13284
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Escrita espontânea

POR: Anna Kelly Real Scarfoni Carvalho 28/11/2018
Código: LPO1_04ATS01

1º ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF01LP02) Escrever, espontaneamente ou por ditado, palavras e frases de forma alfabética – usando letras/grafemas que representem fonemas.

(EF01LP03) Observar escritas convencionais, comparando-as às suas produções escritas, percebendo semelhanças e diferenças.

(EF01LP05) Reconhecer o sistema de escrita alfabética como representação dos sons da fala.

(EF01LP07) Identificar fonemas e sua representação por letras.

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 1º do Fundamental sobre identificar grafias/letras que alunos usam para representar fonemas

 

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é primeira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em análise linguística, semiótica e escrita compartilhada. A finalidade deste conjunto de planos é a elaboração de escritas espontâneas e comparação com as escritas convencionais favorecendo aos alunos evolução nas estratégias do SEA.

Materiais necessários: Computador online; projetor multimídia, caixas de som; papel pardo; diversidade de gibis e cópias dos materiais listados nas orientações.

Turma da Mônica” http://turmadamonica.uol.com.br/personagem/monica/

Dificuldades antecipadas: Encontraremos alunos em diferentes hipóteses de escrita.

Desta forma, os alunos na hipótese pré-silábica, que ainda não relacionam a escrita com a fala, e os alunos na hipótese silábica, que utilizam uma letra para cada sílaba, podem ou não atribuir valor sonoro à letra e assim poderão apresentar dificuldades diante da referida atividade. Como as crianças encontram-se no início do ciclo de alfabetização, elas podem ter dificuldades para identificar o conjunto de letras do alfabeto, saber nomeá-las e estabelecer relações entre letra e som.

Referências sobre o assunto:

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização & Linguística. São Paulo: Scipione, 1989.

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Relate para a turma qual é a proposta da aula do dia.

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

1- A atividade será introduzida por meio de um levantamento dos conhecimentos prévios (tempestade de ideias sobre os personagens favoritos das histórias em quadrinhos da Turma da Mônica). Organize a classe em círculo. Proponha uma conversa com os seguintes questionamentos:

? Quem já viu uma história em quadrinhos?

? Quem conhece a Turma da Mônica?

? Quais personagens vocês conhecem dos gibis?

? Você já leu ou viu algum gibi?

? Você tem um personagem favorito?

? Quem sabe o nome do criador da Turma da Mônica?

2- Após o levantamento dos conhecimentos prévios, procure um ambiente como sala de informática ou mesmo na sala de aula em que seja possível apresentar as imagens com os nomes dos personagens e um pequeno texto descritivo de cada um deles, no qual também aparecem algumas curiosidades que o professor pode compartilhar com as crianças caso não os conheçam.

No menu, é possível selecionar os personagens pelas séries Turma da Mônica, Chico Bento, Horácio etc. Segue link:

http://turmadamonica.uol.com.br/personagem/monica/

3- Após conhecerem os personagens, converse com os alunos retomando as seguintes questões:

? Apareceram alguns personagens que vocês não conheciam?

? Quais personagens são mais conhecidos nas histórias do Mauricio de Sousa?

Atenção professor: Caso não tenha disponibilidade de visualizar as imagens, disponibilize diversos gibis na roda, de modo que as crianças interajam folheando e destacando oralmente os personagens que aparecem nas imagens.

Tempo sugerido: 35 minutos.

Orientações:

1- Oralmente brinque com os alunos de adivinhar quem são os personagens de acordo com suas respectivas características.

? Qual é o personagem que fala “elado”?

? Qual é o nome do personagem que não gosta de tomar banho?

? Qual é a personagem briguenta e dentuça?

? Qual é a personagem comilona?

? Qual é o personagem que mora na roça?

2- Organize duplas produtivas, ou seja, que apresentam saberes acerca do sistema alfabético de escrita próximos, porém diferentes. Por exemplo: sugere-se a formação de grupos entre alunos pré-silábicos sem valor sonoro e com valor sonoro e os silábicos. E também os silábicos podem se agrupar com os silábico-alfabético, que por sua vez também funcionam bem com os alfabéticos.

3- O professor apresentará um personagem de cada vez por meio da imagem realizando perguntas sobre os mesmos. Exemplo:

- Quem conhece esta menina de vestido amarelo? Qual é o nome dela?

- E este menino com camiseta verde? Como ele se chama?

- E este cachorrinho azul? Tem nome? Qual é? E assim por diante.

4- Após a apresentação das imagens, disponibilize para cada dupla letras móveis e distribua imagens dos personagens da Turma da Mônica (você pode achá-las no site oficial da Turma da Mônica: http://turmadamonica.uol.com.br/personagem/monica/). A quantidade de imagens distribuídas será de acordo com o número de alunos. Em duplas, os alunos utilizarão o alfabeto móvel para escrever os respectivos nomes dos personagens e, em seguida, irão copiá-los em uma tira de papel. A intenção é fazer com que os alunos investiguem quais letras, quantas e onde usá-las para escrever.

5- Durante a elaboração das escritas dos alunos o professor poderá orientar por meio de reflexões que eles comparem e identifiquem aspectos sonoros e gráficos das palavras, comparando e reformulando suas hipóteses sobre o funcionamento do sistema de escrita.

Exemplos:

- A palavra que você quer escrever, começa com que letra? Termina com qual? Quantas letras você acha que esta palavra tem? Você sabe qual é a primeira sílaba da palavra que vai escrever? Que letras usamos para escrever esta sílaba?

É por meio de reflexões deste tipo que as crianças entendem a relação entre os sons e as possíveis grafias.

Atenção: Se as crianças ainda não sabem quantas e quais são as letras do alfabeto ou apresentam dúvidas, aponte para elas as letras expostas na sala de aula. Nas turmas de alfabetização, é importante expor as letras do alfabeto, em imprensa, maiúsculas e minúsculas, para que os alunos as tomem como referência.

Material complementar: Alfabeto móvel (sugestão de alfabeto para ser impresso) Clique aqui. Tiras para escrita espontânea Clique aqui. Lista com nomes dos personagens em ordem alfabética, para que se possa analisar previamente as palavras permitindo assim uma reflexão mais produtiva na organização da lista. Clique aqui

Obs: Todos os materiais para impressão necessitam ser impressos e recortados com antecedência.

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações:

Atenção professor: Depois de escritas, as palavras das tiras serão coladas uma embaixo da outra ao lado da imagem do personagem em papel pardo (prepare um mural com os personagens) formando assim uma lista que ficará exposta na sala de aula.

  • Chame um aluno por vez.
  • Solicite ao aluno que leia sua escrita, sinalizando com o dedo a pauta sonora da palavra e você, professor, demarque com a escrita convencional na tira da escrita espontânea. (A leitura da criança para o professor ajuda ele a verificar o que a criança está pensando a respeito do sistema de escrita e se estabelece relação com o que falou). Exemplo da demarcação do professor com base na leitura da criança:

Escrita do aluno: M NI CA

Demarcação do MÔ NI CA

professor:

  • Oriente o aluno a colar sua palavra ao lado da imagem do personagem.

Materiais complementares: Papel pardo. Vídeo da Nova Escola mostrando a importância da demarcação do professor no momento da escrita espontânea.
Para acessar clique aqui.

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Anna Kelly Carvalho
Mentor: Priscila Medeiros
Especialista: Tania Rios

Título da aula: Escrita espontânea

Finalidade da aula:Elaborar escritas espontâneas para que o professor possa avaliar que letras/grafemas as crianças empregam para representar os fonemas.

Ano:1º ano do Ensino Fundamental

Objeto(s) do conhecimento:Construção do sistema alfabético/correspondência fonema-grafema

Prática de linguagem:Análise linguística e semiótica

Habilidade(s) da BNCC: EF01LP02 EF01LP03 EF01LP05 EFO1LP07

Sobre esta aula: Esta é primeira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em análise linguística, semiótica e escrita compartilhada. A finalidade deste conjunto de planos é a elaboração de escritas espontâneas e comparação com as escritas convencionais favorecendo aos alunos evolução nas estratégias do SEA.

Materiais necessários: Computador online; projetor multimídia, caixas de som; papel pardo; diversidade de gibis e cópias dos materiais listados nas orientações.

Turma da Mônica” http://turmadamonica.uol.com.br/personagem/monica/

Dificuldades antecipadas: Encontraremos  alunos em diferentes hipóteses de escrita.

Desta forma, os alunos na hipótese pré-silábica, que ainda não relacionam a escrita com a fala, e os  alunos na hipótese silábica, que utilizam uma letra para cada sílaba, podem ou não atribuir valor sonoro à letra e assim poderão apresentar dificuldades diante da referida atividade. Como as crianças encontram-se no início do ciclo de alfabetização, elas podem ter dificuldades para identificar o conjunto de letras do alfabeto, saber nomeá-las e estabelecer relações entre letra e som.

Referências sobre o assunto:

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização & Linguística. São Paulo: Scipione, 1989.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

1º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

2º Ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes