13876
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Diferentes linguagens no artigo de divulgação científica

POR: Daniel Loureiro Gomes 27/11/2018
Código: LPO9_07SQA03

9º ano / Língua Portuguesa / Sequência de Atividades

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF69LP32) Selecionar informações e dados relevantes de fontes diversas (impressas, digitais, orais etc.), avaliando a qualidade e a utilidade dessas fontes, e organizar, esquematicamente, com ajuda do professor, as informações necessárias (sem excedê-las) com ou sem apoio de ferramentas digitais, em quadros, tabelas ou gráficos.

(EF69LP34) Grifar as partes essenciais do texto, tendo em vista os objetivos de leitura, produzir marginálias (ou tomar notas em outro suporte), sínteses organizadas em itens, quadro sinóptico, quadro comparativo, esquema, resumo ou resenha do texto lido (com ou sem comentário/análise), mapa conceitual, dependendo do que for mais adequado, como forma de possibilitar uma maior compreensão do texto, a sistematização de conteúdos e informações e

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do Fundamental sobre diferentes linguagens no artigo de divulgação científica

 

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Artigo de divulgação científica e no campo de atuação Campo das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Leitura.

Materiais necessários:

Cópia do artigo de divulgação científica, disponível aqui.

Informações sobre o gênero: O texto de divulgação científica é destinado à publicização do saber científico em uma linguagem mais didática e informativa. Agrega características tanto da esfera científica quanto jornalística. Da primeira, herda a impessoalidade, o uso de termos técnicos e a objetividade; já da segunda, carrega uma linguagem mais simples, elementos informacionais e didáticos, para se adequar a um público mais amplo e que não pertence à academia científica.

Dificuldades antecipadas: Não compreensão da relação entre textos visuais, como gráficos, a partir de dados verbais.

Referências sobre o assunto

BRANDÃO, Helena Nagamine. Gêneros do discurso na escola: mito, conto, cordel, discurso político, divulgação científica. São Paulo: Cortez, 2000

FURTADO, Viviane. Gênero artigo de divulgação científica. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/rir/article/view/37109

GIERING, Maria Eduarda. Gênero artigo de divulgação científica para crianças Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/index.php/INV/article/view/1456

GRILLO, Sheila. Divulgação científica: linguagens, esferas e gêneros. Disponível em: www.teses.usp.br/teses/disponiveis/.../8/tde.../2013_SheilaVieiraDeCamargoGrillo.pdf

LEIBRUDER. Ana Paula. O discurso de divulgação científica. São PAulo: Cortez, 2000.

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Leia o texto apresentado no slide, apontando a presença da palavra “linguagens” como forma de levar os estudantes à compreensão de que um texto não se produz apenas em linguagem verbal, mas a visualidade é uma possibilidade de leitura capaz.

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Utilize cópias do texto disponível aqui e peça para que os alunos leiam em voz alta.
  • Dê preferência ao revezamento de leitura, cada parágrafo pode ser lido por um aluno diferente.
  • Ao final da leitura, leia para os estudantes a pergunta do slide, que você mesmo pode escrever no quadro.
  • Peça para que alguns alunos indiquem, oralmente, a importância dos dados numéricos para a compreensão do texto. Tal compreensão deve ser a de que os dados favorecem à concretização das informações dadas pelo título e como uma forma a tornar mais palpável a afirmação do parágrafo inicial.
  • Peça para que anotem no caderno e assim inicie a próxima atividade.

Materiais complementares: Para ter acesso ao texto da aula, clique aqui

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Este slide só deve ser mostrado aos alunos a partir do tópico 4 descrito abaixo. Caso não seja possível projetar, você pode escrever esses tópico no quadro a partir do passo 4.

  • Peça para que os alunos destaquem do texto os trechos em que aparecem dados numéricos e reescreva-os no caderno para melhor visualização. Destine no máximo 15 minutos para essa parte da atividade.

  • Os dados a serem destacados são os que aparecem nos seguintes trechos:
  • “A geração Z, grupo de pessoas nascidas a partir de 2001, está prestes a ultrapassar em número os Millennials, indivíduos que vieram ao mundo entre os anos de 1980 a 2000.”
  • “a Geração Z representará 32% da população global de 7,7 bilhões, enquanto a "geração do milênio" corresponderá a 31,5%.”
  • “Outro exemplo é a Índia, que tem cerca de 1,3 bilhão de cidadãos versus 1,4 bilhão de chineses e verá sua a Geração Z de sua população subir para 472 milhões em 2019, 51% a mais da projeção para a China.”

  • Divida, nesse momento, a turma em trios e peça para que os grupos discutam a melhor forma de apresentar esses dados numéricos em três diferentes formatos visuais. Destine 15 minutos no máximo para isso.

  • Peça as sugestões dos trios até que seja possível pensar os seguintes modelos: a. linha do tempo, b. gráfico de pizza, c. gráfico de barras (nesse caso, o importante é visualizar a diferença entre o número de jovens da geração Z dos dois países em 2019).

  • Nesse momento, peça para que os trios produzam os três recursos visuais com base nos dados numéricos selecionados.

  • Esses recursos podem ser construídos no caderno ou em computadores, caso a escola os disponibilize. No entanto, o manuseio de dados no caderno permite ao aluno maior contato com esses elementos, pois ele escreverá e desenhará à mão os elementos pertinentes à construção dos gráficos, não apenas inserindo dados que serão organizados pelo software.

  • Peça um recurso visual por página do caderno, dessa forma ficará melhor a visualização da turma na etapa final da aula.

  • Uma consideração importante diz respeito aos dados do item c. Nele, há um dado não explicitado que precisa ser deduzido a partir da seguinte consideração: A população da geração Z na Índia será de 472 milhões, o que corresponde a 51% a mais que os números da China. Para buscar os números da China, peça auxílio de um professor de matemática para que os alunos atinjam esse valor, construindo dessa forma um momento interdisciplinar entre Língua Portuguesa e Matemática. Ao final desse auxílio, o aluno obterá os seguintes dados: Índia, 472 milhões e China, 313 milhões (valor arredondado e que corresponde a ? da população conforme indicado no texto, uma vez que a Índia terá 151% dessa população da China em 2019).

  • Além disso, peça para que os trios dividam o gráfico de barras em intervalos de 50 para melhor visualização.

  • Ao fim do tempo dessa atividade, diga para que eles escolham um aluno do trio para mostrar os resultados no quadro.

Materiais complementares: Para acessar o material auxiliar para visualização dos dados visuais, clique aqui.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Peça para que os grupos mostrem cada recurso visual no caderno para a turma. No caso de terem utilizado computador, peça para os grupos visitem os demais grupos para visualizar na tela o que foi produzido.
  • Discuta com a turma as adequações e inadequações do recursos visuais: quanto à distância entre os anos, no caso da linha do tempo; a discrepância de valores, no caso dos gráficos, se necessário, de cada recurso visual produzido.
  • Peça para que todos os grupos opinem se o que foi apresentado se aproxima ou se distancia do que foi produzido entre eles, verificando se há muitas diferenças nos gráficos e na linha do tempo. Isso demonstrará se houve compreensão efetiva dos dados numéricos lidos no texto.
  • Ao final das possíveis discordâncias, entregue uma cópia dos dados previstos como resposta adequada. Esses recursos estão disponíveis em Materiais complementares.
  • Finalize a aula enfatizando a possibilidade de se produzir e ler os dados verbais do texto em outra linguagem, agora em gráficos e linha do tempo, como recursos verbais e visuais., o que potencializa a leitura e permite uma compreensão mais simplificada.

Materiais complementares: Para acessar o material auxiliar para visualização dos dados visuais, clique aqui.

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Daniel Gomes
Mentor: Cristiani Fernandes
Especialista: Isabel Fernandes

Título da aula: Diferentes linguagens no artigo de divulgação científica

Finalidade da aula: Sistematizar as informações contidas em um artigo de divulgação científica. Identificar a relação de sentidos entre diferentes linguagens, como enunciados verbais e gráficos, tabelas, mapas, esquemas, hipertextos.

Ano: 9º ano do Ensino Fundamental

Gênero: Artigo de Divulgação Científica/Exposição Oral

Objeto(s) do conhecimento: Estratégias e procedimentos de leitura. Relação do verbal com outras semioses. Procedimentos e gêneros de apoio à compreensão

Prática de linguagem: Estratégias e procedimentos de leitura. Relação do verbal com outras semioses. Procedimentos e gêneros de apoio à compreensão

Habilidade(s) da BNCC: EF69LP32, EF69LP34


Sobre esta aula: esta é primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Artigo de divulgação científica e no campo de atuação Campo das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Leitura.

Materiais necessários:

Cópia do artigo de divulgação científica, disponível aqui.

Informações sobre o gênero: O texto de divulgação científica é destinado à publicização do saber científico em uma linguagem mais didática e informativa. Agrega características tanto da esfera científica quanto jornalística. Da primeira, herda a impessoalidade, o uso de termos técnicos e a objetividade; já da segunda, carrega uma linguagem mais simples, elementos informacionais e didáticos, para se adequar a um público mais amplo e que não pertence à academia científica.

Dificuldades antecipadas: Não compreensão da relação entre textos visuais, como gráficos, a partir de dados verbais.

Referências sobre o assunto

BRANDÃO, Helena Nagamine. Gêneros do discurso na escola: mito, conto, cordel, discurso político, divulgação científica. São Paulo: Cortez, 2000

FURTADO, Viviane. Gênero artigo de divulgação científica. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/rir/article/view/37109

GIERING, Maria Eduarda. Gênero artigo de divulgação científica para crianças Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/index.php/INV/article/view/1456

GRILLO, Sheila. Divulgação científica: linguagens, esferas e gêneros. Disponível em: www.teses.usp.br/teses/disponiveis/.../8/tde.../2013_SheilaVieiraDeCamargoGrillo.pdf

LEIBRUDER. Ana Paula. O discurso de divulgação científica. São PAulo: Cortez, 2000.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

AULAS DESSA UNIDADE:

AULA 03

Diferentes linguagens no artigo de divulgação científica

VOCÊ ESTÁ AQUI

AULAS DESSA DISCIPLINA:

1º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

2º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes