14052
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Soneto e outros poemas

POR: Danielle Lima De Vasconcelos 29/11/2018
Código: LPO9_02SQA01

9º ano / Língua Portuguesa / Sequência de Atividades

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF69LP48) Interpretar, em poemas, efeitos produzidos pelo uso de recursos expressivos sonoros (estrofação, rimas, aliterações etc), semânticos (figuras de linguagem, por exemplo), gráfico- espacial (distribuição da mancha gráfica no papel), imagens e sua relação com o texto verbal.

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do Ensino Fundamental sobre reconstrução da textualidade e compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos.

 

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero soneto e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Abertura.

Informações sobre o gênero: Soneto, poema de forma fixa, com 14 versos, cuja formação mais usual é 4-4-3-3 ou 4-4-4-2. Normalmente o soneto apresenta rimas, e suas sílabas poéticas são decassílabos ou versos alexandrinos.

Materiais necessários: Poemas impressos, projetor ou quadro digital (podem ser também tablets ou um notebook), cartolinas.

Dificuldades antecipadas: Falta de familiaridade com o gênero. Preconceito com o gênero ao considerá-lo ultrapassado. Dificuldades interpretativas por falta de contato com uma linguagem pouco usual.

  • Falta de familiaridade/preconceito com o gênero: a apreciação dos textos impressos e dos livros disponibilizados no início da aula favorece um primeiro contato. Peça aos alunos que mantenham a mente aberta e contextualize a criação dos poemas, falando um pouco sobre sua época de criação e meios de circulação.
  • Dificuldades interpretativas: peça que os alunos anotem as palavras cujo significado não compreendem e sugira o uso do dicionário ou um de buscador online (se tiver disponível) para facilitar a interpretação do soneto. Outra possibilidade é criar um glossário com as palavras menos usuais encontradas e já compartilhar com os alunos.

Referências sobre o assunto:

“Amor é fogo que arde sem se ver” by Luís de Camões, patzlanify. dISPONÍVEL EM: <https://www.youtube.com/watch?v=LexbT5SVF3Y>. Acesso em: 12 ago. 2018.

BRANDÃO, H.; MICHELETTI, G. Teoria e prática da leitura. Aprender e ensinar com textos didáticos e paradidáticos. Vol. 2. São Paulo: Cortez, 1997.
GERALDI, J. W. O texto na sala de aula. São Paulo: Ática, 2005.

KLEIMAN, A. Oficina da leitura: teoria & prática. Campinas, SP: Pontes, 2004.

“Legião Urbana - Monte Castelo”, Paty Soares - RuivaM. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ctAWPmcHoF8>. Acesso em: 12 ago. 2018.
SILVA, E.F.; DE JESUS, W.G. Como e por que trabalhar a poesia na sala de aula. Revista Graduando. Nº 2, jan./jun. 2011. Disponível em: <http://www2.uefs.br/dla/graduando/n2/n2.21-34.pdf>. Acesso em: 25 jul. 2018.

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações:

  • Leia o tema da aula para os alunos. Escreva no quadro ou projete a apresentação.

Tempo sugerido: 16 minutos.

Orientações:

Antes da aula:

  • Organize a sala em pequenos grupos, para favorecer o trabalho colaborativo e a construção conjunta do conhecimento sobre o gênero, com base na análise dos textos, percebendo suas semelhanças e diferenças.
  • Distribua nos grupos poemas diversos dos seguintes gêneros: soneto, haicai, poema de versos brancos (pelo menos um de cada).
  • Cada grupo deve receber exemplares diferentes do mesmo gênero.
  • Nos sonetos, busque exemplares com os dois tipos de estrofação mais recorrentes: 4-4-3-3 e 4-4-4-2, mas este aspecto não será explorado nesta aula.

  • Inicie a aula com os questionamentos:

O que é poesia?

O que é poema?

Para que serve?

  • Incentive os alunos a compartilhar seu conhecimento sobre o assunto, se conhecem algum poema, se têm o hábito de ler poemas, se gostam ou não.
  • Estimule a reflexão e posterior discussão sobre a circulação da poesia. Pergunte aos alunos: Onde vocês já leram ou ouviram poemas? Em qual publicação o poema é veiculado?
  • Reserve um momento para que os alunos explorem os poemas distribuídos e realizem a leitura.
  • Oriente os alunos para uma discussão após a leitura: Pergunte o que entenderam, qual é o tema, quais características eles percebem nos textos como presença ou não de rima, tamanho do poema, quantidade de estrofes e versos.

Material complementar: Caso julgue necessário, consulte a resolução das atividades aqui.

Material complementar: Caso julgue necessário, consulte aqui a sugestão de autores e poemas que poderão ser utilizados na aula.

Tempo sugerido: 24 minutos.

Orientações:

  • Cole três cartolinas na sala. Uma para cada gênero de poemas lidos: haicai, soneto e poema de versos brancos.
  • Não identifique os gêneros nas cartolinas.

Após a leitura e discussão nos grupos:

  • Peça aos alunos que tentem agrupar os textos lidos, considerando uma característica comum: presença ou não de rimas, tamanho do poema, número de versos e estrofes, tema abordado.
  • Depois de separados os grupos de poemas, questione qual foi o critério da separação.
  • Peça aos alunos que escrevam nos cartazes qual característica justifica a criação de cada grupo de poemas e solicite que afixem os poemas nos cartazes.
  • Verifique se os poemas separados pelos alunos coincidem com cada um dos gêneros (soneto, haicai e poema de versos brancos). Caso não coincidam, estabeleça as diferenças entre os gêneros, ainda sem nomeá-los e peça para os alunos que façam as adequações necessárias na separação dos textos.
  • Após a finalização das tarefas pelos alunos, identifique cada grupo, colando um retângulo de papel no topo da cartolina: soneto, haicai e poema de versos brancos. Explique de forma breve cada gênero e destaque o soneto como o gênero que será aprofundado na aula.

Materiais complementares: Caso julgue necessário, imprima o modelo para ser afixado nos cartazes aqui.

Orientações:

  • Faça a exibição do vídeo “Amor é fogo que arde sem se ver”. Para acessar, clique aqui.
  • Peça a leitura/declamação coletiva do soneto de Camões “O amor é fogo…”.
  • Caso julgue necessário, faça a leitura/declamação mais de uma vez.
  • Verifique o conhecimento prévio dos alunos sobre o soneto de Camões: se conhecem o poema ou algo sobre seu autor.
  • Instigue os grupos, chamando a atenção para a linguagem usada no poema, retomando o significado de poesia e linguagem poética.
  • Pode ser que algum aluno faça a associação com a música do grupo Legião Urbana Monte Castelo. Neste caso, verifique os materiais complementares.

Materiais complementares: Caso julgue necessário, exiba o videoclipe da música: Legião Urbana, Monte Castelo:

Tempo sugerido: 9 minutos.

Orientações:

  • Encerre a discussão nos grupos sobre os poemas.
  • Peça que os grupos compartilhem com os demais suas impressões sobre a aula e o que aprenderam.
  • Peça que os alunos, individualmente, registrem em seus cadernos as características que perceberam do soneto: presença de rimas, número de versos e estrofes, quantos versos em cada estrofe, espaços de circulação, finalidade (para que servem), temática, linguagem (formal ou informal).
  • Antecipe um pouco sobre o que será visto nas próximas aulas, a leitura de vários sonetos e até mesmo o desafio que eles terão de criar um soneto.

Material complementar: Caso julgue necessário, consulte a resolução das atividades aqui.

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Danielle Vasconcelos
Mentor: Débora Souza
Especialista: Isabel Fernandes

Título da aula: Soneto e outros poemas

Finalidade da aula:Ler poemas diversos com o objetivo de perceber as semelhanças e as diferenças existentes entre eles, percebendo os elementosde composição, recursos expressivos, semânticos, além de refletir sobre os espaços de circulação do gênero.

Ano:9º ano do Ensino Fundamental

Gênero:Soneto

Objetos do conhecimento: Reconstrução da textualidade e compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos.

Prática de linguagem: Leitura

Habilidade da BNCC: EF69LP48

Sobre esta aula: Esta é primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero soneto e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Abertura.

Informações sobre o gênero:  Soneto, poema de forma fixa, com 14 versos, cuja formação mais usual é 4-4-3-3 ou 4-4-4-2. Normalmente o soneto apresenta rimas, e suas sílabas poéticas são decassílabos ou versos alexandrinos.

Materiais necessários: Poemas impressos, projetor ou quadro digital (podem ser também tablets ou um notebook), cartolinas.

Dificuldades antecipadas: Falta de familiaridade com o gênero. Preconceito com o gênero ao considerá-lo ultrapassado. Dificuldades interpretativas por falta de contato com uma linguagem pouco usual.

    • Falta de familiaridade/preconceito com o gênero: a apreciação dos textos impressos e dos livros disponibilizados no início da aula favorece um primeiro contato. Peça aos alunos que mantenham a mente aberta e contextualize a criação dos poemas, falando um pouco sobre sua época de criação e meios de circulação.

  • Dificuldades interpretativas: peça que os alunos anotem as palavras cujo  significado não compreendem e sugira o uso do dicionário ou um de buscador online (se tiver disponível) para facilitar a interpretação do soneto. Outra possibilidade é criar um glossário com as palavras menos usuais encontradas e já compartilhar com os alunos.

Referências sobre o assunto:

“Amor é fogo que arde sem se ver” by Luís de Camões, patzlanify. dISPONÍVEL EM: <https://www.youtube.com/watch?v=LexbT5SVF3Y>. Acesso em: 12 ago. 2018.

BRANDÃO, H.;  MICHELETTI, G. Teoria e prática da leitura. Aprender e ensinar com textos didáticos e paradidáticos.  Vol. 2. São Paulo: Cortez, 1997.
GERALDI, J. W. O texto na sala de aula. São Paulo: Ática, 2005.

KLEIMAN, A. Oficina da leitura: teoria & prática. Campinas, SP: Pontes, 2004.

“Legião Urbana - Monte Castelo”, Paty Soares - RuivaM. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ctAWPmcHoF8>. Acesso em: 12 ago. 2018.
SILVA, E.F.; DE JESUS, W.G. Como e por que trabalhar a poesia na sala de aula. Revista Graduando. Nº 2, jan./jun. 2011. Disponível em: <http://www2.uefs.br/dla/graduando/n2/n2.21-34.pdf>. Acesso em: 25 jul. 2018.




Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

AULAS DESSA UNIDADE:

AULA 01

Soneto e outros poemas

VOCÊ ESTÁ AQUI

AULAS DESSA DISCIPLINA:

1º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

2º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes