13734
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Plano de aula - Atividade com o gênero conto popular afro-brasileiro

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 5º ano do Fundamental sobre o gênero conto popular afro-brasileiro

Plano 01 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Fabiana Júlia de Araújo Tenório

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é 1ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero conto popular afro-brasileiro e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte do módulo de leitura/escuta (compartilhada/autônoma)

Materiais necessários: Conto impresso

Informações sobre o gênero: Os contos populares são textos narrativos carregados do imaginário popular. Através deles, cada comunidade transmite valores, crenças e saberes. Os contos afro-brasileiros têm, além dessas, características próprias da literatura afro-brasileira e não podem prescindir da afrodescendência através de uma voz autoral, um tema, uma linguagem, um público-alvo e um lugar de enunciação (DUARTE, 2010). Esses elementos compõem um gênero de importância ideológica, histórica e literária.

Dificuldades antecipadas: Os alunos mais tímidos podem não participar da interação oral na “chuva de ideias” ou nas interações ao longo da aula.

Referências sobre o assunto:

CAJÉ, A. M. dos S. Contos Afro-brasileiros de Mestre Didi: ensinando história e cultura. Vozes, Pretérito & Devir Dossiê Temático: História, África e Africanidades. Ano III, Vol. VI, Nº I (2016)

________________ Literatura dos Contos Afro-brasileiros, conhecendo nossas histórias afrodescendentes. Revista Brasileira de Literatura Comparada. v.18, n. 28, 2016. Disponível em http://revista.abralic.org.br/index.php/revista/article/view/393/385 . Acesso em 04/07/2018.

DUARTE, E. de A. Por um conceito de Literatura Afro-brasileira. Terceira Margem. Rio de Janeiro, n. 23, p. 113-138, julho/dezembro 2010. Disponível em https://revistas.ufrj.br/index.php/tm/article/view/10953/8012 Acesso em 04/07/2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula: conhecer um conto popular afro-brasileiro.
  • Esta é a primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula. Recomendamos o uso desse plano em sequência.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientações:

  • Inicie com tom de novidade, convidando-os a descobrir o significado de novas palavras que estão no trecho apresentado neste slide.
  • Motive os alunos para uma chuva de ideias, sempre anunciando que essas palavras estão inseridas em um conto que eles ouvirão em seguida.
  • Explique que eles devem levantar hipóteses sobre o significado das palavras a partir do contexto apresentado no pequeno trecho. Marque 5 minutos para isso. Anote no quadro a chuva de ideias com todas as possibilidades de sentidos que os alunos atribuíram às palavras.
  • Encerre o tempo para as hipóteses dos alunos. Leia as possibilidades que eles apresentaram e que você escreveu no quadro. Em seguida, explique que essas palavras são de origem africana e fazem parte da cultura afro-brasileira. Diga também que elas fazem parte de um conto que eles irão conhecer em seguida.
  • Chame a atenção dos alunos para a sonoridade das palavras, apresente o significado das mesmas, peça que os alunos percebam o que acertaram e reorganizem o sentido do texto, a partir de outra leitura já com as respostas dadas por você.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos.

Orientações:

  • Convide os alunos a pensar sobre o gênero conto. Você pode dirigir a interação da seguinte maneira: "Esse trecho que acabamos de ler é um conto. Ele é parecido com contos que vocês já leram? O que vocês sabem sobre contos? Vamos registrar nessa tabela (projetar a tabela)”. O conto registra um momento significativo na vida da(s) personagem (ns). Tudo no conto é condensado: daí sua pequena extensão. O conto popular é caracterizado por sua antiguidade, pelo anonimato e por ter uma divulgação inicialmente oral, ganhando, posteriormente, versões escritas.
  • Anote as informações colhidas na interação com os alunos.

Materiais complementares:

O que é um conto? https://www.estudokids.com.br/o-que-e-um-conto/

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente o conto popular. Pergunte quem já ouviu um conto popular e, enquanto suscita neles o conhecimento prévio acerca de “contos populares”, destaque a função social desse gênero, falando, agora, sobre como as tradições, os valores e as crenças eram passados de geração para geração. É importante ressaltar que os contos populares possuem influências diversas (africana, indígena, europeia) e que essas influências também constituem elementos do nosso país. O conto popular, então, traz essa função de manter viva a tradição de um povo através dos julgamentos, das escolhas e dos valores embutidos em cada história. (ABÍLIO; MATTOS, 2006)
  • Explique que o conto que irão ouvir é afro-brasileiro e explique o que isso significa: Os contos populares afro-brasileiros se distinguem por ter o ponto de vista e a temática culturalmente identificados com a afrodescendência. (COELHO, 2000; DUARTE, 2008). A interação pode ser feita assim: “Agora vamos conhecer a fundo aquele texto do qual lemos um trecho. Ele foi registrado por um intelectual muito importante, o mestre Didi (slide com a foto do mestre Didi). Faremos a leitura e, em seguida, vamos pensar sobre este conto e quais são suas semelhanças e diferenças com os contos que já conhecemos e as características que elencamos na tabela”.
  • Reforce que o conto possui palavras e expressões dessa cultura, valorizando a diversidade cultural. Os contos afro-brasileiros têm, além dessas, características próprias da literatura afro-brasileira e não podem prescindir da afrodescendência através de uma voz autoral, um tema, uma linguagem, um público-alvo e um lugar de enunciação (DUARTE, 2010). Esses elementos compõem um gênero de importância ideológica, histórica e literária.
  • Em seguida, apresente Mestre Didi, o autor que resgatou muitos contos da tradição oral e os escreveu em livros, como este conto que você vai usar. Com a história de Mestre Didi, reforçe a voz autoral negra e a linguagem própria da cultura que ele representa, a fim de que os alunos compreendam como se organiza o conto afro-brasileiro.

Materiais complementares:

Dica de leitura para conhecer o autor: História do Mestre Didi , Biografia resumida em vídeo

Para compreender melhor o que é literatura afro-brasileira, sugerimos:

ABÍLIO, E. C; MATTOS, M.S. de. Letramento e leitura da literatura. in CARVALHO, M.A.F de; MENDONÇA, R. H. (org). Práticas de leitura e escrita. Ministério da Educação. Brasília, 2006.

DUARTE, E. de A. Por um conceito de Literatura Afro-brasileira. Terceira Margem. Rio de Janeiro, n. 23, p. 113-138, julho/dezembro 2010. Disponível em https://revistas.ufrj.br/index.php/tm/article/view/10953/8012 Acesso em 04/07/2018.

MELO, C. A. de. GONÇALO, R. S. P. Uma proposta de intervenção para o ensino da literatura afro-brasileira nas aulas de Língua Portuguesa no Ensino Fundamental. Letras & Letras | Uberlândia | vol 33 / 1 | jan/jul 2017, p. 95 - 118. Disponível em:www.seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/download/6/20734 . Acesso em 27/07/2018.

i

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia aos alunos do texto.
  • Faça a leitura em voz alta, recorrendo à entonação e aos recursos da oralidade que ajudam a envolver os alunos na leitura.
  • Retorne, após a leitura, à tabela inicial sobre as características do conto. O interessante é observarmos que existem diversos tipos de contos e que nesta SQA trabalharemos um tipo específico: são contos de origem popular e que retratam de maneira específica a cultura afro-brasileira.

Materiais complementares:

Conto para o professor: Ossain dono das ervas e médico da religião africana no Brasil.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Retome, nesse tempo final, as questões mais importantes sobre o gênero. Faça a leitura da lista que você anotou no quadro com os conhecimentos prévios dos alunos e, em seguida, apresente o quadro deste slide com as características do conto popular afro-brasileiro.
  • Oriente para que os alunos anotem no caderno a memória de aula com data e referência: Contos populares afro-brasileiros - Aula 1. Esse registro será importante para futuras consultas e para efetivar a aprendizagem das informações sobre o conto popular afro-brasileiro.
  • Encerre com a seguinte síntese: A linguagem dos contos afro-brasileiros traz palavras de origem africana, ritos e histórias da cultura afro no Brasil. Esses contos fazem parte do imaginário popular e são transmitidos oralmente ou por escrito, de geração para geração, com a função social de transmitir valores, crenças e apresentar questões interessantes da condição humana que abrem espaço para interpretações a partir das vivências de cada um. O Mestre Didi é um dos escritores afrodescendentes que resgata contos populares dessa cultura.
  • Solicite que os alunos mantenham a cópia do conto junto ao material escolar, caso tenha a intenção de continuar essa sequência de atividades.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é 1ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero conto popular afro-brasileiro e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte do módulo de leitura/escuta (compartilhada/autônoma)

Materiais necessários: Conto impresso

Informações sobre o gênero: Os contos populares são textos narrativos carregados do imaginário popular. Através deles, cada comunidade transmite valores, crenças e saberes. Os contos afro-brasileiros têm, além dessas, características próprias da literatura afro-brasileira e não podem prescindir da afrodescendência através de uma voz autoral, um tema, uma linguagem, um público-alvo e um lugar de enunciação (DUARTE, 2010). Esses elementos compõem um gênero de importância ideológica, histórica e literária.

Dificuldades antecipadas: Os alunos mais tímidos podem não participar da interação oral na “chuva de ideias” ou nas interações ao longo da aula.

Referências sobre o assunto:

CAJÉ, A. M. dos S. Contos Afro-brasileiros de Mestre Didi: ensinando história e cultura. Vozes, Pretérito & Devir Dossiê Temático: História, África e Africanidades. Ano III, Vol. VI, Nº I (2016)

________________ Literatura dos Contos Afro-brasileiros, conhecendo nossas histórias afrodescendentes. Revista Brasileira de Literatura Comparada. v.18, n. 28, 2016. Disponível em http://revista.abralic.org.br/index.php/revista/article/view/393/385 . Acesso em 04/07/2018.

DUARTE, E. de A. Por um conceito de Literatura Afro-brasileira. Terceira Margem. Rio de Janeiro, n. 23, p. 113-138, julho/dezembro 2010. Disponível em https://revistas.ufrj.br/index.php/tm/article/view/10953/8012 Acesso em 04/07/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula: conhecer um conto popular afro-brasileiro.
  • Esta é a primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula. Recomendamos o uso desse plano em sequência.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientações:

  • Inicie com tom de novidade, convidando-os a descobrir o significado de novas palavras que estão no trecho apresentado neste slide.
  • Motive os alunos para uma chuva de ideias, sempre anunciando que essas palavras estão inseridas em um conto que eles ouvirão em seguida.
  • Explique que eles devem levantar hipóteses sobre o significado das palavras a partir do contexto apresentado no pequeno trecho. Marque 5 minutos para isso. Anote no quadro a chuva de ideias com todas as possibilidades de sentidos que os alunos atribuíram às palavras.
  • Encerre o tempo para as hipóteses dos alunos. Leia as possibilidades que eles apresentaram e que você escreveu no quadro. Em seguida, explique que essas palavras são de origem africana e fazem parte da cultura afro-brasileira. Diga também que elas fazem parte de um conto que eles irão conhecer em seguida.
  • Chame a atenção dos alunos para a sonoridade das palavras, apresente o significado das mesmas, peça que os alunos percebam o que acertaram e reorganizem o sentido do texto, a partir de outra leitura já com as respostas dadas por você.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos.

Orientações:

  • Convide os alunos a pensar sobre o gênero conto. Você pode dirigir a interação da seguinte maneira: "Esse trecho que acabamos de ler é um conto. Ele é parecido com contos que vocês já leram? O que vocês sabem sobre contos? Vamos registrar nessa tabela (projetar a tabela)”. O conto registra um momento significativo na vida da(s) personagem (ns). Tudo no conto é condensado: daí sua pequena extensão. O conto popular é caracterizado por sua antiguidade, pelo anonimato e por ter uma divulgação inicialmente oral, ganhando, posteriormente, versões escritas.
  • Anote as informações colhidas na interação com os alunos.

Materiais complementares:

O que é um conto? https://www.estudokids.com.br/o-que-e-um-conto/

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente o conto popular. Pergunte quem já ouviu um conto popular e, enquanto suscita neles o conhecimento prévio acerca de “contos populares”, destaque a função social desse gênero, falando, agora, sobre como as tradições, os valores e as crenças eram passados de geração para geração. É importante ressaltar que os contos populares possuem influências diversas (africana, indígena, europeia) e que essas influências também constituem elementos do nosso país. O conto popular, então, traz essa função de manter viva a tradição de um povo através dos julgamentos, das escolhas e dos valores embutidos em cada história. (ABÍLIO; MATTOS, 2006)
  • Explique que o conto que irão ouvir é afro-brasileiro e explique o que isso significa: Os contos populares afro-brasileiros se distinguem por ter o ponto de vista e a temática culturalmente identificados com a afrodescendência. (COELHO, 2000; DUARTE, 2008). A interação pode ser feita assim: “Agora vamos conhecer a fundo aquele texto do qual lemos um trecho. Ele foi registrado por um intelectual muito importante, o mestre Didi (slide com a foto do mestre Didi). Faremos a leitura e, em seguida, vamos pensar sobre este conto e quais são suas semelhanças e diferenças com os contos que já conhecemos e as características que elencamos na tabela”.
  • Reforce que o conto possui palavras e expressões dessa cultura, valorizando a diversidade cultural. Os contos afro-brasileiros têm, além dessas, características próprias da literatura afro-brasileira e não podem prescindir da afrodescendência através de uma voz autoral, um tema, uma linguagem, um público-alvo e um lugar de enunciação (DUARTE, 2010). Esses elementos compõem um gênero de importância ideológica, histórica e literária.
  • Em seguida, apresente Mestre Didi, o autor que resgatou muitos contos da tradição oral e os escreveu em livros, como este conto que você vai usar. Com a história de Mestre Didi, reforçe a voz autoral negra e a linguagem própria da cultura que ele representa, a fim de que os alunos compreendam como se organiza o conto afro-brasileiro.

Materiais complementares:

Dica de leitura para conhecer o autor: História do Mestre Didi , Biografia resumida em vídeo

Para compreender melhor o que é literatura afro-brasileira, sugerimos:

ABÍLIO, E. C; MATTOS, M.S. de. Letramento e leitura da literatura. in CARVALHO, M.A.F de; MENDONÇA, R. H. (org). Práticas de leitura e escrita. Ministério da Educação. Brasília, 2006.

DUARTE, E. de A. Por um conceito de Literatura Afro-brasileira. Terceira Margem. Rio de Janeiro, n. 23, p. 113-138, julho/dezembro 2010. Disponível em https://revistas.ufrj.br/index.php/tm/article/view/10953/8012 Acesso em 04/07/2018.

MELO, C. A. de. GONÇALO, R. S. P. Uma proposta de intervenção para o ensino da literatura afro-brasileira nas aulas de Língua Portuguesa no Ensino Fundamental. Letras & Letras | Uberlândia | vol 33 / 1 | jan/jul 2017, p. 95 - 118. Disponível em:www.seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/download/6/20734 . Acesso em 27/07/2018.

i

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia aos alunos do texto.
  • Faça a leitura em voz alta, recorrendo à entonação e aos recursos da oralidade que ajudam a envolver os alunos na leitura.
  • Retorne, após a leitura, à tabela inicial sobre as características do conto. O interessante é observarmos que existem diversos tipos de contos e que nesta SQA trabalharemos um tipo específico: são contos de origem popular e que retratam de maneira específica a cultura afro-brasileira.

Materiais complementares:

Conto para o professor: Ossain dono das ervas e médico da religião africana no Brasil.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Retome, nesse tempo final, as questões mais importantes sobre o gênero. Faça a leitura da lista que você anotou no quadro com os conhecimentos prévios dos alunos e, em seguida, apresente o quadro deste slide com as características do conto popular afro-brasileiro.
  • Oriente para que os alunos anotem no caderno a memória de aula com data e referência: Contos populares afro-brasileiros - Aula 1. Esse registro será importante para futuras consultas e para efetivar a aprendizagem das informações sobre o conto popular afro-brasileiro.
  • Encerre com a seguinte síntese: A linguagem dos contos afro-brasileiros traz palavras de origem africana, ritos e histórias da cultura afro no Brasil. Esses contos fazem parte do imaginário popular e são transmitidos oralmente ou por escrito, de geração para geração, com a função social de transmitir valores, crenças e apresentar questões interessantes da condição humana que abrem espaço para interpretações a partir das vivências de cada um. O Mestre Didi é um dos escritores afrodescendentes que resgata contos populares dessa cultura.
  • Solicite que os alunos mantenham a cópia do conto junto ao material escolar, caso tenha a intenção de continuar essa sequência de atividades.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Leitura/Escuta do 5º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 5º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano