12484
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Atitudes e disposições favoráveis do leitor

POR: 30/08/2018
Código: ING7_07UND02

7º ano / Inglês

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF07LI11) Participar de troca de opiniões e informações sobre textos, lidos na sala de aula ou em outros ambientes.

Plano de aula de Inglês com atividades para 7o ano do EF sobre Atitudes e disposições favoráveis do leitor

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Preparação para a aula:

  • Imprima cópias do conto do input na quantidade desejada.
  • Reserve o projetor da sua escola e verifique a conexão para a exibição do vídeo do context. Caso decida não usar o vídeo, pesquise e imprima as imagens sobre o Irã.

Context select-down

Tempo sugerido: 8 minutos (já contando o tempo do vídeo)

Propósito: Contextualizar os alunos sobre hábitos e costumes do Iran

Orientações:

  • Antes de projetar o vídeo para os alunos, diga: You’re going to watch a video that shows a little bit about a country and your objective is to discover which country this is. Caso o acesso à internet seja difícil em sua escola, você pode fazer cópia de algumas imagens do Irã e mostrar aos seus alunos. Neste caso, diga assim: I’m going to show you some pictures about a country. Could you say which country this is?
  • Depois de projetar o vídeo ou mostrar as imagens, pergunte: Do you know which country this is? (Respostas possíveis: Syria - India - An oriental country - An Asian country - Iran) Diga, confirmando suas hipóteses: Yes, it’s an eastern country called Iran. Iran is very far from Brazil. Se preferir, leve um mapa mundi para a sala e peça a um aluno que localize o Irã e trace para os colegas uma linha imaginária entre os dois países.
  • Prossiga, dizendo: Based on the video you’ve already watched, do you think Iran is very different from Brazil? (As respostas podem variar: Yes, I think it’s very different! - Just a little - I think it’s not too different!). What are the main differences between Iran and Brazil you could see in the video? (Espera-se que respondam: the clothes, the food, the buildings/architecture, the religion, the language)
  • Pergunte ainda: Let’s suppose you have to move to Iran. How do you think you will feel living in a different country? (Respostas podem variar bastante: I will feel sad - I will be happy - I will miss my friends).
  • Finalize dizendo: Do you like to read stories? (Resposta esperada: Yes!) Great! Today you are going to read a story about an Iranian girl that has to move to London. What do you think will happen?

Objective select-down

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente o slide ou copie o objetivo no quadro e peça à turma que leia. Assim: Could you read the objective for our class today?

Input select-down

Tempo sugerido: 30 minutos

Propósito: Conhecer um conto de uma cultura diferente da sua.

Expectativa: Que, através da leitura compartilhada, os alunos façam previsões e interpretações coletivas sobre o conto.

Orientações:

1 1. Conduza com os alunos uma leitura compartilhada do conto “The Beauty of Difference”, um conto persa de autor desconhecido que foi traduzido para o inglês pelo site World Stories, do Reino Unido.

2. Diga aos alunos: Today, I’m going to read to you a tale named “The beauty of Difference”. It’s an Iranian tale that tells about a Iranian girl named Shirin that had to move to London. Se quiser, mostre em um mapa mundi a localização do Irã e da Inglaterra e diga: You see? Those two countries are far from each other. Instigue os alunos a fazer previsões sobre o texto, perguntando: Could you imagine what happened? Why did she have to move to London? (Respostas esperadas: I think her father will work there/ It’s because of the war in Iran) Diga: Great predictions! So, follow the reading and check what happened with Shirin!

3. Entregue uma cópia do conto para todos os alunos. Leia para eles os três primeiros parágrafos e, em seguida, pergunte:

Who is Shirin? (She is a girl from Tehran ou she is a young girl)

What happened with Shirin? (Her parents sent her to London)

Why did Shiri’s parents send her to London? (Because it’s not safe in her city / Because of the war/ Because of the bombs).

Did her parents move to London too? (No, they didn’t / No, she was going to live with her cousins).

How was Shirin feeling about this? (Espera-se que os alunos respondam algo parecido com: She did not like it / She is sad about it)

Tenha sempre o cuidado de valorizar a resposta dada por cada aluno. Sempre que possível, faça-o voltar ao texto para confirmar suas respostas. Assim: In which paragraph did you see this information? Se a turma não for tão participativa ou apenas um aluno responder ativamente o que é esperado, parabenize-o e motive a turma a engajar-se na leitura dizendo algo como: Class, do you agree with (name of the student) ‘s answer? Could you say which paragraph confirms his/her answer?

4. Retome a leitura, dizendo algo como: Let’s continue and check what happened! Leia os parágrafos 4 a 10 e faça um novo momento de pausa para interpretação com os alunos. Pergunte:

Where were Shirin and her parents in those paragraphs? (At the airport)

How was Shirin feeling? (She was scared)

How did her parents try to calm her down? (The father said she was brave / Her mother hugged her / Her mother said they would visit her soon)

Did Shirin travel to London alone? (No, with her aunty).

Caso algum aluno sinta dificuldade em expressar-se em inglês, você pode ajudá-lo com o vocabulário. Lembre-se de utilizar as respostas dos alunos como base para novos questionamentos e faça-os sempre retornar ao texto para fundamentar suas respostas. Assim: Which sentence showed you that she was sad? Ou How did you conclude this?

5. Novamente conduza os alunos a fazerem previsões sobre o conto: Shirin was flying to London. What happened when she got there? (São esperadas respostas variadas) Em seguida, prossiga a leitura. Leia os parágrafos 11 a 25 e faça uma pausa para verificar a compreensão dos alunos até aqui. Diga: Paragraph 12 lets us know that Shirin slept during the trip and dreamed about her new life in London. Were her dreams accomplished when she arrived there? (Respostas esperadas: No, it was very different! She was bullied/ she missed her family/ she was disappointed) What difficulties did she have to face? (a girl at the airport pointed and laughed to her/ the language/ she didn’t understand what people was saying.)

6. O conto começa a solucionar-se a partir do parágrafo 26, por isso, antes de prosseguir com a leitura, conduza-os a fazerem previsões sobre o que solucionará este conflito. Diga: Shirin was experiencing a bad situation in her life! What do you think will be the solution to Shirin’s conflict? Deixe que os alunos conversem sobre suas previsões e expectativas. Pergunte a eles o que os faz pensar assim. Leve-os a explorar o que já compreenderam do texto até o momento. (Algumas possíveis previsões podem ser: She will return to her city/ Her parents will move to London too. She will make friends)

7. A partir de agora, os alunos continuarão a leitura individualmente tendo como objetivo descobrir como o conflito de Shirin foi solucionado. Diga: From this moment, you will read the tale individually. Your goal is to find in the text the solution to Shirin’s conflict.

MATERIAIS COMPLEMENTARES:

Output select-down

Tempo sugerido: 10 minutos

Propósito: Dar aos alunos a oportunidade de expressar sua opinião sobre o conto lido.

Expectativa: Que os alunos expressem entre si suas impressões/sentimentos sobre o conto.

Orientações:

1 1. Assim que os alunos finalizarem a leitura, solicite que compartilhem o que descobrirem: So, did you find out the solution to Shirin’s conflict? (Possíveis respostas dos alunos: Stephen appeared and started to talk with her/ She made a friend that helped her/ Other colleagues got close after Stephen started to talk to her). How did Shirin feel after meeting Stephen? (She felt gratitude) Why? (Because he helped her to see it’s ok to be different)

2 2. Agora, incentive-os a falar sobre o que acharam do texto. Escreva as frases “I like this tale because…” e “I don’t like this tale because…” em lados opostos do quadro e peça aos alunos que se posicionem no lado que eles concordam. Em seguida, estimule-os a conversem entre si sobre o que acharam do texto. Diga: Tell your classmate/group why you liked or didn’t like the tale. How did you feel reading this tale? Explain your reasons.

3 3. Deixe-os conversar por 5 minutos e em seguida peça que 3 voluntários ou alunos indicados por você compartilhem para toda a sala a sua opinião sobre o conto. Pergunte: (Student’s name), what’s your opinion about the tale? Why did you like or dislike it?

Feedback select-down

Tempo sugerido: 1 minuto

Propósito: revisar o que foi aprendido na aula.

Orientações:

Diga aos alunos: Let’s check what you’ve learned today! Se precisar indique alguns alunos para falar sobre o que aprenderam na aula. Espera-se que eles mencionem os tópicos descritos no slide. Você também pode apresentar o slide e pedir que os alunos digam se realmente aprenderam o que está descrito nele.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Preparação para a aula:

  • Imprima cópias do conto do input na quantidade desejada.
  • Reserve o projetor da sua escola e verifique a conexão para a exibição do vídeo do context. Caso decida não usar o vídeo, pesquise e imprima as imagens sobre o Irã.

Tempo sugerido: 8 minutos (já contando o tempo do vídeo)

Propósito: Contextualizar os alunos sobre hábitos e costumes do Iran

Orientações:

  • Antes de projetar o vídeo para os alunos, diga: You’re going to watch a video that shows a little bit about a country and your objective is to discover which country this is. Caso o acesso à internet seja difícil em sua escola, você pode fazer cópia de algumas imagens do Irã e mostrar aos seus alunos. Neste caso, diga assim: I’m going to show you some pictures about a country. Could you say which country this is?
  • Depois de projetar o vídeo ou mostrar as imagens, pergunte: Do you know which country this is? (Respostas possíveis: Syria - India - An oriental country - An Asian country - Iran) Diga, confirmando suas hipóteses: Yes, it’s an eastern country called Iran. Iran is very far from Brazil. Se preferir, leve um mapa mundi para a sala e peça a um aluno que localize o Irã e trace para os colegas uma linha imaginária entre os dois países.
  • Prossiga, dizendo: Based on the video you’ve already watched, do you think Iran is very different from Brazil? (As respostas podem variar: Yes, I think it’s very different! - Just a little - I think it’s not too different!). What are the main differences between Iran and Brazil you could see in the video? (Espera-se que respondam: the clothes, the food, the buildings/architecture, the religion, the language)
  • Pergunte ainda: Let’s suppose you have to move to Iran. How do you think you will feel living in a different country? (Respostas podem variar bastante: I will feel sad - I will be happy - I will miss my friends).
  • Finalize dizendo: Do you like to read stories? (Resposta esperada: Yes!) Great! Today you are going to read a story about an Iranian girl that has to move to London. What do you think will happen?

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente o slide ou copie o objetivo no quadro e peça à turma que leia. Assim: Could you read the objective for our class today?

Tempo sugerido: 30 minutos

Propósito: Conhecer um conto de uma cultura diferente da sua.

Expectativa: Que, através da leitura compartilhada, os alunos façam previsões e interpretações coletivas sobre o conto.

Orientações:

1 1. Conduza com os alunos uma leitura compartilhada do conto “The Beauty of Difference”, um conto persa de autor desconhecido que foi traduzido para o inglês pelo site World Stories, do Reino Unido.

2. Diga aos alunos: Today, I’m going to read to you a tale named “The beauty of Difference”. It’s an Iranian tale that tells about a Iranian girl named Shirin that had to move to London. Se quiser, mostre em um mapa mundi a localização do Irã e da Inglaterra e diga: You see? Those two countries are far from each other. Instigue os alunos a fazer previsões sobre o texto, perguntando: Could you imagine what happened? Why did she have to move to London? (Respostas esperadas: I think her father will work there/ It’s because of the war in Iran) Diga: Great predictions! So, follow the reading and check what happened with Shirin!

3. Entregue uma cópia do conto para todos os alunos. Leia para eles os três primeiros parágrafos e, em seguida, pergunte:

Who is Shirin? (She is a girl from Tehran ou she is a young girl)

What happened with Shirin? (Her parents sent her to London)

Why did Shiri’s parents send her to London? (Because it’s not safe in her city / Because of the war/ Because of the bombs).

Did her parents move to London too? (No, they didn’t / No, she was going to live with her cousins).

How was Shirin feeling about this? (Espera-se que os alunos respondam algo parecido com: She did not like it / She is sad about it)

Tenha sempre o cuidado de valorizar a resposta dada por cada aluno. Sempre que possível, faça-o voltar ao texto para confirmar suas respostas. Assim: In which paragraph did you see this information? Se a turma não for tão participativa ou apenas um aluno responder ativamente o que é esperado, parabenize-o e motive a turma a engajar-se na leitura dizendo algo como: Class, do you agree with (name of the student) ‘s answer? Could you say which paragraph confirms his/her answer?

4. Retome a leitura, dizendo algo como: Let’s continue and check what happened! Leia os parágrafos 4 a 10 e faça um novo momento de pausa para interpretação com os alunos. Pergunte:

Where were Shirin and her parents in those paragraphs? (At the airport)

How was Shirin feeling? (She was scared)

How did her parents try to calm her down? (The father said she was brave / Her mother hugged her / Her mother said they would visit her soon)

Did Shirin travel to London alone? (No, with her aunty).

Caso algum aluno sinta dificuldade em expressar-se em inglês, você pode ajudá-lo com o vocabulário. Lembre-se de utilizar as respostas dos alunos como base para novos questionamentos e faça-os sempre retornar ao texto para fundamentar suas respostas. Assim: Which sentence showed you that she was sad? Ou How did you conclude this?

5. Novamente conduza os alunos a fazerem previsões sobre o conto: Shirin was flying to London. What happened when she got there? (São esperadas respostas variadas) Em seguida, prossiga a leitura. Leia os parágrafos 11 a 25 e faça uma pausa para verificar a compreensão dos alunos até aqui. Diga: Paragraph 12 lets us know that Shirin slept during the trip and dreamed about her new life in London. Were her dreams accomplished when she arrived there? (Respostas esperadas: No, it was very different! She was bullied/ she missed her family/ she was disappointed) What difficulties did she have to face? (a girl at the airport pointed and laughed to her/ the language/ she didn’t understand what people was saying.)

6. O conto começa a solucionar-se a partir do parágrafo 26, por isso, antes de prosseguir com a leitura, conduza-os a fazerem previsões sobre o que solucionará este conflito. Diga: Shirin was experiencing a bad situation in her life! What do you think will be the solution to Shirin’s conflict? Deixe que os alunos conversem sobre suas previsões e expectativas. Pergunte a eles o que os faz pensar assim. Leve-os a explorar o que já compreenderam do texto até o momento. (Algumas possíveis previsões podem ser: She will return to her city/ Her parents will move to London too. She will make friends)

7. A partir de agora, os alunos continuarão a leitura individualmente tendo como objetivo descobrir como o conflito de Shirin foi solucionado. Diga: From this moment, you will read the tale individually. Your goal is to find in the text the solution to Shirin’s conflict.

MATERIAIS COMPLEMENTARES:

Tempo sugerido: 10 minutos

Propósito: Dar aos alunos a oportunidade de expressar sua opinião sobre o conto lido.

Expectativa: Que os alunos expressem entre si suas impressões/sentimentos sobre o conto.

Orientações:

1 1. Assim que os alunos finalizarem a leitura, solicite que compartilhem o que descobrirem: So, did you find out the solution to Shirin’s conflict? (Possíveis respostas dos alunos: Stephen appeared and started to talk with her/ She made a friend that helped her/ Other colleagues got close after Stephen started to talk to her). How did Shirin feel after meeting Stephen? (She felt gratitude) Why? (Because he helped her to see it’s ok to be different)

2 2. Agora, incentive-os a falar sobre o que acharam do texto. Escreva as frases “I like this tale because…” e “I don’t like this tale because…” em lados opostos do quadro e peça aos alunos que se posicionem no lado que eles concordam. Em seguida, estimule-os a conversem entre si sobre o que acharam do texto. Diga: Tell your classmate/group why you liked or didn’t like the tale. How did you feel reading this tale? Explain your reasons.

3 3. Deixe-os conversar por 5 minutos e em seguida peça que 3 voluntários ou alunos indicados por você compartilhem para toda a sala a sua opinião sobre o conto. Pergunte: (Student’s name), what’s your opinion about the tale? Why did you like or dislike it?

Tempo sugerido: 1 minuto

Propósito: revisar o que foi aprendido na aula.

Orientações:

Diga aos alunos: Let’s check what you’ve learned today! Se precisar indique alguns alunos para falar sobre o que aprenderam na aula. Espera-se que eles mencionem os tópicos descritos no slide. Você também pode apresentar o slide e pedir que os alunos digam se realmente aprenderam o que está descrito nele.


7º ano

Contents

  1. INPUT: A Farsi (Iranian) Tale
  2. OUTPUT: Sharing opinions about the tale

Habilidade da Base Nacional Comum Curricular

(EF07LI11) Participar de troca de opiniões e informações sobre textos, lidos na sala de aula ou em outros ambientes.



Professor-autor: Gleima Vanin

Mentor: Tatiana Martin

Especialista: Celina Fernandes


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes