12064
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 5º ano > Vida e Evolução

Plano de aula - Transformação dos alimentos: estômago e intestinos, liquidificadores naturais.

Plano de Aula de ciências com atividades para 5º Ano do EF sobre Transformação dos alimentos: estômago e intestinos

Plano 03 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Alexandre Tolentino de Carvalho

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Este será um momento em que os alunos terão a oportunidade de construir conhecimentos a respeito do funcionamento do sistema digestório. Para facilitar a compreensão dos alunos, optamos por dividir esse funcionamento em dois tipos: a digestão mecânica, que será abordada nesta aula e e a digestão química, a ser tratada na aula CIE5_05VE04. Portanto, apesar de em alguns momentos os alunos terem contato com informações a respeito de substâncias químicas lançadas nos alimentos ao longo do tubo digestivo, não aprofunde o tema, preocupando-se em enfatizar o caminho pelo qual o alimento percorre e os movimentos que permitem o percurso e ajudam na digestão. Incentive-os a entender que, durante esse percurso, o alimento sofre muitas transformações.

Materiais necessários para a aula: lápis, papel, pão, água, vasilha, meia, balão ou sacola de supermercado, guardanapo ou papel higiênico, quebra-cabeça a ser impresso.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Leia o tema da aula e comente com os alunos que eles irão pesquisar sobre as transformações ocorridas com o alimento dentro do organismo após ser engolido. Pergunte a eles: “Lendo o título da aula, vocês podem imaginar o que acontece com os alimentos depois que nós os engolimos?”. Permita uma breve discussão sobre os conhecimentos prévios que os alunos trazem consigo e que iniciem o levantamento de hipóteses. Para que os alunos associem o tema da aula com o título, você pode perguntar:

  • O que é um liquidificador?
  • Para que ele serve? O que ele faz?
  • Por que podemos comparar o estômago e os intestinos com um liquidificador?

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Este slide objetiva estimular os alunos a sentirem-se curiosos com o tema a ser tratado. Deixe que eles conversem um com o outro sobre as mudanças pelas quais o alimento passa em nosso corpo até ser eliminado na forma de fezes. Pergunte-os:

  • Por que as fezes não se parecem com os alimentos que engolimos?
  • O que acontece com o alimento desde que o engolimos até ele se transformar em fezes?

Explore a ilustração, deixando que os alunos percebam os equívocos apresentados no desenho. Os alunos devem perceber que, da forma em que foi representado o sistema digestório, um tubo único, esticado e sem conexão com outros órgãos, as transformações seriam muito poucas, de modo que seria impossível ocorrer a digestão. Nesse contexto, os alunos serão motivados a discutir as transformações pelas quais passa o alimento. Permita que compreendam o objetivo principal da digestão: absorção de nutrientes. Comente que, durante esta aula, irão realizar experimentos que os ajudarão a compreender questões relacionadas ao contexto apresentado.

Sugestão: Utilize o livro “Que bicho será que fez a coisa?” de Ângelo Machado, como contexto inicial caso você disponha de mais tempo, ou apresente-o em uma aula anterior. Você pode explorar a história antes de iniciar a aula sobre os aparelhos do tubo digestório. O livro apresenta um diálogo entre os animais que tentam descobrir a quem pertence um cocô gigante. A presença daquele estranho e fedorento objeto irá causar muita confusão até que o mistério seja resolvido. Trata-se do cocô de um elefante que acabara de passar com o cortejo de um circo. Não conte o final do livro para os alunos. Aguce a curiosidade deles perguntando: “a que animal vocês acham que pertencia o cocô?”

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Levante essa questão com os alunos deixando que explorem todas as possíveis situações ocorridas com o alimento ao ser ingerido. Conduza esse momento de modo que os alunos possam sentir-se livres para levantar conjecturas e elaborar hipóteses sem se preocupar com a precisão científica das ideias. Diga que, ao longo da aula, terão oportunidades para confirmar suas hipóteses. Explique aos alunos que esse é o momento de serem levantadas todas as ideias que tiverem sobre aquilo que ocorre com o alimento no organismo. Fale que neste momento não existem respostas certas ou erradas, mas que todas as contribuições serão úteis.

Pergunte aos alunos:

  • Para onde o alimento vai assim que o engolimos?
  • O que acontece com ele nesse local?
  • E depois, para onde o alimento vai e o que acontece com ele?

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 26 minutos

Orientações: A partir deste slide, apresente a atividade que permitirá aos alunos construir conhecimentos científicos, partindo dos conhecimentos espontâneos elaborados em grupo. Divida a turma em 4 grupos e explique que farão algumas atividades que permitirão descobrir o que acontece com o alimento dentro do organismo.

Materiais necessários: material impresso (disponível no material complementar deste plano).

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Os alunos trabalharão nos grupos, especulando sobre os órgãos que formam o sistema digestório e tentando identificar quais são órgãos do tubo digestivo, ou seja, órgãos por onde o alimento passa. O objetivo é focar nas transformações mecânicas sem adentrar às transformações químicas. Peça para montarem o quebra-cabeça na silhueta. Em seguida, peça para traçarem a rota do alimento da boca até o final do sistema, lendo o nome dos órgãos e buscando especular o que acontece com o alimento em cada uma dessas partes. Circule pela sala observando as especulações dos alunos sem interferir nas ideias iniciais, mas levantando novos questionamentos como forma de promover a reflexão deles. Alguns alunos podem perguntar o nome e para que servem os órgãos não nomeados como fígado e pâncreas. Se preferir diga o nome, salientando que os estudaremos detalhadamente na próxima aula. Pergunte aos alunos:

  • Qual a ordem das figuras?
  • Como se chama cada órgão por onde passa o alimento?
  • O que vocês acham que acontece em cada um desses órgãos?

Você pode acessar esse material nos materiais complementares deste plano. Estipule para este momento o tempo de 6 minutos.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Cada grupo realizará um experimento relacionado a uma das partes do sistema (3 minutos para cada grupo). Desse modo, um grupo fará um experimento que ajudará a aprimorar suas hipóteses sobre o funcionamento do esôfago, outro sobre o estômago, outro sobre o intestino delgado e o último sobre o intestino grosso. O grupo precisa realizar o experimento de modo que os demais grupos possam acompanhar todas as etapas do processo. Assim, podem estabelecer relações entre o experimento e o funcionamento dos órgãos do sistema digestório, podendo avaliar as hipóteses iniciais elaboradas na fase do quebra-cabeça. Realizado o experimento, os grupos irão relacionar os acontecimentos às hipóteses levantadas inicialmente, buscando aprimorar a compreensão sobre a transformação do alimento ocorrida em cada órgão.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Os grupos 3 e 4 precisam aguardar o resultado do experimento do grupo anterior para poder utilizar a mistura em seus experimentos. Permita que os alunos acompanhem a realização de todos os experimentos para não perderem a noção de continuidade do processo digestivo. Desse modo, organize o tempo para que, no primeiro momento (12 minutos, ou seja, 3 minutos para cada grupo), os alunos observem os experimentos dos demais grupos e, em seguida (4 minutos), dirijam a atenção para o órgão com o qual ficaram responsáveis por explicar o funcionamento. Assim, após concluídos os experimentos, peçam para discutir sobre o funcionamento do órgão elaborando uma conclusão a ser apresentada para o restante da turma. Permita que cada grupo exponha brevemente, cerca de 1 minuto para cada grupo, as conclusões para os demais.

Resultados esperados dos experimentos:

Experimento 1: Espera-se que, no experimento 1, os alunos possam relacionar a dificuldade de passagem do alimento pela meia com a mesma dificuldade encontrada na passagem do bolo alimentar pelo esôfago. Assim, espera-se que eles entendam que o esôfago precisa realizar movimentos para empurrar o alimento até o estômago.

Experimento 2: Espera-se que os alunos relacionem o fenômeno ocorrido com o alimento dentro do balão ou sacola de supermercado com as transformações ocorridas com o bolo alimentar dentro do estômago. Assim, espera-se que compreendam o estômago como um órgão em que o alimento é amassado e revolvido.

Experimento 3: Espera-se que os alunos relacionem a passagem do líquido branco pelos poros da meia com a absorção de nutrientes nas paredes do intestino delgado.

Experimento 4: Espera-se que os alunos relacionem a absorção de água pelo guardanapo com a absorção de água pelas paredes do intestino grosso.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Projete o slide e estimule os alunos a produzirem um texto coletivo de modo a completar a tabela com informações a respeito das transformações realizadas em cada parte do tubo digestório (a tabela está à disposição para impressão nos materiais complementares deste plano). O objetivo desta aula é permitir que os alunos compreendam os processos mecânicos ocorridos dentro do organismo. Objetivos específicos como identificar o percurso do alimento, identificar o nome dos órgãos, compreender o funcionamento dos órgãos e compreender o sistema digestório como responsável pela absorção de nutrientes e eliminação de resíduos precisam estar bem consolidados, de modo que o aluno possa prosseguir em suas aprendizagens sobre o metabolismo do corpo humano. Alguns vídeos estão disponíveis na internet e podem, posteriormente, ser apresentados aos alunos. A seguir algumas sugestões:

https://www.youtube.com/watch?v=hAyuAYsbrsU&t=310s

https://www.youtube.com/watch?v=1atCXBmEAAE

Ao preencher a tabela, certifique-se que não faltam informações a respeito:

Do esôfago: Após ser engolido, o alimento é empurrado para dentro do organismo pelo esôfago. Esse órgão precisa fazer alguns movimentos para empurrar o alimento até o estômago. São os movimentos peristálticos que acontecem ao longo de todo o tubo digestivo conduzindo o alimento até seu destino final, ou seja, a corrente sanguínea.

Do estômago: O alimento é amassado e misturado ao suco gástrico. Assim, o estômago funciona como um liquidificador, movimentando o bolo alimentar e amassando-o. Alguns nutrientes são absorvidos, mas a maior parte da mistura é levada ao intestino delgado.

Do intestino delgado: O suco intestinal produzido aqui e algumas substâncias produzidas por outros órgãos como fígado e pâncreas serão lançadas no alimento para que continue a digestão. Ao longo do intestino delgado, serão retirados os nutrientes que virarão energia. O que resta é empurrado para o intestino grosso.

Intestino grosso: A água e os nutrientes que não foram retirados na etapa anterior serão absorvidos e levados para todas as partes do organismo para serem utilizados como ingredientes na produção de energia. Após a absorção dessas substâncias, forma-se o bolo fecal que será eliminado do organismo pelo ânus.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Ao longo destes slides, os alunos, com o seu auxílio, apresentarão as funções de cada órgão do sistema digestório. Em alguns momentos, pode ser mencionada a participação de substâncias produzidas por outros órgãos (bile, suco pancreático) e pelos próprios órgãos do tubo digestivo (suco gástrico, sucos entéricos ou intestinais), que são responsáveis pela digestão química. Restrinja-se a demonstrar que existe a participação dessas substâncias, mas não aprofunde o tema, que será tratado de forma mais ampla na próxima aula. Estabeleça relações entre as informações apresentadas nos slides e os experimentos realizados. Assim, os alunos poderão, de forma concreta, compreender um processo bem complexo como é o da digestão. Conclua a aula enfatizando os produtos finais resultantes de todo o processo de digestão: absorção de nutrientes e água e eliminação das fezes.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Este será um momento em que os alunos terão a oportunidade de construir conhecimentos a respeito do funcionamento do sistema digestório. Para facilitar a compreensão dos alunos, optamos por dividir esse funcionamento em dois tipos: a digestão mecânica, que será abordada nesta aula e e a digestão química, a ser tratada na aula CIE5_05VE04. Portanto, apesar de em alguns momentos os alunos terem contato com informações a respeito de substâncias químicas lançadas nos alimentos ao longo do tubo digestivo, não aprofunde o tema, preocupando-se em enfatizar o caminho pelo qual o alimento percorre e os movimentos que permitem o percurso e ajudam na digestão. Incentive-os a entender que, durante esse percurso, o alimento sofre muitas transformações.

Materiais necessários para a aula: lápis, papel, pão, água, vasilha, meia, balão ou sacola de supermercado, guardanapo ou papel higiênico, quebra-cabeça a ser impresso.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Leia o tema da aula e comente com os alunos que eles irão pesquisar sobre as transformações ocorridas com o alimento dentro do organismo após ser engolido. Pergunte a eles: “Lendo o título da aula, vocês podem imaginar o que acontece com os alimentos depois que nós os engolimos?”. Permita uma breve discussão sobre os conhecimentos prévios que os alunos trazem consigo e que iniciem o levantamento de hipóteses. Para que os alunos associem o tema da aula com o título, você pode perguntar:

  • O que é um liquidificador?
  • Para que ele serve? O que ele faz?
  • Por que podemos comparar o estômago e os intestinos com um liquidificador?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Este slide objetiva estimular os alunos a sentirem-se curiosos com o tema a ser tratado. Deixe que eles conversem um com o outro sobre as mudanças pelas quais o alimento passa em nosso corpo até ser eliminado na forma de fezes. Pergunte-os:

  • Por que as fezes não se parecem com os alimentos que engolimos?
  • O que acontece com o alimento desde que o engolimos até ele se transformar em fezes?

Explore a ilustração, deixando que os alunos percebam os equívocos apresentados no desenho. Os alunos devem perceber que, da forma em que foi representado o sistema digestório, um tubo único, esticado e sem conexão com outros órgãos, as transformações seriam muito poucas, de modo que seria impossível ocorrer a digestão. Nesse contexto, os alunos serão motivados a discutir as transformações pelas quais passa o alimento. Permita que compreendam o objetivo principal da digestão: absorção de nutrientes. Comente que, durante esta aula, irão realizar experimentos que os ajudarão a compreender questões relacionadas ao contexto apresentado.

Sugestão: Utilize o livro “Que bicho será que fez a coisa?” de Ângelo Machado, como contexto inicial caso você disponha de mais tempo, ou apresente-o em uma aula anterior. Você pode explorar a história antes de iniciar a aula sobre os aparelhos do tubo digestório. O livro apresenta um diálogo entre os animais que tentam descobrir a quem pertence um cocô gigante. A presença daquele estranho e fedorento objeto irá causar muita confusão até que o mistério seja resolvido. Trata-se do cocô de um elefante que acabara de passar com o cortejo de um circo. Não conte o final do livro para os alunos. Aguce a curiosidade deles perguntando: “a que animal vocês acham que pertencia o cocô?”

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Levante essa questão com os alunos deixando que explorem todas as possíveis situações ocorridas com o alimento ao ser ingerido. Conduza esse momento de modo que os alunos possam sentir-se livres para levantar conjecturas e elaborar hipóteses sem se preocupar com a precisão científica das ideias. Diga que, ao longo da aula, terão oportunidades para confirmar suas hipóteses. Explique aos alunos que esse é o momento de serem levantadas todas as ideias que tiverem sobre aquilo que ocorre com o alimento no organismo. Fale que neste momento não existem respostas certas ou erradas, mas que todas as contribuições serão úteis.

Pergunte aos alunos:

  • Para onde o alimento vai assim que o engolimos?
  • O que acontece com ele nesse local?
  • E depois, para onde o alimento vai e o que acontece com ele?

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 26 minutos

Orientações: A partir deste slide, apresente a atividade que permitirá aos alunos construir conhecimentos científicos, partindo dos conhecimentos espontâneos elaborados em grupo. Divida a turma em 4 grupos e explique que farão algumas atividades que permitirão descobrir o que acontece com o alimento dentro do organismo.

Materiais necessários: material impresso (disponível no material complementar deste plano).

Slide Plano Aula

Orientações: Os alunos trabalharão nos grupos, especulando sobre os órgãos que formam o sistema digestório e tentando identificar quais são órgãos do tubo digestivo, ou seja, órgãos por onde o alimento passa. O objetivo é focar nas transformações mecânicas sem adentrar às transformações químicas. Peça para montarem o quebra-cabeça na silhueta. Em seguida, peça para traçarem a rota do alimento da boca até o final do sistema, lendo o nome dos órgãos e buscando especular o que acontece com o alimento em cada uma dessas partes. Circule pela sala observando as especulações dos alunos sem interferir nas ideias iniciais, mas levantando novos questionamentos como forma de promover a reflexão deles. Alguns alunos podem perguntar o nome e para que servem os órgãos não nomeados como fígado e pâncreas. Se preferir diga o nome, salientando que os estudaremos detalhadamente na próxima aula. Pergunte aos alunos:

  • Qual a ordem das figuras?
  • Como se chama cada órgão por onde passa o alimento?
  • O que vocês acham que acontece em cada um desses órgãos?

Você pode acessar esse material nos materiais complementares deste plano. Estipule para este momento o tempo de 6 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações: Cada grupo realizará um experimento relacionado a uma das partes do sistema (3 minutos para cada grupo). Desse modo, um grupo fará um experimento que ajudará a aprimorar suas hipóteses sobre o funcionamento do esôfago, outro sobre o estômago, outro sobre o intestino delgado e o último sobre o intestino grosso. O grupo precisa realizar o experimento de modo que os demais grupos possam acompanhar todas as etapas do processo. Assim, podem estabelecer relações entre o experimento e o funcionamento dos órgãos do sistema digestório, podendo avaliar as hipóteses iniciais elaboradas na fase do quebra-cabeça. Realizado o experimento, os grupos irão relacionar os acontecimentos às hipóteses levantadas inicialmente, buscando aprimorar a compreensão sobre a transformação do alimento ocorrida em cada órgão.

Slide Plano Aula

Orientações: Os grupos 3 e 4 precisam aguardar o resultado do experimento do grupo anterior para poder utilizar a mistura em seus experimentos. Permita que os alunos acompanhem a realização de todos os experimentos para não perderem a noção de continuidade do processo digestivo. Desse modo, organize o tempo para que, no primeiro momento (12 minutos, ou seja, 3 minutos para cada grupo), os alunos observem os experimentos dos demais grupos e, em seguida (4 minutos), dirijam a atenção para o órgão com o qual ficaram responsáveis por explicar o funcionamento. Assim, após concluídos os experimentos, peçam para discutir sobre o funcionamento do órgão elaborando uma conclusão a ser apresentada para o restante da turma. Permita que cada grupo exponha brevemente, cerca de 1 minuto para cada grupo, as conclusões para os demais.

Resultados esperados dos experimentos:

Experimento 1: Espera-se que, no experimento 1, os alunos possam relacionar a dificuldade de passagem do alimento pela meia com a mesma dificuldade encontrada na passagem do bolo alimentar pelo esôfago. Assim, espera-se que eles entendam que o esôfago precisa realizar movimentos para empurrar o alimento até o estômago.

Experimento 2: Espera-se que os alunos relacionem o fenômeno ocorrido com o alimento dentro do balão ou sacola de supermercado com as transformações ocorridas com o bolo alimentar dentro do estômago. Assim, espera-se que compreendam o estômago como um órgão em que o alimento é amassado e revolvido.

Experimento 3: Espera-se que os alunos relacionem a passagem do líquido branco pelos poros da meia com a absorção de nutrientes nas paredes do intestino delgado.

Experimento 4: Espera-se que os alunos relacionem a absorção de água pelo guardanapo com a absorção de água pelas paredes do intestino grosso.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Projete o slide e estimule os alunos a produzirem um texto coletivo de modo a completar a tabela com informações a respeito das transformações realizadas em cada parte do tubo digestório (a tabela está à disposição para impressão nos materiais complementares deste plano). O objetivo desta aula é permitir que os alunos compreendam os processos mecânicos ocorridos dentro do organismo. Objetivos específicos como identificar o percurso do alimento, identificar o nome dos órgãos, compreender o funcionamento dos órgãos e compreender o sistema digestório como responsável pela absorção de nutrientes e eliminação de resíduos precisam estar bem consolidados, de modo que o aluno possa prosseguir em suas aprendizagens sobre o metabolismo do corpo humano. Alguns vídeos estão disponíveis na internet e podem, posteriormente, ser apresentados aos alunos. A seguir algumas sugestões:

https://www.youtube.com/watch?v=hAyuAYsbrsU&t=310s

https://www.youtube.com/watch?v=1atCXBmEAAE

Ao preencher a tabela, certifique-se que não faltam informações a respeito:

Do esôfago: Após ser engolido, o alimento é empurrado para dentro do organismo pelo esôfago. Esse órgão precisa fazer alguns movimentos para empurrar o alimento até o estômago. São os movimentos peristálticos que acontecem ao longo de todo o tubo digestivo conduzindo o alimento até seu destino final, ou seja, a corrente sanguínea.

Do estômago: O alimento é amassado e misturado ao suco gástrico. Assim, o estômago funciona como um liquidificador, movimentando o bolo alimentar e amassando-o. Alguns nutrientes são absorvidos, mas a maior parte da mistura é levada ao intestino delgado.

Do intestino delgado: O suco intestinal produzido aqui e algumas substâncias produzidas por outros órgãos como fígado e pâncreas serão lançadas no alimento para que continue a digestão. Ao longo do intestino delgado, serão retirados os nutrientes que virarão energia. O que resta é empurrado para o intestino grosso.

Intestino grosso: A água e os nutrientes que não foram retirados na etapa anterior serão absorvidos e levados para todas as partes do organismo para serem utilizados como ingredientes na produção de energia. Após a absorção dessas substâncias, forma-se o bolo fecal que será eliminado do organismo pelo ânus.

Slide Plano Aula

Orientações: Ao longo destes slides, os alunos, com o seu auxílio, apresentarão as funções de cada órgão do sistema digestório. Em alguns momentos, pode ser mencionada a participação de substâncias produzidas por outros órgãos (bile, suco pancreático) e pelos próprios órgãos do tubo digestivo (suco gástrico, sucos entéricos ou intestinais), que são responsáveis pela digestão química. Restrinja-se a demonstrar que existe a participação dessas substâncias, mas não aprofunde o tema, que será tratado de forma mais ampla na próxima aula. Estabeleça relações entre as informações apresentadas nos slides e os experimentos realizados. Assim, os alunos poderão, de forma concreta, compreender um processo bem complexo como é o da digestão. Conclua a aula enfatizando os produtos finais resultantes de todo o processo de digestão: absorção de nutrientes e água e eliminação das fezes.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Vida e Evolução do 5º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 5º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05CI06 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano