o texto. Todos e Ninguém funcionam como sujeito da oração e se referem a todos os seres humanos, por isso conseguimos nos incluir como portadores desses direitos ao ler essa Declaração.

Material complementar:

Caso seja necessário, acesse o arquivo com os textos para a impressão aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Sugiro que essa parte da atividade de desenvolvimento dure 10 minutos.
  • Solicite aos alunos que observem os sentidos gerados pelos pronomes indefinidos marcados em vermelho nesses outros dois Artigos da Declaração. Você pode projetá-los, escrevê-los no quadro ou fazer cópias para os alunos.
  • Escreva no quadro, ou entregue impresso para os alunos, o seguinte questionário para que respondam no caderno:
  • Crie uma tabela mostrando que palavra ou expressão cada um desses pronomes destacados modifica no texto.
  • Nesse caso, os pronomes estão modificando essas palavras ou expressões. Sendo assim, os pronomes estão funcionando como que outra classe de palavras?
  • Esses pronomes estão expressando quantidade. Ela é definida ou indefinida?
  • A quem esse texto se refere: a um indivíduo ou a vários?
  • Os pronomes indefinidos usados em destaque contribuem para generalizar o texto? Por quê?
  • Enquanto os alunos respondem, desenhe no quadro a tabela da primeira questão. Depois que eles terminarem de responder, chame dois alunos para te ajudar: um pode preencher a coluna dos pronomes e o outro a das palavras modificadas. Confira, com a ajuda da sala, se a tabela está corretamente preenchida. Depois, corrija as outras questões oralmente e aproveite para identificar e sanar dúvidas que os alunos possam vir a ter a respeito do conteúdo.

Materiais complementares:

Para acessar o arquivo com a resolução da atividade, clique aqui.

Para acessar o arquivo para impressão das questões, clique aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Sugiro que essa parte da atividade de desenvolvimento dure 10 minutos.
  • Peça que um aluno leia o texto em voz alta. Você pode escrevê-lo no quadro, projetá-lo ou fazer cópias para os alunos.
  • Oralmente, discuta com os alunos o seguinte:

Sobre qual assunto trata esse Artigo? Espera-se que eles percebam que ele expressa que todos podem exigir o cumprimento dos direitos expressos nessa Declaração independente do país onde vivem.

  • Chame a atenção deles para o pronome alguma, que aparece duas vezes no texto:

O sentido promovido por ele é o mesmo nos dois trechos? O que cada um deles expressa? Nessa atividade, o objetivo é que os alunos percebam que a posição do pronome em relação ao nome que altera interfere no sentido da frase. Na primeira parte do Artigo, ele aparece depois da palavra distinção e possui um sentido negativo, enfatizando que independente de raça, cor, sexo, língua, etc, qualquer um pode invocar tais direitos; já na segunda parte, o pronome vem antes de limitação, gerando um sentido que pode existir limitação naquele território. É um sentido afirmativo.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • A atividade final pode ser realizada em duplas ou em pequenos grupos para que os estudantes troquem suas impressões e escrevam no caderno um comentário sobre o que aprenderam a respeito dos pronomes indefinidos. Qual é o papel desses pronomes no texto de lei? Espera-se que os alunos respondam que o texto de lei é voltado a todos os indivíduos e que os pronomes indefinidos são muito usados nesse texto, porque generalizam os enunciados.
  • Depois, peça que os alunos leiam os comentários que produziram e converse sobre eles para concluir a atividade. Os alunos podem comentar o que os colegas escreveram, caso queiram.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Textos de lei/debate e no campo de atuação na vida pública. A aula faz parte do módulo de Análise linguística e semiótica.

Materiais necessários: Cópias dos artigos a serem discutidos pelos alunos.

Informações sobre o gênero: O texto de lei circula no meio jurídico e traz as normas de conduta da vida social. Esse gênero caracteriza-se pelo uso da linguagem genérica e tem uma estrutura específica, sendo organizada em títulos, capítulos e sessões. Apesar de conter direitos e deveres do cidadão, a regulação se dá de modo intuitivo pelo uso dos verbos no modo indicativo, diferente do uso do imperativo encontrado em textos prescritivos.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem estar defasados em relação aos conteúdos básicos de língua e portuguesa e não conhecer nem identificar os pronomes. Também podem não entender o vocabulário empregado no gênero.

Referências sobre o assunto:

GONÇALVES, Luciana Fabíola. O gênero oral debate em sala de aula: um estudo de caso. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) - PUC-SP. São Paulo, 2009. Disponível em: <https://sapientia.pucsp.br/bitstream/handle/14610/1/Luciana%20Fabiola%20Goncalves.pdf>. Acesso em: 22 nov. 2018.

MEDEIROS, Solange O gênero jurídico na escola. Disponível em: <http://sigproj1.mec.gov.br/apoiados.php?projeto_id=37173>. Acesso em: 22 nov. 2018.

OLIVEIRA, Márcia Jerônimo. Gêneros textuais e prática discursivas jurídicas. Interdisciplinar: Revista de Estudos em Língua e Literatura. Disponível em: <https://seer.ufs.br/index.php/interdisciplinar/article/view/1243>. Acesso em: 22 nov. 2018.
SELLAN, Aparecida R. B. Gêneros textuais e letramento: a construção argumentativa na linguagem jurídica. In: Simpósio Internacional de Estudos de Gêneros Textuais (SIGET), 5, 2009, Caxias do Sul, RS. Disponível em: <https://www.ucs.br/ucs/extensao/agenda/eventos/vsiget/portugues/anais/arquivos/generos_textuais_e_letramento_a_construcao_argumentativa_na_linguagem_juridica.pdf>. Acesso em: 22 nov. 2018.

SILVA, Gracilene Barros da. O gênero debate no ensino fundamental: uma vivência de ensino-aprendizagem mediada pelas sequências didáticas. Disponível em: <http://tede.biblioteca.ufpb.br/handle/tede/8932>. Acesso em: 22 nov. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula para os alunos. Na primeira parte da aula, será feita uma discussão de um trecho inicial da Declaração dos Direitos Humanos. Em seguida, os alunos analisarão, individualmente, como funcionam os pronomes indefinidos a partir da leitura de alguns artigos dessa Declaração. Depois, em pequenos grupos ou duplas, os alunos escreverão um comentário explicando porque há tantos pronomes indefinidos em textos de lei.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Projete, escreva no quadro ou imprima esse trecho inicial da Declaração dos Direitos Humanos.
  • Peça para um aluno ler o trecho em voz alta.
  • Converse brevemente com os alunos sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Pergunte o que eles sabem sobre ela e ouça suas respostas. Diga a eles que esse documento foi adotado pela ONU em 1948 e apresenta os direitos básicos da pessoa humana.
  • Peça aos alunos que observem as palavras em vermelho: que outras palavras elas acompanham no texto? Que efeito de sentido essas palavras geram nesse texto? (Resposta: Todos acompanha povos; todas; nações; cada acompanha indivíduo e órgão da sociedade, respectivamente. Todos e todas se referem a povos e nações de modo vago. Assim como “cada” quantifica as expressões “indivíduo” e “órgãos da sociedade” de modo impreciso).
  • Pergunte aos alunos: As palavras em vermelho estão generalizando ou particularizando esse texto? (É importante que os estudantes percebam que elas estão generalizando).
  • Diga, então, que o sentido expresso pelos pronomes indefinidos é o da generalização.

Observação: Em 2009 entrou em vigor no Brasil o acordo ortográfico vigente. A partir dessa data, a palavra assembleia não é mais acentuada. Porém, a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi escrita antes dessa data e por isso assembleia aparece acentuada nesse texto. Caso considere pertinente, você pode explicar isso à sala.

Material complementar:

Caso seja necessário, acesse o arquivo para a impressão do texto aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações:

  • Sugiro que essa parte da atividade de desenvolvimento dure 8 minutos.
  • Peça aos alunos que leiam os Art. 4º e 7º da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Você pode projetá-los, escrevê-los no quadro ou entregar cópias para que os alunos colem no caderno.
  • Oralmente, discuta com os alunos as seguintes questões:
  • Pergunte aos alunos se eles se sentem incluídos pelo que prevê cada um desses Artigos. Provavelmente, eles dirão que sim.
  • Peça para eles mostrarem que palavras possibilitam que eles leiam esse texto de modo a se incluir nele. Espera-se que eles respondam que são as palavras Ninguém e Todos.
  • Chame a atenção dos alunos para essas duas palavras: a quem elas se referem? Qual a função sintática dessas palavras nesses textos? Aqui, o objetivo é que os alunos percebam como os pronomes indefinidos podem substituir um nome para generalizar o texto. Todos e Ninguém funcionam como sujeito da oração e se referem a todos os seres humanos, por isso conseguimos nos incluir como portadores desses direitos ao ler essa Declaração.

Material complementar:

Caso seja necessário, acesse o arquivo com os textos para a impressão aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Sugiro que essa parte da atividade de desenvolvimento dure 10 minutos.
  • Solicite aos alunos que observem os sentidos gerados pelos pronomes indefinidos marcados em vermelho nesses outros dois Artigos da Declaração. Você pode projetá-los, escrevê-los no quadro ou fazer cópias para os alunos.
  • Escreva no quadro, ou entregue impresso para os alunos, o seguinte questionário para que respondam no caderno:
  • Crie uma tabela mostrando que palavra ou expressão cada um desses pronomes destacados modifica no texto.
  • Nesse caso, os pronomes estão modificando essas palavras ou expressões. Sendo assim, os pronomes estão funcionando como que outra classe de palavras?
  • Esses pronomes estão expressando quantidade. Ela é definida ou indefinida?
  • A quem esse texto se refere: a um indivíduo ou a vários?
  • Os pronomes indefinidos usados em destaque contribuem para generalizar o texto? Por quê?
  • Enquanto os alunos respondem, desenhe no quadro a tabela da primeira questão. Depois que eles terminarem de responder, chame dois alunos para te ajudar: um pode preencher a coluna dos pronomes e o outro a das palavras modificadas. Confira, com a ajuda da sala, se a tabela está corretamente preenchida. Depois, corrija as outras questões oralmente e aproveite para identificar e sanar dúvidas que os alunos possam vir a ter a respeito do conteúdo.

Materiais complementares:

Para acessar o arquivo com a resolução da atividade, clique aqui.

Para acessar o arquivo para impressão das questões, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Sugiro que essa parte da atividade de desenvolvimento dure 10 minutos.
  • Peça que um aluno leia o texto em voz alta. Você pode escrevê-lo no quadro, projetá-lo ou fazer cópias para os alunos.
  • Oralmente, discuta com os alunos o seguinte:

Sobre qual assunto trata esse Artigo? Espera-se que eles percebam que ele expressa que todos podem exigir o cumprimento dos direitos expressos nessa Declaração independente do país onde vivem.

  • Chame a atenção deles para o pronome alguma, que aparece duas vezes no texto:

O sentido promovido por ele é o mesmo nos dois trechos? O que cada um deles expressa? Nessa atividade, o objetivo é que os alunos percebam que a posição do pronome em relação ao nome que altera interfere no sentido da frase. Na primeira parte do Artigo, ele aparece depois da palavra distinção e possui um sentido negativo, enfatizando que independente de raça, cor, sexo, língua, etc, qualquer um pode invocar tais direitos; já na segunda parte, o pronome vem antes de limitação, gerando um sentido que pode existir limitação naquele território. É um sentido afirmativo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • A atividade final pode ser realizada em duplas ou em pequenos grupos para que os estudantes troquem suas impressões e escrevam no caderno um comentário sobre o que aprenderam a respeito dos pronomes indefinidos. Qual é o papel desses pronomes no texto de lei? Espera-se que os alunos respondam que o texto de lei é voltado a todos os indivíduos e que os pronomes indefinidos são muito usados nesse texto, porque generalizam os enunciados.
  • Depois, peça que os alunos leiam os comentários que produziram e converse sobre eles para concluir a atividade. Os alunos podem comentar o que os colegas escreveram, caso queiram.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 9º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP27 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano