9852
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Matemática > 4º ano > Geometria

Plano de aula - Identificando lados paralelos e ângulos retos em quadriláteros

Plano de aula de matemática com atividades para 4 do Fundamental sobre identificar lados paralelos e ângulos retos em quadriláteros.

Plano 03 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Paula Burkardt Moreira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
ESTE É UM CONTEÚDO PARA O SAEB Ver Mais >
 

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Paula Burkardt Moreira

Mentor: Paula Massi Reis Pires

Especialista de área: Priscilla Mendes Cerqueira



Habilidade da BNCC

EF04MA18 - Reconhecer ângulos retos e não retos em figuras poligonais com o uso de dobraduras, esquadros ou softwares de geometria.

Objetivos específicos

Identificar lados paralelos e ângulos retos em quadriláteros.

Conceito-chave

Quadriláteros, retas paralelas, retas perpendiculares, ângulo reto.

Recursos necessários

  • Lousa
  • Geoplano
  • Régua
  • Papel A4
  • Atividade Principal, Raio X e atividades complementares impressas


Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.

Aquecimento. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Projete a imagem no quadro ou entregue uma folha impressa para cada aluno fazer a atividade individualmente. Questione quantos segmentos de reta compõem a figura, quais os segmentos paralelos, quais os segmentos perpendiculares e quais os nomes dos polígonos que formam a figura.

Aquecimento

Resolução do Aquecimento

Propósito: Retomar o conceito de retas paralelas, retas perpendiculares e polígonos.

Discuta com a turma: Sugira que os alunos deem exemplos de objetos que apresentem segmentos de reta paralelos ou perpendiculares. Questione se os alunos conhecem outros polígonos e pede que deem exemplos.

Atividade principal. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: O professor projeta ou mostra as imagens na lousa desenhadas sobre a malha pontilhada.

Entrega-se um geoplano e 8 elásticos para cada aluno. Se não houver geoplano disponível na escola, pode-se trabalhar com a malha pontilhada.

Cada aluno deve fazer, individualmente, as suas próprias observações.

Depois de um tempo o professor propõe que a turma divida-se em grupos de 2 ou 3 alunos e propõe que sejam discutidos entre eles os critérios para fazer os agrupamentos.

Utilize o guia de intervenções para orientar-se nas possíveis dificuldades dos alunos.

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Propósito: Identificar ângulos retos e paralelismo entre os lados de quadriláteros.

Discuta com a turma:

  • O que vocês perceberam em relação aos ângulos destes quadriláteros?
  • Todos estes quadriláteros são formados exclusivamente por ângulos retos?
  • O que vocês perceberam quantos aos lados destes quadriláteros?
  • Existem pares de lados paralelos em algum destes quadriláteros?

Discussão das soluções. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientação: Peça para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum desses aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafie os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

  • No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.
  • No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos enquanto o da direita não apresenta ângulos retos. Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto, não podemos dizer que formam um par.
  • No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.
  • No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafie os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

  • No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.
  • No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.
  • No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.
  • No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Neste caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • As opções encontradas pelos grupos foram sempre as mesmas?
  • Quais foram as soluções encontradas pelos grupos?
  • Será que podem existir outros critérios diferentes desses que foram apresentados?

Discussão das soluções. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Peça para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum destes aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto não podemos dizer que formam um par.

- No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.

- No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, o professor mostra os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.

- No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Neste caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • Vocês observaram semelhanças em todos os pares?
  • Que semelhanças entre estes pares vocês conseguiram observar?
  • Que diferenças entre estes pares vocês conseguiram observar?

Discussão das soluções. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: O professor pede para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum desses aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos. Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto, não podemos dizer que formam um par.

- No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.

- No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.

- No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Nesse caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • Vocês observaram semelhanças em todos os pares?
  • Que semelhanças entre estes pares vocês conseguiram observar?
  • Que diferenças entre estes pares vocês conseguiram observar?

Discussão das soluções. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Peça para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum destes aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto não podemos dizer que formam um par.

- No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.

- No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.

- No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Neste caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • Vocês observaram semelhanças em todos os pares?
  • Que semelhanças entre estes pares vocês conseguiram observar?
  • Que diferenças entre estes pares vocês conseguiram observar?

Sistematização do conceito. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientação: A partir dos conceitos de retas paralelas, ângulos retos e quadriláteros estudados previamente, e com o reforço durante o aquecimento e a atividade principal, o aluno é capaz de identificar lados paralelos e ângulos retos em quadriláteros.

Propósito: Sistematizar as características dos quadriláteros.

Discuta com a turma:

  • Quantos lados paralelos e quantos ângulos retos apresentam um quadrado?
  • Quantos lados paralelos e quantos ângulos retos apresentam um losango?

Raio X. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Oriente os alunos para que, individualmente, desenhem sobre a malha pontilhada dois quadriláteros diferentes que apresentem dois pares de lados paralelos e os quatro ângulos retos e outros dois quadriláteros diferentes que apresentem dois pares de lados paralelos e ângulos não retos.

Propósito: Verificar se os alunos aplicam os conhecimentos adquiridos e avaliar os conhecimentos de cada um.

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Encerramento. select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Encerre a aula comentando que eles aprenderam a identificar retas paralelas e ângulos retos em quadriláteros. Faça um resumo da atividade falando que, a partir da observação de possíveis pares formados, podemos identificar quadriláteros formados por um ou dois pares de retas paralelas ou até mesmo não existirem lados paralelos em quadriláteros. Também podemos identificar quadriláteros formados por um, dois ou quatro ângulos retos.

Propósito: Sintetizar as características dos quadriláteros.

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Paula Burkardt Moreira

Mentor: Paula Massi Reis Pires

Especialista de área: Priscilla Mendes Cerqueira



Habilidade da BNCC

EF04MA18 - Reconhecer ângulos retos e não retos em figuras poligonais com o uso de dobraduras, esquadros ou softwares de geometria.

Objetivos específicos

Identificar lados paralelos e ângulos retos em quadriláteros.

Conceito-chave

Quadriláteros, retas paralelas, retas perpendiculares, ângulo reto.

Recursos necessários

  • Lousa
  • Geoplano
  • Régua
  • Papel A4
  • Atividade Principal, Raio X e atividades complementares impressas

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Projete a imagem no quadro ou entregue uma folha impressa para cada aluno fazer a atividade individualmente. Questione quantos segmentos de reta compõem a figura, quais os segmentos paralelos, quais os segmentos perpendiculares e quais os nomes dos polígonos que formam a figura.

Aquecimento

Resolução do Aquecimento

Propósito: Retomar o conceito de retas paralelas, retas perpendiculares e polígonos.

Discuta com a turma: Sugira que os alunos deem exemplos de objetos que apresentem segmentos de reta paralelos ou perpendiculares. Questione se os alunos conhecem outros polígonos e pede que deem exemplos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: O professor projeta ou mostra as imagens na lousa desenhadas sobre a malha pontilhada.

Entrega-se um geoplano e 8 elásticos para cada aluno. Se não houver geoplano disponível na escola, pode-se trabalhar com a malha pontilhada.

Cada aluno deve fazer, individualmente, as suas próprias observações.

Depois de um tempo o professor propõe que a turma divida-se em grupos de 2 ou 3 alunos e propõe que sejam discutidos entre eles os critérios para fazer os agrupamentos.

Utilize o guia de intervenções para orientar-se nas possíveis dificuldades dos alunos.

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Propósito: Identificar ângulos retos e paralelismo entre os lados de quadriláteros.

Discuta com a turma:

  • O que vocês perceberam em relação aos ângulos destes quadriláteros?
  • Todos estes quadriláteros são formados exclusivamente por ângulos retos?
  • O que vocês perceberam quantos aos lados destes quadriláteros?
  • Existem pares de lados paralelos em algum destes quadriláteros?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientação: Peça para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum desses aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafie os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

  • No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.
  • No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos enquanto o da direita não apresenta ângulos retos. Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto, não podemos dizer que formam um par.
  • No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.
  • No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafie os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

  • No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.
  • No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.
  • No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.
  • No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Neste caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • As opções encontradas pelos grupos foram sempre as mesmas?
  • Quais foram as soluções encontradas pelos grupos?
  • Será que podem existir outros critérios diferentes desses que foram apresentados?
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Peça para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum destes aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto não podemos dizer que formam um par.

- No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.

- No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, o professor mostra os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.

- No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Neste caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • Vocês observaram semelhanças em todos os pares?
  • Que semelhanças entre estes pares vocês conseguiram observar?
  • Que diferenças entre estes pares vocês conseguiram observar?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: O professor pede para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum desses aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos. Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto, não podemos dizer que formam um par.

- No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.

- No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.

- No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Nesse caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • Vocês observaram semelhanças em todos os pares?
  • Que semelhanças entre estes pares vocês conseguiram observar?
  • Que diferenças entre estes pares vocês conseguiram observar?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos.

Orientações: Peça para que cada grupo apresente as suas soluções. Os outros grupos observarão as soluções apresentadas e irão verbalizar o critério pensado pelo grupo que está apresentando a sua solução. É esperado que apareçam alguns critérios diferentes. É importante deixar claro que não existe a solução certa ou errada na realização da atividade, mas sim maneiras diferentes de pensar a escolha dos pares.

A partir da discussão de soluções encontradas, passaremos para o slide 6, 7 e 8, em que poderemos observar alguns critérios possíveis de formação de pares.

No slide 6, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por terem dois pares de lados paralelos. Quanto aos ângulos o quadrilátero da esquerda apresenta os quatro ângulos retos, enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos e o da direita não apresenta lados paralelos. Quanto aos ângulos se assemelham, pois nenhum deles apresenta ângulos retos.

- No par da esquerda da parte inferior, os quadriláteros se assemelham por terem um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, os quadriláteros não se assemelham nem em relação ao número de lados paralelos e nem ao número de ângulos retos. Portanto este último agrupamento não formaria um par por não se assemelhar em nenhum destes aspectos.

No slide 7, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, os quadriláteros se assemelham por não apresentarem ângulos retos. Quanto aos lados, o quadrilátero da esquerda apresenta dois pares de lados paralelos enquanto o da direita não apresenta lados paralelos.

- No par da direita da parte superior, o quadrilátero da esquerda possui dois pares de lados paralelos e o da esquerda não possui lados paralelos. Quanto aos ângulos, o quadrilátero da esquerda possui quatro ângulos retos enquanto o da direita não apresenta ângulos retos.Os quadriláteros não se assemelham nem em relação aos lados, nem em relação aos ângulos. Portanto não podemos dizer que formam um par.

- No par da esquerda da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos retos, embora em quantidades diferentes.

- No par da direita da parte inferior, o quadrilátero da esquerda apresenta um par de lados paralelos e dois ângulos retos, enquanto o da direita apresenta dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto. Pode-se caracterizar um par por apresentarem lados paralelos e ângulos não retos.

No slide 8, mostre os pares de quadriláteros da figura e desafia os alunos a tentar entender quais os critérios utilizados para fazerem estes agrupamentos. Observa-se que:

- No par da esquerda da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e quatro ângulos retos.

- No par da direita da parte superior, ambos os quadriláteros apresentam dois pares de lados paralelos e nenhum ângulo reto.

- No par da esquerda da parte inferior, ambos os quadriláteros apresentam um par de lados paralelos e dois ângulos retos.

- No par da direita da parte inferior, nenhum dos dois apresentam lados paralelos ou ângulos retos.

Neste caso os quatro agrupamentos podem ser considerados pares por terem características em comum.

Propósito: Fazer com que o aluno entenda que existem diferentes formas de agrupar os quadriláteros, dependendo dos critérios utilizados.

Discuta com a turma:

  • Vocês observaram semelhanças em todos os pares?
  • Que semelhanças entre estes pares vocês conseguiram observar?
  • Que diferenças entre estes pares vocês conseguiram observar?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientação: A partir dos conceitos de retas paralelas, ângulos retos e quadriláteros estudados previamente, e com o reforço durante o aquecimento e a atividade principal, o aluno é capaz de identificar lados paralelos e ângulos retos em quadriláteros.

Propósito: Sistematizar as características dos quadriláteros.

Discuta com a turma:

  • Quantos lados paralelos e quantos ângulos retos apresentam um quadrado?
  • Quantos lados paralelos e quantos ângulos retos apresentam um losango?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Oriente os alunos para que, individualmente, desenhem sobre a malha pontilhada dois quadriláteros diferentes que apresentem dois pares de lados paralelos e os quatro ângulos retos e outros dois quadriláteros diferentes que apresentem dois pares de lados paralelos e ângulos não retos.

Propósito: Verificar se os alunos aplicam os conhecimentos adquiridos e avaliar os conhecimentos de cada um.

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Encerre a aula comentando que eles aprenderam a identificar retas paralelas e ângulos retos em quadriláteros. Faça um resumo da atividade falando que, a partir da observação de possíveis pares formados, podemos identificar quadriláteros formados por um ou dois pares de retas paralelas ou até mesmo não existirem lados paralelos em quadriláteros. Também podemos identificar quadriláteros formados por um, dois ou quatro ângulos retos.

Propósito: Sintetizar as características dos quadriláteros.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Geometria do 4º ano :

Com o plano de aula sobre geometria, os alunos aprendem paralelismo e perpendicularismo e aplicação em situações de localização espacial; identificação de ângulos retos e não retos, reconhecimento de figuras planas e algumas propriedades, reconhecimento e análise de figuras não planas, suas características e representações.

MAIS AULAS DE Matemática do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04MA18 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Curso relacionado ao Plano

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Matemática

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano