12742
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 5º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Movimento aparente dos astros

Plano de aula de Ciências com atividades para 5o ano do EF sobre Movimento aparente dos astros

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Alcione da Anunciação Caetano

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre esta aula select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Materiais necessários para a aula: Para a realização deste plano será importante providenciar os seguintes materiais: papel rascunho, lápis, borracha, palito de dente ou outro similar, relógio analógico, régua de, no mínimo, 10 cm, transferidor escolar de 180º e área externa ensolarada. Para seu embasamento você pode ler mais em:

  • Instrumentos usados para medir a passagem do tempo

https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/duvida-cruel-por-que-o-dia-tem-24-horas.phtml

  • Por que o dia tem 24 horas?

http://recreio.uol.com.br/noticias/curiosidades/por-que-o-dia-tem-24-horas.phtml#.W0OBi0IX76o

  • Descubra por que o dia tem 24 horas

https://www.fatosdesconhecidos.com.br/descubra-porque-o-dia-tem-24-horas-horas-60-minutos-e-os-minutos-60-segundos/

  • Medindo a passagem do tempo durante o dia e durante a noite

https://www.megacurioso.com.br/ciencia/35772-por-que-o-dia-e-dividido-em-horas-minutos-e-segundos-.htm

  • Dia solar e dia sideral

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dura%C3%A7%C3%A3o_do_dia

  • Um dia em Mercúrio - para exemplificar a diferença na duração dos dias e das noites em outros planetas do nosso sistema solar.

www.astropt.org/2012/04/15/um-dia-em-mercurio/

  • Ou em outras regiões do planeta Terra

https://www.youtube.com/watch?v=4hN2anCgBq4

https://www.youtube.com/watch?v=NhT9ewmcdqQ

https://www.youtube.com/watch?v=uzNj3wvFTjI

  • Conceitos de Tempo

http://www.iea.usp.br/publicacoes/textos/estudo-sobre-o-tempo-1-o-tempo-na-astronomia-2-o-tempo-na-matematica-3-o-tempo-na-biologia

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 05 minutos

Orientações: Solicite aos estudantes que digam o que sabem sobre a duração do dia e da noite. Faça perguntas do tipo:

"Vocês sabem me dizer quanto tempo dura o dia? E a noite? Muito tempo, pouco tempo? O que acham?". Neste momento de levantamento do conhecimento prévio não há erro ou acerto nas respostas. Peça que respondam oralmente quantas horas eles pensam que dura o dia e quantas horas acham que dura a noite. Pergunte se eles têm alguma informação sobre diferença na duração em horas do dia e da noite na cidade onde moram ou em qualquer outro ponto do planeta Terra. "A mudança de estação influencia sobre a duração do dia ou da noite? Em caso positivo, o que acontece?"

Para seu suporte e embasamento, leia mais em:

  • Saiba porque a duração da luz solar é diferente em várias partes do globo

http://redeglobo.globo.com/globociencia/noticia/2012/10/saiba-por-que-duracao-da-luz-solar-e-diferente-em-varias-partes-do-globo.html, acesso em 16 de julho de 2018.

  • O movimento aparente do Sol

http://www.oba.org.br/cursos/astronomia/omovimentoaparentedosol.htm

  • Noite e Dia

http://www.cienciamao.usp.br/dados/aas_antigo/_diaenoite.arquivo.pdf

  • Os Efeitos da Latitude sobre a duração dos dias e noites

http://www.astrosurf.com/skyscapes/disc/latitude/latitude.html, acesso em 16 de julho de 2018.

  • Dia e Noite A palavra “Dia” tem dois significados: Dia Solar e Dia Sideral

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dura%C3%A7%C3%A3o_do_dia

http://blogs.ibahia.com/a/blogs/estrelas/2014/01/04/686/

  • DIA SIDERAL E DIA SOLAR, QUAL A DIFERENÇA?

A Terra leva 23 horas e 56 minutos para completar uma volta em torno de si mesma, tomando como referência as estrelas distantes, é o dia sideral. É preciso esperar mais 4 minutos para o planeta fazer face novamente ao Sol, completando as 24 horas, este é dia solar. Esse atraso de 4 minutos é devido à translação da Terra, a cada dia nosso planeta percorre cerca de 2.600.000 km em torno do Sol (108.000 km/h), assim a cada dia o Sol muda um pouco de ângulo em relação à Terra, equivalente aos 4 minutos.

https://plus.google.com/+AstronomiaamadoraBlogspotBr/posts/2pimskTRSV8, acesso em 16 de julho de 2018.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Apresente para os/as estudantes a imagem que está no slide. Informe-lhes que a esfera celeste é uma esfera imaginária que envolve a Terra e portanto, o/a observador/a. Esta esfera imaginária contém inscritos nela, conforme vemos desde qualquer ponto em que estivermos em nosso planeta, estrelas, planetas e outros astros celestes. Explore com os/as estudantes os detalhes contidos na imagem apresentada deixando claro que a parte plana é onde se encontra o/a observador do céu na Terra.

Apresente-lhes a animação no vídeo, disponível em https://youtu.be/YcTM-qRp5jY, para que possam compreender o conceito de esfera celeste. Este é um objeto de aprendizagem produzido pela Casa da Ciência de Portugal e seu acesso e uso são livres e gratuitos. Outros recursos para apresentar a esfera celeste você encontra em:

http://astro.inaoep.mx/olimpiada_astronomia/pluginfile.php/2/course/section/2/LibroEsferaCeleste.pdf

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Apresente a questão “Por que o Sol durante o dia e muitas outras estrelas durante a noite passam sobre nossas cabeças de um lado a outro do céu?” para os/as estudantes e deixe que exponham seus pensamentos e ideias. Faça outras perguntas do tipo: “São os mesmos astros e conjuntos de estrelas em todas as noites? As estrelas são fixas no céu? Como? Por quê?”. Para seu suporte embasamento, leia mais em:

  • Planetário do Rio

http://www.planetariodorio.com.br/as-estrelas-fixas-nao-sao-fixas/ acesso em 16 de julho de 2018.

http://www.cdcc.usp.br/cda/aprendendo-basico/esfera-celeste/esfera-celeste.htm acesso em 16 de julho de 2018.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Peça aos estudantes que desenhem um “pano de fundo” estrelado sobre uma folha branca. Oriente sobre que detalhes devem observar como, por exemplo, que as estrelas são pontinhos luminosos e não possuem pontas. Oriente os/as estudantes a colocarem o desenho do globo terrestre pintado e recortado, conforme mostra no slide, no centro da folha estrelada. Peça-lhes que prendam o globo com o dedo indicador de um lado e o polegar de outro da folha estrelada. Devem prender o planeta no centro da folha de modo que fique móvel para poder girar (se preferirem, podem prender com um alfinete, por exemplo). Peça-lhes que recortem os bonequinhos para fixá-los cada um num ponto da borda do globo conforme o modelo. Peça-lhes que girem o modelo do planeta Terra deixando o fundo estrelado estático. Os/as estudantes verão que os bonequinhos observarão a mudança da aparência do céu noturno por causa do movimento de rotação da Terra.

  • Curiosidade:É verdade que as estrelas que vemos já não existem mais?

https://super.abril.com.br/tecnologia/imagem-com-anos-luz-de-atraso/ (acesso em 16 de julho de 2018).

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Mostre aos estudantes que, em seu movimento de rotação, a Terra gira em torno de seu eixo e, ao fazermos o registro fotográfico do céu noturno, com o dispositivo de longa exposição da câmera acionado tendo ela voltada para o céu, as estrelas aparecem como um rastro devido ao movimento da Terra e não dos astros celestes.

Sugestão de video complementar e ilustrativo a esta aula:

Vídeo de promoção do livro "AstroFotografia - Imagens à luz das estrelas" de Miguel Claro, publicado pela editora Centro Atlântico (http://centroatl.pt/titulos/tecnologi...), que compila, através da técnica Time Lapse Photography, dezenas de imagens patentes no livro e que pretendem demonstrar o trabalho reunido ao longo do últimos anos pelo astrofotógrafo Miguel Claro (http://miguelclaro.com). O vídeo reúne várias dezenas de horas de exposições fotográficas nos cenários noturnos mais incríveis e idílicos de Portugal. Desde o património histórico reconhecido mundialmente pela UNESCO, como o templo de Diana, em Évora, às estruturas arquitectónicas como a grande Ponte 25 de Abril, em Lisboa. Tudo lhe é revelado numa visão e perspectiva ímpar.

O património paisagístico que preserva o céu da antiguidade, como o Cromelque do Xarez, em Monsaraz, região da Rota Dark Sky Alqueva (http://darkskyalqueva.com) distinguida como a primeira reserva do mundo certificada como "Star Light Tourism Destination", é o local perfeito para encontrar a Via Láctea numa visão incrível e esmagadora onde a profundidade do céu não tem limite. O próprio efeito da poluição luminosa existente nas grandes cidades ganha a sua magia pela forma peculiar como é captada em cada uma das imagens reveladas neste vídeo. Tudo isto pode ser encontrado num cenário onde Céu e Terra são indissociáveis e onde a fotografia ganha vida com imagens captadas à luz das estrelas.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Divida seu grupo de estudantes em dois grupos iguais, se possível. De cada grupo, chame um/a estudante, sendo um/a para defender a tese de que a Terra permanece estática no espaço sideral enquanto as estrelas giram em torno dela na esfera celeste. Outro/a estudante deverá defender a tese de que é o planeta Terra que gira e as estrelas não giram em torno da Terra. Cada um/a dos/as participantes deverá(ão) usar o aparelho construído para simular a mecânica celeste para argumentar e defender sua tese. Ao final de 3 minutos de fala de cada um/a, os grupos deverão votar pela tese correta e argumentar sobre seu voto de acordo com o que aprenderam na aula.

Leitura do texto e criação de um “Juri Simulado” em que uma personagem defende a tese de que a Terra permanece parada e as estrelas é que mudam de lugar no céu, enquanto outra personagem defende a tese de que a Terra realiza seu movimento de rotação e nós, observadores/as em qualquer ponto do nosso planeta vemos as estrelas, aparentemente, se moverem no céu.

  • Texto: Movimento aparente das estrelas ao longo da noite

A aparência do céu muda ao longo da noite. Devido ao movimento de rotação da Terra,
à medida que vai passando a noite, temos a sensação de que é a esfera celeste que roda
como um todo em torno da Terra e não o contrário. Pela mesma razão, os astros celestes aparecem subindo no horizonte e desaparecem do outro lado ao final da tarde ou ao fim da noite. Estes movimentos aparentes são uma consequência direta do movimento de rotação da Terra.
Fonte: http://www3.uma.pt/Investigacao/Astro/Ensino/RUMOS2014/IaA2014/movimentos.pdf acesso em 12 de julho de 2018. Adaptado.

https://docs.kde.org/trunk5/pt_BR/extragear-edu/kstars/ai-csphere.html (acesso em 16 de julho de 2018).

https://www.conhecimentogeral.inf.br/esfera_celeste/ (acesso em 16 de julho de 2018).

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Materiais necessários para a aula: Para a realização deste plano será importante providenciar os seguintes materiais: papel rascunho, lápis, borracha, palito de dente ou outro similar, relógio analógico, régua de, no mínimo, 10 cm, transferidor escolar de 180º e área externa ensolarada. Para seu embasamento você pode ler mais em:

  • Instrumentos usados para medir a passagem do tempo

https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/duvida-cruel-por-que-o-dia-tem-24-horas.phtml

  • Por que o dia tem 24 horas?

http://recreio.uol.com.br/noticias/curiosidades/por-que-o-dia-tem-24-horas.phtml#.W0OBi0IX76o

  • Descubra por que o dia tem 24 horas

https://www.fatosdesconhecidos.com.br/descubra-porque-o-dia-tem-24-horas-horas-60-minutos-e-os-minutos-60-segundos/

  • Medindo a passagem do tempo durante o dia e durante a noite

https://www.megacurioso.com.br/ciencia/35772-por-que-o-dia-e-dividido-em-horas-minutos-e-segundos-.htm

  • Dia solar e dia sideral

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dura%C3%A7%C3%A3o_do_dia

  • Um dia em Mercúrio - para exemplificar a diferença na duração dos dias e das noites em outros planetas do nosso sistema solar.

www.astropt.org/2012/04/15/um-dia-em-mercurio/

  • Ou em outras regiões do planeta Terra

https://www.youtube.com/watch?v=4hN2anCgBq4

https://www.youtube.com/watch?v=NhT9ewmcdqQ

https://www.youtube.com/watch?v=uzNj3wvFTjI

  • Conceitos de Tempo

http://www.iea.usp.br/publicacoes/textos/estudo-sobre-o-tempo-1-o-tempo-na-astronomia-2-o-tempo-na-matematica-3-o-tempo-na-biologia

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 05 minutos

Orientações: Solicite aos estudantes que digam o que sabem sobre a duração do dia e da noite. Faça perguntas do tipo:

"Vocês sabem me dizer quanto tempo dura o dia? E a noite? Muito tempo, pouco tempo? O que acham?". Neste momento de levantamento do conhecimento prévio não há erro ou acerto nas respostas. Peça que respondam oralmente quantas horas eles pensam que dura o dia e quantas horas acham que dura a noite. Pergunte se eles têm alguma informação sobre diferença na duração em horas do dia e da noite na cidade onde moram ou em qualquer outro ponto do planeta Terra. "A mudança de estação influencia sobre a duração do dia ou da noite? Em caso positivo, o que acontece?"

Para seu suporte e embasamento, leia mais em:

  • Saiba porque a duração da luz solar é diferente em várias partes do globo

http://redeglobo.globo.com/globociencia/noticia/2012/10/saiba-por-que-duracao-da-luz-solar-e-diferente-em-varias-partes-do-globo.html, acesso em 16 de julho de 2018.

  • O movimento aparente do Sol

http://www.oba.org.br/cursos/astronomia/omovimentoaparentedosol.htm

  • Noite e Dia

http://www.cienciamao.usp.br/dados/aas_antigo/_diaenoite.arquivo.pdf

  • Os Efeitos da Latitude sobre a duração dos dias e noites

http://www.astrosurf.com/skyscapes/disc/latitude/latitude.html, acesso em 16 de julho de 2018.

  • Dia e Noite A palavra “Dia” tem dois significados: Dia Solar e Dia Sideral

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dura%C3%A7%C3%A3o_do_dia

http://blogs.ibahia.com/a/blogs/estrelas/2014/01/04/686/

  • DIA SIDERAL E DIA SOLAR, QUAL A DIFERENÇA?

A Terra leva 23 horas e 56 minutos para completar uma volta em torno de si mesma, tomando como referência as estrelas distantes, é o dia sideral. É preciso esperar mais 4 minutos para o planeta fazer face novamente ao Sol, completando as 24 horas, este é dia solar. Esse atraso de 4 minutos é devido à translação da Terra, a cada dia nosso planeta percorre cerca de 2.600.000 km em torno do Sol (108.000 km/h), assim a cada dia o Sol muda um pouco de ângulo em relação à Terra, equivalente aos 4 minutos.

https://plus.google.com/+AstronomiaamadoraBlogspotBr/posts/2pimskTRSV8, acesso em 16 de julho de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Apresente para os/as estudantes a imagem que está no slide. Informe-lhes que a esfera celeste é uma esfera imaginária que envolve a Terra e portanto, o/a observador/a. Esta esfera imaginária contém inscritos nela, conforme vemos desde qualquer ponto em que estivermos em nosso planeta, estrelas, planetas e outros astros celestes. Explore com os/as estudantes os detalhes contidos na imagem apresentada deixando claro que a parte plana é onde se encontra o/a observador do céu na Terra.

Apresente-lhes a animação no vídeo, disponível em https://youtu.be/YcTM-qRp5jY, para que possam compreender o conceito de esfera celeste. Este é um objeto de aprendizagem produzido pela Casa da Ciência de Portugal e seu acesso e uso são livres e gratuitos. Outros recursos para apresentar a esfera celeste você encontra em:

http://astro.inaoep.mx/olimpiada_astronomia/pluginfile.php/2/course/section/2/LibroEsferaCeleste.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Apresente a questão “Por que o Sol durante o dia e muitas outras estrelas durante a noite passam sobre nossas cabeças de um lado a outro do céu?” para os/as estudantes e deixe que exponham seus pensamentos e ideias. Faça outras perguntas do tipo: “São os mesmos astros e conjuntos de estrelas em todas as noites? As estrelas são fixas no céu? Como? Por quê?”. Para seu suporte embasamento, leia mais em:

  • Planetário do Rio

http://www.planetariodorio.com.br/as-estrelas-fixas-nao-sao-fixas/ acesso em 16 de julho de 2018.

http://www.cdcc.usp.br/cda/aprendendo-basico/esfera-celeste/esfera-celeste.htm acesso em 16 de julho de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Peça aos estudantes que desenhem um “pano de fundo” estrelado sobre uma folha branca. Oriente sobre que detalhes devem observar como, por exemplo, que as estrelas são pontinhos luminosos e não possuem pontas. Oriente os/as estudantes a colocarem o desenho do globo terrestre pintado e recortado, conforme mostra no slide, no centro da folha estrelada. Peça-lhes que prendam o globo com o dedo indicador de um lado e o polegar de outro da folha estrelada. Devem prender o planeta no centro da folha de modo que fique móvel para poder girar (se preferirem, podem prender com um alfinete, por exemplo). Peça-lhes que recortem os bonequinhos para fixá-los cada um num ponto da borda do globo conforme o modelo. Peça-lhes que girem o modelo do planeta Terra deixando o fundo estrelado estático. Os/as estudantes verão que os bonequinhos observarão a mudança da aparência do céu noturno por causa do movimento de rotação da Terra.

  • Curiosidade:É verdade que as estrelas que vemos já não existem mais?

https://super.abril.com.br/tecnologia/imagem-com-anos-luz-de-atraso/ (acesso em 16 de julho de 2018).

Slide Plano Aula

Orientações: Mostre aos estudantes que, em seu movimento de rotação, a Terra gira em torno de seu eixo e, ao fazermos o registro fotográfico do céu noturno, com o dispositivo de longa exposição da câmera acionado tendo ela voltada para o céu, as estrelas aparecem como um rastro devido ao movimento da Terra e não dos astros celestes.

Sugestão de video complementar e ilustrativo a esta aula:

Vídeo de promoção do livro "AstroFotografia - Imagens à luz das estrelas" de Miguel Claro, publicado pela editora Centro Atlântico (http://centroatl.pt/titulos/tecnologi...), que compila, através da técnica Time Lapse Photography, dezenas de imagens patentes no livro e que pretendem demonstrar o trabalho reunido ao longo do últimos anos pelo astrofotógrafo Miguel Claro (http://miguelclaro.com). O vídeo reúne várias dezenas de horas de exposições fotográficas nos cenários noturnos mais incríveis e idílicos de Portugal. Desde o património histórico reconhecido mundialmente pela UNESCO, como o templo de Diana, em Évora, às estruturas arquitectónicas como a grande Ponte 25 de Abril, em Lisboa. Tudo lhe é revelado numa visão e perspectiva ímpar.

O património paisagístico que preserva o céu da antiguidade, como o Cromelque do Xarez, em Monsaraz, região da Rota Dark Sky Alqueva (http://darkskyalqueva.com) distinguida como a primeira reserva do mundo certificada como "Star Light Tourism Destination", é o local perfeito para encontrar a Via Láctea numa visão incrível e esmagadora onde a profundidade do céu não tem limite. O próprio efeito da poluição luminosa existente nas grandes cidades ganha a sua magia pela forma peculiar como é captada em cada uma das imagens reveladas neste vídeo. Tudo isto pode ser encontrado num cenário onde Céu e Terra são indissociáveis e onde a fotografia ganha vida com imagens captadas à luz das estrelas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Divida seu grupo de estudantes em dois grupos iguais, se possível. De cada grupo, chame um/a estudante, sendo um/a para defender a tese de que a Terra permanece estática no espaço sideral enquanto as estrelas giram em torno dela na esfera celeste. Outro/a estudante deverá defender a tese de que é o planeta Terra que gira e as estrelas não giram em torno da Terra. Cada um/a dos/as participantes deverá(ão) usar o aparelho construído para simular a mecânica celeste para argumentar e defender sua tese. Ao final de 3 minutos de fala de cada um/a, os grupos deverão votar pela tese correta e argumentar sobre seu voto de acordo com o que aprenderam na aula.

Leitura do texto e criação de um “Juri Simulado” em que uma personagem defende a tese de que a Terra permanece parada e as estrelas é que mudam de lugar no céu, enquanto outra personagem defende a tese de que a Terra realiza seu movimento de rotação e nós, observadores/as em qualquer ponto do nosso planeta vemos as estrelas, aparentemente, se moverem no céu.

  • Texto: Movimento aparente das estrelas ao longo da noite

A aparência do céu muda ao longo da noite. Devido ao movimento de rotação da Terra,
à medida que vai passando a noite, temos a sensação de que é a esfera celeste que roda
como um todo em torno da Terra e não o contrário. Pela mesma razão, os astros celestes aparecem subindo no horizonte e desaparecem do outro lado ao final da tarde ou ao fim da noite. Estes movimentos aparentes são uma consequência direta do movimento de rotação da Terra.
Fonte: http://www3.uma.pt/Investigacao/Astro/Ensino/RUMOS2014/IaA2014/movimentos.pdf acesso em 12 de julho de 2018. Adaptado.

https://docs.kde.org/trunk5/pt_BR/extragear-edu/kstars/ai-csphere.html (acesso em 16 de julho de 2018).

https://www.conhecimentogeral.inf.br/esfera_celeste/ (acesso em 16 de julho de 2018).

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 5º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 5º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05CI11 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano