14216
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Ditongos - ai, ei, ou

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do EF sobre Ditongos - ai, ei, ou

Plano 01 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Geovana Achtschin Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é de compreender acerca dos problemas relacionados à interferência da fala nos ditongos AI, EI, OU.

Materiais necessários: Aparelho de som, CD, atividade xerocopiada, quadro para sistematização do conteúdo.

Dificuldades antecipadas: Alunos que não estejam plenamente alfabetizados podem ter mais dificuldade em observar que a língua falada e a língua escrita são sistemas distintos, cada um obedecendo regras específicas.

Referências sobre o assunto: SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Orientação Técnica. Recuperação Língua Portuguesa – Aprender os padrões da linguagem escrita de modo reflexivo : unidade II – Palavra cantada : Desvios dos padrões de escrita : interferência da variedade linguística falada – Livro do Professor / Secretaria Municipal de Educação. – São Paulo : SME/ DOT, 2011. - 80p. : il. Disponílvel em: http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Portals/1/Files/16462.pdf

ADAMOLI, M. A. Aquisição dos ditongos orais mediais na escrita infantil: uma discussão entre ortografia e fonologia. 2006. 119f. Dissertação – Curso de Mestrado em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

ADAMOLI, M. A. As diferentes grafias dos ditongos variáveis em textos de escrita inicial. Dissertação – Curso de Mestrado em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/viewFile/1624/1507;

PAIVA, M. C. A. Supressão das semivogais nos ditongos decrescentes. In: OLIVEIRA E SILVA, G.M & SCHERRE, M.M.P. (orgs.) Padrões sociolinguísticos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Converse com a classe que durante esta aula eles terão a oportunidade de perceber que música e ortografia é uma ótima combinação. Ressalte a importância dos ouvidos estarem bem atentos durante toda a atividade para perceberem o valor sonoro das palavras. Inicialmente as cantigas não deverão ser projetadas para os estudantes.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Cante as cantigas O cravo brigou com a rosa, Alecrim, A canoa virou e Ciranda, cirandinha com toda a classe.
  • Utilize o som para as crianças apreciarem as melodias.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Entregue uma cópia das cantigas para cada aluno.
  • Explique aos estudantes que antigamente, quando ainda não havia CD, não era comum os “discos” apresentarem as letras das canções (se você conseguir, pode levar um disco como exemplo). As pessoas precisavam “tirar a letra”, isto é, ouvir várias vezes a música até conseguir transcrever a letra para poder cantar junto com o músico.
  • Peça que preencham o texto com as palavras ausentes.
  • Sugira que alguns aprendizes escrevam suas hipóteses no quadro.
  • Faça considerações referentes à escrita dos ditongos com pronúncia reduzida, pois no tocante à grafia dos ditongos variáveis, é muito comum os alunos suprimirem as semivogais ‘i’ e ‘u’ tal qual o fazem em sua língua falada. Exemplo disso será na escrita da palavra brigou que poderá ser escrita equivocadamente como brigo. Diante disso, se o aprendiz que escolheu para ir no quadro escrever a palavra corretamente, pergunte se algum outro aluno escreveu diferente e certifique. É comum a pronúncia do ditongo ou ser feita como se fosse o e a pronúncia ei ser feita como se fosse e.
  • Ressalte que todos os verbos da 3ª pessoa do singular do pretérito do indicativo terminam com OU. Exemplos: ele brigou, ele jogou, ele pulou. E que alguns ditongos, se apagados da sílaba, podem alterar o significado da palavra, como em soube que pode ficar sobe.
  • Enquanto desenvolve com a classe as descobertas, vá registrando e organizando no quadro algumas informações importantes.

Materiais complementares: caso julgue necessário, para acessar algumas considerações referentes aos ditongos com pronúncia reduzida clique aqui. Para impressão do texto clique aqui e para resolução clique aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia das cantigas para cada aluno.
  • Explique aos estudantes que antigamente, quando ainda não havia CD, não era comum os “discos” apresentarem as letras das canções (se você conseguir, pode levar um disco como exemplo). As pessoas precisavam “tirar a letra”, isto é, ouvir várias vezes a música até conseguir transcrever a letra para poder cantar junto com o músico.
  • Peça que preencham o texto com as palavras ausentes.
  • Sugira que alguns aprendizes escrevam suas hipóteses no quadro.
  • Professor, faça considerações referentes à escrita dos ditongos com pronúncia reduzida, pois no tocante à grafia dos ditongos variáveis, é muito comum os alunos suprimirem as semivogais ‘i’ e ‘u’ tal qual o fazem em sua língua falada. Exemplo disso será na escrita da palavra brigou que poderá ser escrita equivocadamente como brigo. Diante disso, se o aprendiz que escolheu para ir no quadro escrever a palavra corretamente, pergunte se algum aluno escreveu diferente e certifique. É comum a pronúncia do ditongo ou ser feita como se fosse o e a pronúncia ei ser feita como se fosse e.
  • Ressalte que todos os verbos da 3ª pessoa do singular do pretérito do indicativo terminam com OU. Exemplos: ele brigou, ele jogou, ele pulou. E que alguns ditongos, se apagados da sílaba, podem alterar o significado da palavra, como em soube que pode ficar sobe.
  • Enquanto desenvolve com a classe as descobertas, vá registrando e organizando no quadro algumas informações importantes.

Materiais complementares: caso julgue necessário, para acessar algumas considerações referentes aos ditongos com pronúncia reduzida clique aqui. Para impressão do texto clique aqui e para resolução clique aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

  • Após mediar as descobertas referentes a interferência da fala sobre a escrita dos ditongos ai, ei e ou, oriente as crianças que façam os respectivos registros em seus cadernos.

Materiais complementares: Clique aqui para impressão da atividade de descoberta.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é de compreender acerca dos problemas relacionados à interferência da fala nos ditongos AI, EI, OU.

Materiais necessários: Aparelho de som, CD, atividade xerocopiada, quadro para sistematização do conteúdo.

Dificuldades antecipadas: Alunos que não estejam plenamente alfabetizados podem ter mais dificuldade em observar que a língua falada e a língua escrita são sistemas distintos, cada um obedecendo regras específicas.

Referências sobre o assunto: SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Orientação Técnica. Recuperação Língua Portuguesa – Aprender os padrões da linguagem escrita de modo reflexivo : unidade II – Palavra cantada : Desvios dos padrões de escrita : interferência da variedade linguística falada – Livro do Professor / Secretaria Municipal de Educação. – São Paulo : SME/ DOT, 2011. - 80p. : il. Disponílvel em: http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Portals/1/Files/16462.pdf

ADAMOLI, M. A. Aquisição dos ditongos orais mediais na escrita infantil: uma discussão entre ortografia e fonologia. 2006. 119f. Dissertação – Curso de Mestrado em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

ADAMOLI, M. A. As diferentes grafias dos ditongos variáveis em textos de escrita inicial. Dissertação – Curso de Mestrado em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/viewFile/1624/1507;

PAIVA, M. C. A. Supressão das semivogais nos ditongos decrescentes. In: OLIVEIRA E SILVA, G.M & SCHERRE, M.M.P. (orgs.) Padrões sociolinguísticos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Converse com a classe que durante esta aula eles terão a oportunidade de perceber que música e ortografia é uma ótima combinação. Ressalte a importância dos ouvidos estarem bem atentos durante toda a atividade para perceberem o valor sonoro das palavras. Inicialmente as cantigas não deverão ser projetadas para os estudantes.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Cante as cantigas O cravo brigou com a rosa, Alecrim, A canoa virou e Ciranda, cirandinha com toda a classe.
  • Utilize o som para as crianças apreciarem as melodias.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Entregue uma cópia das cantigas para cada aluno.
  • Explique aos estudantes que antigamente, quando ainda não havia CD, não era comum os “discos” apresentarem as letras das canções (se você conseguir, pode levar um disco como exemplo). As pessoas precisavam “tirar a letra”, isto é, ouvir várias vezes a música até conseguir transcrever a letra para poder cantar junto com o músico.
  • Peça que preencham o texto com as palavras ausentes.
  • Sugira que alguns aprendizes escrevam suas hipóteses no quadro.
  • Faça considerações referentes à escrita dos ditongos com pronúncia reduzida, pois no tocante à grafia dos ditongos variáveis, é muito comum os alunos suprimirem as semivogais ‘i’ e ‘u’ tal qual o fazem em sua língua falada. Exemplo disso será na escrita da palavra brigou que poderá ser escrita equivocadamente como brigo. Diante disso, se o aprendiz que escolheu para ir no quadro escrever a palavra corretamente, pergunte se algum outro aluno escreveu diferente e certifique. É comum a pronúncia do ditongo ou ser feita como se fosse o e a pronúncia ei ser feita como se fosse e.
  • Ressalte que todos os verbos da 3ª pessoa do singular do pretérito do indicativo terminam com OU. Exemplos: ele brigou, ele jogou, ele pulou. E que alguns ditongos, se apagados da sílaba, podem alterar o significado da palavra, como em soube que pode ficar sobe.
  • Enquanto desenvolve com a classe as descobertas, vá registrando e organizando no quadro algumas informações importantes.

Materiais complementares: caso julgue necessário, para acessar algumas considerações referentes aos ditongos com pronúncia reduzida clique aqui. Para impressão do texto clique aqui e para resolução clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia das cantigas para cada aluno.
  • Explique aos estudantes que antigamente, quando ainda não havia CD, não era comum os “discos” apresentarem as letras das canções (se você conseguir, pode levar um disco como exemplo). As pessoas precisavam “tirar a letra”, isto é, ouvir várias vezes a música até conseguir transcrever a letra para poder cantar junto com o músico.
  • Peça que preencham o texto com as palavras ausentes.
  • Sugira que alguns aprendizes escrevam suas hipóteses no quadro.
  • Professor, faça considerações referentes à escrita dos ditongos com pronúncia reduzida, pois no tocante à grafia dos ditongos variáveis, é muito comum os alunos suprimirem as semivogais ‘i’ e ‘u’ tal qual o fazem em sua língua falada. Exemplo disso será na escrita da palavra brigou que poderá ser escrita equivocadamente como brigo. Diante disso, se o aprendiz que escolheu para ir no quadro escrever a palavra corretamente, pergunte se algum aluno escreveu diferente e certifique. É comum a pronúncia do ditongo ou ser feita como se fosse o e a pronúncia ei ser feita como se fosse e.
  • Ressalte que todos os verbos da 3ª pessoa do singular do pretérito do indicativo terminam com OU. Exemplos: ele brigou, ele jogou, ele pulou. E que alguns ditongos, se apagados da sílaba, podem alterar o significado da palavra, como em soube que pode ficar sobe.
  • Enquanto desenvolve com a classe as descobertas, vá registrando e organizando no quadro algumas informações importantes.

Materiais complementares: caso julgue necessário, para acessar algumas considerações referentes aos ditongos com pronúncia reduzida clique aqui. Para impressão do texto clique aqui e para resolução clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

  • Após mediar as descobertas referentes a interferência da fala sobre a escrita dos ditongos ai, ei e ou, oriente as crianças que façam os respectivos registros em seus cadernos.

Materiais complementares: Clique aqui para impressão da atividade de descoberta.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 4º ano :

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04LP02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano