14028
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Plano de aula - Descobrindo o pronome oblíquo - Próclise e ênclise

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do EF sobre Descobrindo o pronome oblíquo - Próclise e ênclise

Plano 01 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Luzia Cecilia Da Costa Julidori

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é fazer com que os alunos exercitem o reconhecimento das características dos pronomes em trechos de cordéis e nos sonetos, e a variedade formal e informal da linguagem.

Materiais necessários: Cópia dos trechos e das perguntas apresentadas neste material.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade com o uso dos pronomes oblíquos dentro do texto conforme a norma padrão. É interessante ter certeza de que os alunos se lembram das preposições, dos advérbios e das formas nominais para a realização da atividade.

Referências sobre o assunto:

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - Novo Acordo Ortográfico (Domingos Paschoal Cegalla); Moderna Gramática da Língua Portuguesa (Evanildo Bechara); Norma culta brasileira: desatando alguns nós (Carlos Alberto Faraco); Gramática Pedagógica do Português Brasileiro (Marcos Bagno).

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Relembre com os alunos o pronome pessoal do caso reto e oblíquo.
  • Retome e relembre a importância da concordância verbal em relação aos pronomes.
  • Questione sobre exemplos de uso e em quais gêneros textuais costuma-se usar os pronomes. Caso perceba o desconhecimento dos pronomes pelos alunos, forneça pistas, como por exemplo, questionando quais são as palavras que usamos para fazer referência às pessoas do discurso além dos pronomes do caso reto.
  • Atente-se, professor, de que é necessário o conhecimento desses pronomes para a realização do exercício e, se julgar necessário, apresente a definição antes da aula.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Organize a turma em duplas e proponha aos alunos a leitura atenta do soneto, para que possam perceber a musicalidade.
  • Explique que o texto é um soneto, ou seja, um poema com estrutura clássica formada por dois quartetos e dois tercetos e peça que identifiquem a temática do amor presente no soneto. Solicite também aos alunos que atentem-se à linguagem formal do poema como “esvais” e “dulcíssimo”.
  • Explique aos alunos que Vinícius de Moraes é um poeta modernista que viveu por entre 1913 a 1980.
  • Explique também que o soneto é uma composição fixa composta por quatro estrofes de 14 versos, sendo dois quartetos e dois tercetos, muito utilizado na antiguidade clássica e retomado por alguns modernistas.
  • Explique também que a linguagem formal é característica desse gênero textual.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Proponha aos alunos a leitura atenta do cordel, para que possam perceber a musicalidade.
  • Explique que o texto é um cordel e peça que identifiquem a temática presente.
  • Explique aos alunos que o autor Patativa do Assaré é um cordelista cearense (nascido em Assaré, por isso o seu nome) que viveu entre 1909 a 2012.
  • Explique que o cordel é a manifestação literária e tradicional da cultura popular brasileira escrita geralmente na região nordeste e que apresenta uma linguagem com traços informais, ou seja, com termos próprios da oralidade.
  • Explique aos alunos que a linguagem é o meio que utilizamos para nos expressar e nos fazer entender, mostre a eles que o poeta do texto 2 utiliza uma linguagem de uma pessoa que não teve acesso à educação, escolarização e acesso à norma padrão da Língua Portuguesa.
  • Mostre aos alunos que a principal função da linguagem é a comunicação e que o cordelista conseguiu se expressar.
  • Informe aos alunos que a língua deve ser ajustada conforme o contexto no qual nos encontramos e mostre também que o autor no texto 1 utiliza a norma-padrão da língua.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações:

  • Proponha aos alunos que circulem os verbos que aparecem perto dos pronomes e que distribuam na tabela que está no material para impressão. Solicite que escrevam obedecendo às indicações das colunas, ou seja, na coluna da PRÓCLISE - com pronomes antes dos verbos e na coluna da ÊNCLISE dos pronomes depois dos verbos. Não há a necessidade, nesse momento, de investir na nomenclatura. A nomenclatura aqui é apenas para os alunos já irem se habituando e saberem da sua existência.
  • Oriente os alunos para o preenchimento da tabela, forneça ajuda e dê dicas e pistas, informando que a palavras com sentido negativo e também as outras classificações de pronomes atraem os pronomes (não, nem, isso), mas não dê as respostas, estimule-os a pensar.
  • Depois que completarem a tabela informe novamente que o cordel é um texto regional e que por isso traz a oralidade e informe que o pronome oblíquo não inicia frase na língua portuguesa e solicite que identifiquem o trecho que retoma a oralidade no cordel. (Me estima com munta fé, Me abraça, beja e qué bem)

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Oriente os alunos quanto às observações principais com relação ao uso da próclise e da ênclise. Atente-se de que a nomenclatura não é o item mais importante, mas sim reconhecer as palavras que atraem o pronome para antes ou depois do verbo.
  • Deixe a mesóclise para ser apresentada mais adiante. Explique aos alunos que no Brasil usa-se mais a próclise por uma questão de oralidade e formação cultural, mas que a norma-padrão exige o uso do pronome conforme a Gramática normativa.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é fazer com que os alunos exercitem o reconhecimento das características dos pronomes em trechos de cordéis e nos sonetos, e a variedade formal e informal da linguagem.

Materiais necessários: Cópia dos trechos e das perguntas apresentadas neste material.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade com o uso dos pronomes oblíquos dentro do texto conforme a norma padrão. É interessante ter certeza de que os alunos se lembram das preposições, dos advérbios e das formas nominais para a realização da atividade.

Referências sobre o assunto:

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - Novo Acordo Ortográfico (Domingos Paschoal Cegalla); Moderna Gramática da Língua Portuguesa (Evanildo Bechara); Norma culta brasileira: desatando alguns nós (Carlos Alberto Faraco); Gramática Pedagógica do Português Brasileiro (Marcos Bagno).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Relembre com os alunos o pronome pessoal do caso reto e oblíquo.
  • Retome e relembre a importância da concordância verbal em relação aos pronomes.
  • Questione sobre exemplos de uso e em quais gêneros textuais costuma-se usar os pronomes. Caso perceba o desconhecimento dos pronomes pelos alunos, forneça pistas, como por exemplo, questionando quais são as palavras que usamos para fazer referência às pessoas do discurso além dos pronomes do caso reto.
  • Atente-se, professor, de que é necessário o conhecimento desses pronomes para a realização do exercício e, se julgar necessário, apresente a definição antes da aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Organize a turma em duplas e proponha aos alunos a leitura atenta do soneto, para que possam perceber a musicalidade.
  • Explique que o texto é um soneto, ou seja, um poema com estrutura clássica formada por dois quartetos e dois tercetos e peça que identifiquem a temática do amor presente no soneto. Solicite também aos alunos que atentem-se à linguagem formal do poema como “esvais” e “dulcíssimo”.
  • Explique aos alunos que Vinícius de Moraes é um poeta modernista que viveu por entre 1913 a 1980.
  • Explique também que o soneto é uma composição fixa composta por quatro estrofes de 14 versos, sendo dois quartetos e dois tercetos, muito utilizado na antiguidade clássica e retomado por alguns modernistas.
  • Explique também que a linguagem formal é característica desse gênero textual.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Proponha aos alunos a leitura atenta do cordel, para que possam perceber a musicalidade.
  • Explique que o texto é um cordel e peça que identifiquem a temática presente.
  • Explique aos alunos que o autor Patativa do Assaré é um cordelista cearense (nascido em Assaré, por isso o seu nome) que viveu entre 1909 a 2012.
  • Explique que o cordel é a manifestação literária e tradicional da cultura popular brasileira escrita geralmente na região nordeste e que apresenta uma linguagem com traços informais, ou seja, com termos próprios da oralidade.
  • Explique aos alunos que a linguagem é o meio que utilizamos para nos expressar e nos fazer entender, mostre a eles que o poeta do texto 2 utiliza uma linguagem de uma pessoa que não teve acesso à educação, escolarização e acesso à norma padrão da Língua Portuguesa.
  • Mostre aos alunos que a principal função da linguagem é a comunicação e que o cordelista conseguiu se expressar.
  • Informe aos alunos que a língua deve ser ajustada conforme o contexto no qual nos encontramos e mostre também que o autor no texto 1 utiliza a norma-padrão da língua.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações:

  • Proponha aos alunos que circulem os verbos que aparecem perto dos pronomes e que distribuam na tabela que está no material para impressão. Solicite que escrevam obedecendo às indicações das colunas, ou seja, na coluna da PRÓCLISE - com pronomes antes dos verbos e na coluna da ÊNCLISE dos pronomes depois dos verbos. Não há a necessidade, nesse momento, de investir na nomenclatura. A nomenclatura aqui é apenas para os alunos já irem se habituando e saberem da sua existência.
  • Oriente os alunos para o preenchimento da tabela, forneça ajuda e dê dicas e pistas, informando que a palavras com sentido negativo e também as outras classificações de pronomes atraem os pronomes (não, nem, isso), mas não dê as respostas, estimule-os a pensar.
  • Depois que completarem a tabela informe novamente que o cordel é um texto regional e que por isso traz a oralidade e informe que o pronome oblíquo não inicia frase na língua portuguesa e solicite que identifiquem o trecho que retoma a oralidade no cordel. (Me estima com munta fé, Me abraça, beja e qué bem)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Oriente os alunos quanto às observações principais com relação ao uso da próclise e da ênclise. Atente-se de que a nomenclatura não é o item mais importante, mas sim reconhecer as palavras que atraem o pronome para antes ou depois do verbo.
  • Deixe a mesóclise para ser apresentada mais adiante. Explique aos alunos que no Brasil usa-se mais a próclise por uma questão de oralidade e formação cultural, mas que a norma-padrão exige o uso do pronome conforme a Gramática normativa.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP56 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano