14328
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 8º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Características do movimento de translação da terra

Plano de aula de Ciências com atividades para 8º ano do Fundamental sobre as principais características do movimento de translação da Terra.

Plano 03 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Hederson Vinicius de Souza

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta aula tem como objetivo distinguir as principais características do movimento de translação da Terra.

Professor, para aprofundar um pouco mais sobre a temática da aula fica a sugestão de pesquisa:

http://www.sbfisica.org.br/v1/novopion/index.php/links/simulacoes-e-animacoes

http://m3.ime.unicamp.br/dl/1-EHYJb4wNQ_MDA_aab79_

Material necessário para a seção Mão na massa por equipe:

  • 2 pregos, pinos ou outro material semelhante;
  • 1 folha de papel sulfite de tamanho A3 ou uma cartolina branca;
  • 2 metros de Linha ou barbante;
  • Lápis;
  • Superfície perfurável (folha de cortiça, madeira ou semelhante);
  • Régua.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresentar o título da aula. Lançar questões norteadoras que estimulem o interesse pelo tema proposto, tais como:

O que caracteriza o movimento de translação?

Quanto tempo dura o movimento de translação da Terra?

Qual é a velocidade do movimento de translação da Terra?

Apresentar o objetivo da aula: esta aula tem como objetivo distinguir as principais características do movimento de translação da Terra.

Agradeça a participação da turma.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Lance algumas questões norteadoras que estimulem a curiosidade pelo tema apresentado.

Qual é a importância do movimento de translação da Terra em torno do Sol?

Como o movimento de translação influencia no estabelecimento das estações do ano?

Agradeça a participação da turma.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Peça para a turma apresentar suas impressões. É possível incluir questões de apoio e que estimule a mobilização da turma, tais como:

A trajetória da Terra no movimento de translação é elíptica. E a razão se deve à lei que um astro girando em torno de outro de massa muito maior, este astro de massa maior passa a ocupar um dos focos da elipse e o astro de massa menor passa a executar um movimento elíptico em torno do astro de maior massa (na prática, esta é a primeira lei de Kepler, cientista que descobriu este fenômeno).

Existe algum planeta no sistema solar que apresente uma trajetória diferente?

Por ser uma lei que rege o movimento dos corpos celestes, não é possível que um planeta no sistema solar tenha outra trajetória.

Agradeça a participação da turma.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações: Dividir a turma em grupos. Cada equipe deve receber os seguintes materiais para construção da montagem:

Material necessário para a seção mão na massa:

  • 2 pregos, pinos ou outro material semelhante;
  • 1 folha de papel sulfite de tamanho A3 ou uma cartolina branca;
  • 2 metros de linha ou barbante;
  • Superfície perfurável (Folha de cortiça, madeira ou semelhante);
  • Régua;
  • Lápis.

Orientações para a montagem:

  • Fixar uma folha de cartolina na folha de cortiça ou de madeira;
  • Fixar um prego em cada ponto escolhido para ser o foco da elipse, onde o Sol está localizado num dos focos;
  • Usando uma régua comum, medir a distância entre os dois pregos fixos, a metade dessa distância representa o parâmetro a (ver figura anterior);
  • Fixar um ponto para representar o afélio (maior distância entre a Terra e o Sol);
  • Medir a distância entre o afélio e a posição do Sol, esta distância é dada por a+c (ver figura anterior);
  • Com os comprimentos de a e a+c, fazer a subtração: (a+c)- a=c;
  • Corte o barbante com o dobro da distância de c (descontando o valor para execução da fixação do barbante nos pregos);
  • Amarrar cada ponta do barbante em um prego;
  • Pôr um lápis por dentro da curva do barbante e executar o desenho, o qual é uma órbita elíptica semelhante à órbita da Terra em torno do Sol (um dos focos) e a curva representa a trajetória do movimento de Translação da Terra;
  • Sendo o afélio a maior distância da curva em relação ao foco (Sol) e o periélio a menor distância da Terra em relação ao foco.

Observações: ao disponibilizar pregos ou outros materiais perfurocortantes para o grupo de alunos, sugiro realizar este momento sob supervisão e manter bastante atenção para evitar possíveis acidentes. Sugiro também, antes de iniciar a atividade, alertar as equipes para os possíveis riscos da atividade e a forma segura de lidar com estes materiais.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações: Ao finalizar a montagem, as equipes devem se reunir para discutir a relação entre o movimento de translação da Terra e as estações do ano, e construir um documento colaborativo listando as suas principais características.

Caso a turma não consiga inicialmente identificar os pontos relevantes, aqui estão alguns pontos para iniciar a discussão e a produção do texto.

Se a Terra está a distâncias diferentes do Sol ao longo do ano, logo haverá uma iluminação diferente da superfície da Terra ao longo do ano. Será que isso contribui para a formação das estações do ano?

A inclinação do eixo da Terra será que aumenta este efeito de iluminação irregular da superfície da Terra?

As estações do ano são iguais e ocorrem ao mesmo tempo em toda superfície da Terra?

A mudança da distância da Terra em relação ao Sol ao longo do ano provoca uma iluminação irregular da superfície da Terra contribuindo formando as estações do ano. E a inclinação do eixo da Terra potencializa este fenômeno, especialmente longe da zona do Equador, ou seja, nas regiões temperadas.

As estações do ano não são iguais em todas as partes da Terra. Tendo como período regular, os seguintes períodos do ano em cada hemisfério:

No Hemisfério Sul:

  • Verão: 21 de dezembro até 20 de março
  • Outono: 21 de março até 20 de junho
  • Inverno: 21 de junho até 20 de setembro
  • Primavera: 21 de setembro até 20 de dezembro

No Hemisfério Norte:

  • Verão: 21 de junho até 20 de setembro
  • Outono: 21 de setembro até 20 de dezembro
  • Inverno: 21 de dezembro até 20 de março
  • Primavera: 21 de março até 20 de junho

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Contextualizar para o aluno que a importância do movimento de translação para o estabelecimento das estações do ano:

as estações do ano possuem características específicas e são marcadas pelas variações climáticas que dependem do movimento de translação. Isso é explicado devido à variação da incidência da luz do Sol na superfície terrestre devido a inclinação do eixo da Terra e sua esfericidade que potencializam a distribuição irregular da luz solar sobre a superfície terrestre.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta aula tem como objetivo distinguir as principais características do movimento de translação da Terra.

Professor, para aprofundar um pouco mais sobre a temática da aula fica a sugestão de pesquisa:

http://www.sbfisica.org.br/v1/novopion/index.php/links/simulacoes-e-animacoes

http://m3.ime.unicamp.br/dl/1-EHYJb4wNQ_MDA_aab79_

Material necessário para a seção Mão na massa por equipe:

  • 2 pregos, pinos ou outro material semelhante;
  • 1 folha de papel sulfite de tamanho A3 ou uma cartolina branca;
  • 2 metros de Linha ou barbante;
  • Lápis;
  • Superfície perfurável (folha de cortiça, madeira ou semelhante);
  • Régua.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresentar o título da aula. Lançar questões norteadoras que estimulem o interesse pelo tema proposto, tais como:

O que caracteriza o movimento de translação?

Quanto tempo dura o movimento de translação da Terra?

Qual é a velocidade do movimento de translação da Terra?

Apresentar o objetivo da aula: esta aula tem como objetivo distinguir as principais características do movimento de translação da Terra.

Agradeça a participação da turma.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Lance algumas questões norteadoras que estimulem a curiosidade pelo tema apresentado.

Qual é a importância do movimento de translação da Terra em torno do Sol?

Como o movimento de translação influencia no estabelecimento das estações do ano?

Agradeça a participação da turma.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Peça para a turma apresentar suas impressões. É possível incluir questões de apoio e que estimule a mobilização da turma, tais como:

A trajetória da Terra no movimento de translação é elíptica. E a razão se deve à lei que um astro girando em torno de outro de massa muito maior, este astro de massa maior passa a ocupar um dos focos da elipse e o astro de massa menor passa a executar um movimento elíptico em torno do astro de maior massa (na prática, esta é a primeira lei de Kepler, cientista que descobriu este fenômeno).

Existe algum planeta no sistema solar que apresente uma trajetória diferente?

Por ser uma lei que rege o movimento dos corpos celestes, não é possível que um planeta no sistema solar tenha outra trajetória.

Agradeça a participação da turma.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações: Dividir a turma em grupos. Cada equipe deve receber os seguintes materiais para construção da montagem:

Material necessário para a seção mão na massa:

  • 2 pregos, pinos ou outro material semelhante;
  • 1 folha de papel sulfite de tamanho A3 ou uma cartolina branca;
  • 2 metros de linha ou barbante;
  • Superfície perfurável (Folha de cortiça, madeira ou semelhante);
  • Régua;
  • Lápis.

Orientações para a montagem:

  • Fixar uma folha de cartolina na folha de cortiça ou de madeira;
  • Fixar um prego em cada ponto escolhido para ser o foco da elipse, onde o Sol está localizado num dos focos;
  • Usando uma régua comum, medir a distância entre os dois pregos fixos, a metade dessa distância representa o parâmetro a (ver figura anterior);
  • Fixar um ponto para representar o afélio (maior distância entre a Terra e o Sol);
  • Medir a distância entre o afélio e a posição do Sol, esta distância é dada por a+c (ver figura anterior);
  • Com os comprimentos de a e a+c, fazer a subtração: (a+c)- a=c;
  • Corte o barbante com o dobro da distância de c (descontando o valor para execução da fixação do barbante nos pregos);
  • Amarrar cada ponta do barbante em um prego;
  • Pôr um lápis por dentro da curva do barbante e executar o desenho, o qual é uma órbita elíptica semelhante à órbita da Terra em torno do Sol (um dos focos) e a curva representa a trajetória do movimento de Translação da Terra;
  • Sendo o afélio a maior distância da curva em relação ao foco (Sol) e o periélio a menor distância da Terra em relação ao foco.

Observações: ao disponibilizar pregos ou outros materiais perfurocortantes para o grupo de alunos, sugiro realizar este momento sob supervisão e manter bastante atenção para evitar possíveis acidentes. Sugiro também, antes de iniciar a atividade, alertar as equipes para os possíveis riscos da atividade e a forma segura de lidar com estes materiais.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações: Ao finalizar a montagem, as equipes devem se reunir para discutir a relação entre o movimento de translação da Terra e as estações do ano, e construir um documento colaborativo listando as suas principais características.

Caso a turma não consiga inicialmente identificar os pontos relevantes, aqui estão alguns pontos para iniciar a discussão e a produção do texto.

Se a Terra está a distâncias diferentes do Sol ao longo do ano, logo haverá uma iluminação diferente da superfície da Terra ao longo do ano. Será que isso contribui para a formação das estações do ano?

A inclinação do eixo da Terra será que aumenta este efeito de iluminação irregular da superfície da Terra?

As estações do ano são iguais e ocorrem ao mesmo tempo em toda superfície da Terra?

A mudança da distância da Terra em relação ao Sol ao longo do ano provoca uma iluminação irregular da superfície da Terra contribuindo formando as estações do ano. E a inclinação do eixo da Terra potencializa este fenômeno, especialmente longe da zona do Equador, ou seja, nas regiões temperadas.

As estações do ano não são iguais em todas as partes da Terra. Tendo como período regular, os seguintes períodos do ano em cada hemisfério:

No Hemisfério Sul:

  • Verão: 21 de dezembro até 20 de março
  • Outono: 21 de março até 20 de junho
  • Inverno: 21 de junho até 20 de setembro
  • Primavera: 21 de setembro até 20 de dezembro

No Hemisfério Norte:

  • Verão: 21 de junho até 20 de setembro
  • Outono: 21 de setembro até 20 de dezembro
  • Inverno: 21 de dezembro até 20 de março
  • Primavera: 21 de março até 20 de junho
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Contextualizar para o aluno que a importância do movimento de translação para o estabelecimento das estações do ano:

as estações do ano possuem características específicas e são marcadas pelas variações climáticas que dependem do movimento de translação. Isso é explicado devido à variação da incidência da luz do Sol na superfície terrestre devido a inclinação do eixo da Terra e sua esfericidade que potencializam a distribuição irregular da luz solar sobre a superfície terrestre.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 8º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08CI13 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano