14105
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Leitura/Escuta

Plano de aula - Posicionamento crítico ao consultar um verbete enciclopédico

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre Posicionamento crítico ao consultar um verbete enciclopédico

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Gleiciane Rosa Vinote Rocha

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Recursos indicados
Necessários: canais de envio de mensagens, vídeos e áudios, como WhatsApp ou similares. Dependendo da realidade de cada escola, você também pode encaminhar o material como documento.

Opcionais: Google Meet (tutorial disponível aqui);
Metodologia de aprendizagem “rotação por estações” (orientações disponíveis aqui).

Tema
Apresente, pelo WhatsApp, o tema da aula para os alunos: posicionamento crítico ao consultar um verbete de enciclopédia. Não dê maiores informações para não prejudicar o andamento da atividade realizada na Introdução.

Introdução
Destaque que, para consultar significados de palavras, geralmente, usamos dicionários. E quando precisamos de informações mais detalhadas, onde podemos pesquisar? Ressalte que o verbete de enciclopédia traz mais informações além da definição, utilizando linguagem objetiva e impessoal. Ele pode conter gráficos, ilustrações e subdivisões para complementar os dados. Também comente que, hoje em dia, a versão mais utilizada é a digital. Apresente o seguinte questionamento para os alunos:
- Você sabia que, em verbetes de enciclopédia, podemos encontrar informações contraditórias, semelhantes e complementares? Vamos descobrir o que essas palavras significam? Depois, preparem-se para uma brincadeira e, para isso, separem seus dicionários ou um aparelho de celular para pesquisa em dicionários online.
Marque uma reunião online com a turma pelo Google Meet (veja como criar uma reunião em Recursos Opcionais). No momento da reunião, realize a brincadeira “Desembainhar o dicionário”. Os alunos devem colocar o dicionário virado para cima e ficar com os braços esticados. Quando o professor disser a expressão “desembainhar o dicionário: 1, 2, 3”, os alunos devem procurar a palavra dada. Quem achar primeiro deve colocar o significado no bate-papo e, assim, marca um ponto. Serão três rodadas, uma para cada palavra: semelhante, complementar e contraditório.
Observação: essa é uma forma lúdica de treinar o uso do dicionário e entender o sentido das palavras que serão trabalhadas em cada estação, no Desenvolvimento da aula. Confirme ou retifique as respostas. Caso não seja possível organizar reuniões online na realidade de sua escola, encaminhe as palavras como documento impresso ou pelo WhatsApp, e peça que pesquisem seus significados.

Desenvolvimento
Crie três estações de trabalho: Estação 1  Informações contraditórias (disponível aqui); Estação 2  Informações semelhantes (disponível aqui); Estação 3  Informações complementares (disponível aqui). (Observação: caso você não conheça a metodologia ativa denominada “rotação por estações”, disponibilizamos um link em Recursos Opcionais.) Separe a turma pelos números da chamada em três grupos (1, 2, 3  os grupos deverão reunir-se por chamadas de áudio). Os alunos podem também criar subgrupos no WhatsApp para a realização da tarefa. Cada grupo iniciará por uma estação. Encaminhe, no Whatsapp, os grupos já determinados e explique como a atividade ocorrerá: serão três rodadas, uma para cada tipo de informação. Ao término de cada rodada, os alunos mudam de estação. Estipule um tempo para cada rodada de acordo com a realidade de sua turma. Estimule-os, movimente-os, faça barulhos (por áudios no WhatsApp, como cornetas ou sinos) para finalizar cada rodada. Veja as orientações para a resolução de cada rodada no plano original, em Desenvolvimento. No final, peça aos grupos que lhe encaminhem, no privado, o resultado das atividades de cada estação. Sintetize as respostas dos questionamentos sobre cada tipo de informação respondidos pelos alunos nas estações para que não fiquem dúvidas. Compartilhe com os discentes a seguinte reflexão:
- Sabendo que os verbetes de enciclopédia podem conter informações semelhantes, contraditórias e complementares, qual deve ser a postura do leitor ao fazer uma pesquisa por meio de verbetes?

Fechamento
Peça a um representante de cada grupo que socialize as respostas. Conduza a discussão de modo que os alunos percebam que, ao consultar um verbete de enciclopédia, devem recorrer a mais de uma fonte, comparando-as a fim de verificar a veracidade das informações e ampliar a pesquisa por meio de dados complementares. Professor, este plano poderá ser realizado com o auxílio do WhatsApp, mas seria bem interessante também se pudesse ser realizado em reuniões pelo Google Meet para haver mais interação.

Convite às famílias
Você pode avisar os responsáveis sobre a atividade que encaminhará à turma. É importante que os familiares acompanhem o movimento criado para a aprendizagem de seus filhos/sobrinhos/netos. Sugira que os familiares auxiliem em possíveis dúvidas dos grupos.

Sugestão Enviada Por: Michele Batista


Código: LPO8_04SQA03

(EF69LP30) Comparar, com a ajuda do professor, conteúdos, dados e informações de diferentes fontes, levando em conta seus contextos de produção e referências, identificando coincidências, complementaridades e contradições, de forma a poder identificar erros/imprecisões conceituais, compreender e posicionar-se criticamente sobre os conteúdos e informações em questão.

(EF69LP31) Utilizar pistas linguísticas – tais como “em primeiro/segundo/terceiro lugar”, “por outro lado”, “dito de outro modo”, isto é”, “por exemplo” – para compreender a hierarquização das proposições, sintetizando o conteúdo dos textos.

(EF69LP32) Selecionar informações e dados relevantes de fontes diversas (impressas, digitais, orais etc.), avaliando a qualidade e a utilidade dessas fontes, e organizar, esquematicamente, com ajuda do professor, as informações necessárias (sem excedê-las) com ou sem apoio de ferramentas digitais, em quadros, tabelas ou gráficos.

(EF69LP33) Articular o verbal com os esquemas, infográficos, imagens variadas etc. na (re)construção dos sentidos dos textos de divulgação científica e retextualizar do discursivo para o esquemático – infográfico, esquema, tabela, gráfico, ilustração etc. – e, ao contrário, transformar o conteúdo das tabelas, esquemas, infográficos, ilustrações etc. em texto discursivo, como forma de ampliar as possibilidades de compreensão desses textos e analisar as características das multissemioses e dos gêneros em questão.

(EF69LP34) Grifar as partes essenciais do texto, tendo em vista os objetivos de leitura, produzir marginálias (ou tomar notas em outro suporte), sínteses organizadas em itens, quadro sinóptico, quadro comparativo, esquema, resumo ou resenha do texto lido (com ou sem comentário/análise), mapa conceitual, dependendo do que for mais adequado, como forma de possibilitar uma maior compreensão do texto, a sistematização de conteúdos e informações e


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Leitura/Escuta do 8º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas