14512
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Conhecendo o verbete enciclopédico em detalhes: A construção composicional

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do Fundamental sobre verbetes enciclopédicos e sua função

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Gleiciane Rosa Vinote Rocha

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Recursos indicados
Serão necessários: canais de envio de mensagens, vídeos e áudios, como o Whatsapp ou similares. Você também pode encaminhar as atividades como documento impresso, dependendo da realidade de cada escola.

Opcionais: Google Meet - Como criar uma reunião (disponível aqui). Como fazer sorteios de nomes pelo Random Name Picker? (disponível aqui). 

Tema
Apresente o tema da aula para os alunos: conheça a estrutura de um Verbete de Enciclopédia). Não dê maiores informações para não prejudicar o andamento da atividade realizada na introdução.

Introdução
Pergunte aos alunos se eles conhecem um verbete de enciclopédia e se sabem qual a finalidade dele. Por meio de uma conversação espontânea, destaque que um verbete de dicionário tem como finalidade principal explicar o conceito de uma palavra, já o da enciclopédia traz mais informações além da definição e utiliza uma linguagem objetiva e impessoal. Ele pode conter gráficos, ilustrações e subdivisões para complementar os dados. Comente também que, hoje em dia, a versão mais utilizada é a digital. Não ultrapasse dois minutos nessa questão. Ela é apenas um levantamento de informações prévias sobre o gênero.

Projete os slides com os dois textos que o compõem para que os alunos possam diferenciá-los (se for possível criar reuniões online com os alunos com plataformas digitais como o Google Meet e similares). Caso não seja possível realizar a projeção, encaminhe os textos aos alunos, pelo whatsapp (disponível aqui).

Monte grupos das turmas no Whatsapp. Este tema foi escolhido por despertar o interesse dos jovens e ser algo que faz parte do cotidiano deles, sendo necessário alertá-los quanto aos riscos do uso descontrolado. Caso queira usar outra temática devido ao perfil da turma, pesquise na Internet ou em livros didáticos.

Solicite aos alunos que leiam os textos. Em seguida, numa conversa espontânea (aula online), peça para observarem a forma dos dois textos e responderem oralmente à seguinte questão:
- Como é possível afirmar que o texto 1 é uma propaganda sobre selfie e o 2 é um verbete de enciclopédia do termo selfie?
Peça a dois alunos que, voluntariamente e de forma oral, respondam à questão. Depois, conduza-os a refletirem questões sobre o texto 1, como: possui repetição de imagens, um design gráfico que valoriza a estética visual e um título que vende um serviço; traz uma frase abaixo das imagens que se inicia com um verbo no imperativo e induz o cliente a fazer uma selfie para obter descontos em um serviço; traz a cor rosa em destaque por se dirigir ao público feminino. Sendo assim, trata-se de uma propaganda.

Já o texto 2 traz como título a palavra “Selfie”, abaixo há uma definição e, em seguida, uma explicação que aprofunda as informações. Destaque que a fotografia que o texto traz é informativa e acompanhada de legenda. Sobre as cores, destaque que são neutras, pois o objetivo maior é a informação.

Esta atividade é importante para que os alunos compreendam que cada gênero tem uma estrutura/característica que o diferencia dos demais. Esta aula tratará justamente da estrutura composicional de um verbete de enciclopédia. Caso a atividade seja feita pelo Whatsapp, finalize-a encaminhando as questões em formato de documento (Word) e questione os alunos oralmente, por áudio.

Desenvolvimento
Os alunos do oitavo ano nasceram na era intitulada “tecnológica”, em que a transmissão de conteúdo se dá de forma mais dinâmica. Um gênero que se aproxima do verbete de enciclopédia na função de transmitir conteúdos e em aspectos estruturais é o vídeo-minuto.

Para analisar em que os gêneros se assemelham na estrutura, disponibilize o vídeo-minuto (disponível aqui). Peça aos alunos para refletirem sobre as seguintes questões:
- O vídeo-minuto é uma forma mais moderna de transmitir conteúdo, trabalha bastante com imagens e o verbete enciclopédico também traz imagens. Elas têm a mesma função nesses tipos de textos?
- O verbete enciclopédico usa a modalidade escrita da língua, já o vídeo-minuto usa a oral. Logo, o vídeo-minuto usa recursos extralinguísticos como entonação e imagens. Que diferença esses elementos trazem para a transmissão das informação?

Conduza os alunos a refletirem que, em um vídeo-minuto, as imagens têm a função de criar um estímulo visual e ilustrar o texto falado de forma dinâmica. Já, no verbete enciclopédico, elas são usadas de forma estática para ilustrar um dado ou informação que o texto traz. Por último, saliente que o uso de elementos extralinguísticos aproxima o receptor da mensagem e do conteúdo, por ser uma forma mais dinâmica de transmitir informações. Compartilhe com os alunos os verbetes do termo selfie, disponíveis no plano original em “Desenvolvimento”.

Peça para lerem os textos. Clique aqui para imprimir o verbete da Wikipédia e aqui para imprimir o verbete do Dicionário popular. Encaminhe aos alunos a tabela (disponível aqui) e peça para responderem no caderno os itens que a compõem (para acessar a resolução da atividade clique aqui). Após um tempo predeterminado, encaminhe a correção para que os alunos confiram as respostas.

Fechamento
Peça para alguns alunos socializarem a resposta dada na questão 4 do slide, presente no plano original em “Fechamento”. Sorteie esses alunos com o auxílio da plataforma Rondom Name Picker (Roleta de nomes). Veja o tutorial de uso em Recursos Opcionais. Compartilhe o resultado da roleta.

Em seguida, complete as respostas dos alunos, se necessário, levando-os a perceber que os dois textos têm mais regularidades por serem do mesmo gênero: verbete de enciclopédia. Comente que todo gênero textual possui uma estrutura que o diferencia dos outros, sendo possível, assim, particularizar. Por exemplo, uma notícia de uma receita e uma propaganda de um verbete. Ou seja, quando nos deparamos com textos, percebemos certas características que nos sinalizam que eles pertencem a um gênero ou outro, e ainda realizam um certo tipo de interação conosco. Porém, há o que chamamos de intergenericidade: a mistura de formas de outros gêneros. Por exemplo: um convite de casamento em forma de notícia de jornal. Além disso, com a era digital, novos gêneros surgem constantemente, é o caso do vídeo-minuto: também pode transmitir informações, como o verbete enciclopédico, porém possui recursos de animação e gráficos e linguagem oral. Além da estrutura de composição, é importante também observar a função do texto.

Convite às famílias
Os familiares poderão ser convidados a ler para os alunos os textos encaminhados e trocar ideias sobre a estrutura de um verbete de enciclopédia.

Sugestão Enviada Por:


Código: LPO8_04SQA05

(EF69LP40) Analisar, em gravações de seminários, conferências rápidas, trechos de palestras, dentre outros, a construção composicional dos gêneros de apresentação – abertura/saudação, introdução ao tema, apresentação do plano de exposição, desenvolvimento dos conteúdos, por meio do encadeamento de temas e subtemas (coesão temática), síntese final e/ou conclusão, encerramento –, os elementos paralinguísticos (tais como: tom e volume da voz, pausas e hesitações – que, em geral, devem ser minimizadas –, modulação de voz e entonação, ritmo, respiração etc.) e cinésicos (tais como: postura corporal, movimentos e gestualidade significativa, expressão facial, contato de olho com plateia, modulação de voz e entonação, sincronia da fala com ferramenta de apoio etc.), para melhor performar apresentações orais no campo da divulgação do conhecimento.

(EF69LP42) Analisar a construção composicional dos textos pertencentes a gêneros relacionados à divulgação de conhecimentos: título, (olho), introdução, divisão do texto em subtítulos, imagens ilustrativas de conceitos, relações, ou resultados complexos (fotos, ilustrações, esquemas, gráficos, infográficos, diagramas, figuras, tabelas, mapas) etc., exposição, contendo definições, descrições, comparações, enumerações, exemplificações e remissões a conceitos e relações por meio de notas de rodapé, boxes ou links; ou título, contextualização do campo, ordenação temporal ou temática por tema ou subtema, intercalação de trechos verbais com fotos, ilustrações, áudios, vídeos etc. e reconhecer traços da linguagem dos textos de divulgação científica, fazendo uso consciente das estratégias de impessoalização da linguagem (ou de pessoalização, se o tipo de publicação e objetivos assim o demandarem, como em alguns podcasts e vídeos de divulgação científica), 3ª pessoa, presente atemporal, recurso à citação,


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas