13336
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 9º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Fundamentos da navegação astronômica

Plano de aula de Ciências com atividades para 9ºano do Fundamental sobre os conceitos da navegação astronômica e como impactou socioculturalmente a navegação marítima

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Roseday Santos Nascimento

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Nesta aula, serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com uma das habilidades de Ciências. Você observará que a habilidade não será contemplada em sua totalidade e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Esta pode ser considerada uma aula introdutória sobre a temática e também como uma atividade diagnóstica para identificar as concepções dos alunos sobre o tema. Esta aula tem um requisito climático: ser realizada em um dia ensolarado. Entretanto, é recomendado que o plano CIE8_11TU10 já tenha sido abordado para uma boa compreensão do tema. Para saber mais sobre a temática a ser desenvolvida nas aulas que tratam desta habilidade, consulte o livro: Oliveira, Kepler et al. Astronomia e Astrofísica. LF, 4ª Edição. Também é possível acessar o site do autor, que contém muitos assuntos relacionados com a aula, disponível em http://astro.if.ufrgs.br/. Outra sugestão é o canal de entretenimento, ciência e cultura https://tvescola.org.br/tve/home.

Para esta aula é importante ter informações de localização astronômicas, portanto, antes de dar sequência à aula, é sugerido pesquisar orientações de latitude e longitude locais. Sugerimos o programa de simulação de um observatório gratuito, disponível em http://stellarium.org/pt/. Você também pode usar o roteiro de como localizar a latitude e longitude da sua cidade no Google Maps: https://support.google.com/maps/answer/18539?co=GENIE.Platform%3DDesktop&hl=pt-BR.

Materiais necessários para a aula: Canudo reto, fita adesiva ou cola quente, uma linha fina (linha de pesca, ou fio dental), transferidor, peso leve, papel sulfite ou cartolina.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Organize os alunos em um semicírculo. Leia o tema da aula e comente com os alunos que eles irão montar e utilizar um dos instrumentos de navegação astronômica. Comunique os alunos que eles serão encarregados de analisar como o Sol se move em relação ao horizonte de acordo com a orientação de latitude e longitude.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos.

Orientações: Pergunte se eles já observaram como o Sol e a Lua se movem no Céu. E se eles estivessem no Polo Sul/Norte da Terra como eles suspeitariam que seriam estes movimentos aparentes. Peça para que compartilhem suas experiências. Você pode usar questões como: O que é latitude? E longitude? Qual delas vai influenciar na observação astronômica?. Espera-se que os alunos tenham noção de coordenadas e que respondam que a latitude irá influenciar na esfera celeste de observação.

Em seguida, comente sobre a atividade que eles irão realizar: Hoje vocês serão os astrônomos e terão a missão de relacionar o movimento aparente do Sol de acordo com o horizonte, para isso vocês terão que montar um instrumento conhecido como astrolábio. Os alunos podem questionar coisas como O Sol se põe no Alasca?. Explique que nos extremos do planeta existem regiões em que há há meses em que não se vê o Sol e seis meses em que o Sol não se põe. Verifique se os alunos não carregam a concepção errada de que Sol “sempre” nasce no leste e se põe o oeste, isso só vale nas regiões próximas à linha do equador. Caso seja possível, utilize o software Stellarium e mostre para os alunos a movimentação do Sol para diferentes regiões do planeta. Explicação de latitude e longitude utilizando o Google Earth: https://www.youtube.com/watch?time_continue=61&v=RxLrXbGH82A.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Ainda no semicírculo, diga para os alunos imaginarem que são os astrônomos responsáveis pela investigação de como o Sol se move na região em que eles moram. Leia, então, a Questão disparadora. Deixe que os alunos compartilhem suas opiniões sobre o tema e levantem hipóteses sobre quais seriam melhor a rota para conduzir esta investigação e avaliação dos resultados. Explique que os astrônomos utilizam instrumentos de observação para se orientar e que por isso eles terão o papel de produzir um e depois utilizá-los nos registros do experimento. Não se preocupe em responder todos os questionamentos deles, é importante manter o foco e estimulá-los a pensar sobre o tema.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos.

Orientações: Organize a turma em grupos de cinco alunos para cada astrolábio a ser confeccionado. Explique que a atividade terá duas partes, uma dentro de sala e a outra fora da sala de aula. Distribua o material a ser utilizado e peça para que eles sigam as instruções de montagem. Você pode sugerir que os alunos pintem as bolinhas para a atividade ficar mais criativa e divertida. A montagem é relativamente simples, mas verifique se o canudo está realmente na horizontal em relação à base e se o peso está de fato no centro do transferidor. Dê a eles 10 minutos para a montagem do astrolábio.

Durante a atividade, pergunte para eles: Por que estamos montando um instrumento que mede ângulos?. Por enquanto deixe-os com a palavra em mente.

Sempre observe para ver se eles não estão “se limitando” a prender apenas poucas bolinhas juntas, a ideia é que os alunos produzam as mais diferentes formas
e agrupamentos de bolinhas para que seja possível relacionar isso com objetos maiores. Acompanhe o trabalho e procure colaborar com as duplas que tiverem dúvidas. Para finalizar a primeira etapa, os alunos devem apresentar todos os instrumentos produzidos. Verifique se nenhum deles tem algum defeito que prejudique a observação.

Materiais necessários: Canudo reto, fita adesiva ou cola quente, uma linha fina (linha de pesca, ou fio dental), transferidor, peso leve, papel sulfite ou cartolina.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Leia as instruções do slide. Nesta segunda etapa, leve os alunos para uma região onde seja tenha bastante Sol. Peça para que alguns alunos do grupo fixe a folha na parede ou no chão. Caso não seja possível que eles fixem a folha, peça que segurem-na como no esquema. A transição deve levar, no máximo, 3 minutos. Estipule 6 minutos para que os alunos consigam realizar as devidas coletas de dados e mais 3 minutos para retornar a sala.

Durante a atividade, pergunte para eles: Qual é o ângulo que vocês encontraram? Ele vai mudar durante o dia? Ele muda se estivermos em outra estação? Ele muda se estivéssemos no polo norte? Espera-se que os alunos levantem diferentes hipóteses e anote-as. Talvez alguns deles conheçam um pouco sobre o conceitos como esfera celeste, zênite, ângulos e céu observável. Sempre observe para ver se eles não estão colocando o olho no canudo, ressalte que isto é perigoso e nocivo. Aproveite o momento para explicar ao aluno o que é o zênite e esfera celeste, caso seja necessário consultar os conceitos, siga o link indicado: http://astro.if.ufrgs.br/coord.htm. Acompanhe o trabalho e procure colaborar com os grupos que tiverem dúvidas. Para finalizar a segunda etapa, os alunos devem apresentar dados coletados e as hipóteses.

Sugestões:

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Proponha uma roda de conversa para que os alunos possam compartilhar o que aprenderam durante a atividade. Pergunte como seriam estes ângulos em diferentes momentos do dia. Caso seja possível, colete estes pontos e monte um gráfico. Retome a Questão disparadora e pergunte para os alunos as questões descritas na aula. Os alunos devem relatar que o movimento aparente do Sol depende da época do ano e, consequentemente, da latitude em que se encontra o observador. Os alunos também devem observar que tem dias bons de observação e dias ruins de observação, por exemplo, em um dia chuvoso não seria possível realizar este tipo de experimento. Pergunte se alguém elaborou alguma hipótese diferente dos demais. Este debate é importante para que os alunos indiquem as hipóteses que foram escolhidas e percebam a importância da observação no ensino de Ciências, e como isso pode gerar novas ideias e propostas de novas teorias que explicam determinados eventos. É possível também que algum aluno questione que em diferentes estações do ano estes ângulos podem ser diferentes. Discuta a relação disso com a latitude.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou leia as informações para sistematizar os aprendizados da aula. Comente com os alunos que em diferentes latitudes teríamos diferentes observações. Provavelmente, os alunos tentarão relacionar os conceitos semelhantes aos descritos a seguir. Se julgar conveniente, discuta estas ideias com o grupo como: O clima destas regiões extremas.; Como o Sol se comporta nestas regiões. Estrelas observáveis em cada hemisfério celeste. Orientação da navegação marítima e as estrelas.

Caso julgue necessário, comente que os navegadores utilizam um instrumento mais sofisticado que o astrolábio para medir ângulos, conhecido como sextante. Sugestão de leitura: http://www.escolanautica.com.br/coluna/ensinando_parte_14.htm.

Esta aula é uma aula para o estudo de observação astronomia e astrofísica, para um melhor desempenho é importante que o aluno tenha noções de localizações astronômicas. Em aulas posteriores, a temática será encaminhada para que se identifique e relacione outras observações astronômicas com questões temporais e filosóficas.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Nesta aula, serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com uma das habilidades de Ciências. Você observará que a habilidade não será contemplada em sua totalidade e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Esta pode ser considerada uma aula introdutória sobre a temática e também como uma atividade diagnóstica para identificar as concepções dos alunos sobre o tema. Esta aula tem um requisito climático: ser realizada em um dia ensolarado. Entretanto, é recomendado que o plano CIE8_11TU10 já tenha sido abordado para uma boa compreensão do tema. Para saber mais sobre a temática a ser desenvolvida nas aulas que tratam desta habilidade, consulte o livro: Oliveira, Kepler et al. Astronomia e Astrofísica. LF, 4ª Edição. Também é possível acessar o site do autor, que contém muitos assuntos relacionados com a aula, disponível em http://astro.if.ufrgs.br/. Outra sugestão é o canal de entretenimento, ciência e cultura https://tvescola.org.br/tve/home.

Para esta aula é importante ter informações de localização astronômicas, portanto, antes de dar sequência à aula, é sugerido pesquisar orientações de latitude e longitude locais. Sugerimos o programa de simulação de um observatório gratuito, disponível em http://stellarium.org/pt/. Você também pode usar o roteiro de como localizar a latitude e longitude da sua cidade no Google Maps: https://support.google.com/maps/answer/18539?co=GENIE.Platform%3DDesktop&hl=pt-BR.

Materiais necessários para a aula: Canudo reto, fita adesiva ou cola quente, uma linha fina (linha de pesca, ou fio dental), transferidor, peso leve, papel sulfite ou cartolina.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Organize os alunos em um semicírculo. Leia o tema da aula e comente com os alunos que eles irão montar e utilizar um dos instrumentos de navegação astronômica. Comunique os alunos que eles serão encarregados de analisar como o Sol se move em relação ao horizonte de acordo com a orientação de latitude e longitude.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos.

Orientações: Pergunte se eles já observaram como o Sol e a Lua se movem no Céu. E se eles estivessem no Polo Sul/Norte da Terra como eles suspeitariam que seriam estes movimentos aparentes. Peça para que compartilhem suas experiências. Você pode usar questões como: O que é latitude? E longitude? Qual delas vai influenciar na observação astronômica?. Espera-se que os alunos tenham noção de coordenadas e que respondam que a latitude irá influenciar na esfera celeste de observação.

Em seguida, comente sobre a atividade que eles irão realizar: Hoje vocês serão os astrônomos e terão a missão de relacionar o movimento aparente do Sol de acordo com o horizonte, para isso vocês terão que montar um instrumento conhecido como astrolábio. Os alunos podem questionar coisas como O Sol se põe no Alasca?. Explique que nos extremos do planeta existem regiões em que há há meses em que não se vê o Sol e seis meses em que o Sol não se põe. Verifique se os alunos não carregam a concepção errada de que Sol “sempre” nasce no leste e se põe o oeste, isso só vale nas regiões próximas à linha do equador. Caso seja possível, utilize o software Stellarium e mostre para os alunos a movimentação do Sol para diferentes regiões do planeta. Explicação de latitude e longitude utilizando o Google Earth: https://www.youtube.com/watch?time_continue=61&v=RxLrXbGH82A.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Ainda no semicírculo, diga para os alunos imaginarem que são os astrônomos responsáveis pela investigação de como o Sol se move na região em que eles moram. Leia, então, a Questão disparadora. Deixe que os alunos compartilhem suas opiniões sobre o tema e levantem hipóteses sobre quais seriam melhor a rota para conduzir esta investigação e avaliação dos resultados. Explique que os astrônomos utilizam instrumentos de observação para se orientar e que por isso eles terão o papel de produzir um e depois utilizá-los nos registros do experimento. Não se preocupe em responder todos os questionamentos deles, é importante manter o foco e estimulá-los a pensar sobre o tema.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos.

Orientações: Organize a turma em grupos de cinco alunos para cada astrolábio a ser confeccionado. Explique que a atividade terá duas partes, uma dentro de sala e a outra fora da sala de aula. Distribua o material a ser utilizado e peça para que eles sigam as instruções de montagem. Você pode sugerir que os alunos pintem as bolinhas para a atividade ficar mais criativa e divertida. A montagem é relativamente simples, mas verifique se o canudo está realmente na horizontal em relação à base e se o peso está de fato no centro do transferidor. Dê a eles 10 minutos para a montagem do astrolábio.

Durante a atividade, pergunte para eles: Por que estamos montando um instrumento que mede ângulos?. Por enquanto deixe-os com a palavra em mente.

Sempre observe para ver se eles não estão “se limitando” a prender apenas poucas bolinhas juntas, a ideia é que os alunos produzam as mais diferentes formas
e agrupamentos de bolinhas para que seja possível relacionar isso com objetos maiores. Acompanhe o trabalho e procure colaborar com as duplas que tiverem dúvidas. Para finalizar a primeira etapa, os alunos devem apresentar todos os instrumentos produzidos. Verifique se nenhum deles tem algum defeito que prejudique a observação.

Materiais necessários: Canudo reto, fita adesiva ou cola quente, uma linha fina (linha de pesca, ou fio dental), transferidor, peso leve, papel sulfite ou cartolina.

Slide Plano Aula

Orientações: Leia as instruções do slide. Nesta segunda etapa, leve os alunos para uma região onde seja tenha bastante Sol. Peça para que alguns alunos do grupo fixe a folha na parede ou no chão. Caso não seja possível que eles fixem a folha, peça que segurem-na como no esquema. A transição deve levar, no máximo, 3 minutos. Estipule 6 minutos para que os alunos consigam realizar as devidas coletas de dados e mais 3 minutos para retornar a sala.

Durante a atividade, pergunte para eles: Qual é o ângulo que vocês encontraram? Ele vai mudar durante o dia? Ele muda se estivermos em outra estação? Ele muda se estivéssemos no polo norte? Espera-se que os alunos levantem diferentes hipóteses e anote-as. Talvez alguns deles conheçam um pouco sobre o conceitos como esfera celeste, zênite, ângulos e céu observável. Sempre observe para ver se eles não estão colocando o olho no canudo, ressalte que isto é perigoso e nocivo. Aproveite o momento para explicar ao aluno o que é o zênite e esfera celeste, caso seja necessário consultar os conceitos, siga o link indicado: http://astro.if.ufrgs.br/coord.htm. Acompanhe o trabalho e procure colaborar com os grupos que tiverem dúvidas. Para finalizar a segunda etapa, os alunos devem apresentar dados coletados e as hipóteses.

Sugestões:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Proponha uma roda de conversa para que os alunos possam compartilhar o que aprenderam durante a atividade. Pergunte como seriam estes ângulos em diferentes momentos do dia. Caso seja possível, colete estes pontos e monte um gráfico. Retome a Questão disparadora e pergunte para os alunos as questões descritas na aula. Os alunos devem relatar que o movimento aparente do Sol depende da época do ano e, consequentemente, da latitude em que se encontra o observador. Os alunos também devem observar que tem dias bons de observação e dias ruins de observação, por exemplo, em um dia chuvoso não seria possível realizar este tipo de experimento. Pergunte se alguém elaborou alguma hipótese diferente dos demais. Este debate é importante para que os alunos indiquem as hipóteses que foram escolhidas e percebam a importância da observação no ensino de Ciências, e como isso pode gerar novas ideias e propostas de novas teorias que explicam determinados eventos. É possível também que algum aluno questione que em diferentes estações do ano estes ângulos podem ser diferentes. Discuta a relação disso com a latitude.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou leia as informações para sistematizar os aprendizados da aula. Comente com os alunos que em diferentes latitudes teríamos diferentes observações. Provavelmente, os alunos tentarão relacionar os conceitos semelhantes aos descritos a seguir. Se julgar conveniente, discuta estas ideias com o grupo como: O clima destas regiões extremas.; Como o Sol se comporta nestas regiões. Estrelas observáveis em cada hemisfério celeste. Orientação da navegação marítima e as estrelas.

Caso julgue necessário, comente que os navegadores utilizam um instrumento mais sofisticado que o astrolábio para medir ângulos, conhecido como sextante. Sugestão de leitura: http://www.escolanautica.com.br/coluna/ensinando_parte_14.htm.

Esta aula é uma aula para o estudo de observação astronomia e astrofísica, para um melhor desempenho é importante que o aluno tenha noções de localizações astronômicas. Em aulas posteriores, a temática será encaminhada para que se identifique e relacione outras observações astronômicas com questões temporais e filosóficas.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 9º ano :

9º ano / Ciências / Terra e Universo

MAIS AULAS DE Ciências do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09CI15 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano