14111
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Exposição oral: a importância das ferramentas de apoio!

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre Exposição oral: a importância das ferramentas de apoio!

Plano 05 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ana Carolina Freitas Gentil Almeida Cangemi

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 5ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Exposição Oral e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Papel ou caderno. Lápis. Régua. Borracha. Computador. Roteiros fotocopiados.

Informações sobre o gênero: A exposição oral representa um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos. Ao citar as características gerais do gênero pode-se dizer que, segundo Dolz e Schneuwly (2004), a exposição é um discurso que se realiza em uma situação de comunicação específica. A exposição pode ser qualificada como um espaço-tempo de produção em que o enunciador vai ao encontro do destinatário, através de uma ação de linguagem que veicula um conteúdo referencial. Muito embora os dois atores são reunidos nessa troca comunicativa particular que é a exposição, a assimetria de seus respectivos conhecimentos sobre o tema da exposição os separam: um representa o “especialista” , o outro, se caracteriza como alguém disposto a aprender algo.

Dificuldades antecipadas: A dificuldade do aluno será refletir sobre a organização dos elementos textuais nas ferramentas de apoio.

Referências sobre o assunto:

BITTI, P.; ZANI, B. A Comunicação como Processo Social. Lisboa: Editora Estampa, 1993.

BULHÕES, J. Estudo da fala expressiva: Levantamento, análise e descrição dos elementos paralingüísticos do português regional espontâneo. 2006. Dissertação de Mestrado (Letras) – Centro de Letras e Artes – Universidade Federal do Pará, Belém, 2004. 266 f.

DOLZ, J.; SCHNEUWLY, B. (Orgs.) Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004.

ESPERANÇA, J. A Comunicação Não Verbal. Lisboa: Instituto do Emprego e Formação Profissional, 1998.

FERREIRA, I. Comunicação Não Verbal. Dirigir, n.62, 1999, p.50-55.

MARCUSCHI, L.; DIONISIO, A. (Orgs.) Fala e escrita. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

SANTOS, M. Os elementos verbais e não-verbais no discurso de sala de aula. Maceió: UFAL, 2007.

TEIXEIRA, A.; BLASQUE, R.; SANTOS, C. A exposição oral em sala de aula. In: VII Seminário de Pesquisa em Ciências Humanas. 2008. Anais. Londrina: Eduel, 2008. p. 01 - 09.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 min

Orientações:

  • Solicite que os alunos formem grupos;
  • De acordo com a quantidade de alunos e o espaço de sala de aula, defina a quantidade de alunos em cada grupo;
  • Leia o título da aula. Não apresente informações prévias sobre a aula. É importante que o aluno construa e estabeleça relações referentes aos itens desenvolvidos. Logo, a antecipação de informações pode comprometer a construção.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Para contextualização da aula e reconhecimento do conhecimento prévio dos alunos, é necessário indagar quais ferramentas de apoio os alunos conhecem e como essas podem contribuir na exposição oral de alguém. Do ponto de vista comunicativo, a exposição permite construir e exercer o papel de especialista, e este gênero caracteriza-se por seu caráter monologal, necessitando, por parte do expositor, de um trabalho importante de planejamento, de antecipação e de consideração do auditório (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).
  • Oralmente, pergunte:
  • Vocês conhecem alguma ferramenta (software) que auxilie na apresentação de um seminário, por exemplo?
  • Como vocês acham que uma ferramenta (software) pode contribuir na exposição oral de alguém? Lembrem-se que o gênero exposição oral é um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos.
  • Posteriormente, apresente duas ferramentas de apoio para apresentações orais, a saber: Power Point (mais popular, Microsoft) e Google Apresentações (Google).

O Google Apresentações é um aplicativo de apresentação on-line e gratuito que permite criar e formatar apresentações e trabalhar com outras pessoas. O Power Point é um programa que permite a criação e exibição de apresentações, cujo objetivo é informar sobre um determinado tema, podendo usar imagens, sons, textos e vídeos, que podem ser animados de diferentes maneiras. Até bem pouco tempo atrás, o PowerPoint foi o líder absoluto para a criação de apresentações, sendo utilizado tanto para práticas de estudo e pesquisa; o software era, praticamente, sinônimo de apresentações. Por um longo período, o programa mostrou-se suficiente para as demandas no contexto escolar. Porém, quando começou-se a perceber todo o potencial de apresentações criativas e bem desenvolvidas, novas soluções começaram a ser procuradas pelos alunos.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para contextualização da aula e reconhecimento do conhecimento prévio dos alunos, é necessário indagar quais ferramentas de apoio os alunos conhecem e como essas podem contribuir na exposição oral de alguém. Do ponto de vista comunicativo, a exposição permite construir e exercer o papel de especialista, e este gênero caracteriza-se por seu caráter monologal, necessitando, por parte do expositor, de um trabalho importante de planejamento, de antecipação e de consideração do auditório (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).
  • Oralmente, pergunte:
  • Vocês conhecem alguma ferramenta (software) que auxilie na apresentação de um seminário, por exemplo?
  • Como vocês acham que uma ferramenta (software) pode contribuir na exposição oral de alguém? Lembrem-se que o gênero exposição oral é um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos.
  • Posteriormente, apresente duas ferramentas de apoio para apresentações orais, a saber: Power Point (mais popular, Microsoft) e Google Apresentações (Google).

O Google Apresentações é um aplicativo de apresentação on-line e gratuito que permite criar e formatar apresentações e trabalhar com outras pessoas. O Power Point é um programa que permite a criação e exibição de apresentações, cujo objetivo é informar sobre um determinado tema, podendo usar imagens, sons, textos e vídeos, que podem ser animados de diferentes maneiras. Até bem pouco tempo atrás, o PowerPoint foi o líder absoluto para a criação de apresentações, sendo utilizado tanto para práticas de estudo e pesquisa; o software era, praticamente, sinônimo de apresentações. Por um longo período, o programa mostrou-se suficiente para as demandas no contexto escolar. Porém, quando começou-se a perceber todo o potencial de apresentações criativas e bem desenvolvidas, novas soluções começaram a ser procuradas pelos alunos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações:

  • Após apresentados os programas, projete o vídeo:

Advérbios (Prof Noslen). 2016. Disponível em <https://www.youtube.com/watch?v=eoZ0aEJQACg&app=desktop>. Acesso em: 12 set. 2018.

  • Convém ressaltar que o vídeo se trata de uma sugestão. É sempre importante manter uma interdisciplinaridade com o conteúdo estudado pelos alunos. Assim, converse com os professores da área de Ciências Humanas em sua escola. Lembre-se que a utilização da interdisciplinaridade como forma de desenvolver um trabalho de integração dos conteúdos de uma disciplina com outras áreas de conhecimento é uma das propostas apresentadas já no PCN e vigente na BNCC que contribui para o aprendizado do aluno. Para saber mais a respeito, clique aqui.
  • Solicite que os alunos observem:
  • as cores que compõem o(s) slide(s);
  • os tamanhos das letras;
  • a disposição de textos e imagens nos slides;
  • os efeitos de transição de slides e textos;
  • tamanho da apresentação.

É importante ressaltar que a exposição constitui uma estrutura convencionalizada de aprendizagem tanto para o expositor como para o auditório, na qual um aluno, de certa maneira, assume o lugar do professor e experimenta esse mecanismo singular e único. Por isso é essencial, já que força o expositor a interrogar-se sobre a organização e a transmissão do conteúdo e conhecimento (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).

4. Entregue o roteiro de verificação do vídeo que contém as seguintes perguntas:

  • As cores dos slides favorecem a apresentação?
  • O tamanho das letras dos textos está adequado para a apresentação?
  • A disposição dos textos, na apresentação, está em sincronia com a apresentação oral?
  • Há efeitos nos slide? Se sim, qual é a consequência desses para apresentação oral? As consequências contribuem para a apresentação?
  • O tempo da apresentação está adequado?
  • A ferramenta de apoio contribui para a apresentação? Por quê?

5. Solicite que os alunos façam a discussão em grupo para que, posteriormente, um aluno seja escolhido como porta-voz para socializar as respostas.

Observação:

Como sugestão para outros vídeos, lembre-se, também, que há o Youtube Edu. O projeto é uma parceria entre a Fundação Lemann e o Google, para a criação de uma página exclusiva do YouTube, na qual professores, gestores e alunos podem encontrar conteúdos educacionais gratuitos e de qualidade, em Português. A curadoria dos vídeos foi feita por professores especialistas e altamente capacitados. Os conteúdos disponíveis são voltados para os níveis de Ensino Fundamental e Ensino Médio, englobando as disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências (Química, Física e Biologia), História, Geografia, Língua Espanhola e Língua Inglesa.

Material complementar:

Para acessar ao Roteiro de verificação, clique aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Como encerramento da aula, proponha o jogo quebra-cabeça. O objetivo do jogo é concretizar a percepção de que a apresentação oral é estruturada e que as ferramentas de apoio estão a serviço dela, ou seja, entende-se que a exposição oral é ordenada em partes e subpartes, que permitam distinguir as fases sucessivas de sua construção interna. Logo, as ferramentas de apoio estão a serviço para auxiliá-la.
  • Lembre-se que o expositor tem total autonomia para julgar os momentos que as ferramentas de apoio devem ser acionadas para auxiliá-lo nas partes de uma apresentação oral.
  • Entregue uma folha (maior que A4) ou uma cartolina em branco para cada grupo e o material complementar (recortes) do jogo. A folha corresponde ao slide em branco.
  • Solicite que os alunos montem, de acordo com o aprendido em sala de aula, a disposição que julgam ser mais adequada na folha. Os recortes terão textos de tamanhos/conteúdo (texto 1 - título; texto 2 - corpo do texto; texto 3 - legenda de imagem) diferentes e imagens.
  • Depois, apresente (por meio de projeção ou cópia) um modelo (material complementar) com a disposição dos textos.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é 5ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Exposição Oral e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Papel ou caderno. Lápis. Régua. Borracha. Computador. Roteiros fotocopiados.

Informações sobre o gênero: A exposição oral representa um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos. Ao citar as características gerais do gênero pode-se dizer que, segundo Dolz e Schneuwly (2004), a exposição é um discurso que se realiza em uma situação de comunicação específica. A exposição pode ser qualificada como um espaço-tempo de produção em que o enunciador vai ao encontro do destinatário, através de uma ação de linguagem que veicula um conteúdo referencial. Muito embora os dois atores são reunidos nessa troca comunicativa particular que é a exposição, a assimetria de seus respectivos conhecimentos sobre o tema da exposição os separam: um representa o “especialista” , o outro, se caracteriza como alguém disposto a aprender algo.

Dificuldades antecipadas: A dificuldade do aluno será refletir sobre a organização dos elementos textuais nas ferramentas de apoio.

Referências sobre o assunto:

BITTI, P.; ZANI, B. A Comunicação como Processo Social. Lisboa: Editora Estampa, 1993.

BULHÕES, J. Estudo da fala expressiva: Levantamento, análise e descrição dos elementos paralingüísticos do português regional espontâneo. 2006. Dissertação de Mestrado (Letras) – Centro de Letras e Artes – Universidade Federal do Pará, Belém, 2004. 266 f.

DOLZ, J.; SCHNEUWLY, B. (Orgs.) Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004.

ESPERANÇA, J. A Comunicação Não Verbal. Lisboa: Instituto do Emprego e Formação Profissional, 1998.

FERREIRA, I. Comunicação Não Verbal. Dirigir, n.62, 1999, p.50-55.

MARCUSCHI, L.; DIONISIO, A. (Orgs.) Fala e escrita. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

SANTOS, M. Os elementos verbais e não-verbais no discurso de sala de aula. Maceió: UFAL, 2007.

TEIXEIRA, A.; BLASQUE, R.; SANTOS, C. A exposição oral em sala de aula. In: VII Seminário de Pesquisa em Ciências Humanas. 2008. Anais. Londrina: Eduel, 2008. p. 01 - 09.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 min

Orientações:

  • Solicite que os alunos formem grupos;
  • De acordo com a quantidade de alunos e o espaço de sala de aula, defina a quantidade de alunos em cada grupo;
  • Leia o título da aula. Não apresente informações prévias sobre a aula. É importante que o aluno construa e estabeleça relações referentes aos itens desenvolvidos. Logo, a antecipação de informações pode comprometer a construção.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Para contextualização da aula e reconhecimento do conhecimento prévio dos alunos, é necessário indagar quais ferramentas de apoio os alunos conhecem e como essas podem contribuir na exposição oral de alguém. Do ponto de vista comunicativo, a exposição permite construir e exercer o papel de especialista, e este gênero caracteriza-se por seu caráter monologal, necessitando, por parte do expositor, de um trabalho importante de planejamento, de antecipação e de consideração do auditório (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).
  • Oralmente, pergunte:
  • Vocês conhecem alguma ferramenta (software) que auxilie na apresentação de um seminário, por exemplo?
  • Como vocês acham que uma ferramenta (software) pode contribuir na exposição oral de alguém? Lembrem-se que o gênero exposição oral é um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos.
  • Posteriormente, apresente duas ferramentas de apoio para apresentações orais, a saber: Power Point (mais popular, Microsoft) e Google Apresentações (Google).

O Google Apresentações é um aplicativo de apresentação on-line e gratuito que permite criar e formatar apresentações e trabalhar com outras pessoas. O Power Point é um programa que permite a criação e exibição de apresentações, cujo objetivo é informar sobre um determinado tema, podendo usar imagens, sons, textos e vídeos, que podem ser animados de diferentes maneiras. Até bem pouco tempo atrás, o PowerPoint foi o líder absoluto para a criação de apresentações, sendo utilizado tanto para práticas de estudo e pesquisa; o software era, praticamente, sinônimo de apresentações. Por um longo período, o programa mostrou-se suficiente para as demandas no contexto escolar. Porém, quando começou-se a perceber todo o potencial de apresentações criativas e bem desenvolvidas, novas soluções começaram a ser procuradas pelos alunos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Para contextualização da aula e reconhecimento do conhecimento prévio dos alunos, é necessário indagar quais ferramentas de apoio os alunos conhecem e como essas podem contribuir na exposição oral de alguém. Do ponto de vista comunicativo, a exposição permite construir e exercer o papel de especialista, e este gênero caracteriza-se por seu caráter monologal, necessitando, por parte do expositor, de um trabalho importante de planejamento, de antecipação e de consideração do auditório (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).
  • Oralmente, pergunte:
  • Vocês conhecem alguma ferramenta (software) que auxilie na apresentação de um seminário, por exemplo?
  • Como vocês acham que uma ferramenta (software) pode contribuir na exposição oral de alguém? Lembrem-se que o gênero exposição oral é um importante instrumento de transmissão de diferentes conteúdos.
  • Posteriormente, apresente duas ferramentas de apoio para apresentações orais, a saber: Power Point (mais popular, Microsoft) e Google Apresentações (Google).

O Google Apresentações é um aplicativo de apresentação on-line e gratuito que permite criar e formatar apresentações e trabalhar com outras pessoas. O Power Point é um programa que permite a criação e exibição de apresentações, cujo objetivo é informar sobre um determinado tema, podendo usar imagens, sons, textos e vídeos, que podem ser animados de diferentes maneiras. Até bem pouco tempo atrás, o PowerPoint foi o líder absoluto para a criação de apresentações, sendo utilizado tanto para práticas de estudo e pesquisa; o software era, praticamente, sinônimo de apresentações. Por um longo período, o programa mostrou-se suficiente para as demandas no contexto escolar. Porém, quando começou-se a perceber todo o potencial de apresentações criativas e bem desenvolvidas, novas soluções começaram a ser procuradas pelos alunos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos

Orientações:

  • Após apresentados os programas, projete o vídeo:

Advérbios (Prof Noslen). 2016. Disponível em <https://www.youtube.com/watch?v=eoZ0aEJQACg&app=desktop>. Acesso em: 12 set. 2018.

  • Convém ressaltar que o vídeo se trata de uma sugestão. É sempre importante manter uma interdisciplinaridade com o conteúdo estudado pelos alunos. Assim, converse com os professores da área de Ciências Humanas em sua escola. Lembre-se que a utilização da interdisciplinaridade como forma de desenvolver um trabalho de integração dos conteúdos de uma disciplina com outras áreas de conhecimento é uma das propostas apresentadas já no PCN e vigente na BNCC que contribui para o aprendizado do aluno. Para saber mais a respeito, clique aqui.
  • Solicite que os alunos observem:
  • as cores que compõem o(s) slide(s);
  • os tamanhos das letras;
  • a disposição de textos e imagens nos slides;
  • os efeitos de transição de slides e textos;
  • tamanho da apresentação.

É importante ressaltar que a exposição constitui uma estrutura convencionalizada de aprendizagem tanto para o expositor como para o auditório, na qual um aluno, de certa maneira, assume o lugar do professor e experimenta esse mecanismo singular e único. Por isso é essencial, já que força o expositor a interrogar-se sobre a organização e a transmissão do conteúdo e conhecimento (TEIXEIRA; BLASQUE; SANTOS, 2008).

4. Entregue o roteiro de verificação do vídeo que contém as seguintes perguntas:

  • As cores dos slides favorecem a apresentação?
  • O tamanho das letras dos textos está adequado para a apresentação?
  • A disposição dos textos, na apresentação, está em sincronia com a apresentação oral?
  • Há efeitos nos slide? Se sim, qual é a consequência desses para apresentação oral? As consequências contribuem para a apresentação?
  • O tempo da apresentação está adequado?
  • A ferramenta de apoio contribui para a apresentação? Por quê?

5. Solicite que os alunos façam a discussão em grupo para que, posteriormente, um aluno seja escolhido como porta-voz para socializar as respostas.

Observação:

Como sugestão para outros vídeos, lembre-se, também, que há o Youtube Edu. O projeto é uma parceria entre a Fundação Lemann e o Google, para a criação de uma página exclusiva do YouTube, na qual professores, gestores e alunos podem encontrar conteúdos educacionais gratuitos e de qualidade, em Português. A curadoria dos vídeos foi feita por professores especialistas e altamente capacitados. Os conteúdos disponíveis são voltados para os níveis de Ensino Fundamental e Ensino Médio, englobando as disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências (Química, Física e Biologia), História, Geografia, Língua Espanhola e Língua Inglesa.

Material complementar:

Para acessar ao Roteiro de verificação, clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Como encerramento da aula, proponha o jogo quebra-cabeça. O objetivo do jogo é concretizar a percepção de que a apresentação oral é estruturada e que as ferramentas de apoio estão a serviço dela, ou seja, entende-se que a exposição oral é ordenada em partes e subpartes, que permitam distinguir as fases sucessivas de sua construção interna. Logo, as ferramentas de apoio estão a serviço para auxiliá-la.
  • Lembre-se que o expositor tem total autonomia para julgar os momentos que as ferramentas de apoio devem ser acionadas para auxiliá-lo nas partes de uma apresentação oral.
  • Entregue uma folha (maior que A4) ou uma cartolina em branco para cada grupo e o material complementar (recortes) do jogo. A folha corresponde ao slide em branco.
  • Solicite que os alunos montem, de acordo com o aprendido em sala de aula, a disposição que julgam ser mais adequada na folha. Os recortes terão textos de tamanhos/conteúdo (texto 1 - título; texto 2 - corpo do texto; texto 3 - legenda de imagem) diferentes e imagens.
  • Depois, apresente (por meio de projeção ou cópia) um modelo (material complementar) com a disposição dos textos.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP40 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP41 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano