14394
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Pré Escola - Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - Conversando sobre as imagens

Nesta atividade, as crianças irão tentar compreender o enredo de uma história com base apenas nas ilustrações dela.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Maira Franco Tangerino

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para esta proposta é fundamental que você conheça o livro Telefone sem fio, do autor Ilan Brenman e do ilustrador Renato Moricomi, da editora Cia das Letrinhas. A obra faz menção à brincadeira telefone sem fio, apresentando a narrativa apenas por imagens. Na composição das ilustrações, foi utilizada a técnica de pintura á óleo em tamanho grande, dessa forma, o livro propõe para as crianças uma relação curiosa e com possibilidades imaginativas diversas. A fim de preparar-se para a proposição do livro, folheie-o, observando as imagens, os detalhes, as expressões dos personagens, a diferença de perspectivas em que se apresentam, levantando os possíveis pontos que considere importantes para que as crianças tenham uma relação de qualidade com a obra .n * * *

Materiais:

Para esta proposta você vai precisar do livro Telefone sem fio, do autor Ilan Brenman e do ilustrador Renato Moricomi, da editora Cia das Letrinhas.

Espaços:

Antecipe um espaço considerando que sua estrutura proporcione um sentimento de acolhida e conforto para o grupo de crianças, de maneira que elas consigam acompanhar as imagens do livro.

Considere organizar a turma em pequenos grupos para a proposta, caso seja mais adequado para seu contexto. Para tal, garanta um planejamento em que um grupo estará com você escutando a história e o outro estará em uma proposta que já realizam com autonomia, por exemplo, jogos de construção, brincadeiras nos espaços da sala ou massinha.

*

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Quais aspectos que as crianças observam sobre as imagens? Que tipo de comentários fazem sobre a pintura dos personagens?

2. Há um personagem favorito que provoca alguma reação no grupo quando aparece? Quais reações elas mostram?

3. As crianças participam com hipóteses das mensagem do telefone sem fio? Que tipo de mensagem elas imaginam? Mudam de idéia conforme o personagem e suas expressões?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Caso identifique alguma necessidade individual, proponha possibilidades para que ela possa acompanhar a história com o grupo, fazendo o convite e oferecendo que ela fique mais próxima de você, por exemplo.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide as crianças para se acomodarem no espaço escolhido. Quando todas estiverem prontas para a atividade, diga que você escolheu uma história diferente. Conte a elas que essa história não tem palavras e que, observando as imagens, vocês irão descobrir sobre o que ela versa.

Apresente o livro para as crianças, sem revelar qual é título, desafiando-as a adivinhar o nome do livro, contando que esse livro de imagens tem como tema uma brincadeira que os personagens estão realizando e que, ao final da leitura, elas terão que descobrir qual é. Conte quem teve a ideia dessa história e quem a ilustrou.

Considere que o momento de apresentação fortalece as estratégias de leitura e de escuta das crianças, oferecendo uma relação de qualidade quanto ao conhecimento das características que compõem uma história. Essas ações oportunizam a elas construir saberes apoiados em bons modelos leitores.

*.apresentá-las * *.* *m*


2

Inicie a história apresentando a primeira imagem que aparece no livro, pergunte quem é aquele personagem o que será que ele fará na história.Se as crianças não souberem que é o Bobo da Corte, instigue-as a descobrir por meio das roupas e dos acessórios que ele está usando, como por exemplo, o chapéu, o nariz vermelho ou outras características que podem aparecer nas falas do grupo. A ideia do palhaço pode surgir, caso isso aconteça, explicar que o Bobo da Corte é um tipo de palhaço que animava as cortes dos reis. Proponha também que as crianças pensam sobre a ação que está retratada na figura. O bobo da corte, por exemplo, está de perfil colocando a mão ao lado da boca, como se estivesse falando em segredo para alguém. Uma maneira divertida é propor que as crianças adivinhem o que ele está falando e para quem, por meio das expressões que aparecem. Vocês também podem dialogar sobre o assunto da mensagem, percebendo se o personagem tem o olhar bem aberto ou mais fechado, se está triste ou sorrindo, com os ombros mais caídos ou com a expressão do corpo que indica empolgação.

***


3

Continue a narrativa, repetindo o processo para cada personagem do livro, considerando que cada um deles tem características específicas. Algumas imagens são mais ricas em expressões que outras, além disso, o grupo pode ficar mais atraído por um ou outro personagem. O cavaleiro com a armadura, por exemplo, não tem expressão facial para analisar, diferente da Vovó ou da Chapeuzinho Vermelho, que revelam expressões por meio de seus olhos e bocas, quando passam da representação da imagem de frente para perfil. Observe que há ainda animais no decorrer da narrativa que trazem expressões ricas para a percepção da história.

Atente-se para as expressões do grupo a cada figura e considere apoiá-lo na leitura de algumas imagens, de acordo com características que você considera importantes.

***


4

No final do livro, o Bobo da Corte é a única figura que se repete, interagindo com um dos personagens, com uma expressão bem diferente do começo, dando pistas da brincadeira proposta pela obra. Pergunte se as crianças conseguiram adivinhar qual era a brincadeira, lendo, depois, o título para elas.

É fundamental perceber que o primeiro personagem abre e encerra o livro, portanto, é a figura que começa e termina a brincadeira, indicando uma intenção do autor sobre a mensagem que as personagens trocaram.

Dialogue, também, sobre qual seria a mensagem que circulou pelo telefone sem fio, a partir da leitura da última imagem do livro: o cachorro lambendo o Bobo da Corte, em uma cena de alegria. O Bobo da Corte iniciou as mensagens, portanto, instigue as crianças a perceber as intenções desse personagem.


5

Convide as crianças para expressar o que acharam da narrativa com imagens, atentando-se, ainda, para as percepções que elas tiveram sobre as pinturas do livro. Pergunte de qual personagem mais gostaram e quais as características dele gostariam de mencionar.

O que torna essa história tão interessante é que ela pode ser reconstruída a cada leitura, pois, à medida que as imagens são observadas com mais detalhamento, outras perspectivas aparecem.

m


Para finalizar:

Ao finalizar, convide o grupo para brincar de telefone sem fio, observando como as crianças se envolvem na brincadeira. Convide-as para criar as mensagens a serem compartilhadas, propondo situações divertidas, como, por exemplo, agora estamos todos em um castelo encantado ou em um barco bem grande, brincando com a imaginação e a criação espontânea de personagens.

* *

Desdobramentos

Você pode ampliar o repertório do grupo procurando outros livros que tenham narrativas construídas só com imagens. O grupo pode também criar uma série de personagens e compor um telefone sem fio.

Engajando as famílias

Você pode combinar com as crianças momentos em que elas possam levar o livro para casa, estimulando que a estratégia de leitura usada possa ser repetida com as famílias. Conte, em um bilhete, do que se trata a obra e como foi feita a leitura com o grupo, para que as famílias possam conhecer o processo.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EO04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano