14002
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Processos de formação de palavras

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do EF sobre Processos de formação de palavras

Plano 02 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Maria Ruth De Castro Almeida Barbosa

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é entender os processos de derivação e composição de palavras.

Materiais necessários:

Computador com acesso à Internet para exibição do vídeo “Homão interroga João Gibão” (cena da novela Saramandaia. Rede Globo. 2013.) Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jPpSKFsgTLc>. Acesso em 20 de outubro de 2018.

Envelopes (nº de alunos : 4 x 3)

Fichas com palavras, prefixos e sufixos (disponível nos anexos - nº de alunos : 4). As fichas já devem estar recortadas e colocadas nos devidos envelopes.

Cartazes de palavras (já recortados) e de questões finais (este opcional).

Fita adesiva para fixar os cartazes nas camisas dos alunos.

Quadro e giz.

Volp on-line. Disponível em http://www.academia.org.br/nossa-lingua/busca-no-vocabulario; acesso em 23 de novembro de 2018

Observação: A divisão por 4 é feita considerando a formação de grupos de quatro pessoas.

Dificuldades antecipadas: O aluno poderá formar palavras que não existem. Nesse caso, o professor deve levar a turma a procurar a palavra no dicionário ou no Volp (se o tiver na escola ou por meio da Internet), lembrando que a língua tem convenções a serem respeitadas, mas, considerando também que é mutável, pode ser que venha, futuramente, a incluir os vocábulos formados pelos alunos.

Referências sobre o assunto:

FERRAREZI JÚNIOR, Celso. Semântica para a Educação Básica. São Paulo, Parábola Editorial, 2008.

ILARI, Rodolfo. Introdução ao Estudo do Léxico: Brincando com as Palavras. São Paulo, Contexto, 2012.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Diga aos alunos que hoje a aula será de mágica: A mágica da formação de palavras, para nomear novas coisas e exercer a atividade comunicativa.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Diga aos alunos que irão estudar palavras compostas e derivadas, que são recursos interessantes econômicos para a criação de novas palavras.
  • Diga que são recursos tão interessantes que até uma novela da Globo, há alguns anos, os usou para que os diálogos de seus personagens ficassem mais interessantes.
  • Informe que verão uma cena da novela Saramandaia, exibida pela primeira vez em 1976 e regravada em 2013. Diga que a novela foi baseada no livro homônimo - do mesmo nome - de Dias Gomes. Por ser uma novela mais antiga, em algumas cenas, como a que verão a seguir, retrata costumes da época que são, no mínimo, questionáveis na época atual, como se manter pássaro em gaiola. Peça que, então, atentem-se apenas à linguagem usada pela personagem. A cena que será vista é a de um interrogatório policial com uma personagem que tinha asas.
  • Peça que, ao aterem-se à fala da personagem, tentem identificar pelo menos três palavras que podem causar estranheza pelo modo como foram formadas. Quando as ouvirem, se quiserem, poderão anotá-las no caderno para não as esquecer.
  • Após assistirem ao vídeo, pergunte aos alunos se identificaram tais palavras. Caso tenham identificado, vá escrevendo as palavras no quadro de acordo com o que falam. Se não, apresente-lhes as palavras: apenasmente, mesmamente, perguntório, topetice, menasmente.
  • Diga-lhes que, apesar de essas palavras não existirem no dicionário, é possível entender o que significam. Pergunte-lhes quais seriam os significados dessas palavras e por que foi possível saber o que significam. (Elas vêm de palavras que já existem. Foram acrescentados pedaços de palavras - sufixos - que existem em outras palavras e, então, é possível saber o significado delas: apenasmente - muito apenas; mesmamente - do mesmo jeito, muito mesmo; perguntório - muita pergunta, interrogatório; topetice - com topete, com atrevimento; menasmente - muito menos).

Materiais complementares: Vídeo: Homão interroga João Gibão (cena da novela Saramandaia. Rede Globo. 2013. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jPpSKFsgTLc>. Acesso em: 20 out. 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Diga aos alunos que agora eles irão criar novas palavras, seguindo as orientações.
  • Peça aos alunos que se unam em grupos de quatro pessoas (o trabalho em grupo agilizará a formação de palavras e a discussão de novas palavras que podem ser criadas).
  • Informe que cada grupo receberá três envelopes. Primeiramente, deverão formar novas palavras com o que vocês encontrarem neles. Informe também que eles poderão usar mais de um prefixo ou sufixo para uma mesma palavra.
  • Entregue a cada grupo três envelopes: um com prefixos, um com sufixos e outro com palavras. Ver aqui o material para cada envelope. (Atenção! Corte também os títulos e cole-os nos respectivos envelopes. É importante que as fichas de prefixos e sufixos sejam impressas com cores diferentes ou em papel de cor diferente, a fim de que os alunos percebam, com mais clareza, o processo de formação de palavras. Para facilitar o manuseio, sugere-se que a impressão seja feita em papel mais grosso.)
  • Informe aos alunos que, em alguns casos, será necessário fazer alguma alteração na palavra formada para que ela tenha sentido. Peça-lhes para começarem o trabalho, formando o máximo de palavras que conseguirem.

Materiais complementares:

Envelopes para cartões (3 para cada grupo; assim, se, por exemplo, a turma tiver 32 alunos, será dividida em 8 grupos; portanto, serão necessários 24 envelopes.

Fichas com prefixos, sufixos e palavras para cada grupo. (Usar, preferencialmente, folhas mais grossas - papel vergê, por exemplo, de cores diferentes para a impressão das fichas, de acordo com o que elas contêm: prefixo, palavra, sufixo.)

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Escreva, no quadro, em forma de tabela, os seguintes termos como título: ideia contrária, profissão, inflamação, lugar, aumentativo, diminutivo, estado ou modo de ser, repetição, anterioridade, modo, ramo de negócio, noção coletiva, golpe (ver modelo no slide 5).
  • Peça a cada grupo que fale duas ou três palavras formadas, uma de cada vez. Informe que todos devem prestar atenção ao colega, para não correrem o risco de repetirem palavras já ditas. (Palavras possíveis: pedraria, pedreiro, pedrão, pedrinha, pedrada, desapropriar, desmentir, antepor, repor, padeiro, padaria, pãozão, pãozinho, tolice, desfazer, refazer, fazendeiro, insatisfeito, carrinho, carrão, gastrite, trabalhador, trabalhosamente, desaconselhar, anormal, imperfeito, perfeitamente, desanimar, papelada, papelaria, rapidamente, calmamente, faringite.)
  • A cada palavra dita, questione como ela foi formada, volte-se ao quadro e pergunte em que coluna se encaixa, de acordo com a ideia transmitida. Se todos concordarem e estiver certa, registre-a no lugar adequado. Caso seja formada uma palavra inexistente, sugira procurá-la no dicionário; verifique a não existência; de qualquer forma, mostre ao aluno que seu modo de pensar faz sentido, que ele fez como a personagem do vídeo a que assistiram anteriormente. Brinque, ainda mais, dizendo que, quem sabe, se essas palavras um dia não farão parte do nosso vocabulário?!
  • Finalize essa atividade, questionando se os prefixos e sufixos têm sempre a mesma função. (Não. Eles dão ideias diferentes às palavras.)
  • Diga-lhes que continuarão vendo como é possível criar palavras, mas, agora, juntando não “pedaços” a uma palavra, mas uma palavra com outra..
  • Chame 14 alunos à frente e pregue, na frente da camisa de cada um, uma das palavras a seguir: pé de moleque, carro-forte, bate-papo, samba-enredo, paraquedas (o hífen também é entregue às crianças; paraquedas conta como duas palavras, apesar de não ter hífen, para que os alunos percebam que foi uma junção de duas palavras diferentes. O link com os cartazes você encontra aqui).
  • Cole as palavras, desordenadamente, uma em cada estudante.
  • Peça às crianças que permaneceram em seus lugares que observem e façam a criação das palavras, perguntando-lhes que palavras podem ser formadas com as que ali estão.
  • À medida que as palavras são formadas, peça que as crianças que as formam se juntem. Lembre-se de que, havendo palavra que não existe, volte à turma, perguntando se concordam com sua formação, e proponha-lhe procurar o termo no dicionário. Chame a atenção para o uso do hífen ou não, mas sem entrar em regras de seu uso (se achar conveniente, fale da existência do Volp - Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - que indica como as palavras devem ser grafadas).
  • Termine a atividade, parabenizando a turma pela apresentação.

Materiais complementares:

Cartazes com palavras para formação de palavras compostas.

Fita adesiva para fixar tais cartazes nas camisas dos alunos.

Quadro e giz.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Projete as perguntas do slide. Se não tiver o projetor, leve um cartaz com as perguntas (não é viável a transcrição no quadro, devido ao pouco tempo reservado para a atividade). Peça aos alunos que respondam às perguntas individualmente (como se trata de um fechamento de atividade, é bom que o trabalho seja feito de forma individual, a fim de que cada aluno pense sobre o que aprendeu e fez durante a aula).
  • Dê tempo para que os alunos façam os exercícios (sugere-se 4 minutos).
  • Pergunte quem gostaria de responder as perguntas e ouça as respostas apresentadas, uma de cada vez. Resposta esperada na pergunta 1: Podemos formar palavras por derivação, com o uso de afixos, ou por composição, que é a junção de palavras. Resposta esperada na pergunta 2: o radical é que contém a essência do significado das palavras.
  • A cada resposta, volte para a turma e pergunte se ela concorda com a resposta apresentada ou se gostaria de fazer alguma observação. Depois de a turma entrar em consenso, registre as respostas no quadro.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é entender os processos de derivação e composição de palavras.

Materiais necessários:

Computador com acesso à Internet para exibição do vídeo “Homão interroga João Gibão” (cena da novela Saramandaia. Rede Globo. 2013.) Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jPpSKFsgTLc>. Acesso em 20 de outubro de 2018.

Envelopes (nº de alunos : 4 x 3)

Fichas com palavras, prefixos e sufixos (disponível nos anexos - nº de alunos : 4). As fichas já devem estar recortadas e colocadas nos devidos envelopes.

Cartazes de palavras (já recortados) e de questões finais (este opcional).

Fita adesiva para fixar os cartazes nas camisas dos alunos.

Quadro e giz.

Volp on-line. Disponível em http://www.academia.org.br/nossa-lingua/busca-no-vocabulario; acesso em 23 de novembro de 2018

Observação: A divisão por 4 é feita considerando a formação de grupos de quatro pessoas.

Dificuldades antecipadas: O aluno poderá formar palavras que não existem. Nesse caso, o professor deve levar a turma a procurar a palavra no dicionário ou no Volp (se o tiver na escola ou por meio da Internet), lembrando que a língua tem convenções a serem respeitadas, mas, considerando também que é mutável, pode ser que venha, futuramente, a incluir os vocábulos formados pelos alunos.

Referências sobre o assunto:

FERRAREZI JÚNIOR, Celso. Semântica para a Educação Básica. São Paulo, Parábola Editorial, 2008.

ILARI, Rodolfo. Introdução ao Estudo do Léxico: Brincando com as Palavras. São Paulo, Contexto, 2012.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Diga aos alunos que hoje a aula será de mágica: A mágica da formação de palavras, para nomear novas coisas e exercer a atividade comunicativa.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Diga aos alunos que irão estudar palavras compostas e derivadas, que são recursos interessantes econômicos para a criação de novas palavras.
  • Diga que são recursos tão interessantes que até uma novela da Globo, há alguns anos, os usou para que os diálogos de seus personagens ficassem mais interessantes.
  • Informe que verão uma cena da novela Saramandaia, exibida pela primeira vez em 1976 e regravada em 2013. Diga que a novela foi baseada no livro homônimo - do mesmo nome - de Dias Gomes. Por ser uma novela mais antiga, em algumas cenas, como a que verão a seguir, retrata costumes da época que são, no mínimo, questionáveis na época atual, como se manter pássaro em gaiola. Peça que, então, atentem-se apenas à linguagem usada pela personagem. A cena que será vista é a de um interrogatório policial com uma personagem que tinha asas.
  • Peça que, ao aterem-se à fala da personagem, tentem identificar pelo menos três palavras que podem causar estranheza pelo modo como foram formadas. Quando as ouvirem, se quiserem, poderão anotá-las no caderno para não as esquecer.
  • Após assistirem ao vídeo, pergunte aos alunos se identificaram tais palavras. Caso tenham identificado, vá escrevendo as palavras no quadro de acordo com o que falam. Se não, apresente-lhes as palavras: apenasmente, mesmamente, perguntório, topetice, menasmente.
  • Diga-lhes que, apesar de essas palavras não existirem no dicionário, é possível entender o que significam. Pergunte-lhes quais seriam os significados dessas palavras e por que foi possível saber o que significam. (Elas vêm de palavras que já existem. Foram acrescentados pedaços de palavras - sufixos - que existem em outras palavras e, então, é possível saber o significado delas: apenasmente - muito apenas; mesmamente - do mesmo jeito, muito mesmo; perguntório - muita pergunta, interrogatório; topetice - com topete, com atrevimento; menasmente - muito menos).

Materiais complementares: Vídeo: Homão interroga João Gibão (cena da novela Saramandaia. Rede Globo. 2013. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jPpSKFsgTLc>. Acesso em: 20 out. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Diga aos alunos que agora eles irão criar novas palavras, seguindo as orientações.
  • Peça aos alunos que se unam em grupos de quatro pessoas (o trabalho em grupo agilizará a formação de palavras e a discussão de novas palavras que podem ser criadas).
  • Informe que cada grupo receberá três envelopes. Primeiramente, deverão formar novas palavras com o que vocês encontrarem neles. Informe também que eles poderão usar mais de um prefixo ou sufixo para uma mesma palavra.
  • Entregue a cada grupo três envelopes: um com prefixos, um com sufixos e outro com palavras. Ver aqui o material para cada envelope. (Atenção! Corte também os títulos e cole-os nos respectivos envelopes. É importante que as fichas de prefixos e sufixos sejam impressas com cores diferentes ou em papel de cor diferente, a fim de que os alunos percebam, com mais clareza, o processo de formação de palavras. Para facilitar o manuseio, sugere-se que a impressão seja feita em papel mais grosso.)
  • Informe aos alunos que, em alguns casos, será necessário fazer alguma alteração na palavra formada para que ela tenha sentido. Peça-lhes para começarem o trabalho, formando o máximo de palavras que conseguirem.

Materiais complementares:

Envelopes para cartões (3 para cada grupo; assim, se, por exemplo, a turma tiver 32 alunos, será dividida em 8 grupos; portanto, serão necessários 24 envelopes.

Fichas com prefixos, sufixos e palavras para cada grupo. (Usar, preferencialmente, folhas mais grossas - papel vergê, por exemplo, de cores diferentes para a impressão das fichas, de acordo com o que elas contêm: prefixo, palavra, sufixo.)

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Escreva, no quadro, em forma de tabela, os seguintes termos como título: ideia contrária, profissão, inflamação, lugar, aumentativo, diminutivo, estado ou modo de ser, repetição, anterioridade, modo, ramo de negócio, noção coletiva, golpe (ver modelo no slide 5).
  • Peça a cada grupo que fale duas ou três palavras formadas, uma de cada vez. Informe que todos devem prestar atenção ao colega, para não correrem o risco de repetirem palavras já ditas. (Palavras possíveis: pedraria, pedreiro, pedrão, pedrinha, pedrada, desapropriar, desmentir, antepor, repor, padeiro, padaria, pãozão, pãozinho, tolice, desfazer, refazer, fazendeiro, insatisfeito, carrinho, carrão, gastrite, trabalhador, trabalhosamente, desaconselhar, anormal, imperfeito, perfeitamente, desanimar, papelada, papelaria, rapidamente, calmamente, faringite.)
  • A cada palavra dita, questione como ela foi formada, volte-se ao quadro e pergunte em que coluna se encaixa, de acordo com a ideia transmitida. Se todos concordarem e estiver certa, registre-a no lugar adequado. Caso seja formada uma palavra inexistente, sugira procurá-la no dicionário; verifique a não existência; de qualquer forma, mostre ao aluno que seu modo de pensar faz sentido, que ele fez como a personagem do vídeo a que assistiram anteriormente. Brinque, ainda mais, dizendo que, quem sabe, se essas palavras um dia não farão parte do nosso vocabulário?!
  • Finalize essa atividade, questionando se os prefixos e sufixos têm sempre a mesma função. (Não. Eles dão ideias diferentes às palavras.)
  • Diga-lhes que continuarão vendo como é possível criar palavras, mas, agora, juntando não “pedaços” a uma palavra, mas uma palavra com outra..
  • Chame 14 alunos à frente e pregue, na frente da camisa de cada um, uma das palavras a seguir: pé de moleque, carro-forte, bate-papo, samba-enredo, paraquedas (o hífen também é entregue às crianças; paraquedas conta como duas palavras, apesar de não ter hífen, para que os alunos percebam que foi uma junção de duas palavras diferentes. O link com os cartazes você encontra aqui).
  • Cole as palavras, desordenadamente, uma em cada estudante.
  • Peça às crianças que permaneceram em seus lugares que observem e façam a criação das palavras, perguntando-lhes que palavras podem ser formadas com as que ali estão.
  • À medida que as palavras são formadas, peça que as crianças que as formam se juntem. Lembre-se de que, havendo palavra que não existe, volte à turma, perguntando se concordam com sua formação, e proponha-lhe procurar o termo no dicionário. Chame a atenção para o uso do hífen ou não, mas sem entrar em regras de seu uso (se achar conveniente, fale da existência do Volp - Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - que indica como as palavras devem ser grafadas).
  • Termine a atividade, parabenizando a turma pela apresentação.

Materiais complementares:

Cartazes com palavras para formação de palavras compostas.

Fita adesiva para fixar tais cartazes nas camisas dos alunos.

Quadro e giz.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Projete as perguntas do slide. Se não tiver o projetor, leve um cartaz com as perguntas (não é viável a transcrição no quadro, devido ao pouco tempo reservado para a atividade). Peça aos alunos que respondam às perguntas individualmente (como se trata de um fechamento de atividade, é bom que o trabalho seja feito de forma individual, a fim de que cada aluno pense sobre o que aprendeu e fez durante a aula).
  • Dê tempo para que os alunos façam os exercícios (sugere-se 4 minutos).
  • Pergunte quem gostaria de responder as perguntas e ouça as respostas apresentadas, uma de cada vez. Resposta esperada na pergunta 1: Podemos formar palavras por derivação, com o uso de afixos, ou por composição, que é a junção de palavras. Resposta esperada na pergunta 2: o radical é que contém a essência do significado das palavras.
  • A cada resposta, volte para a turma e pergunte se ela concorda com a resposta apresentada ou se gostaria de fazer alguma observação. Depois de a turma entrar em consenso, registre as respostas no quadro.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF67LP35 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano