14355
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Oralidade

Plano de aula - Minha vida, nossas vidas

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do EF sobre Minha vida, nossas vidas

Plano 10 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Isabel Fernandes, Silvia Albert

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Introdução ou preparação select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Relembre com os alunos a informação de que “as memórias de uma pessoa são sempre atravessadas por lembranças mais amplas, que não dizem respeito apenas à sua experiência pessoal, mas também à experiência da comunidade em que está inserida”. Chame a atenção para o fato de que a reconstituição do passado individual, em uma autobiografia, ocorre em dois níveis: o dos acontecimentos e o do seu significado. Em outras palavras, a autobiografia pode se tornar, para quem a escreve, um caminho de autodescoberta. Isso porque, ao reviver fatos, experiências e sentimentos, e registrá-los usando palavras (escritas ou faladas), o autor pode atribuir um sentido a sua história.
  • Converse com a turma sobre o Museu da Pessoa. Explique que a instituição foi fundada em São Paulo, em 1991, com o objetivo de constituir uma Rede Internacional de Histórias de Vida. Esse espaço registra, preserva e dissemina histórias de vida de toda e qualquer pessoa da sociedade. Para os fundadores do museu, conhecer – por meio da escuta ou da leitura – um grupo de histórias de vida é uma maneira de expandir nossa visão do mundo, pois as histórias são uma peça de informação única, que nos mostram como as diferentes pessoas criam suas próprias realidades. Você pode acessar o site http://www.museudapessoa.net/pt/home para encontrar mais informações sobre o museu, fotos, vídeos e autobiografias.
  • Depois da conversa, prepare a turma para assistir a um vídeo disponibilizado pelo Museu da Pessoa. Conte tratar-se de um vídeo autobiográfico cuja protagonista é Tatiana Tibúrcio. Ela nasceu no Flamengo, é filha de empregada doméstica, morou com avós e… Não conte mais nada, deixe os alunos curiosos para o que vão descobrir sobre Tatiana. O vídeo dura menos de 11 minutos. Acesse em: http://www.museudapessoa.net/pt/conteudo/video/o-tempo-e-o-senhor-das-historias-81309.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Colha as impressões dos alunos sobre o vídeo.
  • Peça aos estudantes que façam no caderno o mesmo que está no slide: dividir a folha em duas colunas. Em uma delas, a turma vai registrar os episódios pessoais de Tatiana; na outra coluna, devem anotar os temas coletivos captados durante a fala da personagem. Explique que as anotações podem ser na forma de uma lista, usando palavras-chave. Dê exemplos do que pode ser considerado dados pessoais: nome, idade, local onde nasceu, lugar em que estudou etc. Converse também sobre os temas que ultrapassam o âmbito pessoal e podem ser depreendidos ao longo do vídeo. Informe aos jovens que os temas coletivos, muitas vezes, não são tão evidentes quanto os pessoais. Eles aparecem implícitos na fala de Tatiana e exigem maior atenção para percebê-los.
  • Projete o vídeo novamente e, ao final, ofereça um tempo para os alunos relerem e completarem os registros do caderno.
  • Socialize o que os estudantes registraram. Observe junto com eles se, na coluna de dados pessoais, foram anotadas as seguintes informações: Tatiana nasceu no Flamengo, é filha de empregada doméstica, morou com avós até os sete anos em Casimiro de Abreu etc. Na coluna dos temas, perceba se os alunos registraram alguma dessas informações: os caminhos que uma pessoa pode percorrer para tornar-se ator/atriz, os episódios de racismo, características da vida no subúrbio do Rio de Janeiro etc. É provável que os jovens demonstrem dificuldades para identificar esses temas.
  • Durante o compartilhamento dos registros, é desejável que a conversa ultrapasse a ideia de “correção” de tarefa e dê espaço para as reflexões que o depoimento sugere. Você deve estar atento para observar como os alunos foram afetados pelos temas, como estabeleceram relações com suas vidas e pontos de vista e como se lançaram a questionamentos que ultrapassam as experiências pessoais.

Fechamento ou conclusão select-down

Slide Plano Aula

Tempo estimado: 10 minutos

Orientações:

  • Retome o que foi colocado no início da aula:
  • a reconstituição do passado individual, em uma autobiografia, ocorre em dois níveis: o dos acontecimentos e o do seu significado;
  • a autobiografia pode se tornar, para quem a escreve ou dá um depoimento oral, um caminho de autodescoberta, por meio da qual o autor atribuiu um sentido à sua história;
  • como é impossível contar tudo o que foi vivido, é inevitável ocorrer uma “edição” dos fatos. O autor sempre irá reportar o passado fazendo escolhas, amplificando sentimentos, enfatizando ou minimizando alguns aspectos em detrimento de outros. O predomínio de um ponto de vista, os exageros, os julgamentos parciais, as omissões etc são naturais em textos narrados em primeira pessoa, isto é, quando o narrador é o protagonista e conta sua história.
  • Finalize com as perguntas: “O que vocês acham que Tatiana valorizou em seu depoimento? Quais opiniões ela elaborou sobre as experiências que viveu?”

Resumo da aula

download Baixar plano

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Slide Plano Aula

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Slide Plano Aula

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Slide Plano Aula

Atenção!

Este slide não deve ser apresentado para os alunos. Ele tem o objetivo de mostrar para você, professor, como esta sequência de atividades está organizada.

Leia todos os slides iniciais com atenção. Eles ajudarão a entender se é necessário fazer adequações para a sua turma ou antecipar eventuais dificuldades dos alunos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Relembre com os alunos a informação de que “as memórias de uma pessoa são sempre atravessadas por lembranças mais amplas, que não dizem respeito apenas à sua experiência pessoal, mas também à experiência da comunidade em que está inserida”. Chame a atenção para o fato de que a reconstituição do passado individual, em uma autobiografia, ocorre em dois níveis: o dos acontecimentos e o do seu significado. Em outras palavras, a autobiografia pode se tornar, para quem a escreve, um caminho de autodescoberta. Isso porque, ao reviver fatos, experiências e sentimentos, e registrá-los usando palavras (escritas ou faladas), o autor pode atribuir um sentido a sua história.
  • Converse com a turma sobre o Museu da Pessoa. Explique que a instituição foi fundada em São Paulo, em 1991, com o objetivo de constituir uma Rede Internacional de Histórias de Vida. Esse espaço registra, preserva e dissemina histórias de vida de toda e qualquer pessoa da sociedade. Para os fundadores do museu, conhecer – por meio da escuta ou da leitura – um grupo de histórias de vida é uma maneira de expandir nossa visão do mundo, pois as histórias são uma peça de informação única, que nos mostram como as diferentes pessoas criam suas próprias realidades. Você pode acessar o site http://www.museudapessoa.net/pt/home para encontrar mais informações sobre o museu, fotos, vídeos e autobiografias.
  • Depois da conversa, prepare a turma para assistir a um vídeo disponibilizado pelo Museu da Pessoa. Conte tratar-se de um vídeo autobiográfico cuja protagonista é Tatiana Tibúrcio. Ela nasceu no Flamengo, é filha de empregada doméstica, morou com avós e… Não conte mais nada, deixe os alunos curiosos para o que vão descobrir sobre Tatiana. O vídeo dura menos de 11 minutos. Acesse em: http://www.museudapessoa.net/pt/conteudo/video/o-tempo-e-o-senhor-das-historias-81309.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Colha as impressões dos alunos sobre o vídeo.
  • Peça aos estudantes que façam no caderno o mesmo que está no slide: dividir a folha em duas colunas. Em uma delas, a turma vai registrar os episódios pessoais de Tatiana; na outra coluna, devem anotar os temas coletivos captados durante a fala da personagem. Explique que as anotações podem ser na forma de uma lista, usando palavras-chave. Dê exemplos do que pode ser considerado dados pessoais: nome, idade, local onde nasceu, lugar em que estudou etc. Converse também sobre os temas que ultrapassam o âmbito pessoal e podem ser depreendidos ao longo do vídeo. Informe aos jovens que os temas coletivos, muitas vezes, não são tão evidentes quanto os pessoais. Eles aparecem implícitos na fala de Tatiana e exigem maior atenção para percebê-los.
  • Projete o vídeo novamente e, ao final, ofereça um tempo para os alunos relerem e completarem os registros do caderno.
  • Socialize o que os estudantes registraram. Observe junto com eles se, na coluna de dados pessoais, foram anotadas as seguintes informações: Tatiana nasceu no Flamengo, é filha de empregada doméstica, morou com avós até os sete anos em Casimiro de Abreu etc. Na coluna dos temas, perceba se os alunos registraram alguma dessas informações: os caminhos que uma pessoa pode percorrer para tornar-se ator/atriz, os episódios de racismo, características da vida no subúrbio do Rio de Janeiro etc. É provável que os jovens demonstrem dificuldades para identificar esses temas.
  • Durante o compartilhamento dos registros, é desejável que a conversa ultrapasse a ideia de “correção” de tarefa e dê espaço para as reflexões que o depoimento sugere. Você deve estar atento para observar como os alunos foram afetados pelos temas, como estabeleceram relações com suas vidas e pontos de vista e como se lançaram a questionamentos que ultrapassam as experiências pessoais.

Slide Plano Aula

Tempo estimado: 10 minutos

Orientações:

  • Retome o que foi colocado no início da aula:
  • a reconstituição do passado individual, em uma autobiografia, ocorre em dois níveis: o dos acontecimentos e o do seu significado;
  • a autobiografia pode se tornar, para quem a escreve ou dá um depoimento oral, um caminho de autodescoberta, por meio da qual o autor atribuiu um sentido à sua história;
  • como é impossível contar tudo o que foi vivido, é inevitável ocorrer uma “edição” dos fatos. O autor sempre irá reportar o passado fazendo escolhas, amplificando sentimentos, enfatizando ou minimizando alguns aspectos em detrimento de outros. O predomínio de um ponto de vista, os exageros, os julgamentos parciais, as omissões etc são naturais em textos narrados em primeira pessoa, isto é, quando o narrador é o protagonista e conta sua história.
  • Finalize com as perguntas: “O que vocês acham que Tatiana valorizou em seu depoimento? Quais opiniões ela elaborou sobre as experiências que viveu?”

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF67LP24 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano