14507
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - O texto dramático e a construção da encenação

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre O texto dramático e a construção da encenação

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Carolina Silva

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Recursos indicados
Necessários: canais de envio de mensagens, vídeos e áudios, como o WhatsApp ou similares; PowerPoint.

Opcionais: Google Sala de Aula (tutorial para criar e postar atividades disponível aqui); Google Forms (tutorial disponível aqui). 

Introdução
Crie um formulário no Google Forms (veja o tutorial em Materiais Opcionais), a partir das seguintes perguntas à classe:
Quando assistimos a uma peça de teatro, presencialmente ou por meio de alguma mídia, quais são os elementos que podemos notar? (Os palpites podem ser vários, professor, e a turma pode citar: cenário, atores, figurino, luzes no palco etc.)
Os elementos relacionados na questão anterior são de fundamental importância para a encenação? (A resposta é sim. Eles ajudam a construir os detalhes da peça, fazendo nascer o espetáculo.)
Como você acha que tais elementos são pensados e organizados? A seleção deles é aleatória? (Professor, as respostas podem ser divergentes, mas é importante fazer os alunos notarem que a escolha deles não é aleatória e, apesar desses aspectos envolverem muitos profissionais ou serem pensados por diferentes equipes, o texto dramático, geralmente, é o ponto de onde tudo parte e, por meio dele, o autor costuma dar indicações e detalhes do que se passará na peça. Portanto, para esse tipo de produção, é necessário estar atento às circunstâncias e aos pormenores.)
Encaminhe à turma os questionamentos, em anexo, por meio do WhatsApp, pedindo que os respondam, para que você possa fazer o acompanhamento das respostas automaticamente. Professor, com o Google Forms, você pode acompanhar, por meio de gráficos, o índice de respostas adequadas e inadequadas. Faça um print do seu gráfico de acompanhamento das respostas e o encaminhe aos alunos. Em seguida, apresente o tema da aula, antecipando que versará sobre a identificação de elementos cênicos e a indicação destes no texto dramático, dentre outros aspectos. Professor, seu documento criado no Forms ficará salvo em uma pasta do Google Sala de Aula. Para isso, veja o tutorial em Recursos Opcionais.

Desenvolvimento
O texto do slide presente no plano original foi publicado no livro “Put some farofa”, uma publicação que reúne esquetes e crônicas escritas por Gregorio Duvivier. Apresente-o à turma, sem as rubricas, que estão em itálico. Você pode encaminhar aos alunos, por meio de WhatsApp, um documento no PowerPoint, com um efeito capaz de suprimi-las e, depois, revelá-las nos slides. Peça que leiam o texto "Intimidade", de Gregório Duvivier. Solicite e pergunte aos alunos o seguinte: foi possível compreender o texto em questão? O que se entende da história? Solicite que reflitam e, em seguida, exiba para a turma o vídeo disponível nos materiais complementares do plano original. Recomende que, em grupos de 3 integrantes, pensem sobre as questões abaixo:
Do que trata o vídeo? O que há em comum entre a produção audiovisual e o texto lido anteriormente? (O vídeo trata do término de relacionamento entre uma mulher e seu parceiro, um homem de atitudes sempre previsíveis por ela. O vídeo é uma adaptação cênica do texto, tratando, os dois, da mesma história.)
Quais elementos cênicos podem ser notados na produção? Cite alguns. (Professor, nota-se a composição de um cenário – sala de jantar , a presença de personagens – atores desempenhando o papel de um casal , figurino e iluminação – adequada ao momento da cena: jantar, à noite, com pouca luz e algumas velas , por exemplo.)
Após assistir ao vídeo, pode-se dizer que o texto lido corresponde a tudo o que se passa no conteúdo audiovisual? (Professor, lembre-se de que, a essa altura, o texto foi lido sem a exibição das rubricas. Assim, deixe que os alunos discutam a questão, mediando as intervenções. A intenção é fazer com que os estudantes percebam que as ações e os comportamentos dos atores em cena não foram detalhadamente descritos no texto  que você apresentou sem algumas informações. Desse modo, a versão textual não traz os detalhes importantes a respeito do contexto em que o enredo se passa, resultando, assim, na precariedade do entendimento pleno da história, no entendimento equivocado dos acontecimentos do texto, dentre outras coisas.)
O que poderia ser feito para que o texto lido correspondesse melhor a tudo o que se passa no vídeo? (Professor, espera-se que os alunos proponham a elaboração das rubricas, a fim de detalhar o que acontecerá durante a encenação e para que o texto, por si, possa preencher os sentidos do que se desenrola na história.)
Ainda em grupos, reescreva a versão escrita de “Intimidade”, elaborando as rubricas e fazendo as adaptações necessárias. (É importante acompanhar as produções, professor, analisando uma reescrita que considere alterações pertinentes no texto. Você pode orientar os alunos nesse sentido.)
Para essa atividade, é necessário que os alunos se comuniquem por videochamada, áudio ou mensagens pelo WhatsApp. Solicite que enviem a você, no privado, as impressões e produções de cada grupo.

Fechamento
Na conclusão da aula, proponha aos alunos que identifiquem no terceiro quadro, na parte baixa do slide (veja no plano original), quais elementos puderam ser notados no texto lido e quais foram aqueles que deixaram de ser previstos textualmente, sendo percebidos apenas no vídeo assistido. (O enredo, as personagens e os efeitos sonoros estavam sinalizados no texto e podem ser identificados em cena. As rubricas foram indicadas textualmente. No entanto, não houve, na produção escrita, orientações relacionadas ao figurino, cenário e iluminação, por meio de rubricas de ambiente, por exemplo. Elas são reveladas no vídeo. Não há ficha técnica, embora esta seja um item fundamental nos textos dramáticos.) Pergunte aos alunos se há possíveis razões para o texto em questão não ter trazido todos os elementos do gênero “drama” para si. Destaque que o texto foi publicado no livro “Put some farofa”, de Gregorio Duvivier, uma publicação que reúne esquetes e crônicas. Desse modo, pode haver certo hibridismo entre gêneros. Deixe aberta a discussão, que poderá ser questionada pelos alunos, de maneira mais aprofundada, em outras aulas ou outros contextos.

Convite às famílias
Os familiares poderão ser convidados a ler junto aos alunos o texto recebido sem rubricas, e a auxiliá-los quanto às rubricas mais adequadas.

Sugestão Enviada Por: Michele Batista


Código: LPO8_02SQA06

(EF89LP34) Analisar a organização de texto dramático apresentado em teatro, televisão, cinema, identificando e percebendo os sentidos decorrentes dos recursos linguísticos e semióticos que sustentam sua realização como peça teatral, novela, filme etc.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas