14114
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Leitura/Escuta

Plano de aula - Como identificar o ponto de vista em um artigo de opinião

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre Como identificar o ponto de vista em um artigo de opinião

Plano 02 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cláudia De Jesus Abreu Feitoza

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 2ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero artigo de opinião e no campo de atuação jornalístico/midiático. A aula faz parte do módulo de Leitura compartilhada e autônoma.

Materiais necessários: Imagens projetadas no quadro ou impressas, na falta de projetor. Artigo de opinião “Meu celular, minha vida” impresso e atividades 1 e 2 (projetadas ou impressas).

Informações sobre o gênero: O artigo de opinião faz parte do campo midiático da esfera jornalística, pode aparecer em jornais/revistas (impressos e virtuais) e sites. Tem por objetivo convencer o leitor a respeito de um tema polêmico, isto é, que divide a sociedade e precisa ser de interesse social.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem ter dificuldade em construir a tese a partir do tema e diferenciá-la de argumentos.

Referências sobre o assunto:

Faculdade de Educação - UFMG. Glossário Ceale (Centro de Alfabetização,Leitura e Escrita). - Universidade Federal de Minas Gerais. Disponível em: http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/glossarioceale/verbetes/esferas-ou-campos-de-atividade-humana. Acesso em 29.07.2018 .

MARCUSCHI, L. A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, A. P.; MACHADO, A. R.; BEZERRA, M. A. (Orgs.). Gêneros textuais & ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002. p. 19-36.

FEITOZA, , C. de J. A. ; Mendes, M. H. P. Um estudo do gênero artigo de opinião: procedimentos para torná-lo um objeto ensinável. Revista Horizontes. Vol.28,n. 02,2010.

Disponível em: http://www.usf.edu.br/publicacoes/edicoes-exibir/75267521/horizontes+volume+28+numero+02+2010.htm. acesso em 29.07.2018.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta de trabalho para os alunos questionando se eles sabem o que é opinar e em que tipo de situação eles fazem isso.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Questione os alunos o que eles entendem dessa imagem projetada na tela.
  • Uma outra forma de fazer esta abertura da aula é levar apenas o número 6 impresso na sala e questionar aos alunos o que cada um vê, ora virando para ser 6, ora para ser 9.
  • Leve-os a reconhecer e verbalizar a interpretação dada na ilustração.
  • Pergunte o qual “objeto” está no centro da discussão e qual a opinião de cada homem sobre ele.
  • Questione aos alunos qual deles tem razão.
  • Para qualificar as respostas dadas pelos alunos, você deve ter por base as seguintes informações: O “objeto” pode ser o número 6 ou 9 a depender do ponto de vista, por isso, não podemos dizer que um ou outro homem estejam errados, na verdade, estão vendo o mesmo objeto, mas com diferentes pontos de vista. Esta é a expressão-chave para esta aula.

7. Com base nesta análise inicial, peça aos alunos para construir oralmente uma hipótese sobre : o que é opinar?

8. Espera-se que os alunos cheguem à conclusão de que é opinar é defender um ponto de vista.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 min

Orientações:

  • Projete o slide em tela e explique brevemente aos alunos sobre o autor de que irão ler o texto e explique que agora irão identificar o ponto de vista em um artigo de opinião.
  • Distribua uma cópia para leitura compartilhada do texto “Meu celular, minha vida” (Frei Betto). Para acessar a versão para imprimir do texto, clique aqui.
  • Antes da leitura, faça uma provocação sobre o título do texto. Pergunte se os alunos sabem sobre o que o texto vai tratar e pergunte se eles reconhecem no texto uma relação com outra frase em outro contexto.
  • Espera-se que os alunos apresentam a hipótese de que o texto irá falar sobre as pessoas não viverem sem celular e reconheçam a intertextualidade presente no slogan “Minha casa, minha vida” do Programa habitacional do governo em evidência na mesma época em que o artigo foi escrito.
  • Em seguida, faça a leitura compartilhada com os alunos e distribua a atividade 1 acessando-a aqui (roteiro de questões), que pode ser realizada em duplas. Se preferir, deixe-a projetada no quadro a partir do slide seguinte para que os alunos apenas respondam no caderno.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Distribua o roteiro e peça para os alunos responderem em dupla.
  • Incentive os alunos a responderem as questões grifando informações no texto, mas elaborando as respostas usando as próprias palavras ou parafraseando o texto ou recorrendo a trechos dele para justificar.
  • Para avaliar as respostas dadas pelos alunos, considere as seguintes informações:

Questão 1: A tese defendida é que o uso do celular é tão nocivo que é tido como doença (nomofobia), termo que se originou da junção da expressão “ “no mobile phobia”. Ele afirma que as pessoas estão viciadas no celular, conforme indica o trecho “para qualquer lugar que se olhe, as pessoas estão atentas ao celular – rua, restaurante, local de trabalho, ônibus, metrô, escola, e até igreja” e esse vício está relacionado às redes sociais que trazem uma espécie de hipnose coletiva.

Questão 2: Explique aos alunos que a palavra “anais”, nesse caso, é o nome dado academicamente às publicações do meio científico após eventos e congressos de divulgação científica. Isso comprova que no meio científico a doença já existe, já está “catalogada”

Questão 3: Ele explica que há várias pessoas no consultório tratando o problema, como crianças, jovens e adultos que vão se tratar porque não consegue se desconectar do aparelho e vivem conectados a ele 24h do dia. Portanto, pode-se deduzir que, sim, o uso excessivo do celular é doença.

Questão 4: a) as famílias estão cada vez mais afastadas, não se relacionam mais para conversar; b) Muitos casamentos estão se desfazendo e durando menos c) as pessoas estão se relacionando cada vez menos, estão cada vez mais egoístas e solitárias, isolando-se no seu mundo virtual. d) Por estarem constantemente conectadas, as pessoas lêem menos e dispersam nas atividades relacionadas ao trabalho. e) As pessoas podem criar uma identidade “falsa”, aquela que desejam que o mundo veja, estão com problemas de autoestima e distorção da autoimagem.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para encerrar esta etapa da aula, peça para que os alunos escrevam no caderno uma reflexão em que respondem a pergunta do enunciado da atividade projetada na tela ou impressa no arquivo.
  • Também não há um gênero definido aqui, apenas uma resposta dissertativa em que o aluno pode usar a 1.ª pessoa.
  • Atente-se para o fato de que, neste momento, ainda não estamos trazendo a estrutura do artigo de opinião, mas apenas promovendo o exercício de reflexão a respeito de um tema
  • Explique aos alunos que esta questão 5 deverá ser socializada oralmente no encerramento da aula.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para encerrar esta aula, os alunos devem socializar oralmente a reflexão registrada na no item 5 da atividade anterior.
  • Estipule em média 1 minuto para cada dupla e, se não houver tempo para todos socializarem, sorteie algumas duplas.
  • Não haverá resposta certa ou errada, o objetivo é estimular o pensamento crítico, bem como a capacidade de expressar-se oralmente.
  • Alerte os alunos que como a atividade foi feita em dupla, a socialização também deverá ser; contudo, podem expressar pontos de vistas diferentes.
  • Como desdobramento dessa aula. você pode, a partir desses registros, distribuir revistas e folhas coloridas para que os alunos registrem suas reflexões em um impresso usando colagens e suas respostas ou frases de impacto.
  • Posteriormente, podem organizar um painel na sala ou no pátio da escola com o título “O que o meu celular representa na minha vida?”

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 2ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero artigo de opinião e no campo de atuação jornalístico/midiático. A aula faz parte do módulo de Leitura compartilhada e autônoma.

Materiais necessários: Imagens projetadas no quadro ou impressas, na falta de projetor. Artigo de opinião “Meu celular, minha vida” impresso e atividades 1 e 2 (projetadas ou impressas).

Informações sobre o gênero: O artigo de opinião faz parte do campo midiático da esfera jornalística, pode aparecer em jornais/revistas (impressos e virtuais) e sites. Tem por objetivo convencer o leitor a respeito de um tema polêmico, isto é, que divide a sociedade e precisa ser de interesse social.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem ter dificuldade em construir a tese a partir do tema e diferenciá-la de argumentos.

Referências sobre o assunto:

Faculdade de Educação - UFMG. Glossário Ceale (Centro de Alfabetização,Leitura e Escrita). - Universidade Federal de Minas Gerais. Disponível em: http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/glossarioceale/verbetes/esferas-ou-campos-de-atividade-humana. Acesso em 29.07.2018 .

MARCUSCHI, L. A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, A. P.; MACHADO, A. R.; BEZERRA, M. A. (Orgs.). Gêneros textuais & ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002. p. 19-36.

FEITOZA, , C. de J. A. ; Mendes, M. H. P. Um estudo do gênero artigo de opinião: procedimentos para torná-lo um objeto ensinável. Revista Horizontes. Vol.28,n. 02,2010.

Disponível em: http://www.usf.edu.br/publicacoes/edicoes-exibir/75267521/horizontes+volume+28+numero+02+2010.htm. acesso em 29.07.2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta de trabalho para os alunos questionando se eles sabem o que é opinar e em que tipo de situação eles fazem isso.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Questione os alunos o que eles entendem dessa imagem projetada na tela.
  • Uma outra forma de fazer esta abertura da aula é levar apenas o número 6 impresso na sala e questionar aos alunos o que cada um vê, ora virando para ser 6, ora para ser 9.
  • Leve-os a reconhecer e verbalizar a interpretação dada na ilustração.
  • Pergunte o qual “objeto” está no centro da discussão e qual a opinião de cada homem sobre ele.
  • Questione aos alunos qual deles tem razão.
  • Para qualificar as respostas dadas pelos alunos, você deve ter por base as seguintes informações: O “objeto” pode ser o número 6 ou 9 a depender do ponto de vista, por isso, não podemos dizer que um ou outro homem estejam errados, na verdade, estão vendo o mesmo objeto, mas com diferentes pontos de vista. Esta é a expressão-chave para esta aula.

7. Com base nesta análise inicial, peça aos alunos para construir oralmente uma hipótese sobre : o que é opinar?

8. Espera-se que os alunos cheguem à conclusão de que é opinar é defender um ponto de vista.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 min

Orientações:

  • Projete o slide em tela e explique brevemente aos alunos sobre o autor de que irão ler o texto e explique que agora irão identificar o ponto de vista em um artigo de opinião.
  • Distribua uma cópia para leitura compartilhada do texto “Meu celular, minha vida” (Frei Betto). Para acessar a versão para imprimir do texto, clique aqui.
  • Antes da leitura, faça uma provocação sobre o título do texto. Pergunte se os alunos sabem sobre o que o texto vai tratar e pergunte se eles reconhecem no texto uma relação com outra frase em outro contexto.
  • Espera-se que os alunos apresentam a hipótese de que o texto irá falar sobre as pessoas não viverem sem celular e reconheçam a intertextualidade presente no slogan “Minha casa, minha vida” do Programa habitacional do governo em evidência na mesma época em que o artigo foi escrito.
  • Em seguida, faça a leitura compartilhada com os alunos e distribua a atividade 1 acessando-a aqui (roteiro de questões), que pode ser realizada em duplas. Se preferir, deixe-a projetada no quadro a partir do slide seguinte para que os alunos apenas respondam no caderno.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Distribua o roteiro e peça para os alunos responderem em dupla.
  • Incentive os alunos a responderem as questões grifando informações no texto, mas elaborando as respostas usando as próprias palavras ou parafraseando o texto ou recorrendo a trechos dele para justificar.
  • Para avaliar as respostas dadas pelos alunos, considere as seguintes informações:

Questão 1: A tese defendida é que o uso do celular é tão nocivo que é tido como doença (nomofobia), termo que se originou da junção da expressão “ “no mobile phobia”. Ele afirma que as pessoas estão viciadas no celular, conforme indica o trecho “para qualquer lugar que se olhe, as pessoas estão atentas ao celular – rua, restaurante, local de trabalho, ônibus, metrô, escola, e até igreja” e esse vício está relacionado às redes sociais que trazem uma espécie de hipnose coletiva.

Questão 2: Explique aos alunos que a palavra “anais”, nesse caso, é o nome dado academicamente às publicações do meio científico após eventos e congressos de divulgação científica. Isso comprova que no meio científico a doença já existe, já está “catalogada”

Questão 3: Ele explica que há várias pessoas no consultório tratando o problema, como crianças, jovens e adultos que vão se tratar porque não consegue se desconectar do aparelho e vivem conectados a ele 24h do dia. Portanto, pode-se deduzir que, sim, o uso excessivo do celular é doença.

Questão 4: a) as famílias estão cada vez mais afastadas, não se relacionam mais para conversar; b) Muitos casamentos estão se desfazendo e durando menos c) as pessoas estão se relacionando cada vez menos, estão cada vez mais egoístas e solitárias, isolando-se no seu mundo virtual. d) Por estarem constantemente conectadas, as pessoas lêem menos e dispersam nas atividades relacionadas ao trabalho. e) As pessoas podem criar uma identidade “falsa”, aquela que desejam que o mundo veja, estão com problemas de autoestima e distorção da autoimagem.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para encerrar esta etapa da aula, peça para que os alunos escrevam no caderno uma reflexão em que respondem a pergunta do enunciado da atividade projetada na tela ou impressa no arquivo.
  • Também não há um gênero definido aqui, apenas uma resposta dissertativa em que o aluno pode usar a 1.ª pessoa.
  • Atente-se para o fato de que, neste momento, ainda não estamos trazendo a estrutura do artigo de opinião, mas apenas promovendo o exercício de reflexão a respeito de um tema
  • Explique aos alunos que esta questão 5 deverá ser socializada oralmente no encerramento da aula.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para encerrar esta aula, os alunos devem socializar oralmente a reflexão registrada na no item 5 da atividade anterior.
  • Estipule em média 1 minuto para cada dupla e, se não houver tempo para todos socializarem, sorteie algumas duplas.
  • Não haverá resposta certa ou errada, o objetivo é estimular o pensamento crítico, bem como a capacidade de expressar-se oralmente.
  • Alerte os alunos que como a atividade foi feita em dupla, a socialização também deverá ser; contudo, podem expressar pontos de vistas diferentes.
  • Como desdobramento dessa aula. você pode, a partir desses registros, distribuir revistas e folhas coloridas para que os alunos registrem suas reflexões em um impresso usando colagens e suas respostas ou frases de impacto.
  • Posteriormente, podem organizar um painel na sala ou no pátio da escola com o título “O que o meu celular representa na minha vida?”
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Leitura/Escuta do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF89LP04 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano