14192
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Adaptação dos bebês na escola

POR: Fernanda Alves da Silva 30/11/2018
Código: EDI1_01UND05

1º ano / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI01ET03) Explorar o ambiente pela ação e observação, manipulando, experimentando e fazendo descobertas.

(EI01EF06) Comunicar-se com outras pessoas usando movimentos, gestos, balbucios, fala e outras formas de expressão.

(EI01EO06) Interagir com outras crianças da mesma faixa etária e adultos, adaptando-se ao convívio social.

Plano de atividade de Educação Infantil com atividades para Bebês sobre a exploração do ambiente pela ação e observação

Resumo

ilustracao

Nos primeiros dias na creche, organize um passeio para que crianças mais velhas apresentem a instituição aos bebês e a seus pais.

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para esta atividade é importante que os bebês já se sintam vinculados de alguma forma com o professor. No momento da matrícula e/ou na reunião de família que antecede o início do ano escolar, faça alguns combinados referente a proposta de adaptação. Explique a atividade e solicite que o familiar e/ou alguém que o bebê tenha confiança e intimidade (padrinho, madrinha, tio ou tia) se organize para acompanhá-lo. Informe à gestão da escola sobre o passeio que irá fazer com os bebês, apresentando todos os ambientes da escola.Faça um painel na parede na altura dos bebês com fotos dos ambientes da escola. Combine com professores de outra sala, da turma de crianças bem pequenas oupequenas, que indiquem algumas crianças que possam apresentar os ambientes da escola para os bebês.

Materiais: Fotos dos ambientes da escola, bolinha de sabão, caderno de anotação ecâmera digital ou celular.

Espaços:

Planeje a atividade inicial para a sala de referência e depois apresentando os ambientes da escola, faça pequenos grupos (de 5 a 6 bebês).

Tempo sugerido:

Aproximadamente 2 horas

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como os bebês exploram os ambientes?

2. Como os bebês se expressam ao conhecer novos ambientes?

3.Como os bebês interagem com as outras crianças e professor?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Garanta que todos os bebês tenham oportunidade de explorar o espaço. Proponha apoios e adaptações necessárias para atender as necessidades de cada grupo.

O que fazer durante?

1

Na sala de referência com o pequeno grupo (de 5 a 6 bebês) faça uma roda e converse com os bebês e os adultos que os acompanham sobre a importância de conhecer os ambientes da escola.


2

Convide os bebês a observar o painel de fotos dos ambientes da escola organizado na sala. Mostre para cada um as fotos individualmente e apresente os ambientes através delas. Descreva para eles o que tem nesses espaços e conte que eles irão conhecer esses ambientes em breve. Observe seus gestos e expressões neste momento.

Possíveis falas do professor neste momento: Olhe este lugar que fica aqui na escola. Você já viu este parque? Vamos conhecer comigo?

Possíveis ações da criança neste momento: O bebê pode olhar atentamente para a foto e passar a mão por cima ou pode apontar indicando algum lugar.


3

Convide as crianças pequenas (de outra turma) para entrar na sala acompanhadas pelo professor. Apresente-os para o pequeno grupo e informe que eles irão apresentar os ambientes da escola para os bebês. Cada criança deverá acompanhar um bebê. Incentive os bebês que já andam a segurar nas mãos das crianças pequenas. Os adultos devem acompanhar o percurso, deixando os bebês a frente com as crianças pequenas. Observe como cada bebê interage com as outras crianças. Registre o momento com foto para fins de documentação pedagógica.


4

Faça o percurso pela escola. A cada ambiente apresentado, reserve um tempo para as crianças explorarem os espaços. Garanta que os bebês que engatinham conheçam o espaço, deixando eles no chão. Para aqueles que não engatinham, proponha apoios necessários para que participem do momento. Observe seus gestos, expressões, iniciativas de interações nos ambientes com outras crianças e de que maneira exploram os materiais, objetos e brinquedos. Convide as crianças pequenas para dizer o que aquele ambiente representa. Observe atentamente e aproveite para fazer registros escritos das expressões dos bebês e das interações com as outras crianças e adultos.


Para finalizar:

Para finalizar, deixe o parque/praça como último ambiente a ser apresentado. Convideos bebês para brincar com as outras crianças. Observe a interação deles com o ambiente, com as outras crianças e professor. Aqueles que estiverem confortáveis, solicite ao adulto responsável que se afaste um pouco para que, dessa maneira, sejam estabelecidos vínculos com o bebê. Brinque com os bebês e apoie-os a subirem no escorregador, embalando nos balanços ou até mesmo propondo uma brincadeira, como bolinha de sabão.

Desdobramentos

Se possível, você deverá dividir a sala em dois grupos em horários diferentes para fazer a atividade, pois neste momento o professor deverá ter o maior contato possível com os bebês. Observe como o bebê está se adaptando, se possível convide novamente as famílias até que ele esteja adaptado. Neste plano de atividade você também pode propor uma brincadeira com bola, pipa de mão e bexigas no parque. Após a adaptação, faça novamente esse passeio pela escola somente com os bebês.

Engajando as famílias

Faça um painel no corredor e envie para casa dos bebês um convite chamando a família para apreciar o painel que deve ser feito com as fotos e falas deles e do responsável que o acompanhou no momento da adaptação. Procure mostrar como foi prazeroso e importante esse momento, podendo assim construir uma relação de parceria entre família e escola.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Fernanda Alves da Silva

Mentora: Adriana Silva da Costa Vidaletti

Especialista do subgrupo etário: Ana Teresa Gavião

Campos de Experiência:  O eu, o outro e o nós.

Escuta, fala, pensamento e imaginação.

Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.

Objetivos e códigos da Base:

(EI01ET03) Explorar o ambiente pela ação e observação, manipulando, experimentando e fazendo descobertas.

(EI01EO06) Interagir com outras crianças da mesma faixa etária e adultos, adaptando-se ao convívio social.

(EI01EF06) Comunicar-se com outras pessoas usando movimentos, gestos, balbucios, fala e outras formas de expressão.

Abordagem didática:  O período de adaptação do bebê e da família é uma experiência intensa e muito importante, que demanda tranquilidade e acolhimento. A escola de  Educação Infantil tende a ser o primeiro espaço diferente do núcleo familiar frequentado pelo bebê. Portanto, são muitas novidades: sons, cheiros, sabores, objetos, pessoas e espaços.

A adaptação precisa acontecer de forma gradativa e flexível. É importante reconhecer e valorizar diferenças, interesses e necessidades dos bebês, promovendo aproximações e interações intensas entre educador e crianças.

Paulatinamente, as crianças bem acolhidas sentem-se seguras para explorar o novo ambiente, construir vínculos com os pares e os professores, aprender e se desenvolver. Nos primeiros dias, a permanência é mais curta e acompanhada por um adulto responsável. Aos poucos, conforme fica mais tranquilo e envolvido com objetos, brinquedos e pares, a permanência aumenta.  

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADE 05

Adaptação dos bebês na escola

VOCÊ ESTÁ AQUI

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes