9629
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Utilizando a linguagem posicional para uma construção (em cima e embaixo, perto e longe)

POR: Juliana Portella de Freitas 16/07/2018
Código: MAT1_08GEO05

1º ano / Matemática / Geometria

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF01MA11) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Plano de aula de Matemática com atividades para 1º ano do Fundamental sobre Fazer uso da linguagem posicional para orientar a localização das peças geométricas.

 

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projetar ou ler o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Juliana Portella de Freitas

Mentor: Cibele Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira

Habilidade da BNCC

(EF01MA11) - Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) -  Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Objetivos específicos:

Fazer uso da linguagem posicional para orientar a localização das peças geométricas.

Conceito-chave:

Em cima e embaixo, longe e perto

Materiais Necessários:

- Folha com a impressão das peças geométricas

- Folha com a impressão da atividade do raio x

- Folha de sulfite

- Lápis de cor ou giz de cera.

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: O professor deve retomar que para identificar uma posição é importante determinar um ponto de referência.

Em seguida pode projetar o slide, apresentar a situação e utilizar as sugestões de perguntas.

Propósito: Retomar que para identificar uma posição é fundamental determinar um ponto de referência.

Discuta com a turma:

  • Qual brinquedo está em cima do trem?
  • O que tem embaixo da bola?
  • A bola está perto ou longe do chocalho?
  • Qual ou quais brinquedo estão longe do foguete?

Se não houver a possibilidade de projetar o slide, o professor pode simular a mesma situação com outros objetos e utilizar a mesma problemática.

Solução:

Em cima do trem estão os blocos de montar e o pato de borracha (alguns alunos podem responder que é somente os blocos de montar).

Embaixo da bola não tem nada.

A bola está perto do chocalho.

O pato, o trem e os blocos de montar estão longe do foguete, porém alguns alunos podem falar que a bola também está.

Tempo sugerido: 15 minutos (4, 5 e 6)

Orientações: Essa é uma atividade para trabalhar a posição em cima e embaixo, longe e perto e para atingir esse objetivo as formas geométricas serão utilizadas como recurso.

Para essa atividade é necessário que o professor providencie um envelope com as figuras já recortadas (será utilizado como material manipulativo), para encontrar as figuras acesse o modelo de impressão, também é necessário folhas de sulfite em branco para que cada grupo desenhe a sua montagem.

Para iniciar a atividade o professor pode projetar o slide e ler o contexto com as crianças (se não for possível projetar deve ler o contexto e mostrar a folha com as diferentes formas).

Em seguida converse com as crianças e pergunte como elas fariam para montar uma figura utilizando as formas.

Propósito: Perceber se a criança consegue apresentar uma montagem utilizando a linguagem posicional longe e perto, em cima e embaixo.

Materiais Complementares:

Atividade Principal

Guia de intervenção

Tempo sugerido: 15 minutos (4, 5 e 6)

Orientações: Nesse momento o professor deve projetar o slide, se não for possível, converse com as crianças sobre o contexto do mesmo. É importante que o professor tenha em mãos essas três figuras (pode ser de papel) para poder movimentá-las.

Faça a pergunta do slide para as crianças: Como podemos orientar o Daniel para construir uma montagem?

Discuta com a turma:

  • Vocês conseguem construir uma montagem com essas figuras?
  • Como nós poderíamos orientar o Daniel para ele fazer essa construção?

Levar a discussão para que percebam que só conseguimos orientar uma montagem quando determinamos a posição de cada figura geométrica e que nesse caso utilizaremos a linguagem posicional em cima / embaixo e perto / longe.

Propósito: Utilizar a linguagem posicional para orientar uma construção.

Tempo sugerido: 15 minutos (4, 5 e 6)

Orientações: Conversar com as crianças que agora é hora dos grupos construírem suas montagens.

Separe as crianças em grupos de até quatro crianças, em seguida distribuir um envelope para cada grupo e uma folha de sulfite em branco. Fale para a turma que cada grupo deverá construir a sua montagem, não esquecendo que depois de pronta deverão apresentar para o resto da sala, e para isso deverão utilizar a linguagem posicional em cima e embaixo, longe e perto.

Ao terminarem a montagem, devem pegar a folha de sulfite e desenhar a sua construção.

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Converse com a turma que agora é hora de apresentar os seus trabalhos.

Cada grupo deverá apresentar a sua montagem de forma que os outros grupos a reproduzam (utilizando o material manipulativo que foi distribuído no começo da aula: o envelope com as figuras geométricas).

O grupo que está apresentando deve orientar o restante da turma utilizando a linguagem posicional e só poderá mostrar a sua montagem ao término da orientação.

Na hora da apresentação o professor pode fazer as seguintes perguntas:

  • Por qual peça irá começar?
  • E a próxima está aonde em relação a peça inicial: longe/perto, em cima/embaixo?

Discuta com a turma:

Ao término da apresentação do grupo o professor pode perguntar:

  • A montagem da turma ficou igual ao que o grupo montou?
  • Se não ficou igual, o que aconteceu?

Propósito: Dar a oportunidade aos alunos de utilizarem a linguagem posicional.

Materiais Complementares:

Resolução da Atividade Principal

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: O professor deve retomar com os alunos que para determinar a posição de algo ou de alguém é fundamental ter um ponto de referência.

Para falar sobre isso deve projetar o slide, se não for possível pode utilizar objetos à sua disposição e simular a situação.

O professor determina uma referência e pede para a turma descrever a posição.

Propósito: Relembrar o que foi aprendido nesta aula.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Essa atividade será individual, cada aluno receberá uma folha para resolução. O professor deve fazer a leitura do contexto da situação-problema (poderá também projetar o slide do contexto como recurso).

Em seguida distribuir a folha impressa com o desenho do Guilherme e seu cachorrinho.

Conversar com as crianças que o professor fará da leitura do que o Guilherme observou para eles registrarem.

O professor fará a leitura das instruções abaixo de forma pausada, dando tempo para que os alunos desenhem cada instrução.

Instruções:

  • Perto do cachorro tem uma camiseta e um sapato.
  • O cachorro está embaixo da cadeira.
  • Em cima da cadeira tem um copo.
  • Guilherme viu uma barata longe dele, será que ele ficou com medo?

Propósito: Observar se os alunos conseguem registrar a posição dos objetos a partir de informações.

  • O raio x é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram atingir o conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um, bem como, as suas observações e impressões para futuras ações.

Materiais Complementares:

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Juliana Portella de Freitas

Mentor: Cibele Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira

Habilidade da BNCC

(EF01MA11) - Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) -  Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Objetivos específicos:

Fazer uso da linguagem posicional para orientar a localização das peças geométricas.

Conceito-chave:

Em cima e embaixo, longe e perto

Materiais Necessários:

- Folha com a impressão das peças geométricas

- Folha com a impressão da atividade do raio x

- Folha de sulfite

- Lápis de cor ou giz de cera.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes