14093
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Plano de aula - A estrutura do texto dramático: a composição narrativa e as sequências dialogais em “O Judas em sábado de aleluia” (Martins Pena)

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre A estrutura do texto dramático: a composição narrativa e as sequências dialogais em “O Judas em sábado de aleluia” (Martins Pena)

Plano 03 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Carolina Silva

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos; ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a terceira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero textual dramático (comédias) e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte de uma sequência de atividades voltada para texto dramático, teatro e humor.

Informações sobre o Gênero: Texto dramático (comédias): produção artístico-literária que, reunindo texto e espetáculo, organiza e estrutura o humor dentro de uma apresentação, por meio dos elementos / momentos da narrativa e sequências dialogais. É irreverente, retrata o cotidiano e as pessoas comuns. Seu objetivo é entreter, provocando o riso do espectador e ampliando seu imaginário, levando-o a uma maior compreensão da realidade.

Materiais necessários: projetor para a exibição dos conteúdos em slides; versão impressa de “O Judas em sábado de aleluia”, na íntegra.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem ter pouco conhecimento ou não se lembrarem de aspectos relacionados à tipologia narrativa.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos, explicando-lhes que o texto teatral é escrito para contar uma história, recorrendo a recursos cênicos. Por isso, trata-se de um gênero da ordem do narrar e, dessa forma, apresenta, em sua composição, aquilo que conhecemos como elementos e momentos da narrativa.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações:

1) Com base na leitura que os alunos fizeram do texto “O Judas em sábado de aleluia”, na íntegra, peça-lhes que, individualmente, completem o quadro acima, registrando as respostas no caderno.

2) Convide os alunos a trazerem suas respostas ao quadro e vá conferindo com a turma, numa correção coletiva, as indicações corretas.

Personagens: José Pimenta, Chiquinha, Maricota, Lulu, Faustino, Ambrósio, Antônio Domingos, além dos meninos e moleques que fazem a figuração.

Enredo: Faustino é apaixonado por Maricota e, ao encontrar-se escondido com ela, na casa da moça, quase é surpreendido por capitão Ambrósio e, assim, forçado a se disfarçar com as roupas e adereços do boneco de Judas, que seria malhado pelas crianças no sábado de aleluia. Tendo de passar todo o tempo disfarçado naquela casa, Faustino descobre segredos dos outros personagens, como o esquema de corrupção entre Pimenta e Ambrósio no controle da jornada de trabalho dos homens da Guarda Nacional; a produção de dinheiro falso, encabeçada por Antônio Domingos e seguida por Pimenta; a farsa do amor de Maricota; mas, por outro lado, o amor verdadeiro e secreto de Chiquinha por ele. No ápice da narrativa, ao quase ser pego para Judas, o personagem revela-se aos outros, pedindo a mão de Chiquinha em casamento e vingando-se dos demais.

Tempo: Não é possível apontar com exatidão. Sabe-se que se trata do momento presente em que ocorrem os fatos, de modo que você, professor, pode lembrar que o texto dramático em questão é do século XIX e, portanto, os fatos são localizados nessa época.

Espaço: Casa de José Pimenta, cabo da Guarda Nacional.

Narrador: Não há.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

1) Reforce com a turma que, na atividade anterior, foi possível ver como as sequências dialogais favorecem, por meio das falas e ações dos personagens, a visualização do enredo. Mesmo sem um narrador, através dessas sequências é possível acompanhar os momentos do enredo na narrativa e, assim, sentir o clima que vai sendo conferido à trama. A fim de que os alunos tenham a identificação clara desses momentos, pós-leitura, proponha que eles segmentem, de forma resumida, os principais momentos de “O Judas em sábado de aleluia”. Peça que seja preenchido, individualmente e no caderno, o quadro acima.

2) Considere as respostas de seus alunos, sendo flexível e ampliando, sempre que houver oportunidade, as perspectivas de leitura. Uma segmentação possível seria:

Situação Inicial: Maricota flerta com vários rapazes, mas finge amor a Faustino. A irmã da moça, Chiquinha, vive a costurar e guarda, em segredo, amor verdadeiro pelo rapaz. Lulu, irmãozinho das moças, deixa um Judas na casa para malhação, com outras crianças, no sábado de aleluia.

Conflito: Faustino, em encontro escondido com Maricota, na casa da moça, quase é surpreendido por Ambrósio, capitão da Guarda Nacional e, por isso, é forçado a se esconder dentro da casa, disfarçado de Judas (com os adereços do boneco preparado pelas crianças) e, assim, descobre segredos dos personagens e o falso amor de Maricota por ele.

Clímax do Conflito: Após repique de sinos, foguetes e algazarra, aparece a Aleluia e os meninos vão ao Judas para malhá-lo. Nesse momento, a identidade de Faustino é revelada e há grande confusão.

Desfecho: Faustino revela conhecer segredos e falcatruas que envolvem os personagens. Pede a mão de Chiquinha em casamento e vinga-se de Maricota, fazendo-a aceitar matrimônio com o velho Antônio Domingos. Os outros são ameaçados ao terem seus segredos descobertos e forçados a fazer as vontades do rapaz.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

1) Ao final, peça que a turma observe o diagrama acima e pergunte se os alunos poderiam reconhecer quais foram os pontos aprendidos e os aspectos priorizados nesta aula. Possivelmente, eles serão mais capazes de falar sobre o quadro da intenção do gênero e os detalhes relacionados à construção da narrativa dramática.

2) Antecipe que, nas próximas aulas, os estudos sobre as sequências dialogais serão aprofundados, com um olhar maior sobre a linguagem (conteúdo do segundo quadro). A reconstrução da textualidade e a compreensão dos efeitos causados por recursos linguísticos podem ampliar o conhecimento a respeito dos personagens — situados em contextos sócio-históricos — da trama, das possíveis intenções do autor, dos sentidos da narrativa.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos; ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a terceira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero textual dramático (comédias) e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte de uma sequência de atividades voltada para texto dramático, teatro e humor.

Informações sobre o Gênero: Texto dramático (comédias): produção artístico-literária que, reunindo texto e espetáculo, organiza e estrutura o humor dentro de uma apresentação, por meio dos elementos / momentos da narrativa e sequências dialogais. É irreverente, retrata o cotidiano e as pessoas comuns. Seu objetivo é entreter, provocando o riso do espectador e ampliando seu imaginário, levando-o a uma maior compreensão da realidade.

Materiais necessários: projetor para a exibição dos conteúdos em slides; versão impressa de “O Judas em sábado de aleluia”, na íntegra.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem ter pouco conhecimento ou não se lembrarem de aspectos relacionados à tipologia narrativa.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos, explicando-lhes que o texto teatral é escrito para contar uma história, recorrendo a recursos cênicos. Por isso, trata-se de um gênero da ordem do narrar e, dessa forma, apresenta, em sua composição, aquilo que conhecemos como elementos e momentos da narrativa.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações:

1) Com base na leitura que os alunos fizeram do texto “O Judas em sábado de aleluia”, na íntegra, peça-lhes que, individualmente, completem o quadro acima, registrando as respostas no caderno.

2) Convide os alunos a trazerem suas respostas ao quadro e vá conferindo com a turma, numa correção coletiva, as indicações corretas.

Personagens: José Pimenta, Chiquinha, Maricota, Lulu, Faustino, Ambrósio, Antônio Domingos, além dos meninos e moleques que fazem a figuração.

Enredo: Faustino é apaixonado por Maricota e, ao encontrar-se escondido com ela, na casa da moça, quase é surpreendido por capitão Ambrósio e, assim, forçado a se disfarçar com as roupas e adereços do boneco de Judas, que seria malhado pelas crianças no sábado de aleluia. Tendo de passar todo o tempo disfarçado naquela casa, Faustino descobre segredos dos outros personagens, como o esquema de corrupção entre Pimenta e Ambrósio no controle da jornada de trabalho dos homens da Guarda Nacional; a produção de dinheiro falso, encabeçada por Antônio Domingos e seguida por Pimenta; a farsa do amor de Maricota; mas, por outro lado, o amor verdadeiro e secreto de Chiquinha por ele. No ápice da narrativa, ao quase ser pego para Judas, o personagem revela-se aos outros, pedindo a mão de Chiquinha em casamento e vingando-se dos demais.

Tempo: Não é possível apontar com exatidão. Sabe-se que se trata do momento presente em que ocorrem os fatos, de modo que você, professor, pode lembrar que o texto dramático em questão é do século XIX e, portanto, os fatos são localizados nessa época.

Espaço: Casa de José Pimenta, cabo da Guarda Nacional.

Narrador: Não há.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.
Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Slide Plano Aula

Orientações:

Oriente a turma a fazer uma releitura do trecho acima, extraído da Cena IV da peça. Solicite-lhes que pensem sobre as seguintes questões:

  • 1. Grande parte das narrativas são escritas em prosa e estruturadas em parágrafos. É possível encontrar, também, sequências narrativas estruturadas em versos e estrofes. Como você, no entanto, observa a narrativa do texto teatral acima? As sequências desse fragmento reúnem-se da mesma forma que os outros textos narrativos? (Espera-se que os alunos percebam que não, pois, ao contrário do texto organizado em parágrafos ou em versos e estrofes, o trecho acima organiza-se pelas rubricas e falas das personagens).
  • 2) Como as rubricas e as falas das personagens destacam-se no texto, em meio ao enredo? (Os destaques dão-se por meio de recursos gráficos e mesmo de pontuação. As falas vêm indicadas pelos nomes das personagens, em caixa alta, nas sequências dialogais, de modo que nomes e frases são separados por travessão: “FAUSTINO - Posso entrar?”. Já as rubricas destacam-se em itálico e/ou pelo uso dos parênteses: “MARICOTA, voltando-se - Quem é?” e “FAUSTINO - (Pegando-lhe na mão) Decididamente, meu amor, não posso viver sem ti…”.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

1) Reforce com a turma que, na atividade anterior, foi possível ver como as sequências dialogais favorecem, por meio das falas e ações dos personagens, a visualização do enredo. Mesmo sem um narrador, através dessas sequências é possível acompanhar os momentos do enredo na narrativa e, assim, sentir o clima que vai sendo conferido à trama. A fim de que os alunos tenham a identificação clara desses momentos, pós-leitura, proponha que eles segmentem, de forma resumida, os principais momentos de “O Judas em sábado de aleluia”. Peça que seja preenchido, individualmente e no caderno, o quadro acima.

2) Considere as respostas de seus alunos, sendo flexível e ampliando, sempre que houver oportunidade, as perspectivas de leitura. Uma segmentação possível seria:

Situação Inicial: Maricota flerta com vários rapazes, mas finge amor a Faustino. A irmã da moça, Chiquinha, vive a costurar e guarda, em segredo, amor verdadeiro pelo rapaz. Lulu, irmãozinho das moças, deixa um Judas na casa para malhação, com outras crianças, no sábado de aleluia.

Conflito: Faustino, em encontro escondido com Maricota, na casa da moça, quase é surpreendido por Ambrósio, capitão da Guarda Nacional e, por isso, é forçado a se esconder dentro da casa, disfarçado de Judas (com os adereços do boneco preparado pelas crianças) e, assim, descobre segredos dos personagens e o falso amor de Maricota por ele.

Clímax do Conflito: Após repique de sinos, foguetes e algazarra, aparece a Aleluia e os meninos vão ao Judas para malhá-lo. Nesse momento, a identidade de Faustino é revelada e há grande confusão.

Desfecho: Faustino revela conhecer segredos e falcatruas que envolvem os personagens. Pede a mão de Chiquinha em casamento e vinga-se de Maricota, fazendo-a aceitar matrimônio com o velho Antônio Domingos. Os outros são ameaçados ao terem seus segredos descobertos e forçados a fazer as vontades do rapaz.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

1) Ao final, peça que a turma observe o diagrama acima e pergunte se os alunos poderiam reconhecer quais foram os pontos aprendidos e os aspectos priorizados nesta aula. Possivelmente, eles serão mais capazes de falar sobre o quadro da intenção do gênero e os detalhes relacionados à construção da narrativa dramática.

2) Antecipe que, nas próximas aulas, os estudos sobre as sequências dialogais serão aprofundados, com um olhar maior sobre a linguagem (conteúdo do segundo quadro). A reconstrução da textualidade e a compreensão dos efeitos causados por recursos linguísticos podem ampliar o conhecimento a respeito dos personagens — situados em contextos sócio-históricos — da trama, das possíveis intenções do autor, dos sentidos da narrativa.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Leitura/Escuta do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP44 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF89LP34 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano