13925
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Queimada Abelha-rainha

Depois de conhecer as regras de um novo jogo, as crianças terão que bolar estratégias para realizá-lo.

Plano 04 de 6 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Fernanda Silvia Lionese

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Este jogo é uma adaptação da queimada tradicional. Por isso, é importante que antes de jogá-lo as crianças já tenham jogado queimada.

Materiais:

Materiais para Contextualização: para instigar as crianças sobre o assunto você pode utilizar imagens impressas de abelhas e colméias, que podem ser fotos, desenhos, livros informativos que falem sobre a vida das abelhas ou abelhas de brinquedo ou feitas de material reciclado. Pode instalar um aparelho de som reproduzindo zumbido de abelha em volume baixo, para que só quem se aproxima possa ouví-lo (faça uma gravação, há diversos disponíveis na internet). Disponibilize um aparelho exibindo vídeos sobre o tema (pode ser em um tablet ou um notebook). Utilize os recursos que tiver, conforme as possibilidades de sua escola.

Materiais para a vivência do jogo: uma bola leve e de tamanho médio, para que as crianças consigam segurar e lançar a uma boa distância, e as regras impressas.

Espaços:

Planeje que a atividade aconteça em dois espaços, iniciando na sala e passando para a área externa. O melhor lugar para jogar a queimada é uma quadra porque já tem definidas as divisões de campos e limitações de áreas. Essas marcações podem ser feitas no chão do pátio externo com um giz de lousa. A preparação do espaço deve ser feita antes do início da atividade, para evitar o tempo de espera da turma enquanto você realiza as marcas. Divida o espaço em dois campos e separe uma área atrás de cada campo denominada “Morto”, para onde vão as crianças que são queimadas. Organize a sala com materiais que remetem à temática “abelhas”. Disponha os recursos em diferentes espaços da sala, assim as crianças circularão pelas diversas possibilidades. As imagens podem estar penduradas em varais ou tipo móbiles, os brinquedos podem estar sobre algumas mesas e os livros podem estar num cantinho com almofadas.

Tempo sugerido:

Aproximadamente uma hora e vinte minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como as crianças expressam seu interesse pelo tema das abelhas? Como se envolvem com os materiais disponibilizados?

2. Como as crianças realizam os diversos movimentos durante o jogo? Demonstram segurança, por exemplo, tentando pegar a bola para queimar o time adversário?

3. Quais estratégias individuais desenvolvem durante o jogo? Que linguagens utilizam para comunicação com os colegas da equipe? Que estratégias criam coletivamente ?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Este jogo envolve comunicação entre as crianças da mesma equipe, para desenvolver estratégias e proteger a abelha-rainha. Converse com o grupo pensando em diferentes formas de se estabelecer esta comunicação para que todos estejam envolvidos.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide as crianças para entrar na sala previamente organizada. Sugira que circulem livremente pelo espaço observando e explorando os materiais dispostos. Observe as reações, expressões faciais e corporais. Atente para o que estão comentando e faça intervenções a partir das manifestações ou indagações, como, por exemplo, sobre o som das abelhas. Algumas crianças podem ficar muito empolgadas pela nova instalação na sala e outras podem demonstrar medo dos insetos e aflição ao ouvirem o zumbido. Acolha todas as expressões e ofereça apoio, se necessário.


2

Peça que a turma sente em roda com você emgrande grupo. Pergunte sobre as observações que fizeram, o que acharam interessante e o que chamou mais a atenção. Quando alguém se referir a uma imagem, livro ou brinquedo em específico, peça que mostre qual é ou que traga para a roda para compartilhar com todos. Converse sobre o que sabem sobre as abelhas, colmeia e abelha-rainha. Dê tempo para que aconteça o diálogo e a troca de informações e auxilie para que todos estejam envolvidos.


3

Convide as crianças a realizarem um jogo na área externa, que se chama Queimada Abelha-Rainha. Recorde que já jogaram queimada e pergunte quem se lembra como se joga, quais são as regras e o que é preciso para jogá-la.

Depois problematize: “se a queimada se joga assim, como será que se joga a queimada abelha-rainha?” Ouça as suposições dos pequenos, valorizando suas hipóteses.

Socialize as Regras. Após a leitura, converse sobre o que precisam para jogar, apoiando-se nas regras impressas.

Sugira que se desloquem até o espaço externo imitando uma abelha. Entre na brincadeira e voe com as crianças também.

Possíveis falas do professor neste momento: Podemos pensar em várias formas de jogar, mas eu trouxe aqui as regras que são conhecidas deste jogo.


4

No espaço externo, organize a partir das ideias das crianças a divisão dos dois times. Diga que é hora de se reunirem por equipes para decidir quem será a abelha-rainha, segundo o que está nas regras. Dê um ou dois minutos para que tomem a decisão, lembrando que não podem deixar o outro grupo saber quem foi escolhido. Conclua os combinados para o início da partida, sempre retomando as regras impressas.


5

Vivência do jogo: este é um jogo bastante estratégico, as crianças precisarão desenvolver táticas individuais e coletivas. Precisam desviar da bola ou tentar agarrá-la para não serem queimadas. Ao mesmo tempo, devem observar o time adversário para descobrir quem estão protegendo e desenvolver estratégias, comunicando-se com o time oralmente ou através de gestos ou olhares para defender a abelha-rainha. Observe como as crianças atuam diante dos diversos desafios que a atividade propõe e faça registros escritos, fotográficos e de vídeo, para nortear seu planejamento e intervenções nas próximas vezes que jogarem. Caso alguma criança não deseje participar, peça que ela o auxilie nos registros de imagem. O jogo prossegue até que uma das abelhas-rainhas seja queimada.


6

Após o término da partida, sugira que as crianças bebam água e procure, com a turma, um lugar agradável para sentar. Proponha uma conversa para que contem sobre a experiência do jogo: como se comunicaram em equipe, que desafios enfrentaram, que estratégias utilizaram para proteger a abelha-rainha, como descobriram quem era a abelha-rainha do time adversário etc. Este deve ser um tempo livre de socialização entre as crianças e com o professor. Depois de alguns minutos, pergunte sobre os movimentos corporais que realizaram no jogo (por exemplo, abaixar para a escapar da bola, correr e arremessar a bola). Convide-as a demonstrar os movimentos enquanto contam como fizeram.


Para finalizar:

Finalizada a socialização de experiências,convide as crianças a respirar fundo algumas vezes. Elas podem fechar os olhos, sentir o próprio corpo e o ar entrando e saindo. Depois peça que abram os olhos e levantem lentamente. Antecipe qual será a próxima atividade do dia.

Desdobramentos

Este jogo pode ser repetido outras vezes para que as crianças tenham oportunidade de desenvolver outras estratégias, diferentes formas de se comunicar em equipe, percebendo o que deu certo e o que não deu. Você também pode propor que a turma insira novos desafios no jogo, como: jogar com duas bolas; quem estiver no “Morto” pode queimar; ou quem for queimado passa para o outro time. Quando fizerem essas variações no jogo, retome as regras impressas com as crianças e proponha que as reescrevam coletivamente fazendo as alterações.

Engajando as famílias

O jogo da queimada é bastante tradicional em diversas regiões do país, por isso é possível que os familiares já tenham jogado. Você pode planejar com as crianças uma pesquisa com as famílias sobre o jogo, perguntando se já jogaram, qual o nome do jogo (varia conforme a região), onde costumavam jogar e quais eram as regras. Assim, poderão comparar as diferentes formas de se jogar e até incorporar algumas das regras que acharem interessantes à Queimada Abelha-rainha.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EO03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EO07 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03CG02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano