14447
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Introdução sobre a estrutura das notícias radiofônicas

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do EF sobre Introdução sobre a estrutura das notícias radiofônicas

Plano 07 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Maria Caroline Silveira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Notícia e no campo de atuação Vida pública. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Computador on-line; projetor multimídia, caixas de som; cópias dos materiais listados nas orientações (quantidades de acordo com o número de alunos).

Informações sobre o gênero: O gênero notícia pode ser entendido como um texto no qual se divulga um fato ou acontecimento, veiculado principalmente por jornais, revistas e rádios, impressos, eletrônicos ou televisivos. Por ser um gênero massivo de comunicação atinge a todas as camadas da população, trazendo informações e contribuindo para a formação de opinião. Esses textos são dinâmicos, atuais e periódicos, e, como não é qualquer fato que vira notícia, ele deve ser marcado pelo ineditismo, gerar interesse e identificação no leitor. Tendo em vista que há diversos públicos que ouvem os jornais, cada linha editorial se adequa ao que entende que chamará mais a atenção de seu público alvo, determinando assim seu vocabulário, extensão do texto, temáticas e o nível de parcialidade no tratamento das informações. A partir da leitura de notícias veiculadas pelos diversos meios de comunicação, é possível promover reflexão e discussão sobre temas da atualidade que afetam direta ou indiretamente a realidade do aluno, além de explorar o estudo da fala (oralidade), paralelamente ao estudo da escrita. De acordo com Marcuschi (2001), Fávero (2000), Fávero et al. (2014), Baltar (2012), entre outros, percebe-se que a escola ainda centra suas atividades na modalidade escrita da língua, tornando necessária propostas didáticas voltadas para a modalidade oral. Sobre a exploração da notícia radiofônica em sala de aula e sua importância, Golim (2005) destaca que o rádio jornal apresenta particularidades interessantes, pois apresenta-se por meio de um tipo de linguagem que oferece pistas para o exercício de uma escuta atenta aos elementos sensoriais, potenciais, que fazem aflorar a fantasia, a imaginação, tornando o ouvinte um sujeito daquela transmissão.

Dificuldades antecipadas: Apesar da escola ser lugar de comunicação, os alunos vivenciam com maior frequência atividades de produção e leitura de textos escritos. Desta forma, é possível que os alunos apresentem dificuldades no estudo da oralidade, pois o oral e o escrito se diferenciam e variam de acordo com as particularidades de cada gênero. Além disso, analisar a composição da estrutura da notícia radiofônica é algo complexo. A linguagem radiofônica tem suas particularidades, o que vai exigir dos alunos compreender a estrutura do gênero, as diferenças entre linguagem formal e informal, linguagem escrita e falada, entre outros. Segundo Baltar (2012), quando se escreve para o rádio, escreve-se para ser ouvido, não para ser lido, o que torna peculiar a escrita de textos para esse suporte.

Materiais de apoio:

BARBOSA. Jaqueline Peixoto. Outras mídias e linguagens na escola. In: Práticas de leitura e escrita / Maria Angélica Freire de Carvalho, Rosa Helena Mendonça (orgs.). – Brasília : Ministério da Educação, 2006. P. 174 - 180. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/tvescola/grades/salto_ple.pdf

BALTAR, M. Rádio escolar: uma experiência de letramento midiático. São Paulo: Cortez, 2012.

FÁVERO, L. L. A entrevista na fala e na escrita. In: PRETTI, D. (Org.). Fala e escrita em questão. São Paulo: Humanitas, 2000.

FÁVERO, L. L.; ANDRADE, M. L. C. V. O; AQUINO, Z. In: reflexões sobre oralidade e escrita no ensino de Língua Portuguesa. ELIAS, V. (Org.). São Paulo: Contexto, 2014.

GOLIM, Cida. Teorias do rádio: Paul Zumthor e a poética da voz. In: Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXVIII - Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – UERJ – 5 a 9 de setembro de 2005.

MARCUSCHI, Luis Antônio. A oralidade e o ensino de língua: uma questão pouco falada. In: DIONÍSIO, Ângela, Paiva e BEZERRA, Maria Auxiliadora. (Org). O livro didático de português: múltiplos olhares. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Inicie a aula lendo o tema para os alunos.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Projete esse slide para os alunos, questionando-os:
  • Quais meios de comunicação veiculam notícias e reportagens?
  • Você utiliza algum deles para se informar?
  • Anote as respostas no quadro. Espera-se que os alunos citem o jornal, telejornal, internet e rádio como exemplos.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos o gráfico desse slide.
  • Faça a leitura e interpretação dos dados do gráfico com os alunos.
  • Destaque o meio de comunicação mais mencionado como primeira opção pelos entrevistados (televisão); a segunda opção mais mencionada na escolha (internet) e ressalte a posição do rádio na votação.

Materiais complementares:

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Mostre para os alunos os links deste slide:
    Desafio 1
    Desafio 2
    Desafio 3
    Desafio 4
    Cada link apresenta uma vinheta de programas jornalísticos e o desafio será descobrir de qual programa é a vinheta apresentada. Tente não mostrar as imagens e o título dos vídeos, para não influenciar a resposta do alunos. O ideal é clicar no link e minimizar a janela, para que eles acompanhem apenas o áudio.
  • Apresente um link de cada vez e deixe que os alunos tentem descobrir de qual programa é a vinheta.
  • Após as descobertas feitas pelas crianças, levante alguns questionamentos:
  • O que acabamos de ouvir? É provável que os alunos digam que são as músicas dos jornais conhecidos. Complemente as falas dos alunos, explicando que as “músicas” que eles ouviram são chamadas de vinhetas de abertura. Vinhetas são mensagens publicitárias musicadas e elaboradas com um refrão simples e de curta duração, a fim de ser lembrado com facilidade. Geralmente identificam uma emissora de rádio, tv e são veiculados entre intervalos de programas, no início ou fim deles. A vinheta tem o objetivo de criar expectativa e tornar um programa radiofônico, ou televisivo, mais atraente.
  • A vinheta traz alguma notícia, traz alguma informação? É provável que os alunos digam que a vinheta informa sobre o programa que se inicia (por meio de uma identidade sonora criada com a repetição da mesma vinheta sempre no início do programa). No caso da “Voz do Brasil”, há também o nome do programa, o dia e horário. Entretanto as vinhetas não trazem notícias. Essa pergunta introduz a ideia de que há uma estrutura que se repete nos programa jornalístico (de rádio ou televisão) e que a vinheta faz parte apenas da abertura.
  • Das vinhetas que ouvimos, qual faz parte da abertura de um programa/jornal televisivo e qual faz parte da abertura de um rádio jornal? Espera-se que os alunos digam que a 1ª vinheta é do jornal radiofônico: A voz do Brasil; a 2ª vinheta é do Plantão da Rede Globo que traz notícias urgentes; a 3ª vinheta é do Jornal Nacional e a 4ª vinheta é do Globo Repórter. Caso não conheçam, você pode informá-los, dizendo que esses são programas jornalísticos muito conhecidos.
  • Alguém já viu ou ouviu esses jornais? Pode ter alunos que já conhecem alguns dos jornais, porque os pais ouvem e assistem em casa ou no carro.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente para os alunos um pequeno trecho de cada programa, clicando nos links deste slide.
  • Ouçam o primeiro áudio (1:08) e questione os alunos: O que ouvimos nesse programa? Espera-se que os alunos respondam que ouviram informações de eventos que acontecerão no teatro.
  • Ouçam o segundo áudio (orientamos ouvir até 2:00, mas se tiver mais tempo que 50 minutos para essa aula e os alunos se interessarem, vocês podem ouvir por mais tempo). Questione: O que ouvimos nesse programa? Espera-se que os alunos respondam que ouviram a abertura do programa e uma música do grupo Barbatuques.

É provável que os alunos não conheçam esses programas radiofônicos, mas neste momento é interessante levar os alunos a perceber que há programas de rádio que oferecem informações e entretenimento, estes por sua vez, utiliza diversos gêneros, não apenas as notícias.

4. Explique para os alunos que os dois programas que ouviu-se, são apresentados na rádio UNESP FM, rádio universitária da UNESP. A rádio tem caráter cultural e educativo, por isso tem uma programação diversificada, oferecendo aos seus ouvintes programas temáticos diferentes, sobre cultura, educação, prestação de serviços, informações e notícias para a comunidade. O primeiro programa apresenta a Agenda Cultural com informações de entretenimento da semana na cidade. O segundo programa chamado Unespinha, programa infantil que passa aos domingos de manhã.

Programa 1: http://www.radio.unesp.br/noticia/3165

Programa 2: http://www.radio.unesp.br/noticia/1554

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Explique para os alunos que eles assistirão a um trecho de outro programa radiofônico, neste será possível observar como funciona a gravação de um programa ao vivo.
  • Peça para que os alunos observem no vídeo:
  • Quais os tipos de informações apresentadas no programa;
  • O tipo de música de abertura do jornal;
  • A postura dos apresentadores
  • A entonação de voz dos apresentadores para anunciar as manchetes;
  • Os recursos sonoros;

3. Projete para os alunos o trecho do programa, que deve ser pausado no tempo de 4m55s.

Materiais complementares: Acesse o Programa Voz do Brasil: https://www.youtube.com/watch?v=0wJBF_GbrS0

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Resgate as observações dos alunos, seguindo as seguintes questões:
  • Quais os tipos de informações apresentadas neste programa? É provável que os alunos falem sobre as notícias.
  • O que ele tem de diferente dos programas que ouvimos na rádio UNESP? É possível que os alunos comparem que o programa Unespinha, por exemplo, passou música, o que não teve nesse programa. Complemente as respostas, explicando que esse programa tem caráter jornalístico.
  • Esse é um jornal veiculado no rádio ou na televisão? Apesar de haver a gravação em vídeo do programa, é provável que os alunos saibam que esse é um jornal de rádio. Chame atenção para o cenário que é diferente do de um jornal televisivo. Complemente as respostas dos alunos, explicando que eles assistiram um Rádio jornal, também chamado de Jornal radiofônico.
  • Que Jornal é esse? Esclareça que este é um programa jornalístico chamado “A voz do Brasil”, de transmissão obrigatória, que deve ocorrer de segunda a sexta-feira nas emissoras radiofônicas brasileiras, na janela de horário de 19h às 22h, tendo duração de 1 hora.
  • Quantas pessoas participam desse rádio jornal? É possível que os alunos apresentem dúvidas, se necessário repasse o trecho do programa. Complemente as respostas mostrando que aparecem 5 vozes: 2 vozes são dos apresentadores, chamados de âncoras, 1 voz é do repórter e 2 vozes são dos entrevistados (em um áudio gravado). As entrevistas são feitas pelos repórteres, que ajudam a manter a audiência, fazendo perguntas retóricas como estratégia para manter o interesse dos ouvintes.
  • Porque tem dois apresentadores? É possível que os alunos façam comparações com o jornal televisivo que geralmente é apresentado por dois âncoras. Complemente as respostas dos alunos, explicando que o ideal é que o jornal seja lido por dois locutores, isso dá mais ritmo e agilidade às notícias e evita a monotonia. Sobre a função dos apresentadores âncoras ou locutores, eles precisam a todo momento, envolver a audiência, pois, embora a notícia seja o evento principal nos programas informativos, o locutor precisa estabelecer uma relação que desperte o interesse dos ouvintes.
  • O que ouvimos logo na abertura do rádio jornal, após a vinheta? vocês podem ouvir novamente a abertura do programa para que os alunos notem as manchetes. As notícias em destaque são apresentadas na abertura do jornal em forma de manchetes.
  • Como que os apresentadores sabem tudo o que deve ser noticiado? É provável que os alunos destaquem o “papel” que os apresentadores estão lendo. Complemente as respostas dos alunos, explicando que o papel é chamado de roteiro ou script. O gênero "Notícia Radiofônica" é considerado um gênero misto, pois seu meio de produção funda-se no texto escrito, mas sua concepção discursiva é oral. (O locutor lê a notícia).
  • E como é esta leitura das notícias? Será que no papel está escrito da maneira que eles leem? Chame a atenção dos alunos sobre o volume da voz, entonação e articulação das palavras que faz a leitura ficar clara e atraente, além do timbre da voz que também faz a diferença.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Anuncie para os alunos o “Jogo dos Pontos”. A atividade proporciona a exploração da forma de composição da estrutura do rádio jornal.
  • Entregue para cada aluno uma cópia da atividade.
  • Explique que primeiramente é preciso ler as questões da 1ª coluna e posteriormente encontrar as respectivas respostas na 2ª coluna. Para responder basta completar entre os parênteses com as letras indicadas nas questões.
  • Oriente os alunos que eles terão a oportunidade de uma primeira tentativa. Em seguida, passe o jornal novamente para que eles relembrem, tirem dúvidas e respondam o que não conseguiram na primeira tentativa.

Materiais complementares:

Atividade para impressão, clique aqui

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após todos concluírem, faça duplas e peça para que troquem as atividades entre si.
  • Oriente os alunos para que a partir desse momento, eles ajudem a conferir as respostas do jogo. Cada questão associada corretamente, vale 50 pontos. Aquele que acumular mais pontos, mostrará o quão atento está à aula e vence o jogo.
  • Leia uma questão de cada vez e escolha um aluno para responder.
  • Discuta as possibilidades com os alunos e oriente-os a anotar 50 pontos ao lado da resposta correta. Para a resposta que não estiver da forma esperada, oriente os alunos a anotar a letra correta ao lado.

Materiais complementares:

Resolução da atividade, clique aqui

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Leia as orientações do slide em voz alta para os alunos.
  • Escolha alguns alunos para socializar as respostas.
  • Esclareça que todos os itens da lista são importantes e que um completa o outro na construção de um bom rádio jornal.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Notícia e no campo de atuação Vida pública. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Computador on-line; projetor multimídia, caixas de som; cópias dos materiais listados nas orientações (quantidades de acordo com o número de alunos).

Informações sobre o gênero: O gênero notícia pode ser entendido como um texto no qual se divulga um fato ou acontecimento, veiculado principalmente por jornais, revistas e rádios, impressos, eletrônicos ou televisivos. Por ser um gênero massivo de comunicação atinge a todas as camadas da população, trazendo informações e contribuindo para a formação de opinião. Esses textos são dinâmicos, atuais e periódicos, e, como não é qualquer fato que vira notícia, ele deve ser marcado pelo ineditismo, gerar interesse e identificação no leitor. Tendo em vista que há diversos públicos que ouvem os jornais, cada linha editorial se adequa ao que entende que chamará mais a atenção de seu público alvo, determinando assim seu vocabulário, extensão do texto, temáticas e o nível de parcialidade no tratamento das informações. A partir da leitura de notícias veiculadas pelos diversos meios de comunicação, é possível promover reflexão e discussão sobre temas da atualidade que afetam direta ou indiretamente a realidade do aluno, além de explorar o estudo da fala (oralidade), paralelamente ao estudo da escrita. De acordo com Marcuschi (2001), Fávero (2000), Fávero et al. (2014), Baltar (2012), entre outros, percebe-se que a escola ainda centra suas atividades na modalidade escrita da língua, tornando necessária propostas didáticas voltadas para a modalidade oral. Sobre a exploração da notícia radiofônica em sala de aula e sua importância, Golim (2005) destaca que o rádio jornal apresenta particularidades interessantes, pois apresenta-se por meio de um tipo de linguagem que oferece pistas para o exercício de uma escuta atenta aos elementos sensoriais, potenciais, que fazem aflorar a fantasia, a imaginação, tornando o ouvinte um sujeito daquela transmissão.

Dificuldades antecipadas: Apesar da escola ser lugar de comunicação, os alunos vivenciam com maior frequência atividades de produção e leitura de textos escritos. Desta forma, é possível que os alunos apresentem dificuldades no estudo da oralidade, pois o oral e o escrito se diferenciam e variam de acordo com as particularidades de cada gênero. Além disso, analisar a composição da estrutura da notícia radiofônica é algo complexo. A linguagem radiofônica tem suas particularidades, o que vai exigir dos alunos compreender a estrutura do gênero, as diferenças entre linguagem formal e informal, linguagem escrita e falada, entre outros. Segundo Baltar (2012), quando se escreve para o rádio, escreve-se para ser ouvido, não para ser lido, o que torna peculiar a escrita de textos para esse suporte.

Materiais de apoio:

BARBOSA. Jaqueline Peixoto. Outras mídias e linguagens na escola. In: Práticas de leitura e escrita / Maria Angélica Freire de Carvalho, Rosa Helena Mendonça (orgs.). – Brasília : Ministério da Educação, 2006. P. 174 - 180. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/tvescola/grades/salto_ple.pdf

BALTAR, M. Rádio escolar: uma experiência de letramento midiático. São Paulo: Cortez, 2012.

FÁVERO, L. L. A entrevista na fala e na escrita. In: PRETTI, D. (Org.). Fala e escrita em questão. São Paulo: Humanitas, 2000.

FÁVERO, L. L.; ANDRADE, M. L. C. V. O; AQUINO, Z. In: reflexões sobre oralidade e escrita no ensino de Língua Portuguesa. ELIAS, V. (Org.). São Paulo: Contexto, 2014.

GOLIM, Cida. Teorias do rádio: Paul Zumthor e a poética da voz. In: Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXVIII - Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – UERJ – 5 a 9 de setembro de 2005.

MARCUSCHI, Luis Antônio. A oralidade e o ensino de língua: uma questão pouco falada. In: DIONÍSIO, Ângela, Paiva e BEZERRA, Maria Auxiliadora. (Org). O livro didático de português: múltiplos olhares. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Inicie a aula lendo o tema para os alunos.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Projete esse slide para os alunos, questionando-os:
  • Quais meios de comunicação veiculam notícias e reportagens?
  • Você utiliza algum deles para se informar?
  • Anote as respostas no quadro. Espera-se que os alunos citem o jornal, telejornal, internet e rádio como exemplos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos o gráfico desse slide.
  • Faça a leitura e interpretação dos dados do gráfico com os alunos.
  • Destaque o meio de comunicação mais mencionado como primeira opção pelos entrevistados (televisão); a segunda opção mais mencionada na escolha (internet) e ressalte a posição do rádio na votação.

Materiais complementares:

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Mostre para os alunos os links deste slide:
    Desafio 1
    Desafio 2
    Desafio 3
    Desafio 4
    Cada link apresenta uma vinheta de programas jornalísticos e o desafio será descobrir de qual programa é a vinheta apresentada. Tente não mostrar as imagens e o título dos vídeos, para não influenciar a resposta do alunos. O ideal é clicar no link e minimizar a janela, para que eles acompanhem apenas o áudio.
  • Apresente um link de cada vez e deixe que os alunos tentem descobrir de qual programa é a vinheta.
  • Após as descobertas feitas pelas crianças, levante alguns questionamentos:
  • O que acabamos de ouvir? É provável que os alunos digam que são as músicas dos jornais conhecidos. Complemente as falas dos alunos, explicando que as “músicas” que eles ouviram são chamadas de vinhetas de abertura. Vinhetas são mensagens publicitárias musicadas e elaboradas com um refrão simples e de curta duração, a fim de ser lembrado com facilidade. Geralmente identificam uma emissora de rádio, tv e são veiculados entre intervalos de programas, no início ou fim deles. A vinheta tem o objetivo de criar expectativa e tornar um programa radiofônico, ou televisivo, mais atraente.
  • A vinheta traz alguma notícia, traz alguma informação? É provável que os alunos digam que a vinheta informa sobre o programa que se inicia (por meio de uma identidade sonora criada com a repetição da mesma vinheta sempre no início do programa). No caso da “Voz do Brasil”, há também o nome do programa, o dia e horário. Entretanto as vinhetas não trazem notícias. Essa pergunta introduz a ideia de que há uma estrutura que se repete nos programa jornalístico (de rádio ou televisão) e que a vinheta faz parte apenas da abertura.
  • Das vinhetas que ouvimos, qual faz parte da abertura de um programa/jornal televisivo e qual faz parte da abertura de um rádio jornal? Espera-se que os alunos digam que a 1ª vinheta é do jornal radiofônico: A voz do Brasil; a 2ª vinheta é do Plantão da Rede Globo que traz notícias urgentes; a 3ª vinheta é do Jornal Nacional e a 4ª vinheta é do Globo Repórter. Caso não conheçam, você pode informá-los, dizendo que esses são programas jornalísticos muito conhecidos.
  • Alguém já viu ou ouviu esses jornais? Pode ter alunos que já conhecem alguns dos jornais, porque os pais ouvem e assistem em casa ou no carro.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente para os alunos um pequeno trecho de cada programa, clicando nos links deste slide.
  • Ouçam o primeiro áudio (1:08) e questione os alunos: O que ouvimos nesse programa? Espera-se que os alunos respondam que ouviram informações de eventos que acontecerão no teatro.
  • Ouçam o segundo áudio (orientamos ouvir até 2:00, mas se tiver mais tempo que 50 minutos para essa aula e os alunos se interessarem, vocês podem ouvir por mais tempo). Questione: O que ouvimos nesse programa? Espera-se que os alunos respondam que ouviram a abertura do programa e uma música do grupo Barbatuques.

É provável que os alunos não conheçam esses programas radiofônicos, mas neste momento é interessante levar os alunos a perceber que há programas de rádio que oferecem informações e entretenimento, estes por sua vez, utiliza diversos gêneros, não apenas as notícias.

4. Explique para os alunos que os dois programas que ouviu-se, são apresentados na rádio UNESP FM, rádio universitária da UNESP. A rádio tem caráter cultural e educativo, por isso tem uma programação diversificada, oferecendo aos seus ouvintes programas temáticos diferentes, sobre cultura, educação, prestação de serviços, informações e notícias para a comunidade. O primeiro programa apresenta a Agenda Cultural com informações de entretenimento da semana na cidade. O segundo programa chamado Unespinha, programa infantil que passa aos domingos de manhã.

Programa 1: http://www.radio.unesp.br/noticia/3165

Programa 2: http://www.radio.unesp.br/noticia/1554

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Explique para os alunos que eles assistirão a um trecho de outro programa radiofônico, neste será possível observar como funciona a gravação de um programa ao vivo.
  • Peça para que os alunos observem no vídeo:
  • Quais os tipos de informações apresentadas no programa;
  • O tipo de música de abertura do jornal;
  • A postura dos apresentadores
  • A entonação de voz dos apresentadores para anunciar as manchetes;
  • Os recursos sonoros;

3. Projete para os alunos o trecho do programa, que deve ser pausado no tempo de 4m55s.

Materiais complementares: Acesse o Programa Voz do Brasil: https://www.youtube.com/watch?v=0wJBF_GbrS0

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Resgate as observações dos alunos, seguindo as seguintes questões:
  • Quais os tipos de informações apresentadas neste programa? É provável que os alunos falem sobre as notícias.
  • O que ele tem de diferente dos programas que ouvimos na rádio UNESP? É possível que os alunos comparem que o programa Unespinha, por exemplo, passou música, o que não teve nesse programa. Complemente as respostas, explicando que esse programa tem caráter jornalístico.
  • Esse é um jornal veiculado no rádio ou na televisão? Apesar de haver a gravação em vídeo do programa, é provável que os alunos saibam que esse é um jornal de rádio. Chame atenção para o cenário que é diferente do de um jornal televisivo. Complemente as respostas dos alunos, explicando que eles assistiram um Rádio jornal, também chamado de Jornal radiofônico.
  • Que Jornal é esse? Esclareça que este é um programa jornalístico chamado “A voz do Brasil”, de transmissão obrigatória, que deve ocorrer de segunda a sexta-feira nas emissoras radiofônicas brasileiras, na janela de horário de 19h às 22h, tendo duração de 1 hora.
  • Quantas pessoas participam desse rádio jornal? É possível que os alunos apresentem dúvidas, se necessário repasse o trecho do programa. Complemente as respostas mostrando que aparecem 5 vozes: 2 vozes são dos apresentadores, chamados de âncoras, 1 voz é do repórter e 2 vozes são dos entrevistados (em um áudio gravado). As entrevistas são feitas pelos repórteres, que ajudam a manter a audiência, fazendo perguntas retóricas como estratégia para manter o interesse dos ouvintes.
  • Porque tem dois apresentadores? É possível que os alunos façam comparações com o jornal televisivo que geralmente é apresentado por dois âncoras. Complemente as respostas dos alunos, explicando que o ideal é que o jornal seja lido por dois locutores, isso dá mais ritmo e agilidade às notícias e evita a monotonia. Sobre a função dos apresentadores âncoras ou locutores, eles precisam a todo momento, envolver a audiência, pois, embora a notícia seja o evento principal nos programas informativos, o locutor precisa estabelecer uma relação que desperte o interesse dos ouvintes.
  • O que ouvimos logo na abertura do rádio jornal, após a vinheta? vocês podem ouvir novamente a abertura do programa para que os alunos notem as manchetes. As notícias em destaque são apresentadas na abertura do jornal em forma de manchetes.
  • Como que os apresentadores sabem tudo o que deve ser noticiado? É provável que os alunos destaquem o “papel” que os apresentadores estão lendo. Complemente as respostas dos alunos, explicando que o papel é chamado de roteiro ou script. O gênero "Notícia Radiofônica" é considerado um gênero misto, pois seu meio de produção funda-se no texto escrito, mas sua concepção discursiva é oral. (O locutor lê a notícia).
  • E como é esta leitura das notícias? Será que no papel está escrito da maneira que eles leem? Chame a atenção dos alunos sobre o volume da voz, entonação e articulação das palavras que faz a leitura ficar clara e atraente, além do timbre da voz que também faz a diferença.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Anuncie para os alunos o “Jogo dos Pontos”. A atividade proporciona a exploração da forma de composição da estrutura do rádio jornal.
  • Entregue para cada aluno uma cópia da atividade.
  • Explique que primeiramente é preciso ler as questões da 1ª coluna e posteriormente encontrar as respectivas respostas na 2ª coluna. Para responder basta completar entre os parênteses com as letras indicadas nas questões.
  • Oriente os alunos que eles terão a oportunidade de uma primeira tentativa. Em seguida, passe o jornal novamente para que eles relembrem, tirem dúvidas e respondam o que não conseguiram na primeira tentativa.

Materiais complementares:

Atividade para impressão, clique aqui

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após todos concluírem, faça duplas e peça para que troquem as atividades entre si.
  • Oriente os alunos para que a partir desse momento, eles ajudem a conferir as respostas do jogo. Cada questão associada corretamente, vale 50 pontos. Aquele que acumular mais pontos, mostrará o quão atento está à aula e vence o jogo.
  • Leia uma questão de cada vez e escolha um aluno para responder.
  • Discuta as possibilidades com os alunos e oriente-os a anotar 50 pontos ao lado da resposta correta. Para a resposta que não estiver da forma esperada, oriente os alunos a anotar a letra correta ao lado.

Materiais complementares:

Resolução da atividade, clique aqui

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Leia as orientações do slide em voz alta para os alunos.
  • Escolha alguns alunos para socializar as respostas.
  • Esclareça que todos os itens da lista são importantes e que um completa o outro na construção de um bom rádio jornal.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 4º ano :

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF35LP16 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano