13803
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Assembleia

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 2º ano do Ensino Fundamental sobre o campo de atuação da oralidade.

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ariane Previde Paz

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é uma proposta de atividade permanente para trabalhar Assembleia . O campo de atuação priorizado nessa atividade é Oralidade.

Materiais necessários:

Cartolina ou papel kraft;

Canetas hidrográficas;

Justificativa: Na necessidade de se discutir as relações interpessoais, na busca de uma convivência positiva e democrática, a ASSEMBLEIA é um espaço que se valoriza o diálogo na resolução de problemas, que se exercita a capacidade de argumentar oralmente e que se aprende a explicitar e sustentar o ponto de vista com apoio de evidências, fortalecendo, assim, a construção da cidadania e dos valores de democracia, de respeito, de justiça, de solidariedade. No geral, são reuniões periódicas que regularizam as relações de convívio entre as pessoas de uma comunidade. Nos 1º

e 2º anos do ensino fundamental, a pauta temática é construída a partir das necessidades específicas da sala de aula.

Dificuldades antecipadas:

Referir-se a pessoas e não aos temas ou conflitos,

Apresentar dificuldades de respeitar a fala do colega sem interrompê-la,

Repetir ideias já mencionadas;

Falta de concentração nos assuntos discutidos;

Relatar fatos que não estão relacionados à pauta;

Medo ou vergonha de expor as ideias;

Centralizar a discussão em apenas algumas crianças;

Cooperar com o grupo de trabalho.

Referências sobre o assunto:

Visite a atividade permanente sobre Assembleia destinada ao 1º ano no site da Revista Escola para compreender a progressão entre o 1º e 2º anos.

Assembleias Escolares - MEC TV Escola: https://www.youtube.com/watch?v=dUQ80t0JhzE

ARAUJO, Ulisses F. Autogestão na sala de aula: as assembleias escolares. São Paulo: Summus, 2015

JEONG, Choi yun; YEONG, Kim Sun. Fugindo das garras do gato. São Paulo: Callis, 2009

PUIG, Josep Maria. Democracia e participação escolar:proposta de atividades. São Paulo: Moderna, 2005

Dinâmica da atividade select-down

Preparação: ·

Sensibilização sobre a definição de uma assembleia: Antecede o início das assembleias e acontece apenas uma vez. Pergunte aos alunos:

  • O que é uma assembleia?
  • O que os alunos fazem em uma assembleia?
  • O que o professor faz em uma assembleia?
  • Onde as assembleias acontecem?
  • Quem já participou de uma assembleia?

A partir das respostas dos alunos:

  • acrescente informações necessárias sobre a importância de uma assembleia para valorizar a resolução de problemas do cotidiano da sala de aula;
  • ressalte a importância de buscar uma convivência pacífica dentro e fora da escola. Por ser um espaço de discussões que envolve emoções, sentimentos, ideologias, culturas, é necessário escutar e respeitar as diferentes vozes que ali estão;
  • mostre exemplos, estabeleça a periodicidade e construa as regras básicas. Na assembleia, por exemplo, as sessões acontecem regularmente em datas programadas que devem ser respeitadas para que esse momento não seja desvalorizado.

Elaboração da pauta – Acontece durante as semanas que antecedem o dia da Assembleia e é de extrema importância para o sucesso desse momento. Os assuntos debatidos estão relacionados ao dia a dia da turma: os alunos, com ou sem mediação do professor, indicam os pontos positivos e negativos e fazem sugestões com ênfase, neste ciclo, para as necessidades específicas da sala de aula.

  • Confeccione um cartaz com três partes: Parabéns, Não foi legal e Palpites.
  • Coloque uma ilustração para diferenciar cada momento. Peça sugestões aos alunos.
  • A pauta é registrada neste cartaz.
  • Deixe o cartaz acessível a todos da sala para que eles registrem os aspectos positivos e negativos e acrescentem ideias no campo Palpites. Como muitos alunos ainda não dominam a modalidade escrita da língua, o professor ou um colega torna-se escriba e registra as ideias no cartaz. Pontue sempre essas colaborações entre os alunos no campo “Parabéns” para incentivá-los a colaborar com o restante da turma.
  • Tanto os conflitos quanto os pontos positivos são construídos no dia a dia a partir das diferentes situações apresentadas pelos alunos.
  • Pergunte a eles, ao mediar uma situação de conflito, se pode incluí-la na pauta. Incentive as crianças a registrarem o desacordo, entretanto, respeite caso eles optarem em não expor o problema. Gradativamente, as crianças desenvolvem autonomia e refletem sobre os assuntos que permeiam uma assembleia.
  • Devido à importância de se incluir na discussão temas originários de qualquer interação entre os alunos em diversos ambientes da escola, questione-os, ao final do período de aula, se houve alguma situação que necessite ser acrescentada na pauta. Não esqueça de elogiar todas as ações que tornem as relações interpessoais mais prazerosas.
  • No dia que antecede a Assembleia, o professor junto com um grupo de três ou quatro crianças agrupam os assuntos de acordo com a complexidade e o tema para que a pauta não se torne exaustiva. Utilize diferentes cores para que os alunos consigam visualizar a hierarquia decidida pelo grupo, por exemplo:

Verde: Situações pouco graves.

Amarelo: Situações razoáveis.

Vermelho: Situações que necessitam de muita atenção.

  • Essa classificação de cores foi utilizada como título do plano de aula. Caso os alunos optem por outras cores, é necessário que o título da aula seja modificado.
  • A cada sessão, um novo grupo é responsável por essa organização.

Orientações: Assembleia

Tempo sugerido: 10 minutos

1.Puxem as cadeiras, é a hora da Assembleia!: Por ser uma discussão em que todos devem ser ouvidos, qualquer obstáculo que prejudique a interlocução dos alunos precisa ser eliminado, por isso, o círculo ou semicírculo, como acontece nas rodas de conversa, torna-se primordial nas Assembleias. Reserve um espaço para que o grupo responsável pela organização da Assembleia permaneça junto.

2. De quem é a vez?: A professora apresenta o grupo responsável pela Assembleia.

3. Voltando aos combinados.: Relembre as regras básicas que foram construídas com o grupo na sensibilização.

2. 4. Vocês se lembram do nosso último encontro?: Peça a um aluno que leia os combinados da última sessão.

Dinâmica da atividade select-down

Tempo sugerido: 30 minutos

5.NÃO FOI LEGAL :

  • A partir dos agrupamentos decididos pelos grupo, leia ou peça para um aluno ler a pauta.
  • Inicie pelas situações pouco graves.
  • Pergunte para a turma se as crianças que colocaram tais críticas gostariam de manifestar-se.
  • Aguarde as manifestações e amplie as discussões para o grupo. As conclusões são anotadas no Campo PALPITES pelo professor.
  • Incentive as crianças a expressarem a sua opinião, questionando-as. Não deixe que os alunos simplesmente respondam “Porque sim!”. Conduza a uma reflexão em que a ideia seja esclarecida por meio de argumentos.
  • As regras e os combinados devem ser aprovados pela maioria a partir de uma votação em que os alunos posicionam-se A FAVOR, CONTRA OU ABSTENÇÃO.
  • Ao final da discussão da pauta, pergunte se alguém gostaria de acrescentar uma situação que não foi discutida e registre, também, na pauta.
  • Durante a Assembleia, todas as anotações feitas no cartaz são realizadas pelo professor. Caso julgue necessário, sinalize a criança que está falando com um objeto, por exemplo, uma plaquinha com a frase AGORA É A MINHA VEZ, para que todos visualizem-na e respeitem-na.

6. PARABÉNS:

  • Crie um ambiente benéfico entre as crianças. Parabenize as diferentes ações que influenciam positivamente as relações interpessoais.
  • Após a leitura desse campo, pergunte novamente se alguém gostaria de acrescentar uma felicitação que deve ser registrada no cartaz pelo professor.
  • Convide todas as crianças citadas a se levantarem e agradeça por eles fazerem a diferença naquele período.
  • Finalize com uma salva de palmas.

Dinâmica da atividade select-down

Tempo sugerido: 10 minutos

6. Assinatura

  • Encerradas todas as discussões e registros concluídos, solicite a assinatura das crianças no cartaz efetivando o compromisso com o grupo.
  • Confeccione um novo cartaz para a próxima sessão.

Observação: Tanto as críticas quanto as felicitações espontâneas são observações relevantes que não estavam na pauta, entretanto, é necessário cuidado para não transformar a Assembleia em um momento de roda de conversa, em que as falas são livres.

Variação da atividade select-down

Este slide não deve ser exibido para os alunos, ele apenas apresenta uma nova possibilidade da dinâmica de sessão, para que você, professor, possa planejar-se por meio de outras opções.

Confecção do Cartaz

Orientações: Varie a organização do cartaz de acordo com as escolhas da turma.

Variação da atividade select-down

Este slide não deve ser exibido para os alunos, ele apenas apresenta uma nova possibilidade da dinâmica de sessão, para que você, professor, possa planejar-se por meio de outras opções.

Parabéns

Orientações: No registro das felicitações, peça a um aluno do grupo responsável que anote no campo PARABÉNS os nomes das crianças que foram elogiadas durante a Assembleia.

Variação da atividade select-down

Este slide não deve ser exibido para os alunos, ele apenas apresenta uma nova possibilidade da dinâmica de sessão, para que você, professor, possa planejar-se por meio de outras opções.

Um novo cartaz

Orientações:

  • Observe se o cartaz que foi confeccionado para elaboração da pauta está organizado de uma maneira que as crianças compreendam facilmente.
  • Caso as informações e as organizações não estejam claras, prepare um novo cartaz.
  • Durante a organização da pauta com o grupo responsável, o professor reescreve a pauta de acordo com a hierarquia decidida pelo grupo no campo NÃO FOI LEGAL.
  • Registre, também, as felicitações no campo PARABÉNS.
  • Deixe o campo PALPITES em branco para ser preenchido durante a assembleia.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é uma proposta de atividade permanente para trabalhar Assembleia . O campo de atuação priorizado nessa atividade é Oralidade.

Materiais necessários:

Cartolina ou papel kraft;

Canetas hidrográficas;

Justificativa: Na necessidade de se discutir as relações interpessoais, na busca de uma convivência positiva e democrática, a ASSEMBLEIA é um espaço que se valoriza o diálogo na resolução de problemas, que se exercita a capacidade de argumentar oralmente e que se aprende a explicitar e sustentar o ponto de vista com apoio de evidências, fortalecendo, assim, a construção da cidadania e dos valores de democracia, de respeito, de justiça, de solidariedade. No geral, são reuniões periódicas que regularizam as relações de convívio entre as pessoas de uma comunidade. Nos 1º

e 2º anos do ensino fundamental, a pauta temática é construída a partir das necessidades específicas da sala de aula.

Dificuldades antecipadas:

Referir-se a pessoas e não aos temas ou conflitos,

Apresentar dificuldades de respeitar a fala do colega sem interrompê-la,

Repetir ideias já mencionadas;

Falta de concentração nos assuntos discutidos;

Relatar fatos que não estão relacionados à pauta;

Medo ou vergonha de expor as ideias;

Centralizar a discussão em apenas algumas crianças;

Cooperar com o grupo de trabalho.

Referências sobre o assunto:

Visite a atividade permanente sobre Assembleia destinada ao 1º ano no site da Revista Escola para compreender a progressão entre o 1º e 2º anos.

Assembleias Escolares - MEC TV Escola: https://www.youtube.com/watch?v=dUQ80t0JhzE

ARAUJO, Ulisses F. Autogestão na sala de aula: as assembleias escolares. São Paulo: Summus, 2015

JEONG, Choi yun; YEONG, Kim Sun. Fugindo das garras do gato. São Paulo: Callis, 2009

PUIG, Josep Maria. Democracia e participação escolar:proposta de atividades. São Paulo: Moderna, 2005

Preparação: ·

Sensibilização sobre a definição de uma assembleia: Antecede o início das assembleias e acontece apenas uma vez. Pergunte aos alunos:

  • O que é uma assembleia?
  • O que os alunos fazem em uma assembleia?
  • O que o professor faz em uma assembleia?
  • Onde as assembleias acontecem?
  • Quem já participou de uma assembleia?

A partir das respostas dos alunos:

  • acrescente informações necessárias sobre a importância de uma assembleia para valorizar a resolução de problemas do cotidiano da sala de aula;
  • ressalte a importância de buscar uma convivência pacífica dentro e fora da escola. Por ser um espaço de discussões que envolve emoções, sentimentos, ideologias, culturas, é necessário escutar e respeitar as diferentes vozes que ali estão;
  • mostre exemplos, estabeleça a periodicidade e construa as regras básicas. Na assembleia, por exemplo, as sessões acontecem regularmente em datas programadas que devem ser respeitadas para que esse momento não seja desvalorizado.

Elaboração da pauta – Acontece durante as semanas que antecedem o dia da Assembleia e é de extrema importância para o sucesso desse momento. Os assuntos debatidos estão relacionados ao dia a dia da turma: os alunos, com ou sem mediação do professor, indicam os pontos positivos e negativos e fazem sugestões com ênfase, neste ciclo, para as necessidades específicas da sala de aula.

  • Confeccione um cartaz com três partes: Parabéns, Não foi legal e Palpites.
  • Coloque uma ilustração para diferenciar cada momento. Peça sugestões aos alunos.
  • A pauta é registrada neste cartaz.
  • Deixe o cartaz acessível a todos da sala para que eles registrem os aspectos positivos e negativos e acrescentem ideias no campo Palpites. Como muitos alunos ainda não dominam a modalidade escrita da língua, o professor ou um colega torna-se escriba e registra as ideias no cartaz. Pontue sempre essas colaborações entre os alunos no campo “Parabéns” para incentivá-los a colaborar com o restante da turma.
  • Tanto os conflitos quanto os pontos positivos são construídos no dia a dia a partir das diferentes situações apresentadas pelos alunos.
  • Pergunte a eles, ao mediar uma situação de conflito, se pode incluí-la na pauta. Incentive as crianças a registrarem o desacordo, entretanto, respeite caso eles optarem em não expor o problema. Gradativamente, as crianças desenvolvem autonomia e refletem sobre os assuntos que permeiam uma assembleia.
  • Devido à importância de se incluir na discussão temas originários de qualquer interação entre os alunos em diversos ambientes da escola, questione-os, ao final do período de aula, se houve alguma situação que necessite ser acrescentada na pauta. Não esqueça de elogiar todas as ações que tornem as relações interpessoais mais prazerosas.
  • No dia que antecede a Assembleia, o professor junto com um grupo de três ou quatro crianças agrupam os assuntos de acordo com a complexidade e o tema para que a pauta não se torne exaustiva. Utilize diferentes cores para que os alunos consigam visualizar a hierarquia decidida pelo grupo, por exemplo:

Verde: Situações pouco graves.

Amarelo: Situações razoáveis.

Vermelho: Situações que necessitam de muita atenção.

  • Essa classificação de cores foi utilizada como título do plano de aula. Caso os alunos optem por outras cores, é necessário que o título da aula seja modificado.
  • A cada sessão, um novo grupo é responsável por essa organização.

Orientações: Assembleia

Tempo sugerido: 10 minutos

1.Puxem as cadeiras, é a hora da Assembleia!: Por ser uma discussão em que todos devem ser ouvidos, qualquer obstáculo que prejudique a interlocução dos alunos precisa ser eliminado, por isso, o círculo ou semicírculo, como acontece nas rodas de conversa, torna-se primordial nas Assembleias. Reserve um espaço para que o grupo responsável pela organização da Assembleia permaneça junto.

2. De quem é a vez?: A professora apresenta o grupo responsável pela Assembleia.

3. Voltando aos combinados.: Relembre as regras básicas que foram construídas com o grupo na sensibilização.

2. 4. Vocês se lembram do nosso último encontro?: Peça a um aluno que leia os combinados da última sessão.

Tempo sugerido: 30 minutos

5.NÃO FOI LEGAL :

  • A partir dos agrupamentos decididos pelos grupo, leia ou peça para um aluno ler a pauta.
  • Inicie pelas situações pouco graves.
  • Pergunte para a turma se as crianças que colocaram tais críticas gostariam de manifestar-se.
  • Aguarde as manifestações e amplie as discussões para o grupo. As conclusões são anotadas no Campo PALPITES pelo professor.
  • Incentive as crianças a expressarem a sua opinião, questionando-as. Não deixe que os alunos simplesmente respondam “Porque sim!”. Conduza a uma reflexão em que a ideia seja esclarecida por meio de argumentos.
  • As regras e os combinados devem ser aprovados pela maioria a partir de uma votação em que os alunos posicionam-se A FAVOR, CONTRA OU ABSTENÇÃO.
  • Ao final da discussão da pauta, pergunte se alguém gostaria de acrescentar uma situação que não foi discutida e registre, também, na pauta.
  • Durante a Assembleia, todas as anotações feitas no cartaz são realizadas pelo professor. Caso julgue necessário, sinalize a criança que está falando com um objeto, por exemplo, uma plaquinha com a frase AGORA É A MINHA VEZ, para que todos visualizem-na e respeitem-na.

6. PARABÉNS:

  • Crie um ambiente benéfico entre as crianças. Parabenize as diferentes ações que influenciam positivamente as relações interpessoais.
  • Após a leitura desse campo, pergunte novamente se alguém gostaria de acrescentar uma felicitação que deve ser registrada no cartaz pelo professor.
  • Convide todas as crianças citadas a se levantarem e agradeça por eles fazerem a diferença naquele período.
  • Finalize com uma salva de palmas.

Tempo sugerido: 10 minutos

6. Assinatura

  • Encerradas todas as discussões e registros concluídos, solicite a assinatura das crianças no cartaz efetivando o compromisso com o grupo.
  • Confeccione um novo cartaz para a próxima sessão.

Observação: Tanto as críticas quanto as felicitações espontâneas são observações relevantes que não estavam na pauta, entretanto, é necessário cuidado para não transformar a Assembleia em um momento de roda de conversa, em que as falas são livres.

Este slide não deve ser exibido para os alunos, ele apenas apresenta uma nova possibilidade da dinâmica de sessão, para que você, professor, possa planejar-se por meio de outras opções.

Confecção do Cartaz

Orientações: Varie a organização do cartaz de acordo com as escolhas da turma.

Este slide não deve ser exibido para os alunos, ele apenas apresenta uma nova possibilidade da dinâmica de sessão, para que você, professor, possa planejar-se por meio de outras opções.

Parabéns

Orientações: No registro das felicitações, peça a um aluno do grupo responsável que anote no campo PARABÉNS os nomes das crianças que foram elogiadas durante a Assembleia.

Este slide não deve ser exibido para os alunos, ele apenas apresenta uma nova possibilidade da dinâmica de sessão, para que você, professor, possa planejar-se por meio de outras opções.

Um novo cartaz

Orientações:

  • Observe se o cartaz que foi confeccionado para elaboração da pauta está organizado de uma maneira que as crianças compreendam facilmente.
  • Caso as informações e as organizações não estejam claras, prepare um novo cartaz.
  • Durante a organização da pauta com o grupo responsável, o professor reescreve a pauta de acordo com a hierarquia decidida pelo grupo no campo NÃO FOI LEGAL.
  • Registre, também, as felicitações no campo PARABÉNS.
  • Deixe o campo PALPITES em branco para ser preenchido durante a assembleia.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 2º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 2º ano:

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano