14516
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - A norma-padrão e o preconceito linguístico

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do Ensino Fundamental sobre identificar as variedades linguísticas e perceber suas características.

Plano 01 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Angeline Suellen Pacheco

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é trabalhar as variedades da língua falada e os conceitos de norma-padrão e preconceito linguístico.

Materiais necessários: Aparelho multimídia, vídeo “O preconceito linguístico no dia a dia”, disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=QlhsiMWT-eQ>, acesso em: 28 out. 2018, texto “O que é a norma-padrão”, tarjetas com palavras, frases e charges, fita adesiva.

Dificuldades antecipadas: Dificuldades de interpretação em relação às palavras mais rebuscadas e conceitos trazidos no vídeo.

Referências sobre o assunto:

AMPLIFICA - Natura Musical 2018. Preconceito Linguístico no dia-a-dia. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=QlhsiMWT-eQ>. Acesso em: 23 jul. 2018.

CAVALCANTE, I. F. Língua Portuguesa A03. Governo Federal: MInistério da Educação. Brasília: MEC, 2002. Disponível em: <http://redeetec.mec.gov.br/images/stories/pdf/eixo_amb_saude_seguranca/tec_seguranca/portugues/061112_ling_port_a03.pdf>. Acesso em: 4 set. 2018

BAGNO, Marcos. Preconceito lingüístico – o que é, como se faz. 15 ed. Loyola: São Paulo, 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-44502003000200017>. Acesso em: 4 jun. 2018.

ANGELI. Luke & Tantra - Sangue bom. São Paulo: Devir/Jacarandá, 2000, p. 17. Disponível em: <http://diogoprofessor.blogspot.com/2013/10/atividades-sobre-variedades_15.html>. Acesso em: 19 set. 2018.

ITURRUSGARAI, A. Aline. Folha de S.Paulo. 31 ago. 2000. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/fsp/quadrin/f33103200006.htm>. Acesso em: 19 set. 2018.

SOUSA, M. de. Chico Bento. Tira 121, Mauricio de Sousa Produções. Disponível em: <http://turmadamonica.uol.com.br/comics/tirinhas/tira121.htm>. Acesso em: 19 set. 2018.

PEREIRA, C.; MARTINS, P. Português é legal. São Paulo, 2014. Disponível em: <http://www.portugueselegal.com.br/wp-content/uploads/2014/04/portugueselegal2.pdf>. Acesso em: 30 set. 2018.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Conte para os alunos qual é a proposta da aula: conhecer e compreender a norma-padrão, as variedades da língua e o preconceito linguístico.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: A atividade será introduzida com um momento de exploração do conhecimento prévio dos alunos em relação às variações linguísticas e à norma-padrão da Língua Portuguesa. O tempo previsto se refere ao slide 3 e 4.

  • Mostre o slide aos alunos e peça que relatem suas impressões sobre as frases e palavras contidas nele.
  • Pergunte aos alunos o que eles sabem sobre o assunto:
  • O que é a variação linguística?
  • Qual é a sua opinião sobre ela?
  • Por que ela existe?
  • A variação é algo bom ou ruim? Por quê?

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Agora pergunte aos alunos o que eles sabem sobre a norma-padrão:
  • O que é a norma-padrão?
  • Para que serve?
  • A quem se destina?
  • Qual é a sua opinião sobre ela?
  • É fácil obedecê-la?
  • Após breve exposição das ideias, discuta com os alunos o conceito trazido no slide.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos os tipos de variação linguística. Ressalte que existem muitos tipos de variações que podem estar ligadas ao som das palavras, à formação e à disposição delas em frases e textos e ao modo como são ditas e escritas.
  • Explique que a aula de hoje tem como foco a variação lexical, relativa ao vocabulário.
  • Proponha um jogo de identificação das variações.
  • Peça que os alunos formem 3 equipes. Cada equipe irá receber um grupo de palavras, frases e charges para tentar descobrir em qual tipo de variação se encaixa.
  • Destaque que poderão utilizar o dicionário em caso de dúvidas. Professor, você pode utilizar a quantidade de palavras, charges e frases que achar mais adequada ao tempo e às necessidades dos alunos.
  • Fixe as tarjetas “Variações Históricas”, “Variações Regionais” e “Variações Sociais” no quadro. Acesse o material aqui.
  • Solicite que os alunos colem as palavras de acordo com a avaliação do grupo sobre o tipo de variação.
  • Peça que expliquem a escolha das palavras.
  • O tempo previsto se refere ao slide 5, 6 e 7.

Materiais complementares: Para acessar o material para impressão, clique aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Confira se as respostas dos grupos estão de acordo com os tipos de variação linguística.
  • Variação histórica

É a variação que está relacionada à maneira como a língua evolui ao longo do tempo

vossa mercê / vossemecê / vosmecê / você

pharmacia / farmácia

cousa / coisa

acto / ato

photografia / fotografia

Charge: ITURRUSGARAI, A. Aline. Folha de S.Paulo.

  • Variação regional:

É a variação que ocorre quando a mesma língua é falada de formas diferentes, dependendo da localidade

pão francês ? Paraná / cacetinho ? Rio Grande do Sul / carioquinha ? Ceará / carequinha ? região norte / pão aguado ? interior do Nordeste / pão de sal ? Rio de Janeiro

biscoito ou bolacha? / penal ou estojo? / vina ou salsicha? / aipim, mandioca ou macaxeira? / mimosa, mexerica, bergamota ou pokan?

Charge: SOUSA, M. de. Chico Bento. Tira 121, Mauricio de Sousa Produções.

  • Variação social:

É a variação marcada por diferentes grupos sociais que têm uma forma de expressão própria

é nóis / demorô / irado / na moral / se pá, já é ? gíria

elemento / meliante / flagrante / abordagem / delito ? linguagem profissional

diagnóstico / prognóstico / laudo / triagem ? linguagem técnica

eu vi ela ontem ? eu a vi ontem / é bom pra gente ? é bom para nós / é pra mim vim aqui ? é pra eu vir aqui / me dá uma bala? ? dê-me uma bala / sentaram na mesa ? sentaram-se à mesa ? norma coloquial e norma culta

Charge: ANGELI. Luke & Tantra - Sangue bom. São Paulo: Devir/Jacarandá, 2000, p. 17.

  • Em caso de dúvidas ou dificuldades de identificação, auxilie citando outros exemplos e formulando perguntas que possam estimular a descoberta:
  • Como é possível identificar o “falante” das frases e das palavras analisadas?
  • O modo de falar pode variar de acordo com a situação? Falamos da mesma maneira com uma criança e com um adulto? Com um amigo próximo e com o(a) diretor(a) da escola?
  • De que outras formas é possível identificar as mudanças da língua? Você é capaz de lembrar de alguma gíria que usava com frequência e que hoje considera ultrapassada?

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Informe que você exibirá um vídeo para melhor compreensão do preconceito linguístico. Acesse o vídeo disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=QlhsiMWT-eQ>. Acesso em: 28 out. 2018.
  • Pergunte aos alunos o que acharam das ideias trazidas no vídeo. Promova a reflexão:
  • Você já foi ou viu alguém ser acusado de “falar errado”?
  • Por que isso acontece?
  • Quem são as pessoas que mais sofrem preconceito linguístico? Por quê?
  • Relacione, de forma sucinta, as ideias apresentadas pelos alunos com o conteúdo do vídeo.
  • Caso você não tenha como exibir o vídeo, introduza os conceitos a partir das respostas dos alunos, incentivando-os a refletir sobre a função social da língua e a importância de estudar a norma-padrão, mas de também compreender as variedades linguísticas e respeitá-las.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, leia a frase de Marcos Bagno do slide e peça que os alunos reflitam sobre seu sentido.
  • Destaque a função social da língua e a importância de desmistificar os estigmas de “fala correta e fala incorreta”.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é trabalhar as variedades da língua falada e os conceitos de norma-padrão e preconceito linguístico.

Materiais necessários: Aparelho multimídia, vídeo “O preconceito linguístico no dia a dia”, disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=QlhsiMWT-eQ>, acesso em: 28 out. 2018, texto “O que é a norma-padrão”, tarjetas com palavras, frases e charges, fita adesiva.

Dificuldades antecipadas: Dificuldades de interpretação em relação às palavras mais rebuscadas e conceitos trazidos no vídeo.

Referências sobre o assunto:

AMPLIFICA - Natura Musical 2018. Preconceito Linguístico no dia-a-dia. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=QlhsiMWT-eQ>. Acesso em: 23 jul. 2018.

CAVALCANTE, I. F. Língua Portuguesa A03. Governo Federal: MInistério da Educação. Brasília: MEC, 2002. Disponível em: <http://redeetec.mec.gov.br/images/stories/pdf/eixo_amb_saude_seguranca/tec_seguranca/portugues/061112_ling_port_a03.pdf>. Acesso em: 4 set. 2018

BAGNO, Marcos. Preconceito lingüístico – o que é, como se faz. 15 ed. Loyola: São Paulo, 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-44502003000200017>. Acesso em: 4 jun. 2018.

ANGELI. Luke & Tantra - Sangue bom. São Paulo: Devir/Jacarandá, 2000, p. 17. Disponível em: <http://diogoprofessor.blogspot.com/2013/10/atividades-sobre-variedades_15.html>. Acesso em: 19 set. 2018.

ITURRUSGARAI, A. Aline. Folha de S.Paulo. 31 ago. 2000. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/fsp/quadrin/f33103200006.htm>. Acesso em: 19 set. 2018.

SOUSA, M. de. Chico Bento. Tira 121, Mauricio de Sousa Produções. Disponível em: <http://turmadamonica.uol.com.br/comics/tirinhas/tira121.htm>. Acesso em: 19 set. 2018.

PEREIRA, C.; MARTINS, P. Português é legal. São Paulo, 2014. Disponível em: <http://www.portugueselegal.com.br/wp-content/uploads/2014/04/portugueselegal2.pdf>. Acesso em: 30 set. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Conte para os alunos qual é a proposta da aula: conhecer e compreender a norma-padrão, as variedades da língua e o preconceito linguístico.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: A atividade será introduzida com um momento de exploração do conhecimento prévio dos alunos em relação às variações linguísticas e à norma-padrão da Língua Portuguesa. O tempo previsto se refere ao slide 3 e 4.

  • Mostre o slide aos alunos e peça que relatem suas impressões sobre as frases e palavras contidas nele.
  • Pergunte aos alunos o que eles sabem sobre o assunto:
  • O que é a variação linguística?
  • Qual é a sua opinião sobre ela?
  • Por que ela existe?
  • A variação é algo bom ou ruim? Por quê?

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Agora pergunte aos alunos o que eles sabem sobre a norma-padrão:
  • O que é a norma-padrão?
  • Para que serve?
  • A quem se destina?
  • Qual é a sua opinião sobre ela?
  • É fácil obedecê-la?
  • Após breve exposição das ideias, discuta com os alunos o conceito trazido no slide.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos os tipos de variação linguística. Ressalte que existem muitos tipos de variações que podem estar ligadas ao som das palavras, à formação e à disposição delas em frases e textos e ao modo como são ditas e escritas.
  • Explique que a aula de hoje tem como foco a variação lexical, relativa ao vocabulário.
  • Proponha um jogo de identificação das variações.
  • Peça que os alunos formem 3 equipes. Cada equipe irá receber um grupo de palavras, frases e charges para tentar descobrir em qual tipo de variação se encaixa.
  • Destaque que poderão utilizar o dicionário em caso de dúvidas. Professor, você pode utilizar a quantidade de palavras, charges e frases que achar mais adequada ao tempo e às necessidades dos alunos.
  • Fixe as tarjetas “Variações Históricas”, “Variações Regionais” e “Variações Sociais” no quadro. Acesse o material aqui.
  • Solicite que os alunos colem as palavras de acordo com a avaliação do grupo sobre o tipo de variação.
  • Peça que expliquem a escolha das palavras.
  • O tempo previsto se refere ao slide 5, 6 e 7.

Materiais complementares: Para acessar o material para impressão, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Confira se as respostas dos grupos estão de acordo com os tipos de variação linguística.
  • Variação histórica

É a variação que está relacionada à maneira como a língua evolui ao longo do tempo

vossa mercê / vossemecê / vosmecê / você

pharmacia / farmácia

cousa / coisa

acto / ato

photografia / fotografia

Charge: ITURRUSGARAI, A. Aline. Folha de S.Paulo.

  • Variação regional:

É a variação que ocorre quando a mesma língua é falada de formas diferentes, dependendo da localidade

pão francês ? Paraná / cacetinho ? Rio Grande do Sul / carioquinha ? Ceará / carequinha ? região norte / pão aguado ? interior do Nordeste / pão de sal ? Rio de Janeiro

biscoito ou bolacha? / penal ou estojo? / vina ou salsicha? / aipim, mandioca ou macaxeira? / mimosa, mexerica, bergamota ou pokan?

Charge: SOUSA, M. de. Chico Bento. Tira 121, Mauricio de Sousa Produções.

  • Variação social:

É a variação marcada por diferentes grupos sociais que têm uma forma de expressão própria

é nóis / demorô / irado / na moral / se pá, já é ? gíria

elemento / meliante / flagrante / abordagem / delito ? linguagem profissional

diagnóstico / prognóstico / laudo / triagem ? linguagem técnica

eu vi ela ontem ? eu a vi ontem / é bom pra gente ? é bom para nós / é pra mim vim aqui ? é pra eu vir aqui / me dá uma bala? ? dê-me uma bala / sentaram na mesa ? sentaram-se à mesa ? norma coloquial e norma culta

Charge: ANGELI. Luke & Tantra - Sangue bom. São Paulo: Devir/Jacarandá, 2000, p. 17.

  • Em caso de dúvidas ou dificuldades de identificação, auxilie citando outros exemplos e formulando perguntas que possam estimular a descoberta:
  • Como é possível identificar o “falante” das frases e das palavras analisadas?
  • O modo de falar pode variar de acordo com a situação? Falamos da mesma maneira com uma criança e com um adulto? Com um amigo próximo e com o(a) diretor(a) da escola?
  • De que outras formas é possível identificar as mudanças da língua? Você é capaz de lembrar de alguma gíria que usava com frequência e que hoje considera ultrapassada?

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Informe que você exibirá um vídeo para melhor compreensão do preconceito linguístico. Acesse o vídeo disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=QlhsiMWT-eQ>. Acesso em: 28 out. 2018.
  • Pergunte aos alunos o que acharam das ideias trazidas no vídeo. Promova a reflexão:
  • Você já foi ou viu alguém ser acusado de “falar errado”?
  • Por que isso acontece?
  • Quem são as pessoas que mais sofrem preconceito linguístico? Por quê?
  • Relacione, de forma sucinta, as ideias apresentadas pelos alunos com o conteúdo do vídeo.
  • Caso você não tenha como exibir o vídeo, introduza os conceitos a partir das respostas dos alunos, incentivando-os a refletir sobre a função social da língua e a importância de estudar a norma-padrão, mas de também compreender as variedades linguísticas e respeitá-las.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, leia a frase de Marcos Bagno do slide e peça que os alunos reflitam sobre seu sentido.
  • Destaque a função social da língua e a importância de desmistificar os estigmas de “fala correta e fala incorreta”.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 9º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP55 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano