13378
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Apreciação e produção artística

As crianças vão se inspirar nas obras de artistas conhecidos para criar as próprias produções.

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Josiane Souza do Porto

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Nesta atividade, serão abordadas as obras de dois artistas: Frans Krajcberg e Nils Udo. Pesquise a respeito da biografia deles, a fim de ampliar seus conhecimentos e de contribuir com o grupo, contextualizando as produções deles. Para isso, faça pesquisas nos sites Itaú Cultural, Wikipédia Frans Krajcberg, Wikipédia Nils Udo e no blog Artes do Siqueira.

Materiais:

Tintas, pincéis, rolinhos para pintura, canetinhas hidrográficas, gizes de cera, gizes de lousa, carvão para desenho, cola branca e colas coloridas, massa de modelar, argila, retalhos de tecidos, retalhos de papéis coloridos, botões grandes, gravetos, folhas secas, tampinhas de garrafa, rolhas diversas, barbantes, lãs ou outros tipos de fios, conchinhas, areia colorida ou natural, algodão, palitos de sorvete, papel kraft, papel paraná, ofício, papelão, telas de pintura, papel cartão, vasos ou potes pequenos, bandejas de papelão ou isopor, etiquetas e folhas de sulfite tamanho A3, para impressão das obras dos artistas citados.

Espaços:

Esta atividade deve ser realizada em uma sala. Todo o material selecionado deve ser organizado em potes, latas, caixinhas ou até bandejinhas e dispostos em uma mesa ou bancada onde estejam visíveis e de fácil acesso aos pequenos. Exponha pelo espaço as imagens que você pesquisou e imprimiu. (Aqui, você encontra uma lista de sugestões). Utilize as paredes ou monte um varal para pendurá-las aleatoriamente. As obras devem estar à altura dos olhos das crianças. Reserve um espaço do ambiente para colocar uma caixa com alguns materiais de largo alcance, como pedaços de madeira, tecidos, potes de tamanhos variados e canos.

Tempo sugerido:

Entre 1 hora e 15 minutos a 1 hora e 30 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

O que mais chama a atenção das crianças quando observam obras artísticas? Serão as cores, os traçados, o tema das obras?

Quais estratégias as crianças colocam em jogo quando precisam planejar o que irão fazer? Como se organizam? O que precisam saber e o que já sabem antes de começarem as produções?

Como se dá o processo de criação e quais sentimentos estão envolvidos neste momento? Como acolhem os comentários dos colegas a respeito de suas próprias obras e como expressam opiniões quanto às produções dos demais?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Estimule as crianças a explorar o espaço e a criar possibilidades para utiizá-lo da melhor maneira. Pode ser no chão, na mesa, sobre a cadeira, com os suportes fixados na parede ou apoiadas sobre os joelhos. Na etapa final, caso alguma criança não se sinta confortável para falar sobre sua própria obra ou responder as perguntas, respeite essa opção e proponha apenas a apreciação.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide as crianças para uma roda e chame a atenção delas para as imagens das obras espalhadas pelo espaço. Pergunte se sabem o que são as imagens e por que estão ali. Questione se conhecem o nome de algum artista plástico e ouça os comentários para descobrir o que as crianças já sabem sobre o tema. Depois de ouvi-las, diga que hoje elas vão conhecer dois artistas que usavam suas obras para denunciar maus tratos à natureza. Dessa forma, chamavam a atenção de todos para a importância do cuidado e da preservação dela. Neste momento, mostre fotos dos artistas Frans Krajcberg e Nils Udo e conte, brevemente, um pouquinho da biografia deles.


2

Ainda na roda, revele ao grande grupo que as as imagens ao redor são fotografias de obras dos dois artistas mencionados anteriormente. Diga que a turma fará uma apreciação dessas obras. Pergunte se as crianças sabem o que significa apreciar. Muito provavelmente, elas vão saber muitas coisas sobre essa palavra e você poderá usar as ideias delas para esclarecer melhor o significado desse verbo.


3

Convide todo mundo para transitar pelo espaço e contemplar as imagens. Interaja com o grupo neste momento, circulando entre as crianças e observando reações, comentários e expressões delas. Aproveite para dialogar sobre a apreciação e chame atenção para as cores e os materiais apresentados.


4

Convide as crianças para voltar a observar a foto da obra que mais gostaram e ficar próximas a ela. Esclareça que, com base na escolha, cada uma irá construir uma obra de arte. A partir dos interesses e das escolhas de cada uma,pequenos grupos serão formados neste momento. Esclareça que a obra escolhida por cada grupo servirá de inspiração e não de modelo, pois a ideia não é reproduzir as imagens mas criar novas obras inspiradas no que foi visto.


5

Direcione os grupos para que se organizem em um espaço da sala. Ofereça mesas e cadeiras, mas permita que produzam no chão,caso se sintam mais à vontade. Combine com as crianças para que reflitam sobre o que querem fazer e sobre o material que utilizarão (dentre os que você previamente deixou disponível na sala) para concretizar as produções. Sugira que compartilhem ideias com o colega que estiver mais próximo e que também ouçam as ideias deles.


6

Convide as crianças para irem até a bancada e observarem os materiais disponíveis, percebendo o que há ali e escolhendo alguns deles para começar a produção. Esclareça que, no decorrer da criação das obras, elas poderão pegar outros materiais se acharem que é necessário.


7

Enquanto a turma produz, transite entre os pequenos grupos observando o processo e se todos conseguem fazer. Caso encontre alguma criança que ainda não tenha iniciado, ajude-a, perguntando se já sabe o que pretende fazer ou se já considerou como vai utilizar o material escolhido. Identifique alguma criança insatisfeita com a própria produção e ajude na elaboração do que ela propôs anteriormente.


8

Sugira às crianças que mostrem o que fizeram aos colegas do pequeno grupo e que contem para os demais o que fizeram. Aproveite este momento de produção para observar as crianças, as estratégias e os desafios delas. Registre a atividade com fotos e vídeos. Sinta o envolvimento do grupo na realização da atividade e perceba se será necessário mais tempo para que todos concluam.


Para finalizar:

Conforme as crianças terminam, incentive que guardem os materiais e oriente a higienização das mãos. Lembre-se de perguntar a cada uma qual é o título da obra que fez e anote-o em uma etiqueta. Cole a etiqueta na obra da criança, para que seja possível identificá-la.

Incentive quem já terminou a ir brincar em um cantinho da sala, previamente organizado com brinquedos. Lá, elas vão esperar os demais terminarem seus trabalhos. Aproveite para terminar de identificar as obras enquanto as crianças finalizam as produções e começam a brincar.

Desdobramentos

Esta atividade pode ser retomada no dia seguinte ou no mesmo dia, após um momento livre das crianças. Sugira a apreciação das obras produzidas e instigue o olhar observador do grupo, chamando a atenção para as cores, formas e materiais utilizados nas produções de cada um. Incentive as crianças a fazer perguntas sobre as produções e faça mediações, procurando saber as dificuldades que tiveram e como se sentiram durante a realização da proposta. É possível repetir a atividade com a participação do grupo, pedindo que sugiram materiais diferentes para utilizarem na atividade. A forma como produzirão também pode variar: em duplas, trios, individualmente, em grupos ou coletivamente.

Engajando as famílias

Espalhe pela escola alguns cartazes, convidando as famílias para visitar o ateliê e conhecer as produções das crianças. Caso a escola não possua um local fixo para o ateliê, organize um espaço de fácil visualização e exponha as obras em mesas. Coloque, próximo a cada obra, pedaços pequenos de papéis e canetinhas. Na entrada do ateliê ou do espaço, coloque um pequeno texto, esclarecendo o trabalho desenvolvido, e solicite aos pais que apreciem as criações escrevendo mensagens para as crianças. Depois de ler para a turma os textos deixados pelos familiares, cole-os na agenda de cada um, esclarecendo à família que são as mensagens que receberam após a apreciação das produções artísticas.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03ET05 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03TS02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano