13776
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Variedades da língua falada em diferentes situações de comunicação

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do Fundamental sobre variedades linguísticas

Plano 01 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Rosana Salvini Conrado

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 1ª aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é abordar a variação linguística, com foco na modalidade oral e em suas representações na escrita. Para dar início, apresente aos alunos o slide com o tema da aula e pergunte a eles o que significa o termo “variedades”. A partir das respostas dadas, procure levá-los a associar os significados trazidos ao termo “linguísticas”, que está diretamente ligado à língua. Pergunte o que sabem sobre a própria língua; de onde ela veio; por que falamos português; que línguas existiam no Brasil antes da chegada dos portugueses; que outros povos chegaram no Brasil e ajudaram a povoar o país; que línguas eles falavam; enfim, faça um levantamento sobre o que os alunos já conhecem e utilize esses dados ao final, para fechar com o grupo uma definição de “variedades linguísticas”. Além disso, aproveite para levar os alunos a reconhecer e a valorizar a importância da influência de outras línguas e dos diferentes grupos sociais existentes no Brasil, que também são responsáveis pela construção dos registros da língua em uso, que se iniciam na oralidade.

É importante que o professor conheça a definição de “variedades linguísticas”, assim como de suas diferentes manifestações, sejam elas regionais, sociais ou históricas. Além do registro da língua, essas variedades têm muito a dizer sobre o público que faz uso delas, sobre a identidade cultural que está expressa nesse uso. Por isso é importante também conhecer o que já se discutiu sobre preconceito linguístico, a fim de desfazer equívocos de interpretação e de levar os alunos a valorizar a própria língua em suas diferentes formas de registro.

Materiais necessários: Será preciso ter acesso a equipamentos de reprodução de vídeo e áudio, assim como aos arquivos que estão disponíveis na internet. Não é preciso propor nenhuma lição de casa antecipadamente, pois todo o conteúdo se desenvolverá em sala de aula.

Dificuldades antecipadas: Pode ser que os alunos tenham dificuldade em estabelecer associações entre o conteúdo novo e o que já conhecem. É importante levá-los a contribuir com exemplos do próprio cotidiano familiar, para que se sintam como parte do contexto.

Referências sobre o assunto:

Bagno, M. (2001). Português ou brasileiro? Um convite à pesquisa. São Paulo: Parábola.
--------. (2001). A Língua de Eulália. Novela sociolinguística. São Paulo: Contexto.
--------. (2002). Preconceito linguístico: o que é? Como se faz? São Paulo: Loyola.

……….. (2007). Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação
linguística. São Paulo: Parábola Editorial.

Marcuschi, L. A. (2007). Da fala para a escrita: Atividades de textualização. São Paulo:
Cortez.

Marcuschi, L.A , Dionísio, A.P.(2007) - Fala e escrita . 1. ed., 1. reimp. — Belo Horizonte: Autêntica.. http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/29.pdf

Univesp (vídeo aula) - Norma culta e variedade linguística -https://www.youtube.com/watch?v=pWvuF0U9zv4

Variedades Linguísticas regionais; https://www.youtube.com/watch?v=iu4ra9tkFWM

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

1- Apresente o título da aula e pergunte aos alunos o que eles sabem sobre esse tema;

2- Faça um levantamento dos conhecimentos prévios e registre tópicos que considerar importantes, para que sejam retomados ao final da aula;

3- Oriente-os sobre a importância da participação do grupo e das contribuições que darão, com base no que já sabem sobre o assunto e no que gostariam de saber.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

1- Reproduza os dois vídeos para a turma e peça que eles observem o modo de falar dos personagens. Essa atividade pode suscitar o desejo de assistir ao filme completo, o que não é necessário neste primeiro momento;

Auto da Compadecida - http://globofilmes.globo.com/filme/oautodacompadecida/
Na Roça é Diferente -
https://www.youtube.com/watch?v=Bfx_E3zvnjc

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

1- Pergunte aos alunos sobre o que observaram, levante conhecimentos prévios sobre os diferentes falares do Brasil, observados pelos alunos em seu dia a dia, naquilo que acessam na internet, que assistem na TV, que conseguem identificar entre seus próprios familiares etc.;

2- Anote alguns exemplos trazidos pelos alunos no quadro, para recuperar depois no fechamento da aula.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Promova a leitura compartilhada da letra de música “Documento de Matuto”, de Luiz Gonzaga (essa letra apresenta uma variedade regional mais próxima da modalidade oral da língua, objeto foco da habilidade em questão); a letra pode ser encontrada em https://www.letras.mus.br/luiz-gonzaga/1561254
  • Reproduza o áudio, para acompanhamento dos alunos (cada um deve receber uma cópia da letra da música);
  • Leve os alunos a selecionar as palavras desconhecidas pelo grupo. Enquanto eles identificam, registre no quadro os resultados;
  • Aproveite para destacar o uso das palavras “lascá”, “vivê”, “fío”, “criá”, ‘óio”, “pudê”, “sustentá”, “mostrá”, “essas mão”, “trabaiá”, que são reproduções escritas de formas usadas na oralidade;
  • Retome o texto e, por meio da Inferência, estimule os alunos a reconhecer os significados das palavras selecionadas a partir do contexto (atividade oral, desenvolvida coletivamente);
  • Pergunte aos alunos como essas palavras estão registradas no dicionário e registre essas formas no quadro;
  • Pergunte por que o autor da música preferiu usar as formas que reproduzem a fala, explore os elementos do texto (quem é o “personagem”, onde ele vive, qual o seu tipo de trabalho, quais seriam as suas condições de vida, etc);
  • Promova uma reflexão sobre os usos desse tipo de variedade (em que situação ela aparece, em que região é mais comum, é utilizada por qual público, com que finalidade..)

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Reproduza no quadro a frase a ser analisada e o enunciado da atividade, ou prepare cópias para todos os alunos ( o que pode ser mais produtivo em relação ao tempo disponível);
  • Apresente o conceito de “poliglota” (se for possível, use um dicionário);
  • Depois que todos tiverem respondido, leve-os a socializar os resultados com a turma e valorize as contribuições de cada um;
  • Ao final, contribua com sua resposta, procurando aproveitar as colocações dos próprios alunos.

Possíveis respostas:

O Brasil é um grande país, com diferentes características regionais, portanto, há também diferenças nos modos de falar de seus habitantes.

Devemos conhecer e valorizar as diferenças linguísticas que existem em nosso país, para compreender e usar a variedade mais adequada a cada situação.

Ainda que haja variação nos modos de falar e no vocabulário de algumas regiões do Brasil, todos nós brasileiros falamos a mesma língua, portanto, devemos respeitar e valorizar essas diferenças, que só nos enriquecem.

Materiais complementares: Dicionários.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 1ª aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é abordar a variação linguística, com foco na modalidade oral e em suas representações na escrita. Para dar início, apresente aos alunos o slide com o tema da aula e pergunte a eles o que significa o termo “variedades”. A partir das respostas dadas, procure levá-los a associar os significados trazidos ao termo “linguísticas”, que está diretamente ligado à língua. Pergunte o que sabem sobre a própria língua; de onde ela veio; por que falamos português; que línguas existiam no Brasil antes da chegada dos portugueses; que outros povos chegaram no Brasil e ajudaram a povoar o país; que línguas eles falavam; enfim, faça um levantamento sobre o que os alunos já conhecem e utilize esses dados ao final, para fechar com o grupo uma definição de “variedades linguísticas”. Além disso, aproveite para levar os alunos a reconhecer e a valorizar a importância da influência de outras línguas e dos diferentes grupos sociais existentes no Brasil, que também são responsáveis pela construção dos registros da língua em uso, que se iniciam na oralidade.

É importante que o professor conheça a definição de “variedades linguísticas”, assim como de suas diferentes manifestações, sejam elas regionais, sociais ou históricas. Além do registro da língua, essas variedades têm muito a dizer sobre o público que faz uso delas, sobre a identidade cultural que está expressa nesse uso. Por isso é importante também conhecer o que já se discutiu sobre preconceito linguístico, a fim de desfazer equívocos de interpretação e de levar os alunos a valorizar a própria língua em suas diferentes formas de registro.

Materiais necessários: Será preciso ter acesso a equipamentos de reprodução de vídeo e áudio, assim como aos arquivos que estão disponíveis na internet. Não é preciso propor nenhuma lição de casa antecipadamente, pois todo o conteúdo se desenvolverá em sala de aula.

Dificuldades antecipadas: Pode ser que os alunos tenham dificuldade em estabelecer associações entre o conteúdo novo e o que já conhecem. É importante levá-los a contribuir com exemplos do próprio cotidiano familiar, para que se sintam como parte do contexto.

Referências sobre o assunto:

Bagno, M. (2001). Português ou brasileiro? Um convite à pesquisa. São Paulo: Parábola.
--------. (2001). A Língua de Eulália. Novela sociolinguística. São Paulo: Contexto.
--------. (2002). Preconceito linguístico: o que é? Como se faz? São Paulo: Loyola.

……….. (2007). Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação
linguística. São Paulo: Parábola Editorial.

Marcuschi, L. A. (2007). Da fala para a escrita: Atividades de textualização. São Paulo:
Cortez.

Marcuschi, L.A , Dionísio, A.P.(2007) - Fala e escrita . 1. ed., 1. reimp. — Belo Horizonte: Autêntica.. http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/29.pdf

Univesp (vídeo aula) - Norma culta e variedade linguística -https://www.youtube.com/watch?v=pWvuF0U9zv4

Variedades Linguísticas regionais; https://www.youtube.com/watch?v=iu4ra9tkFWM

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

1- Apresente o título da aula e pergunte aos alunos o que eles sabem sobre esse tema;

2- Faça um levantamento dos conhecimentos prévios e registre tópicos que considerar importantes, para que sejam retomados ao final da aula;

3- Oriente-os sobre a importância da participação do grupo e das contribuições que darão, com base no que já sabem sobre o assunto e no que gostariam de saber.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

1- Reproduza os dois vídeos para a turma e peça que eles observem o modo de falar dos personagens. Essa atividade pode suscitar o desejo de assistir ao filme completo, o que não é necessário neste primeiro momento;

Auto da Compadecida - http://globofilmes.globo.com/filme/oautodacompadecida/
Na Roça é Diferente -
https://www.youtube.com/watch?v=Bfx_E3zvnjc

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

1- Pergunte aos alunos sobre o que observaram, levante conhecimentos prévios sobre os diferentes falares do Brasil, observados pelos alunos em seu dia a dia, naquilo que acessam na internet, que assistem na TV, que conseguem identificar entre seus próprios familiares etc.;

2- Anote alguns exemplos trazidos pelos alunos no quadro, para recuperar depois no fechamento da aula.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Promova a leitura compartilhada da letra de música “Documento de Matuto”, de Luiz Gonzaga (essa letra apresenta uma variedade regional mais próxima da modalidade oral da língua, objeto foco da habilidade em questão); a letra pode ser encontrada em https://www.letras.mus.br/luiz-gonzaga/1561254
  • Reproduza o áudio, para acompanhamento dos alunos (cada um deve receber uma cópia da letra da música);
  • Leve os alunos a selecionar as palavras desconhecidas pelo grupo. Enquanto eles identificam, registre no quadro os resultados;
  • Aproveite para destacar o uso das palavras “lascá”, “vivê”, “fío”, “criá”, ‘óio”, “pudê”, “sustentá”, “mostrá”, “essas mão”, “trabaiá”, que são reproduções escritas de formas usadas na oralidade;
  • Retome o texto e, por meio da Inferência, estimule os alunos a reconhecer os significados das palavras selecionadas a partir do contexto (atividade oral, desenvolvida coletivamente);
  • Pergunte aos alunos como essas palavras estão registradas no dicionário e registre essas formas no quadro;
  • Pergunte por que o autor da música preferiu usar as formas que reproduzem a fala, explore os elementos do texto (quem é o “personagem”, onde ele vive, qual o seu tipo de trabalho, quais seriam as suas condições de vida, etc);
  • Promova uma reflexão sobre os usos desse tipo de variedade (em que situação ela aparece, em que região é mais comum, é utilizada por qual público, com que finalidade..)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Reproduza no quadro a frase a ser analisada e o enunciado da atividade, ou prepare cópias para todos os alunos ( o que pode ser mais produtivo em relação ao tempo disponível);
  • Apresente o conceito de “poliglota” (se for possível, use um dicionário);
  • Depois que todos tiverem respondido, leve-os a socializar os resultados com a turma e valorize as contribuições de cada um;
  • Ao final, contribua com sua resposta, procurando aproveitar as colocações dos próprios alunos.

Possíveis respostas:

O Brasil é um grande país, com diferentes características regionais, portanto, há também diferenças nos modos de falar de seus habitantes.

Devemos conhecer e valorizar as diferenças linguísticas que existem em nosso país, para compreender e usar a variedade mais adequada a cada situação.

Ainda que haja variação nos modos de falar e no vocabulário de algumas regiões do Brasil, todos nós brasileiros falamos a mesma língua, portanto, devemos respeitar e valorizar essas diferenças, que só nos enriquecem.

Materiais complementares: Dicionários.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP55 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano