11386
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Gráficos de Barras, o que a mídia faz de errado!

POR: Cicero Inacio dos Santos 17/07/2018
Código: MAT9_22PES04

9º ano / Matemática / Probabilidade e Estatística

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF09MA20) Analisar e identificar, em gráficos divulgados pela mídia, os elementos que podem induzir, às vezes propositadamente, erros de leitura, como escalas inapropriadas, legendas não explicitadas corretamente, omissão de informações importantes (fontes e datas), entre outros.

Plano de aula de Matemática com atividades para 9º ano do Fundamental sobre Erros apresentados em gráficos de barras.

 

Objetivo select-down

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Cícero Inacio dos Santos

Mentor: Tatiane C Guadagnucci

Especialista de área: Rita Batista



Habilidade da BNCC

(EF09MA20)  Análise de gráficos de mídia (gráficos que podem induzir a conclusões erradas e interferir na tomada de decisões; análise da adequação do gráfico ao tipo de variável representada)



Objetivos específicos

Analisar erros em gráficos de barras

Observar o que o gráfico de barra pode influenciar de forma equivocada o leitor.

Identificar erros em gráficos apresentados em mídias.

Ler gráficos oriundos de mídias de informação de forma crítica.

Conceito-chave

Erros apresentados em gráficos de barras.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • giz
  • lousa.

Tempo sugerido: 2 min

Orientação: Leia ou projete.

Retomada select-down

Tempo sugerido: 5 min.

Orientação: Lance o questionamento aos alunos, deixe que eles exponham suas respostas. Lembre-os sobre o que são gráficos de barras e de setores. O gráfico de barras é um gráfico com barras retangulares e comprimento proporcional aos valores que ele representa. As barras podem ser desenhadas verticalmente ou horizontalmente. Já o gráfico de setores, tradicionalmente chamado gráfico de pizza, é um diagrama circular em que os valores de cada categoria estatística representada são proporcionais às respectivas medidas dos ângulos. Obviamente, os alunos irão responder nos livros de matemática, e afins. Então, direcione a pergunte sobre o que esses gráficos costumam trazer nos livros, espera-se que os alunos digam que são informações sobre certo tipo de dados, então questione se há outro meio que aparece os gráficos de barras. Neste caso, espera-se que eles respondam em jornais, televisão, facebook, etc. Assim, finalize perguntando se eles são cem por cento confiáveis. Após a discussão, mostre a atividade principal.

Propósito: Iniciar a discussão sobre gráficos de barras em mídias.

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Comece questionando aos alunos se eles já ouviram falar dos rolezinhos, e se eles já foram. Crie um ambiente de debate, pergunte aos alunos o que eles acham a respeito do movimento. Deixe que os alunos se expressem, sempre mediando a discussão. Em seguida, mostre o enunciado acima e compare a opinião deles com o relatado pela folha de São Paulo. Direcione o questionamento para o que eles acham sobre as causas desse número de negação ao movimento ser tão alto. Esse momento da aula é apenas uma discussão sobre o movimento e a notícia.

Propósito: Apresentar uma situação problema que envolve o uso de gráfico em uma situação cotidiana.

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Questione aos alunos se a manchete está bem chamativa ou não, em seguida indague o por que de terem colocado um gráfico na notícia. Espera-se que os alunos possam discutir que o intuito é chamar mais a atenção do leitor, uma vez que é algo rápido de observar e compreender. Em seguida, pergunte aos alunos se eles sabem que tipo de gráfico é aquele. Espera-se que os alunos tenham consciência que estamos falando de um gráfico de barras, uma vez que já foi discutido na retomada.

Propósito: Ilustrar o enunciado da atividade

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Questione aos alunos se a manchete está bem chamativa ou não, em seguida indague o por que de terem colocado um gráfico na notícia. Espera-se que os alunos possam discutir que o intuito é chamar mais a atenção do leitor, uma vez que é algo rápido de observar e compreender. Em seguida, pergunte aos alunos se eles sabem que tipo de gráfico é aquele. Espera-se que os alunos tenham consciência que estamos falando de um gráfico de barras, uma vez que já foi discutido na retomada.

Propósito: Ilustrar o enunciado da atividade

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Solicite aos alunos que se dividam em duplas, analisem o gráfico e montem um argumento sobre os possíveis pontos apresentados nele que possam estar divergentes, em seguida solicite aos alunos que exponham suas respostas.

Propósito: Analisar o gráfico juntamente com a notícia, com o objetivo de identificar informações que induzam a conclusão do leitor.

Discuta com a turma:

  • Qual a principal característica do gráfico de barras?
  • As legendas estão de fácil compreensão ao leitor?
  • A proporção entre as barras está coerente?
  • Os valores percentuais estão de acordo?
  • Quando se trata de percentual, entende-se que eles devem somar que valor total?
  • O gráfico apresenta essa característica?
  • Desse modo, podemos confiar no gráfico?

Discussão de soluções select-down

Tempo sugerido: 15 min (slides 8 a 10)

Orientação: Projete cada pergunta após ser respondida a anterior. Espera-se que os alunos respondam que o gráfico está tratando sobre a opinião dos cidadãos paulistanos sobre seu posicionamento referente aos “rolezinhos”.

A segunda pergunta refere-se ao tamanho das barras presentes no gráfico. Neste caso, peça aos alunos que verifiquem o tamanho, se elas parecem coerentes para o percentual, se a diferença entre os valores e as barras são correspondentes. É muito interessante distribuir o material impresso aos alunos para que eles possam medir o tamanho da barra maior, e verificar se a proporção está correta por meio de regra de três simples, isso faz com que a atividade fique mais dinâmica, e os alunos possam verificar na prática a coerência dos fatos.

Propósito: Analisar os erros apresentados no gráfico da situação problema.

Discussão de soluções select-down

Tempo sugerido: 15 min (slides 8 a 10)

Orientação: A primeira pergunta deve ser respondida por meio da soma dos percentuais indicados no gráfico, observe que o valor será de 99%. Assim, questione aos alunos o que poderia ser esse outro 1%, se esse valor pode influenciar o resultado das pesquisas, uma vez que a cidade de são paulo tem aproximadamente 19 milhões de pessoas. O jornal pecou nas informações, o que deixou os matemáticos bem intrigados. É importante destacar que erros como esse podem trazer leituras equivocadas do gráfico, como uma estimativa incoerente em relação à população, bem como um entendimento desproporcional entre as barras, por mais que estejam sinalizados os valores. Observe com os alunos que o gráfico de setores está representando algumas constatações da população. Levante o questionamento se todos estão representados em um só, ou podem ter pessoas com mais de uma opinião, no entanto isso não está claro no gráfico, deixando uma falha no entendimento do gráfico.

Propósito: Analisar os erros apresentados no gráfico da situação problema.

Discussão de soluções select-down

Tempo sugerido: 15 min (slides 8 a 10)

Orientação: A resposta a essa pergunta é negativa, pois a soma dos percentuais não é 100%, fica impossível montar as barras correspondentes, ou um gráfico de setores, pois não se sabe o que significa esse 1% não apresentado, pode ser que ele esteja distribuído nos outros dados, no entanto foi colocado de forma errada.

Propósito: Construir um gráfico, correto, de acordo com os dados.

Encerramento select-down

Tempo sugerido: 3 min.

Orientação: Questione aos alunos se há alguma dúvida ou se eles gostariam de fazer alguma colocação a mais.

Propósito: resumir o que foi discutido na aula, focando na possibilidade de manipulação em gráficos de barras pela mídia para a indução da interpretação.

Raio X select-down

Tempo sugerido: 10 min (slides 12 e 13)

Orientação: Deixe que os alunos discutam entre si a resolução para depois exporem para sala.

Propósito: Aplicar os conhecimentos sobre leitura e interpretação de dados apresentados em gráficos de barras.

Materiais complementares para impressão:
Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Raio X select-down

Tempo sugerido: 10 min (slides 12 e 13)

Orientação: Deixe que os alunos discutam entre si a resolução para depois exporem para sala.

Propósito: Aplicar os conhecimentos de leitura, interpretação e comparação de dados apresentados em dois gráficos de barras, analisando se há informações manipuladas.

Discuta com a turma:

  • As barras estão proporcionais?
  • Os eixos estão coerentes?
  • As legendas estão bem explicadas?

Materiais complementares para impressão:
Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 min

Orientação: Leia ou projete.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Cícero Inacio dos Santos

Mentor: Tatiane C Guadagnucci

Especialista de área: Rita Batista



Habilidade da BNCC

(EF09MA20)  Análise de gráficos de mídia (gráficos que podem induzir a conclusões erradas e interferir na tomada de decisões; análise da adequação do gráfico ao tipo de variável representada)



Objetivos específicos

Analisar erros em gráficos de barras

Observar o que o gráfico de barra pode influenciar de forma equivocada o leitor.

Identificar erros em gráficos apresentados em mídias.

Ler gráficos oriundos de mídias de informação de forma crítica.

Conceito-chave

Erros apresentados em gráficos de barras.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • giz
  • lousa.

Tempo sugerido: 5 min.

Orientação: Lance o questionamento aos alunos, deixe que eles exponham suas respostas. Lembre-os sobre o que são gráficos de barras e de setores. O gráfico de barras é um gráfico com barras retangulares e comprimento proporcional aos valores que ele representa. As barras podem ser desenhadas verticalmente ou horizontalmente. Já o gráfico de setores, tradicionalmente chamado gráfico de pizza, é um diagrama circular em que os valores de cada categoria estatística representada são proporcionais às respectivas medidas dos ângulos. Obviamente, os alunos irão responder nos livros de matemática, e afins. Então, direcione a pergunte sobre o que esses gráficos costumam trazer nos livros, espera-se que os alunos digam que são informações sobre certo tipo de dados, então questione se há outro meio que aparece os gráficos de barras. Neste caso, espera-se que eles respondam em jornais, televisão, facebook, etc. Assim, finalize perguntando se eles são cem por cento confiáveis. Após a discussão, mostre a atividade principal.

Propósito: Iniciar a discussão sobre gráficos de barras em mídias.

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Comece questionando aos alunos se eles já ouviram falar dos rolezinhos, e se eles já foram. Crie um ambiente de debate, pergunte aos alunos o que eles acham a respeito do movimento. Deixe que os alunos se expressem, sempre mediando a discussão. Em seguida, mostre o enunciado acima e compare a opinião deles com o relatado pela folha de São Paulo. Direcione o questionamento para o que eles acham sobre as causas desse número de negação ao movimento ser tão alto. Esse momento da aula é apenas uma discussão sobre o movimento e a notícia.

Propósito: Apresentar uma situação problema que envolve o uso de gráfico em uma situação cotidiana.

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Questione aos alunos se a manchete está bem chamativa ou não, em seguida indague o por que de terem colocado um gráfico na notícia. Espera-se que os alunos possam discutir que o intuito é chamar mais a atenção do leitor, uma vez que é algo rápido de observar e compreender. Em seguida, pergunte aos alunos se eles sabem que tipo de gráfico é aquele. Espera-se que os alunos tenham consciência que estamos falando de um gráfico de barras, uma vez que já foi discutido na retomada.

Propósito: Ilustrar o enunciado da atividade

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Questione aos alunos se a manchete está bem chamativa ou não, em seguida indague o por que de terem colocado um gráfico na notícia. Espera-se que os alunos possam discutir que o intuito é chamar mais a atenção do leitor, uma vez que é algo rápido de observar e compreender. Em seguida, pergunte aos alunos se eles sabem que tipo de gráfico é aquele. Espera-se que os alunos tenham consciência que estamos falando de um gráfico de barras, uma vez que já foi discutido na retomada.

Propósito: Ilustrar o enunciado da atividade

Tempo sugerido: 15 min (Slides 4 a 7)

Orientação: Solicite aos alunos que se dividam em duplas, analisem o gráfico e montem um argumento sobre os possíveis pontos apresentados nele que possam estar divergentes, em seguida solicite aos alunos que exponham suas respostas.

Propósito: Analisar o gráfico juntamente com a notícia, com o objetivo de identificar informações que induzam a conclusão do leitor.

Discuta com a turma:

  • Qual a principal característica do gráfico de barras?
  • As legendas estão de fácil compreensão ao leitor?
  • A proporção entre as barras está coerente?
  • Os valores percentuais estão de acordo?
  • Quando se trata de percentual, entende-se que eles devem somar que valor total?
  • O gráfico apresenta essa característica?
  • Desse modo, podemos confiar no gráfico?

Tempo sugerido: 15 min (slides 8 a 10)

Orientação: Projete cada pergunta após ser respondida a anterior. Espera-se que os alunos respondam que o gráfico está tratando sobre a opinião dos cidadãos paulistanos sobre seu posicionamento referente aos “rolezinhos”.

A segunda pergunta refere-se ao tamanho das barras presentes no gráfico. Neste caso, peça aos alunos que verifiquem o tamanho, se elas parecem coerentes para o percentual, se a diferença entre os valores e as barras são correspondentes. É muito interessante distribuir o material impresso aos alunos para que eles possam medir o tamanho da barra maior, e verificar se a proporção está correta por meio de regra de três simples, isso faz com que a atividade fique mais dinâmica, e os alunos possam verificar na prática a coerência dos fatos.

Propósito: Analisar os erros apresentados no gráfico da situação problema.

Tempo sugerido: 15 min (slides 8 a 10)

Orientação: A primeira pergunta deve ser respondida por meio da soma dos percentuais indicados no gráfico, observe que o valor será de 99%. Assim, questione aos alunos o que poderia ser esse outro 1%, se esse valor pode influenciar o resultado das pesquisas, uma vez que a cidade de são paulo tem aproximadamente 19 milhões de pessoas. O jornal pecou nas informações, o que deixou os matemáticos bem intrigados. É importante destacar que erros como esse podem trazer leituras equivocadas do gráfico, como uma estimativa incoerente em relação à população, bem como um entendimento desproporcional entre as barras, por mais que estejam sinalizados os valores. Observe com os alunos que o gráfico de setores está representando algumas constatações da população. Levante o questionamento se todos estão representados em um só, ou podem ter pessoas com mais de uma opinião, no entanto isso não está claro no gráfico, deixando uma falha no entendimento do gráfico.

Propósito: Analisar os erros apresentados no gráfico da situação problema.

Tempo sugerido: 15 min (slides 8 a 10)

Orientação: A resposta a essa pergunta é negativa, pois a soma dos percentuais não é 100%, fica impossível montar as barras correspondentes, ou um gráfico de setores, pois não se sabe o que significa esse 1% não apresentado, pode ser que ele esteja distribuído nos outros dados, no entanto foi colocado de forma errada.

Propósito: Construir um gráfico, correto, de acordo com os dados.

Tempo sugerido: 3 min.

Orientação: Questione aos alunos se há alguma dúvida ou se eles gostariam de fazer alguma colocação a mais.

Propósito: resumir o que foi discutido na aula, focando na possibilidade de manipulação em gráficos de barras pela mídia para a indução da interpretação.

Tempo sugerido: 10 min (slides 12 e 13)

Orientação: Deixe que os alunos discutam entre si a resolução para depois exporem para sala.

Propósito: Aplicar os conhecimentos sobre leitura e interpretação de dados apresentados em gráficos de barras.

Materiais complementares para impressão:
Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Tempo sugerido: 10 min (slides 12 e 13)

Orientação: Deixe que os alunos discutam entre si a resolução para depois exporem para sala.

Propósito: Aplicar os conhecimentos de leitura, interpretação e comparação de dados apresentados em dois gráficos de barras, analisando se há informações manipuladas.

Discuta com a turma:

  • As barras estão proporcionais?
  • Os eixos estão coerentes?
  • As legendas estão bem explicadas?

Materiais complementares para impressão:
Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Cícero Inacio dos Santos

Mentor: Tatiane C Guadagnucci

Especialista de área: Rita Batista



Habilidade da BNCC

(EF09MA20)  Análise de gráficos de mídia (gráficos que podem induzir a conclusões erradas e interferir na tomada de decisões; análise da adequação do gráfico ao tipo de variável representada)



Objetivos específicos

Analisar erros em gráficos de barras

Observar o que o gráfico de barra pode influenciar de forma equivocada o leitor.

Identificar erros em gráficos apresentados em mídias.

Ler gráficos oriundos de mídias de informação de forma crítica.

Conceito-chave

Erros apresentados em gráficos de barras.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • giz
  • lousa.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes