14521
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Os efeitos do discurso direto e indireto em contos de humor

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do EF sobre Os efeitos do discurso direto e indireto em contos de humor

Plano 06 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Mariana do Nascimento Ramos

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero conto de humor e no campo de atuação artístico literário. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: computador, projetor, caixas de som, internet, fotocópias dos contos selecionados.

Informações sobre o gênero: O conto é uma narrativa breve escrita em prosa e que, embora tenha os mesmos elementos de um romance ou uma novela - enredo, personagem, tempo e espaço - é mais curto e apresenta ideias concisas e precisão narrativa. Os contos de humor, especificamente, utilizam as características do que é considerado divertido e cômico para a estruturação de sua narrativa e constroem o humor por meio de mecanismos linguísticos, figuras de linguagem, quebra de expectativa e conhecimentos de mundo que são mobilizados na interação entre autor, texto e leitor.

Dificuldades antecipadas: Reconhecimento dos diferentes discursos (direto e indireto); conhecimento prévio de recursos sintáticos por parte do aluno.

Referências sobre o assunto:

BERGSON, Henri. O riso. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1983.

COSTA, Flávio Moreira da. Os 100 melhores contos de humor da literatura universal. Rio de Janeiro: Ediouro, 2001.

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. Textos Humorísticos. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/redacao/textos-humoristicos.htm>. Acesso em: 3 ago. 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Para preparar esta aula, leia e analise previamente os trechos dos contos de humor selecionados.
  • Apresente brevemente o slide com o tema da aula.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Peça para os alunos se sentarem em dupla ou trio. Isso facilitará a condução das atividades ao longo da aula, já que trabalharão entre discurso direto e indireto e, não sendo grupos muito numerosos, poderão trabalhar entre si as vozes dos personagens.
  • Peça para que, rapidamente, criem um diálogo que estabeleça relação com os desenhos. Nesse primeiro momento, eles naturalmente usarão o discurso direto.
  • Logo depois, oralmente, peça para que as duplas contem, do ponto de vista de um narrador observador, o que os personagens falaram em cada quadrinho.
  • Como trata-se de uma atividade de introdução, deve-se contemplar de maneira breve as diferenças entre discurso direto e indireto, mais como um exercício de brainstorm do que uma atividade detalhada.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Peça para as duplas lerem o início do conto Às escuras, de Artur Azevedo. Se necessário, oriente os alunos em relação ao vocabulário do texto. Caso os alunos não conheçam o conto, procure não oferecer muitas informações, de antemão, sobre o texto, para que a atividade de produção textual se dê de forma mais livre.
  • Peça para os alunos produzirem um desenvolvimento e um final para o conto de Artur Azevedo. Para isso, eles precisarão usar o discurso direto e indireto no texto, que é narrado em terceira pessoa. A ideia desta atividade é fazer com que os alunos percebam as diferentes vozes do texto e seus efeitos de sentido. Para tanto, o professor pode ajudar as duplas de mesa em mesa, perguntando para cada uma sobre o uso do discurso direto e indireto:
  • Por que optar por um ou por outro?
  • Quando é mais relevante para o humor do texto usar uma ou outra?
  • O discurso direto aproxima ou afasta?
  • O que a visão de um narrador observador pode acrescentar no texto?
  • Tempo sugerido para esta atividade: 20 minutos.
  • Leia os textos produzidos pelos alunos e aponte, em cada apresentação, para o uso de discurso direto e indireto, observando os efeitos de sentido de cada texto em relação aos dois discursos. Se julgar necessário, se encontrar muito equívocos nas produções, ou não tiver tempo para que todos os alunos apresentem, recolha os textos e continue a atividade em uma aula posterior.
  • Tempo sugerido para a atividade de correção: 15 minutos.
  • Como provavelmente não haverá tempo para a leitura das versões originais dos contos e possível comparação com os textos produzidos, procure fazer esse trabalho de cotejo entre os contos e os textos dos alunos em uma próxima aula, comparando as duas versões e dando continuidade ao trabalho relacionado aos discursos direto e indireto, e as vozes nos textos de humor.

Material complementar: Você pode encontrar o texto Às escuras, na íntegra, aqui. A atividade para impressão está aqui.

AZEVEDO, Artur. Às Escuras. Disponível em <http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=7445>. Acesso em: 2 ago. 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça para as duplas lerem o início do conto Às escuras, de Artur Azevedo. Se necessário, oriente os alunos em relação ao vocabulário do texto. Caso os alunos não conheçam o conto, procure não oferecer muitas informações, de antemão, sobre o texto, para que a atividade de produção textual se dê de forma mais livre.
  • Peça para os alunos produzirem um desenvolvimento e um final para o conto de Artur Azevedo. Para isso, eles precisarão usar o discurso direto e indireto no texto, que é narrado em terceira pessoa. A ideia desta atividade é fazer com que os alunos percebam as diferentes vozes do texto e seus efeitos de sentido. Para tanto, o professor pode ajudar as duplas de mesa em mesa, perguntando para cada uma sobre o uso do discurso direto e indireto:
  • Por que optar por um ou por outro?
  • Quando é mais relevante para o humor do texto usar uma ou outra?
  • O discurso direto aproxima ou afasta?
  • O que a visão de um narrador observador pode acrescentar no texto?
  • Tempo sugerido para esta atividade: 20 minutos.
  • Leia os textos produzidos pelos alunos e aponte, em cada apresentação, para o uso de discurso direto e indireto, observando os efeitos de sentido de cada texto em relação aos dois discursos. Se julgar necessário, se encontrar muito equívocos nas produções, ou não tiver tempo para que todos os alunos apresentem, recolha os textos e continue a atividade em uma aula posterior.
  • Tempo sugerido para a atividade de correção: 15 minutos.
  • Como provavelmente não haverá tempo para a leitura das versões originais dos contos e possível comparação com os textos produzidos, procure fazer esse trabalho de cotejo entre os contos e os textos dos alunos em uma próxima aula, comparando as duas versões e dando continuidade ao trabalho relacionado aos discursos direto e indireto, e as vozes nos textos de humor.

Material complementar: Você pode encontrar o texto Às escuras, na íntegra, aqui. A atividade para impressão está aqui.

AZEVEDO, Artur. Às Escuras. Disponível em <http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=7445>. Acesso em: 2 ago. 2018.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Após a leitura de cada dupla, reforce com os alunos o que eles puderam observar com o exercício e as diferenças entre discurso direto e indireto no conto de humor, relembrando os efeitos de sentido que as vozes provocam. Esta é uma breve atividade de revisão da aula, que tem por objetivo sintetizar e organizar os processos gramaticais utilizados ao longo da atividade principal.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero conto de humor e no campo de atuação artístico literário. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: computador, projetor, caixas de som, internet, fotocópias dos contos selecionados.

Informações sobre o gênero: O conto é uma narrativa breve escrita em prosa e que, embora tenha os mesmos elementos de um romance ou uma novela - enredo, personagem, tempo e espaço - é mais curto e apresenta ideias concisas e precisão narrativa. Os contos de humor, especificamente, utilizam as características do que é considerado divertido e cômico para a estruturação de sua narrativa e constroem o humor por meio de mecanismos linguísticos, figuras de linguagem, quebra de expectativa e conhecimentos de mundo que são mobilizados na interação entre autor, texto e leitor.

Dificuldades antecipadas: Reconhecimento dos diferentes discursos (direto e indireto); conhecimento prévio de recursos sintáticos por parte do aluno.

Referências sobre o assunto:

BERGSON, Henri. O riso. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1983.

COSTA, Flávio Moreira da. Os 100 melhores contos de humor da literatura universal. Rio de Janeiro: Ediouro, 2001.

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. Textos Humorísticos. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/redacao/textos-humoristicos.htm>. Acesso em: 3 ago. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Para preparar esta aula, leia e analise previamente os trechos dos contos de humor selecionados.
  • Apresente brevemente o slide com o tema da aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Peça para os alunos se sentarem em dupla ou trio. Isso facilitará a condução das atividades ao longo da aula, já que trabalharão entre discurso direto e indireto e, não sendo grupos muito numerosos, poderão trabalhar entre si as vozes dos personagens.
  • Peça para que, rapidamente, criem um diálogo que estabeleça relação com os desenhos. Nesse primeiro momento, eles naturalmente usarão o discurso direto.
  • Logo depois, oralmente, peça para que as duplas contem, do ponto de vista de um narrador observador, o que os personagens falaram em cada quadrinho.
  • Como trata-se de uma atividade de introdução, deve-se contemplar de maneira breve as diferenças entre discurso direto e indireto, mais como um exercício de brainstorm do que uma atividade detalhada.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Peça para as duplas lerem o início do conto Às escuras, de Artur Azevedo. Se necessário, oriente os alunos em relação ao vocabulário do texto. Caso os alunos não conheçam o conto, procure não oferecer muitas informações, de antemão, sobre o texto, para que a atividade de produção textual se dê de forma mais livre.
  • Peça para os alunos produzirem um desenvolvimento e um final para o conto de Artur Azevedo. Para isso, eles precisarão usar o discurso direto e indireto no texto, que é narrado em terceira pessoa. A ideia desta atividade é fazer com que os alunos percebam as diferentes vozes do texto e seus efeitos de sentido. Para tanto, o professor pode ajudar as duplas de mesa em mesa, perguntando para cada uma sobre o uso do discurso direto e indireto:
  • Por que optar por um ou por outro?
  • Quando é mais relevante para o humor do texto usar uma ou outra?
  • O discurso direto aproxima ou afasta?
  • O que a visão de um narrador observador pode acrescentar no texto?
  • Tempo sugerido para esta atividade: 20 minutos.
  • Leia os textos produzidos pelos alunos e aponte, em cada apresentação, para o uso de discurso direto e indireto, observando os efeitos de sentido de cada texto em relação aos dois discursos. Se julgar necessário, se encontrar muito equívocos nas produções, ou não tiver tempo para que todos os alunos apresentem, recolha os textos e continue a atividade em uma aula posterior.
  • Tempo sugerido para a atividade de correção: 15 minutos.
  • Como provavelmente não haverá tempo para a leitura das versões originais dos contos e possível comparação com os textos produzidos, procure fazer esse trabalho de cotejo entre os contos e os textos dos alunos em uma próxima aula, comparando as duas versões e dando continuidade ao trabalho relacionado aos discursos direto e indireto, e as vozes nos textos de humor.

Material complementar: Você pode encontrar o texto Às escuras, na íntegra, aqui. A atividade para impressão está aqui.

AZEVEDO, Artur. Às Escuras. Disponível em <http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=7445>. Acesso em: 2 ago. 2018.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça para as duplas lerem o início do conto Às escuras, de Artur Azevedo. Se necessário, oriente os alunos em relação ao vocabulário do texto. Caso os alunos não conheçam o conto, procure não oferecer muitas informações, de antemão, sobre o texto, para que a atividade de produção textual se dê de forma mais livre.
  • Peça para os alunos produzirem um desenvolvimento e um final para o conto de Artur Azevedo. Para isso, eles precisarão usar o discurso direto e indireto no texto, que é narrado em terceira pessoa. A ideia desta atividade é fazer com que os alunos percebam as diferentes vozes do texto e seus efeitos de sentido. Para tanto, o professor pode ajudar as duplas de mesa em mesa, perguntando para cada uma sobre o uso do discurso direto e indireto:
  • Por que optar por um ou por outro?
  • Quando é mais relevante para o humor do texto usar uma ou outra?
  • O discurso direto aproxima ou afasta?
  • O que a visão de um narrador observador pode acrescentar no texto?
  • Tempo sugerido para esta atividade: 20 minutos.
  • Leia os textos produzidos pelos alunos e aponte, em cada apresentação, para o uso de discurso direto e indireto, observando os efeitos de sentido de cada texto em relação aos dois discursos. Se julgar necessário, se encontrar muito equívocos nas produções, ou não tiver tempo para que todos os alunos apresentem, recolha os textos e continue a atividade em uma aula posterior.
  • Tempo sugerido para a atividade de correção: 15 minutos.
  • Como provavelmente não haverá tempo para a leitura das versões originais dos contos e possível comparação com os textos produzidos, procure fazer esse trabalho de cotejo entre os contos e os textos dos alunos em uma próxima aula, comparando as duas versões e dando continuidade ao trabalho relacionado aos discursos direto e indireto, e as vozes nos textos de humor.

Material complementar: Você pode encontrar o texto Às escuras, na íntegra, aqui. A atividade para impressão está aqui.

AZEVEDO, Artur. Às Escuras. Disponível em <http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=7445>. Acesso em: 2 ago. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Após a leitura de cada dupla, reforce com os alunos o que eles puderam observar com o exercício e as diferenças entre discurso direto e indireto no conto de humor, relembrando os efeitos de sentido que as vozes provocam. Esta é uma breve atividade de revisão da aula, que tem por objetivo sintetizar e organizar os processos gramaticais utilizados ao longo da atividade principal.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP47 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano