12285
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 4º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Fases da Lua - Ideias iniciais

Plano de aula de Ciências com atividades para 4o ano do EF sobre Fases da Lua - Ideias iniciais

Plano 05 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Andresa Prata Cirino Cuginotti

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Nesta aula, serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho de uma das habilidades de Ciências. Você observará que a habilidade não será contemplada em sua totalidade e que a proposta requer um trabalho prévio e pode ter continuidade em aulas subsequentes. Esta é uma aula inicial sobre os movimentos e fases da Lua e pode ser considerada como uma atividade para que os alunos levantem hipóteses sobre o tema. Entretanto, essa aula faz parte de uma sequência de aulas e funciona melhor se realizada após a aula CIE4_08TU04, sobre os movimentos da Terra.

Para saber mais sobre a temática a ser desenvolvida nessa e na próxima aula (CIE4_08TU06), assista ao vídeo Fases da Lua, da série ABC da Astronomia, disponível em https://tvescola.org.br/tve/video/abc-da-astronomia-fases-da-lua (Acesso em 03/06/2018).

Materiais necessários para a aula: Esfera grande (de isopor ou bola), projetor ou outra fonte de luz forte, folhas para registros impressas (uma por aluno), lápis

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Com os alunos dispostos em um semicírculo ou um ‘U’, leia o tema da aula e comente com eles que investigarão as fases da Lua e terão a oportunidade de pensar em explicações para a ocorrência dessas fases.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Antes de mostrar as fotografias aos alunos, forneça folhas de papel e material para desenho e peça para que os alunos desenhem, individualmente e rapidamente, uma imagem da Lua. Dê-lhes 1 ou 2 minutos para o desenho. A ideia é que seja um desenho simples, da primeira imagem que lhes venha à mente ao ouvir palavra Lua. Quando forem terminando, peça para que posicionem seus desenhos no quadro, e que cada um vá tentando agrupar os desenhos a outros semelhantes. Forneça algo para que fixem seus desenhos (fita crepe, massa adesiva multi tack, etc.). Ao estarem todos os desenhos afixados e agrupados, projete o slide ou mostre imagens da Lua em suas diferentes fases. Provavelmente, o desenho que aparecerá mais será o da Lua crescente (em forma de ‘C’), por ser o estereótipo da Lua em desenhos. Observe as imagens com os alunos e discutam questões como:

  • Vocês já viram a Lua em todas essas formas?
  • Como o formato da Lua muda?
  • De quanto em quanto tempo vemos, por exemplo, uma lua cheia?

Anote o que os alunos forem falando em um papel grande (papel kraft ou de flip chart, por exemplo) sob o título “O que sabemos?”. Esse papel deve ficar visível para a turma durante essa e a próxima aula, para que essas ideias prévias possam ser revisitadas à medida em que eles forem descobrindo outras coisas.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Leia a questão disparadora. Deixe que os alunos compartilhem suas opiniões e levantem hipóteses sobre o tema. Registre suas hipóteses no quadro sob o título “O que sabemos?”, já iniciado durante a etapa do Contexto. Retome qual será a atividade realizada nessa aula, dizendo que vocês irão investigar essas as fases da Lua e levantar hipóteses sobre o porquê da existência delas com base em algumas informações que chegarão ao longo da aula.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações: Organize o ambiente para a realização dessa atividade. Em uma sala escurecida (pode ser um ambiente escuro na escola ou a própria sala de aula com as janelas cobertas com papel escuro ou tecidos), coloque uma esfera no centro, com uma fonte de luz forte apontada para um lado da esfera. A esfera pode ser de isopor ou uma bola esportiva, por exemplo. A fonte de luz precisa ser forte o suficiente para que fique bem evidente na esfera a região iluminada (se houver um projetor ou retroprojetor, é uma boa opção). Ao redor da esfera, organize um círculo com lugares demarcados (tantos quantos forem os alunos). Os alunos podem estar em cadeiras (nesse caso, coloque a esfera sobre uma mesa), ou sentados no chão, com lugares demarcados com fita crepe, por exemplo.

Forneça aos alunos material para registro (lápis e folha de registro com pranchetas ou outro objeto para apoio). Peça para que cada aluno marque, no quadro 1, a sua posição aproximada no círculo, observando a sua posição em relação à fonte de luz. Ligue a fonte de luz e peça para que eles observem e façam um esboço simples, individualmente, da seção iluminada da Lua. Peça para que os alunos mudem de posição, fazendo com que o círculo gire em sentido horário um número específico de posições (pense nesse número previamente para que cada aluno dê, aproximadamente, uma volta no círculo em 5 mudanças, ou seja, dividindo o número de alunos presentes por 5. Caso o resultado não seja exato, variar um pouco esse número a cada mudança). Repitam os passos realizados no quadro 1 para os demais quadros. Nesse momento, é importante que os alunos não conversem entre si, apenas observem e desenhem o que vêem.

Materiais necessários: Esfera grande (de isopor ou bola), projetor ou outra fonte de luz forte, folhas para registros impressas (uma por aluno), lápis

Materiais complementares:

Atividade para impressão - Folha de registro

Resolução da atividade

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Para a discussão nessa etapa, vocês usarão uma dinâmica chamada Fishbowl (aquário, em inglês). Caso essa dinâmica de discussão nunca tenha sido utilizada pelo seus alunos, dedique um tempo para explicar-lhes como a dinâmica funciona. Isso pode ser feito em um momento anterior à aula, inclusive com o uso da dinâmica para um outro tópico, de forma que os alunos estejam confortáveis com ela nesse momento. O fishbowl consiste em chamar quatro alunos (esse número pode variar em função do tamanho do grupo, mas idealmente deve estar entre 3 e 5) para o centro do círculo, formando um círculo pequeno. Esses alunos serão os que irão discutir suas ideias primeiro enquanto os demais, posicionados em um círculo ao redor do círculo de discussão, apenas escutam e observam, podendo fazer anotações se necessário. Quando um aluno do círculo de fora tiver algo a acrescentar à discussão, ele levanta e encosta em um colega do círculo do meio, esses trocam de lugar e a discussão continua. É importante ressaltar com os alunos a importância de deixar a discussão fluir por um tempo entre as trocas. Essa dinâmica pode ter variações. Leia mais sobre o fishbowl em http://agiletrendsbr.com/fishbowls/ (Acesso em 04/06/2018).

Projete o slide ou escreva as perguntas no quadro para que fiquem visíveis durante toda a discussão. Ressalte a importância de os alunos discutirem suas observações e hipóteses, e que não há respostas erradas. Relembre com os alunos algumas características de uma boa discussão, como a escuta ativa da opinião de todos, a colocação de razões por trás das observações, os turnos de fala, etc. Escolha um grupo de alunos para começar a discussão e siga com a dinâmica. Provoque os alunos para que participem de forma ativa. Caso perceba que faltam informações ao grupo, insira uma nova questão além das propostas nesta aula. É importante a participação de todos os alunos. Estimule aqueles que contribuem pouco, diante das situações propostas. À medida em que a discussão for avançando, se necessário, você pode fornecer algumas informações para os alunos, como:

  • A Lua não tem luz própria.
  • A Lua tem um formato esférico.
  • A face da Lua voltada para a Terra é sempre a mesma.
  • A Lua gira ao redor da Terra e ao redor de si mesma.
  • As fases da Lua são chamadas Crescente, Cheia, Minguante e Nova.

Essas informações podem ser lidas por você ou entregues por escrito a participantes do círculo de fora, para incentivá-los a entrar no círculo de discussão com a nova informação. Não é necessário fornecer todas ou sequer alguma dessas. São sugestões, caso você julgue interessante adicioná-las a discussão. Mas isso dependerá de como caminha a discussão e cabe a você avaliar. A entrega das informações pode ser importante para que alunos mais tímidos participem no centro da roda também. Vá anotando, ou peça para que algum aluno anote o que é discutido no quadro ou em um papel grande (kraft ou flipchart). Você pode organizar essas anotações em três colunas com os títulos (Conexões, Descobertas, Questionamentos). As perguntas sugeridas aqui foram adaptadas da dinâmica de pensamento Connect, Extend, Challenge. Você pode ler mais sobre essa dinâmica em inglês em http://www.pz.harvard.edu/resources/connect-extend-challenge-0 (Acesso em 04/05/2018), com tradução disponível aqui.

SISTEMATIZAÇÃO select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Proponha uma roda de conversa para que os alunos possam compartilhar suas conclusões. Peça para que compartilhem o que descobriram e as ideias que têm agora sobre a questão disparadora. Pergunte para os alunos: “Qual parte da Lua enxergamos daqui da Terra?”, “Por que nem sempre vemos a Lua inteira?, “O que será que acontece para a Lua estar diferentemente iluminada em diferentes momentos?”. A última pergunta introduz o tema da aula seguinte (CIE4_08TU06) e não deve ser respondida agora, pois será explorada na outra aula.

SISTEMATIZAÇÃO select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou leia as informações para sistematizar os aprendizados da aula. Comente com os alunos que na próxima aula eles irão investigar por que a Lua está iluminada de formas diferentes em diferentes dias. Retome o que os alunos haviam dito na apresentação da questão disparadora e ressalte o que eles aprenderam na aula. Espera-se que tenham entendido que o que vemos da Lua é a parte de sua face que está voltada para a Terra e iluminada pelo Sol, e que isso varia. Não se espera que os estudantes saibam o porquê dessa variação. Isso será abordado na próxima aula (CIE4_08TU06).

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Nesta aula, serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho de uma das habilidades de Ciências. Você observará que a habilidade não será contemplada em sua totalidade e que a proposta requer um trabalho prévio e pode ter continuidade em aulas subsequentes. Esta é uma aula inicial sobre os movimentos e fases da Lua e pode ser considerada como uma atividade para que os alunos levantem hipóteses sobre o tema. Entretanto, essa aula faz parte de uma sequência de aulas e funciona melhor se realizada após a aula CIE4_08TU04, sobre os movimentos da Terra.

Para saber mais sobre a temática a ser desenvolvida nessa e na próxima aula (CIE4_08TU06), assista ao vídeo Fases da Lua, da série ABC da Astronomia, disponível em https://tvescola.org.br/tve/video/abc-da-astronomia-fases-da-lua (Acesso em 03/06/2018).

Materiais necessários para a aula: Esfera grande (de isopor ou bola), projetor ou outra fonte de luz forte, folhas para registros impressas (uma por aluno), lápis

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Com os alunos dispostos em um semicírculo ou um ‘U’, leia o tema da aula e comente com eles que investigarão as fases da Lua e terão a oportunidade de pensar em explicações para a ocorrência dessas fases.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Antes de mostrar as fotografias aos alunos, forneça folhas de papel e material para desenho e peça para que os alunos desenhem, individualmente e rapidamente, uma imagem da Lua. Dê-lhes 1 ou 2 minutos para o desenho. A ideia é que seja um desenho simples, da primeira imagem que lhes venha à mente ao ouvir palavra Lua. Quando forem terminando, peça para que posicionem seus desenhos no quadro, e que cada um vá tentando agrupar os desenhos a outros semelhantes. Forneça algo para que fixem seus desenhos (fita crepe, massa adesiva multi tack, etc.). Ao estarem todos os desenhos afixados e agrupados, projete o slide ou mostre imagens da Lua em suas diferentes fases. Provavelmente, o desenho que aparecerá mais será o da Lua crescente (em forma de ‘C’), por ser o estereótipo da Lua em desenhos. Observe as imagens com os alunos e discutam questões como:

  • Vocês já viram a Lua em todas essas formas?
  • Como o formato da Lua muda?
  • De quanto em quanto tempo vemos, por exemplo, uma lua cheia?

Anote o que os alunos forem falando em um papel grande (papel kraft ou de flip chart, por exemplo) sob o título “O que sabemos?”. Esse papel deve ficar visível para a turma durante essa e a próxima aula, para que essas ideias prévias possam ser revisitadas à medida em que eles forem descobrindo outras coisas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Leia a questão disparadora. Deixe que os alunos compartilhem suas opiniões e levantem hipóteses sobre o tema. Registre suas hipóteses no quadro sob o título “O que sabemos?”, já iniciado durante a etapa do Contexto. Retome qual será a atividade realizada nessa aula, dizendo que vocês irão investigar essas as fases da Lua e levantar hipóteses sobre o porquê da existência delas com base em algumas informações que chegarão ao longo da aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações: Organize o ambiente para a realização dessa atividade. Em uma sala escurecida (pode ser um ambiente escuro na escola ou a própria sala de aula com as janelas cobertas com papel escuro ou tecidos), coloque uma esfera no centro, com uma fonte de luz forte apontada para um lado da esfera. A esfera pode ser de isopor ou uma bola esportiva, por exemplo. A fonte de luz precisa ser forte o suficiente para que fique bem evidente na esfera a região iluminada (se houver um projetor ou retroprojetor, é uma boa opção). Ao redor da esfera, organize um círculo com lugares demarcados (tantos quantos forem os alunos). Os alunos podem estar em cadeiras (nesse caso, coloque a esfera sobre uma mesa), ou sentados no chão, com lugares demarcados com fita crepe, por exemplo.

Forneça aos alunos material para registro (lápis e folha de registro com pranchetas ou outro objeto para apoio). Peça para que cada aluno marque, no quadro 1, a sua posição aproximada no círculo, observando a sua posição em relação à fonte de luz. Ligue a fonte de luz e peça para que eles observem e façam um esboço simples, individualmente, da seção iluminada da Lua. Peça para que os alunos mudem de posição, fazendo com que o círculo gire em sentido horário um número específico de posições (pense nesse número previamente para que cada aluno dê, aproximadamente, uma volta no círculo em 5 mudanças, ou seja, dividindo o número de alunos presentes por 5. Caso o resultado não seja exato, variar um pouco esse número a cada mudança). Repitam os passos realizados no quadro 1 para os demais quadros. Nesse momento, é importante que os alunos não conversem entre si, apenas observem e desenhem o que vêem.

Materiais necessários: Esfera grande (de isopor ou bola), projetor ou outra fonte de luz forte, folhas para registros impressas (uma por aluno), lápis

Materiais complementares:

Atividade para impressão - Folha de registro

Resolução da atividade

Slide Plano Aula

Orientações: Para a discussão nessa etapa, vocês usarão uma dinâmica chamada Fishbowl (aquário, em inglês). Caso essa dinâmica de discussão nunca tenha sido utilizada pelo seus alunos, dedique um tempo para explicar-lhes como a dinâmica funciona. Isso pode ser feito em um momento anterior à aula, inclusive com o uso da dinâmica para um outro tópico, de forma que os alunos estejam confortáveis com ela nesse momento. O fishbowl consiste em chamar quatro alunos (esse número pode variar em função do tamanho do grupo, mas idealmente deve estar entre 3 e 5) para o centro do círculo, formando um círculo pequeno. Esses alunos serão os que irão discutir suas ideias primeiro enquanto os demais, posicionados em um círculo ao redor do círculo de discussão, apenas escutam e observam, podendo fazer anotações se necessário. Quando um aluno do círculo de fora tiver algo a acrescentar à discussão, ele levanta e encosta em um colega do círculo do meio, esses trocam de lugar e a discussão continua. É importante ressaltar com os alunos a importância de deixar a discussão fluir por um tempo entre as trocas. Essa dinâmica pode ter variações. Leia mais sobre o fishbowl em http://agiletrendsbr.com/fishbowls/ (Acesso em 04/06/2018).

Projete o slide ou escreva as perguntas no quadro para que fiquem visíveis durante toda a discussão. Ressalte a importância de os alunos discutirem suas observações e hipóteses, e que não há respostas erradas. Relembre com os alunos algumas características de uma boa discussão, como a escuta ativa da opinião de todos, a colocação de razões por trás das observações, os turnos de fala, etc. Escolha um grupo de alunos para começar a discussão e siga com a dinâmica. Provoque os alunos para que participem de forma ativa. Caso perceba que faltam informações ao grupo, insira uma nova questão além das propostas nesta aula. É importante a participação de todos os alunos. Estimule aqueles que contribuem pouco, diante das situações propostas. À medida em que a discussão for avançando, se necessário, você pode fornecer algumas informações para os alunos, como:

  • A Lua não tem luz própria.
  • A Lua tem um formato esférico.
  • A face da Lua voltada para a Terra é sempre a mesma.
  • A Lua gira ao redor da Terra e ao redor de si mesma.
  • As fases da Lua são chamadas Crescente, Cheia, Minguante e Nova.

Essas informações podem ser lidas por você ou entregues por escrito a participantes do círculo de fora, para incentivá-los a entrar no círculo de discussão com a nova informação. Não é necessário fornecer todas ou sequer alguma dessas. São sugestões, caso você julgue interessante adicioná-las a discussão. Mas isso dependerá de como caminha a discussão e cabe a você avaliar. A entrega das informações pode ser importante para que alunos mais tímidos participem no centro da roda também. Vá anotando, ou peça para que algum aluno anote o que é discutido no quadro ou em um papel grande (kraft ou flipchart). Você pode organizar essas anotações em três colunas com os títulos (Conexões, Descobertas, Questionamentos). As perguntas sugeridas aqui foram adaptadas da dinâmica de pensamento Connect, Extend, Challenge. Você pode ler mais sobre essa dinâmica em inglês em http://www.pz.harvard.edu/resources/connect-extend-challenge-0 (Acesso em 04/05/2018), com tradução disponível aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Proponha uma roda de conversa para que os alunos possam compartilhar suas conclusões. Peça para que compartilhem o que descobriram e as ideias que têm agora sobre a questão disparadora. Pergunte para os alunos: “Qual parte da Lua enxergamos daqui da Terra?”, “Por que nem sempre vemos a Lua inteira?, “O que será que acontece para a Lua estar diferentemente iluminada em diferentes momentos?”. A última pergunta introduz o tema da aula seguinte (CIE4_08TU06) e não deve ser respondida agora, pois será explorada na outra aula.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou leia as informações para sistematizar os aprendizados da aula. Comente com os alunos que na próxima aula eles irão investigar por que a Lua está iluminada de formas diferentes em diferentes dias. Retome o que os alunos haviam dito na apresentação da questão disparadora e ressalte o que eles aprenderam na aula. Espera-se que tenham entendido que o que vemos da Lua é a parte de sua face que está voltada para a Terra e iluminada pelo Sol, e que isso varia. Não se espera que os estudantes saibam o porquê dessa variação. Isso será abordado na próxima aula (CIE4_08TU06).

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 4º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04CI11 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano