13615
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - Dançar com materiais flexíveis

Com lenços, fitas e outros objetos, as crianças vão explorar os movimentos de acordo com diferentes ritmos

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Leiry Kelly Silva Oliveira

O que fazer antes?

Contextos prévios:

A proposta prevê a utilização de materiais flexíveis que você já possua em sala ou que podem ser coletados com as crianças, junto a comunidade escolar. Requer, ainda, a escolha de músicas, preferencialmente instrumentais. Músicas agitadas, tais como frevo, folclóricas, entre outras, e músicas mais lentas, como as clássicas e lullabies, por exemplo.

Espaços:

Preveja um espaço aberto para o contexto da proposta. Considere a necessidade de movimentação livre das crianças, que mudará de acordo com o tamanho do grupo. Reserve um espaço para realização da roda de conversa, que acontecerá no início e no fim da atividade. Atente-se quanto à necessidade de organizar os materiais no centro do espaço, considerando uma dimensão estética que convide as crianças a interagirem com os objetos. Também é importante atentar-se quanto ao volume da música, para que o ambiente fique agradável à vivência das crianças.

Materiais:

Aparelho de som para reprodução das músicas escolhidas previamente. Materiais flexíveis que se movimentem facilmente com a interação das crianças, como lenços coloridos, voal, fitas, folhas longas (como as de coqueiro), papel seda, celofane, papel crepom em tiras, cordas, entre outros.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 01 hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Quais as estratégias usadas pelas crianças para explorar os materiais? Consideraram a forma como seus movimentos impactam no movimento do objeto? Experimentaram diferentes formas de mover o mesmo objeto? Preferiram dançar sem os objetos?

2. Como as crianças interagiram durante a atividade? Dançaram individualmente, em grupo ou em duplas? Manipularam juntas um mesmo objetos, criando movimentos conjuntos? Ajudaram umas às outras?

3. De que forma as crianças reagiram a mudança das músicas? Seus movimentos mudaram com a mudança de ritmo? Elas expressaram a percepção de um ritmo mais acelerado ou mais lento?


<inicio-h1>

Para incluir todos:

<fim-h1>

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada uma delas. Proponha alternativas para a qualidade das interações, traçando estratégias para que uma criança ajude a outra. Lembrando que, algumas delas, eventualmente, irão preferir dançar sem utilizar os objetos e outras irão preferir apenas observar os movimentos. Respeite e receba positivamente as escolhas e expressões das crianças.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide as crianças para sentarem com você em uma grande roda e compartilhe o propósito da atividade. Conte que todas irão, inicialmente, explorar os materiais por alguns minutos. Explique que logo que a música começar, todas vão dançar da forma que desejarem, utilizando os objetos que quiserem como acessórios de dança e que poderão trocar de objeto a qualquer momento. Acorde com as crianças sobre a duração e organização dos materiais ao fim da brincadeira.

rof> Possíveis falas do professor neste momento: Crianças, hoje vamos dançar bastante e explorar os movimentos do nosso corpo e de diversos materiais que serão nossos acessórios de dança. Antes da música começar a tocar, vocês poderão explorar livremente os objetos por alguns minutos. Mas, assim que a música começar, vocês podem escolher um para brincar ao som da música, que podem ser trocados posteriormente. Quando estiver faltando 5 minutos para terminar a brincadeira, vou avisar para vocês que estamos chegando no tempo de terminar. Ao final, iremos organizar todo o material juntos.

2

Após a exploração inicial dos objetos realizada pelas crianças, comece a reprodução pelos ritmos mais agitados e rápidos. Convide-as a escolher objetos e a começar a se movimentar ao som da música. No decorrer da dança, comece a reproduzir músicas cada vez mais calmas e lentas, de modo que a atividade termine com a música mais tranquila da sua playlist.


3

Circule entre as crianças, observando suas interações com a proposta. Sugere-se o registro fotográfico e/ou escrito da atividade, a fim de narrar o processo vivenciado pelo grupo. Em suas observações, busque perceber o que elas dizem, como dizem, como interagem entre si e com o material. Elas dançam sozinhas? Manipulam um material em conjunto? Estão sorrindo? Estão se surpreendendo? Você também pode apoiar as experiências e construções das crianças, oportunizando mediações para a ampliação de suas percepções.

Possíveis ações do professor: A criança escolhe o papel para compor seus movimentos. Ao seguir o ritmo da música, ela faz tentativas de que o material se movimente de forma suave, fazendo ondas leves e ágeis. Mas não consegue e não escolhe outro material para suas tentativas. Você pode se aproximar dela e perguntar: Que movimento você quer fazer com o papel? Você acha que o papel está conseguindo se movimentar como você imaginou? Será que há outro material disponível que, ao se movimentar, consegue fazer o movimento que você quer? O movimento de algum colega se parece com o movimento que você pensou?


4

Quando estiver chegando ao final da vivência, conte para as crianças que faltam 5 minutos para o fim da atividade. Ao terminar esse tempo, diga que é hora de começarem a organizar os materiais.


Para finalizar:

Convide as crianças para voltarem a grande roda para compartilharem as experiências e explorações realizadas no dia. Você pode perguntar sobre suas explorações, quais materiais manusearam, como sentiram os ritmos das músicas e como movimentaram os objetos de acordo com elas. Procure saber se acharam a brincadeira divertida e quais sensações experimentaram durante a dança.

Desdobramentos

Esta vivência pode ser realizada mais vezes, possibilitando que as crianças explorem diferentes materiais e ritmos, além de propiciar uma observação mais regular do grupo.

Engajando as famílias

Ao fim das vivências de movimentos corporais com materiais flexíveis, você poderá escolher alguns dos registros fotográficos e observações feitas sobre os momentos de brincadeira livre das crianças para enviar aos pais. É possível fazer isso em forma de bilhete, integrada ao portfólio das crianças ou, ainda, pode ser feita uma exposição dos registros em um mural para a comunidade escolar. Você poderá convidar os pais para participarem de uma das vivências junto às crianças, fortalecendo não só o vínculo entre elas e os pais, mas também o engajamento das famílias em atividades na escola.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Leiry Kelly Oliveira

Mentor: Camila Bon

Especialista do subgrupo etário: Mônica Samia

Campos de Experiência:   Corpo, gestos e movimentos. Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.

Objetivos e códigos da Base
Centrais:

(EI03ET01) Estabelecer relações de comparação entre objetos, observando suas propriedades.

(EI03CG01) Criar com o corpo formas diversificadas de expressão de sentimentos, sensações e emoções, tanto nas situações do cotidiano quanto em brincadeiras, dança, teatro, música.

Transversal:

(EI03CG03) Criar movimentos, gestos, olhares e mi?micas em brincadeiras, jogos e atividades arti?sticas como danc?a, teatro e mu?sica.outras possibilidades.

Abordagem didática:

O imaginário, a criatividade, a inventividade, a curiosidade, são estruturadores no processo de desenvolvimento da criança porque as mobilizam para aprender continuamente. Sua atitude de interesse e encantamento permanentes as vinculam com as coisas do mundo. Seu potencial criador não estipula funções estáticas para objetos, materiais e elementos da natureza. Para a criança, tudo pode ser transformado. E assim, por meio das brincadeiras com objetos de largo alcance e com elementos disponíveis na natureza, ela vai se relacionando de forma criativa, construindo conhecimentos sobre as propriedades e possibilidades desses objetos e se relacionando com o mundo de forma plena.


Código: EDI3_30UND02

(EI03CG03) Criar movimentos, gestos, olhares e mímicas em brincadeiras, jogos e atividades artísticas como dança, teatro e música.

(EI03CG01) Criar com o corpo formas diversificadas de expressão de sentimentos, sensações e emoções, tanto nas situações do cotidiano quanto em brincadeiras, dança, teatro, música.

(EI03ET01) Estabelecer relações de comparação entre objetos, observando suas propriedades.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

facebook-color pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses):

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes