13069
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 4º ano > Terra e Universo

Plano de aula - A Construção da rosa dos ventos

Plano de aula de Ciências com atividades para 4o ano do EF sobre A Construção da rosa dos ventos

Plano 09 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Roberta Braga Manes da Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Nesta aula serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com uma das habilidades de Ciências. Você observará que a habilidade não será contemplada em sua totalidade e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários para a aula: Palitos de churrasco (seis para cada grupo), folhas para desenho (se for possível, em tamanho maior que o A4), cartões com os nomes dos pontos cardeais.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Leia o título para os alunos e pergunte o que eles acreditam que será realizado hoje.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Leia a situação apresentada para os alunos. Retome as principais questões apresentadas - o mapa da escola que foi desenhado e a necessidade de indicar a direção da quadra. Se necessário, explique às crianças que um intercâmbio é uma comunicação entre pessoas de localidades diferentes, a fim de compartilhar aspectos culturais, sociais e regionais. Deixe que os estudantes exponham suas opiniões sobre a situação e sobre a melhor maneira de solucioná-la.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Leia com os alunos a questão disparadora. Deixe que apresentem hipóteses. Não é necessário se preocupar em responder aos possíveis questionamentos dos alunos, mas motivá-los a discutir o assunto.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações: Converse com os alunos a fim de chegar a conclusões para a pergunta “Como apontar as direções em um mapa?”. É provável que eles já tenham visto a rosa dos ventos em mapas e a apontem como uma solução. Caso isso não ocorra, proponha a observação de mapas disponíveis na sala. É importante que eles percebam que a melhor indicação de orientação em casos de mapas é a rosa dos ventos. Faça perguntas como: “ O que vocês já observaram em mapas?”, “O que as pessoas usam para se localizar?”, “Esses instrumentos utilizam que tipo de informação de direção?”, “Como identificamos a localização de um estado brasileiro?”, entre outras que os ajude a pensar nos pontos cardeais e na rosa dos ventos. Divida a sala em grupos de quatro crianças e leve-as a um local da escola que seja bem iluminado pelo sol e que dele seja possível ter uma ampla visão da escola. Em seguida proponha a construção da rosa dos ventos: um aluno deverá segurar o palito na vertical, apoiado no chão enquanto outro marca com um giz ou uma pedra, ou outro material disponível (borracha, folha etc.) o local onde termina a sombra que se projetou. Aguarde cerca de 20 minutos (sem tirar o palito do lugar). Enquanto isso, peça que representem a escola, construam um mapa de localização dos lugares. Essa representação pode ser feita por meio de quadros com o nome dos lugares. Não há necessidade de se ater ao formato ou a um desenho minucioso do local. O importante é que eles representem o espaço (pode-se, em outra aula, aprimorar esse desenho, caso seja de interesse das crianças, mas no momento o importante é fazer um esboço). Passados os 20 minutos peça que os alunos façam uma nova marcação da sombra (que terá caminhado em direção ao poente). Peça que os alunos que coloquem outro palito unindo os pontos que foram marcados. Discuta com eles que direção se formou ali. Faça perguntas como: “O sol se move em qual direção?”, “ Unimos a primeira sombra com a segunda, baseados no sol, que pontos cardeais encontramos?”. Baseados nos conceitos de nascente e poente, é provável que eles infiram que as direções encontradas foram leste e oeste. Para que saibam onde está cada um, pergunte: “Em que direção caminha o sol? Nascente ou poente?”. Assim, eles compreenderão que a segunda sombra indica o lado para onde o sol “está indo”, ou seja, o poente. Em seguida, pergunte: “Como podemos agora encontrar os pontos norte e sul?”. Proponha uma discussão nos grupos e passe por eles fazendo intervenções, caso necessário. Provavelmente eles definirão os pontos colocando outro palito na transversal do primeiro formando uma +. Conforme forem encontrando os pontos, peça que colem os cartões com os nomes dos pontos cardeais no palito ou no chão. Observando os pontos que se formaram, solicite que os alunos localizem os pontos no desenho, colocando voltado na direção correta. Para isso devem observar o ponto cardeal e qual elemento da escola está nele (exemplo: a quadra está no ponto sul). Assim, deverão posicionar o desenho na rosa dos ventos criada. Em seguida deverão representar a rosa dos ventos construída com os palitos no próprio desenho. É interessante discutir com eles, após essa construção, os pontos que se localizam entre os pontos cardeais. Peça que coloquem um palito entre o norte e leste que também se estenderá entre o oeste e o sul. Pergunte: “Como chamamos o que está entre o norte e o leste?”, “Como chamamos o que está entre o oeste e o sul?”. Faça o mesmo entre o norte e o oeste e o sul e o leste. Peça que apontem todas as direções na rosa dos ventos desenhada no mapa. Para saber mais sobre a temática acesse: https://acervodigital.unesp.br/bitstream/123456789/47190/1/u1_d22_v9_tc02.pdf

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Em semicírculo, proponha que cada grupo mostre o mapa produzido com a rosa dos ventos. Questione em qual direção está determinado ambiente da escola. Peça que cada grupo conte como encontrou os pontos norte e sul. Peça também que digam como definiram qual ambiente estava em qual direção. Retome os nomes dos pontos colaterais que construíram, informando aos estudantes que eles também aparecem na rosa dos ventos e que os utilizamos muito para identificar, por exemplo, a região em que um estado brasileiro está localizado. Sugira que colem os mapas em diferentes ambientes da escola, para que possam ser consultados por outros alunos.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Nesta aula serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com uma das habilidades de Ciências. Você observará que a habilidade não será contemplada em sua totalidade e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários para a aula: Palitos de churrasco (seis para cada grupo), folhas para desenho (se for possível, em tamanho maior que o A4), cartões com os nomes dos pontos cardeais.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Leia o título para os alunos e pergunte o que eles acreditam que será realizado hoje.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Leia a situação apresentada para os alunos. Retome as principais questões apresentadas - o mapa da escola que foi desenhado e a necessidade de indicar a direção da quadra. Se necessário, explique às crianças que um intercâmbio é uma comunicação entre pessoas de localidades diferentes, a fim de compartilhar aspectos culturais, sociais e regionais. Deixe que os estudantes exponham suas opiniões sobre a situação e sobre a melhor maneira de solucioná-la.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Leia com os alunos a questão disparadora. Deixe que apresentem hipóteses. Não é necessário se preocupar em responder aos possíveis questionamentos dos alunos, mas motivá-los a discutir o assunto.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações: Converse com os alunos a fim de chegar a conclusões para a pergunta “Como apontar as direções em um mapa?”. É provável que eles já tenham visto a rosa dos ventos em mapas e a apontem como uma solução. Caso isso não ocorra, proponha a observação de mapas disponíveis na sala. É importante que eles percebam que a melhor indicação de orientação em casos de mapas é a rosa dos ventos. Faça perguntas como: “ O que vocês já observaram em mapas?”, “O que as pessoas usam para se localizar?”, “Esses instrumentos utilizam que tipo de informação de direção?”, “Como identificamos a localização de um estado brasileiro?”, entre outras que os ajude a pensar nos pontos cardeais e na rosa dos ventos. Divida a sala em grupos de quatro crianças e leve-as a um local da escola que seja bem iluminado pelo sol e que dele seja possível ter uma ampla visão da escola. Em seguida proponha a construção da rosa dos ventos: um aluno deverá segurar o palito na vertical, apoiado no chão enquanto outro marca com um giz ou uma pedra, ou outro material disponível (borracha, folha etc.) o local onde termina a sombra que se projetou. Aguarde cerca de 20 minutos (sem tirar o palito do lugar). Enquanto isso, peça que representem a escola, construam um mapa de localização dos lugares. Essa representação pode ser feita por meio de quadros com o nome dos lugares. Não há necessidade de se ater ao formato ou a um desenho minucioso do local. O importante é que eles representem o espaço (pode-se, em outra aula, aprimorar esse desenho, caso seja de interesse das crianças, mas no momento o importante é fazer um esboço). Passados os 20 minutos peça que os alunos façam uma nova marcação da sombra (que terá caminhado em direção ao poente). Peça que os alunos que coloquem outro palito unindo os pontos que foram marcados. Discuta com eles que direção se formou ali. Faça perguntas como: “O sol se move em qual direção?”, “ Unimos a primeira sombra com a segunda, baseados no sol, que pontos cardeais encontramos?”. Baseados nos conceitos de nascente e poente, é provável que eles infiram que as direções encontradas foram leste e oeste. Para que saibam onde está cada um, pergunte: “Em que direção caminha o sol? Nascente ou poente?”. Assim, eles compreenderão que a segunda sombra indica o lado para onde o sol “está indo”, ou seja, o poente. Em seguida, pergunte: “Como podemos agora encontrar os pontos norte e sul?”. Proponha uma discussão nos grupos e passe por eles fazendo intervenções, caso necessário. Provavelmente eles definirão os pontos colocando outro palito na transversal do primeiro formando uma +. Conforme forem encontrando os pontos, peça que colem os cartões com os nomes dos pontos cardeais no palito ou no chão. Observando os pontos que se formaram, solicite que os alunos localizem os pontos no desenho, colocando voltado na direção correta. Para isso devem observar o ponto cardeal e qual elemento da escola está nele (exemplo: a quadra está no ponto sul). Assim, deverão posicionar o desenho na rosa dos ventos criada. Em seguida deverão representar a rosa dos ventos construída com os palitos no próprio desenho. É interessante discutir com eles, após essa construção, os pontos que se localizam entre os pontos cardeais. Peça que coloquem um palito entre o norte e leste que também se estenderá entre o oeste e o sul. Pergunte: “Como chamamos o que está entre o norte e o leste?”, “Como chamamos o que está entre o oeste e o sul?”. Faça o mesmo entre o norte e o oeste e o sul e o leste. Peça que apontem todas as direções na rosa dos ventos desenhada no mapa. Para saber mais sobre a temática acesse: https://acervodigital.unesp.br/bitstream/123456789/47190/1/u1_d22_v9_tc02.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Em semicírculo, proponha que cada grupo mostre o mapa produzido com a rosa dos ventos. Questione em qual direção está determinado ambiente da escola. Peça que cada grupo conte como encontrou os pontos norte e sul. Peça também que digam como definiram qual ambiente estava em qual direção. Retome os nomes dos pontos colaterais que construíram, informando aos estudantes que eles também aparecem na rosa dos ventos e que os utilizamos muito para identificar, por exemplo, a região em que um estado brasileiro está localizado. Sugira que colem os mapas em diferentes ambientes da escola, para que possam ser consultados por outros alunos.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 4º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04CI09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano