14112
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Exposição oral: construção composicional

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre Exposição oral: construção composicional

Plano 06 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ana Carolina Freitas Gentil Almeida Cangemi

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 6ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Exposição Oral e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Papel ou caderno. Lápis. Régua. Borracha. Computador. Roteiros fotocopiados.

Informações sobre o gênero: A exposição oral representa um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos. Ao citar as características gerais do gênero pode-se dizer que, segundo Dolz e Schneuwly (2004), a exposição é um discurso que se realiza em uma situação de comunicação específica. A exposição pode ser qualificada como um espaço-tempo de produção em que o enunciador vai ao encontro do destinatário, através de uma ação de linguagem que veicula um conteúdo referencial. Muito embora os dois atores são reunidos nessa troca comunicativa particular que é a exposição, a assimetria de seus respectivos conhecimentos sobre o tema da exposição os separam: um representa o “especialista” , o outro, se caracteriza como alguém disposto a aprender algo.

Dificuldades antecipadas: O aluno poderá sentir dificuldades na percepção da organização do texto verbal e não verbal em ferramenta de apoio para apresentações orais.

Referências sobre o assunto:

BITTI, P.; ZANI, B. A Comunicação como Processo Social. Lisboa: Editora Estampa, 1993.

BULHÕES, J. Estudo da fala expressiva: Levantamento, análise e descrição dos elementos paralingüísticos do português regional espontâneo. 2006. Dissertação de Mestrado (Letras) – Centro de Letras e Artes – Universidade Federal do Pará, Belém, 2004. 266 f.

DOLZ, J.; SCHNEUWLY, B. (Orgs.) Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004.

ESPERANÇA, J. A Comunicação Não Verbal. Lisboa: Instituto do Emprego e Formação Profissional, 1998.

FERREIRA, I. Comunicação Não Verbal. Dirigir, n.62, 1999, p.50-55.

MARCUSCHI, L.; DIONISIO, A. (Orgs.) Fala e escrita. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

SANTOS, M. Os elementos verbais e não-verbais no discurso de sala de aula. Maceió: UFAL, 2007.

TEIXEIRA, A.; BLASQUE, R.; SANTOS, C. A exposição oral em sala de aula. In: VII Seminário de Pesquisa em Ciências Humanas. 2008. Anais. Londrina: Eduel, 2008. p. 01 - 09.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Solicite que os alunos formem grupos;
  • De acordo com a quantidade de alunos e o espaço de sala de aula, defina a quantidade de alunos em cada grupo;
  • Leia o título da aula. Não apresente informações prévias sobre a aula. É importante que o aluno construa e estabeleça relações referentes aos itens desenvolvidos. Logo, a antecipação de informações pode comprometer a construção.
  • O intuito da aula é perceber a construção composicional, isto é, a associação de elementos gráficos e imagéticos que indiquem a hierarquização das informações verbais para que o aluno consiga melhorar suas produções orais em ferramentas de apoio. Para saber mais sobre a organização de gráficos e tabelas:

SALLA, Fernanda. Gráficos e Tabelas para organizar informações. Nova Escola. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/163/graficos-tabelas-organizar-informacoes>.

Seus alunos sabem ler gráficos e tabelas? Dia a Dia Educação. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/roteiropedagogico/publicacao/3392_Seus_alunos_sabem_ler_graficos_e_tabelas.pdf>. Acesso em: 20 set. 2018.

5. Lembre-se que os gráficos e as imagens utilizados no tratamento da informação são uma poderosa fonte de informação visual. A leitura de gráficos torna possível a análise de um conjunto de dados de forma rápida, dinâmica e global, por exemplo.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Para contextualização da aula e reconhecimento do conhecimento prévio dos alunos, é necessário indagar quais ferramentas de apoio os alunos conhecem e como essas podem contribuir na exposição oral de alguém. Do ponto de vista comunicativo, a exposição permite construir e exercer o papel de especialista, e este gênero caracteriza-se por seu caráter monologal, necessitando, por parte do expositor, de um trabalho importante de planejamento, de antecipação e de consideração do auditório (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008)
  • Oralmente, elabore perguntas a respeito das ferramentas de apoio e o gênero exposição oral. Sugestões:
  • Vocês conhecem alguma ferramenta (software) que auxilie na apresentação de um seminário, por exemplo?
  • Como vocês acham que uma ferramenta (software) pode contribuir na exposição oral de alguém? Lembrem-se que o gênero exposição oral é um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos.

As perguntas acima são sugestões. Observe seus alunos e proponha perguntas adequadas a eles. Lembre-se que não existem perguntas certas ou erradas, mas algumas têm capacidade maior de instigar a curiosidade e fazer refletir. Perguntar é uma ferramenta essencial para ensinar e aprender e, segundo estudiosos, não importa se a pergunta é elaborada e complexa, mas se cumpre a sua finalidade. Para mais informações, clique aqui.

Caso os alunos não consigam responder às perguntas, destaque cada um dos recursos utilizados pelo expositor do ponto de vista da sua adequação ao conteúdo e à compreensão do público, focalizando as estratégias utilizadas na apresentação.

  • Posteriormente, apresente a figura 1 do slide. Convém ressaltar que podem ser recortadas imagens de outros gráficos de vídeos que abordem assuntos relacionados às disciplinas e aos conteúdos estudados pelos alunos.

Observação:

O Google Apresentações é um aplicativo de apresentação on-line e gratuito que permite criar e formatar apresentações e trabalhar com outras pessoas. O Power Point é um programa que permite a criação e exibição de apresentações, cujo objetivo é informar sobre um determinado tema, podendo usar imagens, sons, textos e vídeos, que podem ser animados de diferentes maneiras. Até bem pouco tempo atrás, o PowerPoint foi o líder absoluto para a criação de apresentações, sendo utilizado tanto para práticas de estudo e pesquisa; o software era, praticamente, sinônimo de apresentações. Por um longo período, o programa mostrou-se suficiente para as demandas no contexto escolar. Porém, quando começou-se a perceber todo o potencial de apresentações criativas e bem desenvolvidas, novas soluções começaram a ser procuradas pelos alunos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações:

Convém ressaltar que o vídeo é uma sugestão, uma vez que o tema "População e povoamento: mobilidade", geralmente, faz parte do conteúdo da área de Geografia do 8º ano. É sempre importante manter a interdisciplinaridade com o conteúdo estudado pelos alunos em outras disciplinas. Assim, converse com os professores da área de Ciências Humanas em sua escola. Lembre-se que a utilização da interdisciplinaridade como forma de desenvolver um trabalho de integração dos conteúdos de uma disciplina com outras áreas de conhecimento é uma das propostas apresentadas já no PCN e vigente na BNCC que contribui para o aprendizado do aluno. Para saber mais a respeito, clique aqui.

  • Solicite que os alunos observem:
  • as cores que compõem o(s) slide(s);
  • os tamanhos das letras;
  • a forma como é apresentado o gráfico e a sincronia com a fala do expositor.

3. É importante ressaltar que a exposição constitui uma estrutura convencionalizada de aprendizagem tanto para o expositor como para o auditório, na qual um aluno, de certa maneira, assume o lugar do professor e experimenta esse mecanismo singular e único. Por isso é essencial, já que força o expositor a interrogar-se sobre a organização e a transmissão do conteúdo e conhecimento (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).

4. Como sugestão para outros vídeos, lembre-se, também, que há o Youtube Edu. O projeto é uma parceria entre a Fundação Lemann e o Google, para a criação de uma página exclusiva do YouTube, na qual professores, gestores e alunos podem encontrar conteúdos educacionais gratuitos e de qualidade, em Português. A curadoria dos vídeos foi feita por professores especialistas e altamente capacitados. Os conteúdos disponíveis são voltados para os níveis de Ensino Fundamental e Ensino Médio, englobando as disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências (Química, Física e Biologia), História, Geografia, Língua Espanhola e Língua Inglesa.

Material complementar:

Para acessar ao Roteiro de verificação da tabela, clique aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Como encerramento da aula, proponha o jogo Verdadeiro ou falso. O objetivo do jogo é concretizar a percepção de que gráficos e imagens de uma apresentação oral servem de apoio à apresentação, ou seja, estão a serviço dela.

Lembre-se que o expositor tem total autonomia para julgar os momentos que imagens e gráficos devem ser acionados para auxiliá-lo nas partes de uma apresentação oral.

  • Entregue uma cópia do jogo Verdadeiro ou falso para cada grupo.
  • Solicite que os alunos discutam em grupo, de acordo com o aprendido em sala de aula, e assinalem um X em cada afirmação adequada. Ofereça oportunidade para um debate. Peça para que os alunos conversem, no grupo, trocando suas respostas. Assim, há oportunidades de debate, reflexão e de confronto de opiniões.
  • Depois de assinaladas, leia as afirmativas da tabela e solicite que os alunos levantem a mão quando assinalado verdadeiro ou quando falso.
  • Por fim, apresente (por meio de projeção ou cópia) o gabarito da tabela e responda, se necessário, às últimas dúvidas advindas dos alunos. Lembre-se que todas as dúvidas são bem-vindas. Para demonstrar isso, tenha uma escuta atenta, validando e mostrando interesse em todas as perguntas expostas, para deixar claro que todas são importantes.

Materiais complementares:

Para acessar o material complementar referente ao gabarito da tabela, clique aqui.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 6ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Exposição Oral e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Papel ou caderno. Lápis. Régua. Borracha. Computador. Roteiros fotocopiados.

Informações sobre o gênero: A exposição oral representa um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos. Ao citar as características gerais do gênero pode-se dizer que, segundo Dolz e Schneuwly (2004), a exposição é um discurso que se realiza em uma situação de comunicação específica. A exposição pode ser qualificada como um espaço-tempo de produção em que o enunciador vai ao encontro do destinatário, através de uma ação de linguagem que veicula um conteúdo referencial. Muito embora os dois atores são reunidos nessa troca comunicativa particular que é a exposição, a assimetria de seus respectivos conhecimentos sobre o tema da exposição os separam: um representa o “especialista” , o outro, se caracteriza como alguém disposto a aprender algo.

Dificuldades antecipadas: O aluno poderá sentir dificuldades na percepção da organização do texto verbal e não verbal em ferramenta de apoio para apresentações orais.

Referências sobre o assunto:

BITTI, P.; ZANI, B. A Comunicação como Processo Social. Lisboa: Editora Estampa, 1993.

BULHÕES, J. Estudo da fala expressiva: Levantamento, análise e descrição dos elementos paralingüísticos do português regional espontâneo. 2006. Dissertação de Mestrado (Letras) – Centro de Letras e Artes – Universidade Federal do Pará, Belém, 2004. 266 f.

DOLZ, J.; SCHNEUWLY, B. (Orgs.) Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004.

ESPERANÇA, J. A Comunicação Não Verbal. Lisboa: Instituto do Emprego e Formação Profissional, 1998.

FERREIRA, I. Comunicação Não Verbal. Dirigir, n.62, 1999, p.50-55.

MARCUSCHI, L.; DIONISIO, A. (Orgs.) Fala e escrita. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

SANTOS, M. Os elementos verbais e não-verbais no discurso de sala de aula. Maceió: UFAL, 2007.

TEIXEIRA, A.; BLASQUE, R.; SANTOS, C. A exposição oral em sala de aula. In: VII Seminário de Pesquisa em Ciências Humanas. 2008. Anais. Londrina: Eduel, 2008. p. 01 - 09.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Solicite que os alunos formem grupos;
  • De acordo com a quantidade de alunos e o espaço de sala de aula, defina a quantidade de alunos em cada grupo;
  • Leia o título da aula. Não apresente informações prévias sobre a aula. É importante que o aluno construa e estabeleça relações referentes aos itens desenvolvidos. Logo, a antecipação de informações pode comprometer a construção.
  • O intuito da aula é perceber a construção composicional, isto é, a associação de elementos gráficos e imagéticos que indiquem a hierarquização das informações verbais para que o aluno consiga melhorar suas produções orais em ferramentas de apoio. Para saber mais sobre a organização de gráficos e tabelas:

SALLA, Fernanda. Gráficos e Tabelas para organizar informações. Nova Escola. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/163/graficos-tabelas-organizar-informacoes>.

Seus alunos sabem ler gráficos e tabelas? Dia a Dia Educação. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/roteiropedagogico/publicacao/3392_Seus_alunos_sabem_ler_graficos_e_tabelas.pdf>. Acesso em: 20 set. 2018.

5. Lembre-se que os gráficos e as imagens utilizados no tratamento da informação são uma poderosa fonte de informação visual. A leitura de gráficos torna possível a análise de um conjunto de dados de forma rápida, dinâmica e global, por exemplo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Para contextualização da aula e reconhecimento do conhecimento prévio dos alunos, é necessário indagar quais ferramentas de apoio os alunos conhecem e como essas podem contribuir na exposição oral de alguém. Do ponto de vista comunicativo, a exposição permite construir e exercer o papel de especialista, e este gênero caracteriza-se por seu caráter monologal, necessitando, por parte do expositor, de um trabalho importante de planejamento, de antecipação e de consideração do auditório (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008)
  • Oralmente, elabore perguntas a respeito das ferramentas de apoio e o gênero exposição oral. Sugestões:
  • Vocês conhecem alguma ferramenta (software) que auxilie na apresentação de um seminário, por exemplo?
  • Como vocês acham que uma ferramenta (software) pode contribuir na exposição oral de alguém? Lembrem-se que o gênero exposição oral é um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos.

As perguntas acima são sugestões. Observe seus alunos e proponha perguntas adequadas a eles. Lembre-se que não existem perguntas certas ou erradas, mas algumas têm capacidade maior de instigar a curiosidade e fazer refletir. Perguntar é uma ferramenta essencial para ensinar e aprender e, segundo estudiosos, não importa se a pergunta é elaborada e complexa, mas se cumpre a sua finalidade. Para mais informações, clique aqui.

Caso os alunos não consigam responder às perguntas, destaque cada um dos recursos utilizados pelo expositor do ponto de vista da sua adequação ao conteúdo e à compreensão do público, focalizando as estratégias utilizadas na apresentação.

  • Posteriormente, apresente a figura 1 do slide. Convém ressaltar que podem ser recortadas imagens de outros gráficos de vídeos que abordem assuntos relacionados às disciplinas e aos conteúdos estudados pelos alunos.

Observação:

O Google Apresentações é um aplicativo de apresentação on-line e gratuito que permite criar e formatar apresentações e trabalhar com outras pessoas. O Power Point é um programa que permite a criação e exibição de apresentações, cujo objetivo é informar sobre um determinado tema, podendo usar imagens, sons, textos e vídeos, que podem ser animados de diferentes maneiras. Até bem pouco tempo atrás, o PowerPoint foi o líder absoluto para a criação de apresentações, sendo utilizado tanto para práticas de estudo e pesquisa; o software era, praticamente, sinônimo de apresentações. Por um longo período, o programa mostrou-se suficiente para as demandas no contexto escolar. Porém, quando começou-se a perceber todo o potencial de apresentações criativas e bem desenvolvidas, novas soluções começaram a ser procuradas pelos alunos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações:

Convém ressaltar que o vídeo é uma sugestão, uma vez que o tema "População e povoamento: mobilidade", geralmente, faz parte do conteúdo da área de Geografia do 8º ano. É sempre importante manter a interdisciplinaridade com o conteúdo estudado pelos alunos em outras disciplinas. Assim, converse com os professores da área de Ciências Humanas em sua escola. Lembre-se que a utilização da interdisciplinaridade como forma de desenvolver um trabalho de integração dos conteúdos de uma disciplina com outras áreas de conhecimento é uma das propostas apresentadas já no PCN e vigente na BNCC que contribui para o aprendizado do aluno. Para saber mais a respeito, clique aqui.

  • Solicite que os alunos observem:
  • as cores que compõem o(s) slide(s);
  • os tamanhos das letras;
  • a forma como é apresentado o gráfico e a sincronia com a fala do expositor.

3. É importante ressaltar que a exposição constitui uma estrutura convencionalizada de aprendizagem tanto para o expositor como para o auditório, na qual um aluno, de certa maneira, assume o lugar do professor e experimenta esse mecanismo singular e único. Por isso é essencial, já que força o expositor a interrogar-se sobre a organização e a transmissão do conteúdo e conhecimento (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).

4. Como sugestão para outros vídeos, lembre-se, também, que há o Youtube Edu. O projeto é uma parceria entre a Fundação Lemann e o Google, para a criação de uma página exclusiva do YouTube, na qual professores, gestores e alunos podem encontrar conteúdos educacionais gratuitos e de qualidade, em Português. A curadoria dos vídeos foi feita por professores especialistas e altamente capacitados. Os conteúdos disponíveis são voltados para os níveis de Ensino Fundamental e Ensino Médio, englobando as disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências (Química, Física e Biologia), História, Geografia, Língua Espanhola e Língua Inglesa.

Material complementar:

Para acessar ao Roteiro de verificação da tabela, clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Como encerramento da aula, proponha o jogo Verdadeiro ou falso. O objetivo do jogo é concretizar a percepção de que gráficos e imagens de uma apresentação oral servem de apoio à apresentação, ou seja, estão a serviço dela.

Lembre-se que o expositor tem total autonomia para julgar os momentos que imagens e gráficos devem ser acionados para auxiliá-lo nas partes de uma apresentação oral.

  • Entregue uma cópia do jogo Verdadeiro ou falso para cada grupo.
  • Solicite que os alunos discutam em grupo, de acordo com o aprendido em sala de aula, e assinalem um X em cada afirmação adequada. Ofereça oportunidade para um debate. Peça para que os alunos conversem, no grupo, trocando suas respostas. Assim, há oportunidades de debate, reflexão e de confronto de opiniões.
  • Depois de assinaladas, leia as afirmativas da tabela e solicite que os alunos levantem a mão quando assinalado verdadeiro ou quando falso.
  • Por fim, apresente (por meio de projeção ou cópia) o gabarito da tabela e responda, se necessário, às últimas dúvidas advindas dos alunos. Lembre-se que todas as dúvidas são bem-vindas. Para demonstrar isso, tenha uma escuta atenta, validando e mostrando interesse em todas as perguntas expostas, para deixar claro que todas são importantes.

Materiais complementares:

Para acessar o material complementar referente ao gabarito da tabela, clique aqui.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP40 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP41 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano