12388
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 9º ano > Terra e Universo

Plano de aula - As nebulosas

Plano de aula de Ciências com atividades para 9o ano do EF sobre As nebulosas

Plano 01 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ayslan Carvalho de Melo

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Este plano é uma aula introdutória para a sequência de unidade desenvolvida na habilidade EF01CI17, que trata do ciclo solar de nascimento, vida e morte, e seus efeitos nos planetas que o circulam.

Materiais necessários

Para a aula: Data-show; cartolina preta, borrifador, água oxigenada ou água sanitária, tinta azul, vermelha e branca, papel toalha.

Para o mão na massa: Cartolina na cor preta, chumaço de algodão (500g), glitter nas cores cinza e púrpura (Violeta), tintas azul e vermelha, luvas (para não sujar as mãos).

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Leia o título da aula e pergunte aos alunos o conceito básico de nebulosa, extraia qual entendimento pode ser explorado, caso algum dos estudantes detenham esse saber, caso não, siga.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Inicie uma conversa com os alunos, solicitando alguns conceitos sobre a imagem apresentada, e faça a seguinte pergunta:

Vocês conhecem esse tipo de imagem? Sabem o que ela representa? Após a fala dos estudantes, indique que essa é a nebulosa Cabeça de Cavalo, que está localizada no cinturão de Órion, com aproximadamente 1.500 anos-luz de distância do nosso planeta e que está na nossa galáxia, a Via Láctea.

Obs 1: Caso sua escola não possua aparelho para projeção do conteúdo, faça a impressão colorida do slide acima ou realize a criação de uma nebulosa com cartolina preta (Obs 2).

Obs 2: Para a criação da nebulosa: O borrifador deve estar cheio com a água oxigenada ou sanitária. Na cartolina preta, borrife algumas vezes, para criar pontos que irão remeter à estrelas. Espere alguns minutos e depois enxugue com o papel toalha o excesso de água que permanecer. Após secar, misture um pouco das tintas azul e vermelha para gerar a cor violeta. Faça o mesmo com as tintas branca e vermelha, para gerar a cor rosa. Essas tonalidades vão formar um cinturão, como o observado na nebulosa Cabeça de cavalo. Use sua imaginação e produza a nebulosa do jeito que desejar. Porém, se você conseguir reproduzir a nebulosa acima, ficará mais fácil falar sobre os conceitos a respeito dela, uma nebulosa escura.

https://pxhere.com/pt/photo/910145 ? CCO public domain- Imagem livre para uso pessoal e comercial.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Solicite aos estudantes que tentem responder a questão levantada em sala e os faça pensar e criar hipóteses sobre o funcionamento do universo. Deixe-os livre para trazer alguns conceitos que talvez possuam sobre esse processo de criação e formação. Solicite que eles registrem as ideias ou as hipóteses.

Acesse este link para ampliar seus conceitos sobre o tema: http://chc.org.br/estrelas-jovens/

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 27 minutos

Orientações: Prepare a sala para a construção das mini-nebulosas, observando se cada estudante está com todo o material necessário para atividade.

Passo a passo:

1 - Os alunos devem, em um copo de 100mL, colocar água e dissolver duas colheres de sopa de tinta azul, misturando os elementos até que estejam homogêneos.

2 - Introduzir no copo um chumaço de algodão e deixá-lo umedecido, desprezando a maior quantidade de água possível.

3 - Na cartolina negra, usar o chumaço de algodão para carimbar vários espaços, em sentido circular, do meio para fora, colocando em seguida o glitter cinza e aguardando um minuto para que a folha seque.

4 - Repetir o processo 1, agora com a tinta vermelha.

5 - Repetir o processo 2, para que não fique muita água no algodão.

6 - Como foi feito no processo 3, utilizar o chumaço para carimbar regiões exatamente ao lado das já carimbadas, no mesmo sentido, colocando o glitter púrpura e aguardando a folha secar por um minuto.

7 - Pegar um algodão branco e, sem umedecê-lo, passar suavemente sobre a folha, fazendo alguns elementos se mesclar. Esse movimento deve ser em linha reta.

8 - Utilizar cola branca para grudar alguns pequenos pedaços de algodão que foi colorido na cartolina, dando mais volume ao experimento. Com a nebulosa criada, apontar uma lanterna ou o flash do celular sobre o papel e observar seu efeito.

Propósito: Permitir aos estudantes a criação de suas próprias nebulosas e a identificação dos componentes da mesma.

O algodão e o as manchas na cartolina agem como "meio interestelar", dando forma e definindo bem as fronteiras da nebulosa. Indica-se que entre os alunos exista a capacidade de estabelecer a correta classificação da nebulosa construída, para tal, espere que eles consigam identificar que o glitter na realidade reflete toda a luz próxima, não sendo ele capaz de gerar sua própria iluminação. Instigue os alunos a criar a nomenclatura, de acordo com o que aprenderam até então, apresentando também legendas para os componentes que possam ser observados e os leve a comparar os projetos criados com os dos outros colegas.

OBS 3: Caso queira criar outro tipo de nebulosa, utilize tintas neon, que possuem a capacidade de liberar energia na forma de luz, como as nebulosas do tipo difusa de emissão.

Para um aprofundamento sobre o termo meio interestrelar, acesse: https://universoracionalista.org/nebulosas-poeira-e-o-meio-interestelar-uma-visao-geral/

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Leia o texto com os alunos e peça para que mostrem o produto elaborado por eles durante o mão na massa, procurando estabelecer a relação entre a nebulosa confeccionada e os conceitos apresentados acima. Leia com eles a tabela apresentada e comente como foi formada a nebulosa, fazendo referência à poeira cósmica com seus componentes. Faça a analogia dela com o algodão que, mesmo sendo pouco denso, se espalha e acaba ocupando um grande espaço e, se compactado, consegue formar uma massa gigantesca. É interessante reforçar o conceito de que as nebulosas são tanto o ponto de partida para a formação de uma estrela como também seu ponto de chegada para a morte.

Caso possível, apresente o vídeo a seguir para que os alunos consigam perceber como as nebulosas se apresentam no espaço: https://youtu.be/4DoxwB5kWT4

Para entender melhor o conceito de classificação das nebulosas, leia o texto do link seguinte: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/fisica/o-que-sao-nebulosas.htm

Para obter informações mais aprofundadas sobre as nebulosas, acesse: https://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_1863.html

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Este plano é uma aula introdutória para a sequência de unidade desenvolvida na habilidade EF01CI17, que trata do ciclo solar de nascimento, vida e morte, e seus efeitos nos planetas que o circulam.

Materiais necessários

Para a aula: Data-show; cartolina preta, borrifador, água oxigenada ou água sanitária, tinta azul, vermelha e branca, papel toalha.

Para o mão na massa: Cartolina na cor preta, chumaço de algodão (500g), glitter nas cores cinza e púrpura (Violeta), tintas azul e vermelha, luvas (para não sujar as mãos).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Leia o título da aula e pergunte aos alunos o conceito básico de nebulosa, extraia qual entendimento pode ser explorado, caso algum dos estudantes detenham esse saber, caso não, siga.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Inicie uma conversa com os alunos, solicitando alguns conceitos sobre a imagem apresentada, e faça a seguinte pergunta:

Vocês conhecem esse tipo de imagem? Sabem o que ela representa? Após a fala dos estudantes, indique que essa é a nebulosa Cabeça de Cavalo, que está localizada no cinturão de Órion, com aproximadamente 1.500 anos-luz de distância do nosso planeta e que está na nossa galáxia, a Via Láctea.

Obs 1: Caso sua escola não possua aparelho para projeção do conteúdo, faça a impressão colorida do slide acima ou realize a criação de uma nebulosa com cartolina preta (Obs 2).

Obs 2: Para a criação da nebulosa: O borrifador deve estar cheio com a água oxigenada ou sanitária. Na cartolina preta, borrife algumas vezes, para criar pontos que irão remeter à estrelas. Espere alguns minutos e depois enxugue com o papel toalha o excesso de água que permanecer. Após secar, misture um pouco das tintas azul e vermelha para gerar a cor violeta. Faça o mesmo com as tintas branca e vermelha, para gerar a cor rosa. Essas tonalidades vão formar um cinturão, como o observado na nebulosa Cabeça de cavalo. Use sua imaginação e produza a nebulosa do jeito que desejar. Porém, se você conseguir reproduzir a nebulosa acima, ficará mais fácil falar sobre os conceitos a respeito dela, uma nebulosa escura.

https://pxhere.com/pt/photo/910145 ? CCO public domain- Imagem livre para uso pessoal e comercial.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Solicite aos estudantes que tentem responder a questão levantada em sala e os faça pensar e criar hipóteses sobre o funcionamento do universo. Deixe-os livre para trazer alguns conceitos que talvez possuam sobre esse processo de criação e formação. Solicite que eles registrem as ideias ou as hipóteses.

Acesse este link para ampliar seus conceitos sobre o tema: http://chc.org.br/estrelas-jovens/

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 27 minutos

Orientações: Prepare a sala para a construção das mini-nebulosas, observando se cada estudante está com todo o material necessário para atividade.

Passo a passo:

1 - Os alunos devem, em um copo de 100mL, colocar água e dissolver duas colheres de sopa de tinta azul, misturando os elementos até que estejam homogêneos.

2 - Introduzir no copo um chumaço de algodão e deixá-lo umedecido, desprezando a maior quantidade de água possível.

3 - Na cartolina negra, usar o chumaço de algodão para carimbar vários espaços, em sentido circular, do meio para fora, colocando em seguida o glitter cinza e aguardando um minuto para que a folha seque.

4 - Repetir o processo 1, agora com a tinta vermelha.

5 - Repetir o processo 2, para que não fique muita água no algodão.

6 - Como foi feito no processo 3, utilizar o chumaço para carimbar regiões exatamente ao lado das já carimbadas, no mesmo sentido, colocando o glitter púrpura e aguardando a folha secar por um minuto.

7 - Pegar um algodão branco e, sem umedecê-lo, passar suavemente sobre a folha, fazendo alguns elementos se mesclar. Esse movimento deve ser em linha reta.

8 - Utilizar cola branca para grudar alguns pequenos pedaços de algodão que foi colorido na cartolina, dando mais volume ao experimento. Com a nebulosa criada, apontar uma lanterna ou o flash do celular sobre o papel e observar seu efeito.

Propósito: Permitir aos estudantes a criação de suas próprias nebulosas e a identificação dos componentes da mesma.

O algodão e o as manchas na cartolina agem como "meio interestelar", dando forma e definindo bem as fronteiras da nebulosa. Indica-se que entre os alunos exista a capacidade de estabelecer a correta classificação da nebulosa construída, para tal, espere que eles consigam identificar que o glitter na realidade reflete toda a luz próxima, não sendo ele capaz de gerar sua própria iluminação. Instigue os alunos a criar a nomenclatura, de acordo com o que aprenderam até então, apresentando também legendas para os componentes que possam ser observados e os leve a comparar os projetos criados com os dos outros colegas.

OBS 3: Caso queira criar outro tipo de nebulosa, utilize tintas neon, que possuem a capacidade de liberar energia na forma de luz, como as nebulosas do tipo difusa de emissão.

Para um aprofundamento sobre o termo meio interestrelar, acesse: https://universoracionalista.org/nebulosas-poeira-e-o-meio-interestelar-uma-visao-geral/

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Leia o texto com os alunos e peça para que mostrem o produto elaborado por eles durante o mão na massa, procurando estabelecer a relação entre a nebulosa confeccionada e os conceitos apresentados acima. Leia com eles a tabela apresentada e comente como foi formada a nebulosa, fazendo referência à poeira cósmica com seus componentes. Faça a analogia dela com o algodão que, mesmo sendo pouco denso, se espalha e acaba ocupando um grande espaço e, se compactado, consegue formar uma massa gigantesca. É interessante reforçar o conceito de que as nebulosas são tanto o ponto de partida para a formação de uma estrela como também seu ponto de chegada para a morte.

Caso possível, apresente o vídeo a seguir para que os alunos consigam perceber como as nebulosas se apresentam no espaço: https://youtu.be/4DoxwB5kWT4

Para entender melhor o conceito de classificação das nebulosas, leia o texto do link seguinte: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/fisica/o-que-sao-nebulosas.htm

Para obter informações mais aprofundadas sobre as nebulosas, acesse: https://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_1863.html

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 9º ano :

9º ano / Ciências / Terra e Universo

MAIS AULAS DE Ciências do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09CI17 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano