13909
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Reconhecendo os diferentes aspectos dos contos de fadas

POR: Cibele Diogo Kimura 27/11/2018
Código: LPO2_02SQA06

2º ano / Língua Portuguesa / Sequência de Atividades

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF02LP28) Reconhecer o conflito gerador de uma narrativa ficcional e sua resolução, além de palavras, expressões e frases que caracterizam personagens e ambientes.

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 2º ano do EF sobre Reconhecendo os diferentes aspectos dos contos de fadas

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 6ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Contos de Fadas e no campo de atuação Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Conto de fada sugerido para leitura, folha para impressão da atividade, lápis e borracha.

Informações sobre o gênero: Contos de fadas, segundo Nelly Novaes Coelho, é um gênero textual formado por narrativas que, há milênios, surgiram anonimamente e passaram a circular entre os povos da Antiguidade, transformando-se consideravelmente com o passar do tempo. Atualmente, versões adaptados dos contos de fadas são vinculadas a literatura infantil, tendo como uma das funções apresentar um esboço compreensível da sociedade e das várias relações intersociais com uma linguagem leve e simplificada. Uma das suas principais característica é seu inicio com o famoso “Era uma vez” ou outra frase curta que demonstra um tempo indeterminado, possui também um enredo ficcional, que normalmente apresenta seus personagens e os aspectos mágicos do conto, em seguida traz um conflito que recorrerá com momentos de tensão, deixando explicito a relação do bem e do mal e por fim o desfecho que revela a solução para o conflito.

Dificuldades antecipadas:

  • Dificuldade para encontrar as características dos personagens, os diferenciando de acordo com o papel que ocupa no conto.
  • Dificuldade de reconhecer em qual momento acontece o conflito da narrativa e sua resolução.

Referências sobre o assunto:

REGO,L.L.B.Literatura Infantil: uma nova perspectiva da alfabetização. São Paulo:FTD,1988.

SOLÉ.; I.;Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

KAUFMAN.;A.M.; RODRIGUEZ.;M.E. Escola, leitura e produção de textos.Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CUNHA,R. Deu a louca na narrativa infantil? Revista Ciência, Cultura.; jan/mar,vol.59,nº1,p.59-60. 2007.

LEAL.;T.F.; BRANDÃO.;A.C.P.; É Possível ensinar a produzir textos! Os objetivos didáticos e a questão da progressão escolar no ensino da escrita.In:Produção de textos na escola:reflexões e práticas no ensino fundamental.(org) LEAL.;T.F.BRANDÃO.;C.P. Belo Horizonte: Autêntica,2007.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fada. São Paulo: Paz e terra, 2010.

COELHO, Nelly Novaes. O conto de fadas: Símbolo, mitos e arquétipos. São Paulo: Difusão Cultural do Livro, 2003. ______. Literatura infantil. São Paulo: Moderna, 2000

Título da aula select-down

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos. Diga que na aula de hoje vamos reconhecer os diferentes aspectos dos contos de fadas, como os personagens e suas características de acordo com seu papel na história, quais os conflitos geradores e suas respectivas resoluções.

Introdução select-down

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Faça a impressão da história da Branca de Neve e os Sete Anões (clique aqui para acessar: https://www.smartkids.com.br/trabalho/contos-de-fadas-branca-de-neve) para ler para a turma. Esse conto de fadas é a proposta dessa aula, porém pode ser substituído por qualquer outro conto escolhido.
  • Faça a leitura em voz alta para as crianças.
  • Retome com os alunos as principais características dos contos de fadas.
  • Lembrando das histórias que conhecemos e da história lida na aula de hoje, como são as características dos personagens dessas histórias? Existe personagem bondoso? E personagem do mal? A intenção é que os alunos apresentem os adjetivos que caracterizam o perfil de cada personagem, como por exemplo, malvada, bondosa, esperto, etc. Pretende-se a identificação que no gênero contos de fadas, essas características próprias dos personagens, são fundamentais para concretizar com o enredo da história.
  • Foi possível identificar que houve um conflito que mexeu com a calmaria ou coloca o protagonista em perigo? Quem ou o que causa esses conflitos na maioria das vezes? Espera-se que os alunos digam que o conflito se iniciou quando a rainha malvada, descobre (por meio do espelho mágico) que a Branca de Neve é mais bela que ela e assim se inicia alguns momentos tensos na história. Nesse momento, é importante que se compreenda que quem ou o que causa o conflito é o antagonista da história (madrasta), ou seja, o personagem ou situação que representa a oposição contra a qual o protagonista da história precisa lutar.
  • E como, em geral, esses conflitos são resolvidos? Como finalizam as histórias? A intenção é que os alunos compreendam que existe um desfecho que traz o fim da história, que é a solução desse conflito. As histórias podem ter desfechos diversos (tristes, alegres, engraçados), mas que nos contos de fadas, na maioria das vezes a história termina com “viveram felizes para sempre”.
  • Organize a sala em duplas, esse agrupamento deve ser pensado de uma forma produtiva, a fim de que os alunos possam conseguir auxiliar uns aos outros nos momentos de reflexão. Garanta que em cada dupla tenha pelo menos um aluno alfabético, isso auxiliará na troca de experiências na proposta de escrita.

Desenvolvimento select-down

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Transcreva o início da história da “Branca de Neves e os sete anões” (Clique aqui para visualizar a sugestão do trecho do texto) no quadro ou em um papel pardo para ficar exposto na sala no momento da atividade.
  • Faça a leitura da parte descrita no quadro da história da “Branca de Neve e os sete anões”.
  • Explique que agora é a vez da turma de auxiliar na reescrita dessa história que é bem conhecida por todos, porém que precisará contar com aspectos importantes para que essa narrativa seja compreendida quando outra pessoa lê-la.
  • Peça que as duplas pensem na história apresentada e listem os seguintes itens que auxiliarão como planejamento para o momento da reescrita (Clique aqui para obter a folha para atividade e aqui para ver a sugestão de resolução da atividade):
  • Quem é a protagonista da história?

Não esqueçam que sua função é de agente de ação, e será em torno dessa personagem que o jogo de conflitos e as ações da história se desenrolam.

  • A história possui um herói? Quem é ele e quais são suas características?
  • Quem é a antagonista? Quais adjetivos podemos atribuir a essa personagem?

O antagonista é um personagem que representa a oposição contra qual o protagonista terá que lutar, algo ou alguém que seja seu competidor, seu rival.

  • Quais outros personagens farão parte da história?
  • Tem algum elemento mágicos que acontecerá no decorrer da narrativa?
  • Qual será a problemática e/ou conflito que a protagonista terá que enfrentar?
  • E finalmente qual será a solução do conflito para que aconteça o desfecho dessa história?
  • Como a narrativa terminará?
  • Circule pela sala e auxilie quando necessário os alunos, a fim de extrair de forma coerente, o que a turma reconhece sobre os aspectos encontrados nos contos de fadas, como as características dos personagens e suas funções na história, como e porque o conflito é gerado e finalmente como esse conflito é resolvido dando um desfecho na narrativa.
  • Depois de elencar os principais aspectos da narrativa, inicie uma reescrita coletiva, dando sequência a parte já apresentada para turma.
  • Auxilie os alunos a pensarem na estrutura desse conto. Escreva no quadro ou no papel pardo o que os alunos forem ditando. O papel do professor nesse processo é de mediador, uma vez que o objetivo é que os alunos estejam concentrados no desafio da produção do texto, como as adequações para atender o gênero e a organização da estrutura e não propriamente na grafia das palavras.
  • Solicite que os alunos consultem suas tabelas para contribuírem com a reescrita e assim garantir, a presença de todos os pontos essenciais do conto.

Fechamento select-down

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Releia toda a história elaborada pela turma e questione se todos os momentos foram contemplados para que a narrativa esteja completa e compreendida.
  • Finalize a aula explorando o esquema acima e relembrando esses aspectos reescritos no conto. A ideia é que os alunos percebam que os principais elementos para um conto de fadas foram contemplados.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 6ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Contos de Fadas e no campo de atuação Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Conto de fada sugerido para leitura, folha para impressão da atividade, lápis e borracha.

Informações sobre o gênero: Contos de fadas, segundo Nelly Novaes Coelho, é um gênero textual formado por narrativas que, há milênios, surgiram anonimamente e passaram a circular entre os povos da Antiguidade, transformando-se consideravelmente com o passar do tempo. Atualmente, versões adaptados dos contos de fadas são vinculadas a literatura infantil, tendo como uma das funções apresentar um esboço compreensível da sociedade e das várias relações intersociais com uma linguagem leve e simplificada. Uma das suas principais característica é seu inicio com o famoso “Era uma vez” ou outra frase curta que demonstra um tempo indeterminado, possui também um enredo ficcional, que normalmente apresenta seus personagens e os aspectos mágicos do conto, em seguida traz um conflito que recorrerá com momentos de tensão, deixando explicito a relação do bem e do mal e por fim o desfecho que revela a solução para o conflito.

Dificuldades antecipadas:

  • Dificuldade para encontrar as características dos personagens, os diferenciando de acordo com o papel que ocupa no conto.
  • Dificuldade de reconhecer em qual momento acontece o conflito da narrativa e sua resolução.

Referências sobre o assunto:

REGO,L.L.B.Literatura Infantil: uma nova perspectiva da alfabetização. São Paulo:FTD,1988.

SOLÉ.; I.;Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

KAUFMAN.;A.M.; RODRIGUEZ.;M.E. Escola, leitura e produção de textos.Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CUNHA,R. Deu a louca na narrativa infantil? Revista Ciência, Cultura.; jan/mar,vol.59,nº1,p.59-60. 2007.

LEAL.;T.F.; BRANDÃO.;A.C.P.; É Possível ensinar a produzir textos! Os objetivos didáticos e a questão da progressão escolar no ensino da escrita.In:Produção de textos na escola:reflexões e práticas no ensino fundamental.(org) LEAL.;T.F.BRANDÃO.;C.P. Belo Horizonte: Autêntica,2007.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fada. São Paulo: Paz e terra, 2010.

COELHO, Nelly Novaes. O conto de fadas: Símbolo, mitos e arquétipos. São Paulo: Difusão Cultural do Livro, 2003. ______. Literatura infantil. São Paulo: Moderna, 2000

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos. Diga que na aula de hoje vamos reconhecer os diferentes aspectos dos contos de fadas, como os personagens e suas características de acordo com seu papel na história, quais os conflitos geradores e suas respectivas resoluções.

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Faça a impressão da história da Branca de Neve e os Sete Anões (clique aqui para acessar: https://www.smartkids.com.br/trabalho/contos-de-fadas-branca-de-neve) para ler para a turma. Esse conto de fadas é a proposta dessa aula, porém pode ser substituído por qualquer outro conto escolhido.
  • Faça a leitura em voz alta para as crianças.
  • Retome com os alunos as principais características dos contos de fadas.
  • Lembrando das histórias que conhecemos e da história lida na aula de hoje, como são as características dos personagens dessas histórias? Existe personagem bondoso? E personagem do mal? A intenção é que os alunos apresentem os adjetivos que caracterizam o perfil de cada personagem, como por exemplo, malvada, bondosa, esperto, etc. Pretende-se a identificação que no gênero contos de fadas, essas características próprias dos personagens, são fundamentais para concretizar com o enredo da história.
  • Foi possível identificar que houve um conflito que mexeu com a calmaria ou coloca o protagonista em perigo? Quem ou o que causa esses conflitos na maioria das vezes? Espera-se que os alunos digam que o conflito se iniciou quando a rainha malvada, descobre (por meio do espelho mágico) que a Branca de Neve é mais bela que ela e assim se inicia alguns momentos tensos na história. Nesse momento, é importante que se compreenda que quem ou o que causa o conflito é o antagonista da história (madrasta), ou seja, o personagem ou situação que representa a oposição contra a qual o protagonista da história precisa lutar.
  • E como, em geral, esses conflitos são resolvidos? Como finalizam as histórias? A intenção é que os alunos compreendam que existe um desfecho que traz o fim da história, que é a solução desse conflito. As histórias podem ter desfechos diversos (tristes, alegres, engraçados), mas que nos contos de fadas, na maioria das vezes a história termina com “viveram felizes para sempre”.
  • Organize a sala em duplas, esse agrupamento deve ser pensado de uma forma produtiva, a fim de que os alunos possam conseguir auxiliar uns aos outros nos momentos de reflexão. Garanta que em cada dupla tenha pelo menos um aluno alfabético, isso auxiliará na troca de experiências na proposta de escrita.

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Transcreva o início da história da “Branca de Neves e os sete anões” (Clique aqui para visualizar a sugestão do trecho do texto) no quadro ou em um papel pardo para ficar exposto na sala no momento da atividade.
  • Faça a leitura da parte descrita no quadro da história da “Branca de Neve e os sete anões”.
  • Explique que agora é a vez da turma de auxiliar na reescrita dessa história que é bem conhecida por todos, porém que precisará contar com aspectos importantes para que essa narrativa seja compreendida quando outra pessoa lê-la.
  • Peça que as duplas pensem na história apresentada e listem os seguintes itens que auxiliarão como planejamento para o momento da reescrita (Clique aqui para obter a folha para atividade e aqui para ver a sugestão de resolução da atividade):
  • Quem é a protagonista da história?

Não esqueçam que sua função é de agente de ação, e será em torno dessa personagem que o jogo de conflitos e as ações da história se desenrolam.

  • A história possui um herói? Quem é ele e quais são suas características?
  • Quem é a antagonista? Quais adjetivos podemos atribuir a essa personagem?

O antagonista é um personagem que representa a oposição contra qual o protagonista terá que lutar, algo ou alguém que seja seu competidor, seu rival.

  • Quais outros personagens farão parte da história?
  • Tem algum elemento mágicos que acontecerá no decorrer da narrativa?
  • Qual será a problemática e/ou conflito que a protagonista terá que enfrentar?
  • E finalmente qual será a solução do conflito para que aconteça o desfecho dessa história?
  • Como a narrativa terminará?
  • Circule pela sala e auxilie quando necessário os alunos, a fim de extrair de forma coerente, o que a turma reconhece sobre os aspectos encontrados nos contos de fadas, como as características dos personagens e suas funções na história, como e porque o conflito é gerado e finalmente como esse conflito é resolvido dando um desfecho na narrativa.
  • Depois de elencar os principais aspectos da narrativa, inicie uma reescrita coletiva, dando sequência a parte já apresentada para turma.
  • Auxilie os alunos a pensarem na estrutura desse conto. Escreva no quadro ou no papel pardo o que os alunos forem ditando. O papel do professor nesse processo é de mediador, uma vez que o objetivo é que os alunos estejam concentrados no desafio da produção do texto, como as adequações para atender o gênero e a organização da estrutura e não propriamente na grafia das palavras.
  • Solicite que os alunos consultem suas tabelas para contribuírem com a reescrita e assim garantir, a presença de todos os pontos essenciais do conto.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Releia toda a história elaborada pela turma e questione se todos os momentos foram contemplados para que a narrativa esteja completa e compreendida.
  • Finalize a aula explorando o esquema acima e relembrando esses aspectos reescritos no conto. A ideia é que os alunos percebam que os principais elementos para um conto de fadas foram contemplados.

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Cibele Kimura
Mentor: Anie Paruta
Especialista: Tânia Rios
Título da aula: Reconhecendo os diferentes aspectos dos contos de fadas
Finalidade da aula: Reconhecer diferentes aspectos dos contos de fadas, como seus personagens, conflitos geradores e suas resoluções.
Ano: 2º ano do Ensino Fundamental
Gênero: Contos de fadas
Objeto(s) do conhecimento: Forma de composição de narrativas
Prática de linguagem: Análise Linguística /Semiótica
Habilidade(s) da BNCC: EF02LP28
Esta é 6ª aula de uma sequência de 15 planos de aula. Recomendamos o uso desse plano em sequência.  

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

1º ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes