11348
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Matemática > 4º ano > Geometria

Plano de aula - Classificação dos poliedros pela base

Plano de aula de Matemática com atividades para 4º do Fundamental sobre Base de poliedros.

Plano 07 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Maria Carolina Taurisano

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
ESTE É UM CONTEÚDO PARA O SAEB Ver Mais >
 

OBJETIVO select-down

Slide Plano Aula

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Maria Carolina Taurisano

Mentor: Paula Massi Reis Pires Pires

Especialista de área: Priscilla Mendes Cerqueira



Habilidade da BNCC

(EF04MA17) Associar prismas e pirâmides a suas planificações e analisar, nomear e comparar seus atributos, estabelecendo relações entre as representações planas e espaciais.



Objetivos específicos

Localizar a base dos poliedros e investigar a possibilidade de classificá-los por meio da base representada.

Conceito-chave

Base de poliedros.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.




Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação: Exponha o objetivo para a classe e leia junto com os alunos.

Discuta com a turma:

  • Discuta com os alunos como podemos identificar a base de um poliedro, pois é importante que resgatem o conhecimento sobre as representações planificadas dos tridimensionais, bem como sua formação.

RETOMADA select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientação: Peça aos alunos que observem a planificação dada e descubra quais os pares de faces opostas aparecem na planificação. Permita que os alunos indiquem na lousa as bases do poliedro nesta planificação e expliquem suas escolhas, nomeando as partes pintadas. Desta forma, oportuniza aos alunos retomar o conceito que trazem como repertório sobre “base” para assim, avançar na atividade principal.

Propósito: localizar os pares de faces opostas da planificação do paralelepípedo.

Discuta com a turma:

  • O que é planificação? Planificação é tornar plano. No caso dos poliedros, transformamos eles de tridimensional para representação planificada.
  • Vocês saberiam explicar o termo “faces opostas”? Faces opostas são aquelas que não se encontram.
  • Quem sabe me dizer o que é base? Alguém pode vir à lousa para indicar-me quais são as bases do poliedro nesta planificação? As bases do prisma são duas faces paralelas e congruentes, ou seja, iguais na forma e no tamanho.
  • Se há duas faces opostas essa figura pertence a qual grupo de poliedros? Prismas.

Material Complementar para impressão:

Retomada

Resolução da Retomada

RETOMADA select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientação: Peça aos alunos que observem a planificação dada e descubra quais os pares de faces opostas aparecem na planificação. Permita que os alunos indiquem na lousa as bases do poliedro nesta planificação e expliquem suas escolhas, nomeando as partes pintadas. Desta forma, oportuniza aos alunos retomar o conceito que trazem como repertório sobre “base” para assim, avançar na atividade principal.

Propósito: localizar os pares de faces opostas da planificação do paralelepípedo.

Discuta com a turma:

  • O que é planificação? Planificação é tornar plano. No caso dos poliedros, transformamos eles de tridimensional para representação planificada.
  • Vocês saberiam explicar o termo “faces opostas”? Faces opostas são aquelas que não se encontram.
  • Quem sabe me dizer o que é base? Alguém pode vir à lousa para indicar-me quais são as bases do poliedro nesta planificação? As bases do prisma são duas faces paralelas e congruentes, ou seja, iguais na forma e no tamanho.
  • Se há duas faces opostas essa figura pertence a qual grupo de poliedros? Prismas.

ATIVIDADE PRINCIPAL select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientação: Professor, é importante que o material de apoio seja organizado antes da aula para que organize melhor o tempo da atividade. Sugiro que a planificação seja entregue antes da aula (como lição de casa, por exemplo) para recorte e colagem para o tridimensional. Com o poliedro oriente os alunos para que faça o contorno das bases na folha de sulfite ou timbrada da escola ou ainda no próprio caderno, para assim, perceberem que a base da pirâmide pentagonal e as bases do prisma de base pentagonal são as mesmas. Espera-se que o aluno conclua que pela base poligonal não é possível a classificação entre primas e pirâmides.

Caso haja tempo, ao invés do contorno, os alunos podem carimbar a face (base) com tinta guache.

Propósito: Localizar a base dos poliedros e investigar a possibilidade de classificá-los por meio da base representada.

Discuta com a turma:

  • Quantas bases tem a planificação da pirâmide? E do prisma? Pirâmides possuem apenas uma base e prismas duas bases.
  • Qual o nome dos poliedros descritos? Prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal.
  • É possível classificar o poliedro pela base? Se não como é que se faz? Não, pois a base pode ser a mesma como ocorre no caso do prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal. Faz-se necessário outras propriedades para a caracterização como por exemplo o formato das faces laterais.

Material Complementar:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

ATIVIDADE PRINCIPAL select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientação: Professor, é importante que o material de apoio e as duplas (agrupamentos produtivos) sejam organizados com antecedência para que o tempo seja destinado apenas para a atividade proposta. Peça aos alunos que recortem as planificações e montem o poliedro observando suas propriedades. No caderno peça aos alunos que descrevam as características observadas em cada poliedro e destaque pontos semelhantes e diferentes entre eles. A cada etapa prevista nesta atividade espera-se que o aluno perceba que a base da pirâmide pentagonal e as bases do prisma de base pentagonal são as mesmas, logo não será possível classificar o poliedro em prismas ou pirâmides pela base apenas. Neste contexto é importante que os alunos pensem numa forma de classificar os poliedros sem que seja pela base. Como se faz então se não pela base? Se faz professor por meio das faces laterais, se forem triangulares são pirâmides e se forem quadriláteros são prismas.

Propósito: Espera-se que o aluno conclua que pela base poligonal não é possível a classificação entre prismas e pirâmides.

Discuta com a turma:

  • Quantas bases tem a planificação da pirâmide? E do prisma? Pirâmides possuem apenas uma base e prismas duas bases.
  • Qual o nome dos poliedros descritos? Prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal.
  • É possível classificar o poliedro pela base? Se não como é que se faz? Não, pois a base pode ser a mesma como ocorre no caso do prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal. Faz-se necessário outras propriedades para a caracterização como por exemplo o formato das faces laterais.

DISCUSSÃO DA SOLUÇÃO select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: É importante que os alunos socializem com os demais os pensamentos e reflexões acerca da experiência e observação feita na construção e identificação das bases e faces laterais. Neste momento é importante ouvir o relato das dificuldades apresentadas no processo de construção, identificação e classificação dos poliedros.

Propósito: Localizar a base dos poliedros e investigar a possibilidade de classificá-los por meio da base representada.

Discuta com a turma:

  • O que você pensou quando descreveu a base da pirâmide e do prisma? Pensa-se nas semelhanças e diferenças que os classificam no grupo de pirâmides ou prismas.
  • Como é possível classificar os poliedros descritos em prismas e pirâmides? Pelas propriedades, por exemplo, prismas possuem duas bases opostas e pirâmides uma base oposta a um único vértice.
  • A base é também uma face? Toda base é uma face do poliedro.
  • É possível identificar os poliedros pela base? A base não pode ser a única propriedade para caracterizar um poliedro, pois elas podem ser comuns entre prismas e pirâmides.

ENCERRAMENTO select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Este slide resume o aprendizado da aula.

Propósito: Sistematizar a aprendizagem sobre a representação das faces poligonais que formam a planificação do poliedro.

Discuta com a turma:

  • Quando leram a descrição das crianças foi possível imaginar o poliedro tridimensional? É possível imaginar o poliedro pelas características, porém faz-se necessário repertório conceitual anterior. Por esse motivo esse plano é de ampliação.
  • Qual a característica principal da pirâmide que o diferencia de outro grupo de poliedros? A pirâmide possui um único vértice oposto a base e apresenta faces laterais triangulares.

RAIO X select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Essa tarefa deve ser realizada individualmente. É importante que o aluno a realize tendo por base o aprendizado construído em sala de aula. Verifique se os alunos compreenderam que as bases apresentadas podem ser de prismas ou pirâmides respectivamente. Professor, caminhe pela sala de aula e observe como os alunos resolvem e reserve um tempo posterior para socializar a forma como os alunos descobriram a classificação dos poliedros pela base apresentada.

Propósito: Classificar prismas e/ou pirâmides pela base.

Discuta com a turma:

  • Como descobriu o poliedro pelos polígonos representados? Pela representação dos polígonos a classificação é verdadeira tanto para o grupo de prismas como para o grupo de pirâmides.
  • Quais as diferenças entre os poliedros? Prismas apresentam duas bases opostas e pirâmides uma base oposta à um único vértice. Essas são as principais diferenças entre os dois grupos.
  • Pedro tem ou não tem razão em sua afirmação? Como chegou a essa conclusão? Pedro está correto, porém as bases também podem representar prismas.

Material complementar

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

RAIO X select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Essa tarefa deve ser realizada individualmente. É importante que o aluno a realize tendo por base o aprendizado construído em sala de aula. Verifique se os alunos compreenderam que as bases apresentadas podem ser de prismas ou pirâmides respectivamente. Professor, caminhe pela sala de aula e observe como os alunos resolvem.

Propósito: Classificar prismas e/ou pirâmides pela base.

Discuta com a turma:

  • Como descobriu o poliedro pelos polígonos representados? Pela representação dos polígonos a classificação é verdadeira tanto para o grupo de prismas como para o grupo de pirâmides.
  • Quais as diferenças entre os poliedros? Prismas apresentam duas bases opostas e pirâmides uma base oposta à um único vértice. Essas são as principais diferenças entre os dois grupos.
  • Pedro tem ou não tem razão em sua afirmação? Como chegou a essa conclusão? Pedro está correto, porém as bases também podem representar prismas.

Material complementar:
Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação: Exponha o objetivo para a classe e leia junto com os alunos.

Discuta com a turma:

  • Discuta com os alunos como podemos identificar a base de um poliedro, pois é importante que resgatem o conhecimento sobre as representações planificadas dos tridimensionais, bem como sua formação.

  • Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

    Autor: Maria Carolina Taurisano

    Mentor: Paula Massi Reis Pires Pires

    Especialista de área: Priscilla Mendes Cerqueira



    Habilidade da BNCC

    (EF04MA17) Associar prismas e pirâmides a suas planificações e analisar, nomear e comparar seus atributos, estabelecendo relações entre as representações planas e espaciais.



    Objetivos específicos

    Localizar a base dos poliedros e investigar a possibilidade de classificá-los por meio da base representada.

    Conceito-chave

    Base de poliedros.

    Recursos necessários

    • Folha de papel A4 branca;
    • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.



Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientação: Peça aos alunos que observem a planificação dada e descubra quais os pares de faces opostas aparecem na planificação. Permita que os alunos indiquem na lousa as bases do poliedro nesta planificação e expliquem suas escolhas, nomeando as partes pintadas. Desta forma, oportuniza aos alunos retomar o conceito que trazem como repertório sobre “base” para assim, avançar na atividade principal.

Propósito: localizar os pares de faces opostas da planificação do paralelepípedo.

Discuta com a turma:

  • O que é planificação? Planificação é tornar plano. No caso dos poliedros, transformamos eles de tridimensional para representação planificada.
  • Vocês saberiam explicar o termo “faces opostas”? Faces opostas são aquelas que não se encontram.
  • Quem sabe me dizer o que é base? Alguém pode vir à lousa para indicar-me quais são as bases do poliedro nesta planificação? As bases do prisma são duas faces paralelas e congruentes, ou seja, iguais na forma e no tamanho.
  • Se há duas faces opostas essa figura pertence a qual grupo de poliedros? Prismas.

Material Complementar para impressão:

Retomada

Resolução da Retomada

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientação: Peça aos alunos que observem a planificação dada e descubra quais os pares de faces opostas aparecem na planificação. Permita que os alunos indiquem na lousa as bases do poliedro nesta planificação e expliquem suas escolhas, nomeando as partes pintadas. Desta forma, oportuniza aos alunos retomar o conceito que trazem como repertório sobre “base” para assim, avançar na atividade principal.

Propósito: localizar os pares de faces opostas da planificação do paralelepípedo.

Discuta com a turma:

  • O que é planificação? Planificação é tornar plano. No caso dos poliedros, transformamos eles de tridimensional para representação planificada.
  • Vocês saberiam explicar o termo “faces opostas”? Faces opostas são aquelas que não se encontram.
  • Quem sabe me dizer o que é base? Alguém pode vir à lousa para indicar-me quais são as bases do poliedro nesta planificação? As bases do prisma são duas faces paralelas e congruentes, ou seja, iguais na forma e no tamanho.
  • Se há duas faces opostas essa figura pertence a qual grupo de poliedros? Prismas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientação: Professor, é importante que o material de apoio seja organizado antes da aula para que organize melhor o tempo da atividade. Sugiro que a planificação seja entregue antes da aula (como lição de casa, por exemplo) para recorte e colagem para o tridimensional. Com o poliedro oriente os alunos para que faça o contorno das bases na folha de sulfite ou timbrada da escola ou ainda no próprio caderno, para assim, perceberem que a base da pirâmide pentagonal e as bases do prisma de base pentagonal são as mesmas. Espera-se que o aluno conclua que pela base poligonal não é possível a classificação entre primas e pirâmides.

Caso haja tempo, ao invés do contorno, os alunos podem carimbar a face (base) com tinta guache.

Propósito: Localizar a base dos poliedros e investigar a possibilidade de classificá-los por meio da base representada.

Discuta com a turma:

  • Quantas bases tem a planificação da pirâmide? E do prisma? Pirâmides possuem apenas uma base e prismas duas bases.
  • Qual o nome dos poliedros descritos? Prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal.
  • É possível classificar o poliedro pela base? Se não como é que se faz? Não, pois a base pode ser a mesma como ocorre no caso do prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal. Faz-se necessário outras propriedades para a caracterização como por exemplo o formato das faces laterais.

Material Complementar:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientação: Professor, é importante que o material de apoio e as duplas (agrupamentos produtivos) sejam organizados com antecedência para que o tempo seja destinado apenas para a atividade proposta. Peça aos alunos que recortem as planificações e montem o poliedro observando suas propriedades. No caderno peça aos alunos que descrevam as características observadas em cada poliedro e destaque pontos semelhantes e diferentes entre eles. A cada etapa prevista nesta atividade espera-se que o aluno perceba que a base da pirâmide pentagonal e as bases do prisma de base pentagonal são as mesmas, logo não será possível classificar o poliedro em prismas ou pirâmides pela base apenas. Neste contexto é importante que os alunos pensem numa forma de classificar os poliedros sem que seja pela base. Como se faz então se não pela base? Se faz professor por meio das faces laterais, se forem triangulares são pirâmides e se forem quadriláteros são prismas.

Propósito: Espera-se que o aluno conclua que pela base poligonal não é possível a classificação entre prismas e pirâmides.

Discuta com a turma:

  • Quantas bases tem a planificação da pirâmide? E do prisma? Pirâmides possuem apenas uma base e prismas duas bases.
  • Qual o nome dos poliedros descritos? Prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal.
  • É possível classificar o poliedro pela base? Se não como é que se faz? Não, pois a base pode ser a mesma como ocorre no caso do prisma pentagonal e pirâmide de base pentagonal. Faz-se necessário outras propriedades para a caracterização como por exemplo o formato das faces laterais.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: É importante que os alunos socializem com os demais os pensamentos e reflexões acerca da experiência e observação feita na construção e identificação das bases e faces laterais. Neste momento é importante ouvir o relato das dificuldades apresentadas no processo de construção, identificação e classificação dos poliedros.

Propósito: Localizar a base dos poliedros e investigar a possibilidade de classificá-los por meio da base representada.

Discuta com a turma:

  • O que você pensou quando descreveu a base da pirâmide e do prisma? Pensa-se nas semelhanças e diferenças que os classificam no grupo de pirâmides ou prismas.
  • Como é possível classificar os poliedros descritos em prismas e pirâmides? Pelas propriedades, por exemplo, prismas possuem duas bases opostas e pirâmides uma base oposta a um único vértice.
  • A base é também uma face? Toda base é uma face do poliedro.
  • É possível identificar os poliedros pela base? A base não pode ser a única propriedade para caracterizar um poliedro, pois elas podem ser comuns entre prismas e pirâmides.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Este slide resume o aprendizado da aula.

Propósito: Sistematizar a aprendizagem sobre a representação das faces poligonais que formam a planificação do poliedro.

Discuta com a turma:

  • Quando leram a descrição das crianças foi possível imaginar o poliedro tridimensional? É possível imaginar o poliedro pelas características, porém faz-se necessário repertório conceitual anterior. Por esse motivo esse plano é de ampliação.
  • Qual a característica principal da pirâmide que o diferencia de outro grupo de poliedros? A pirâmide possui um único vértice oposto a base e apresenta faces laterais triangulares.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Essa tarefa deve ser realizada individualmente. É importante que o aluno a realize tendo por base o aprendizado construído em sala de aula. Verifique se os alunos compreenderam que as bases apresentadas podem ser de prismas ou pirâmides respectivamente. Professor, caminhe pela sala de aula e observe como os alunos resolvem e reserve um tempo posterior para socializar a forma como os alunos descobriram a classificação dos poliedros pela base apresentada.

Propósito: Classificar prismas e/ou pirâmides pela base.

Discuta com a turma:

  • Como descobriu o poliedro pelos polígonos representados? Pela representação dos polígonos a classificação é verdadeira tanto para o grupo de prismas como para o grupo de pirâmides.
  • Quais as diferenças entre os poliedros? Prismas apresentam duas bases opostas e pirâmides uma base oposta à um único vértice. Essas são as principais diferenças entre os dois grupos.
  • Pedro tem ou não tem razão em sua afirmação? Como chegou a essa conclusão? Pedro está correto, porém as bases também podem representar prismas.

Material complementar

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Essa tarefa deve ser realizada individualmente. É importante que o aluno a realize tendo por base o aprendizado construído em sala de aula. Verifique se os alunos compreenderam que as bases apresentadas podem ser de prismas ou pirâmides respectivamente. Professor, caminhe pela sala de aula e observe como os alunos resolvem.

Propósito: Classificar prismas e/ou pirâmides pela base.

Discuta com a turma:

  • Como descobriu o poliedro pelos polígonos representados? Pela representação dos polígonos a classificação é verdadeira tanto para o grupo de prismas como para o grupo de pirâmides.
  • Quais as diferenças entre os poliedros? Prismas apresentam duas bases opostas e pirâmides uma base oposta à um único vértice. Essas são as principais diferenças entre os dois grupos.
  • Pedro tem ou não tem razão em sua afirmação? Como chegou a essa conclusão? Pedro está correto, porém as bases também podem representar prismas.

Material complementar:
Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade Complementar

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Geometria do 4º ano :

Com o plano de aula sobre geometria, os alunos aprendem paralelismo e perpendicularismo e aplicação em situações de localização espacial; identificação de ângulos retos e não retos, reconhecimento de figuras planas e algumas propriedades, reconhecimento e análise de figuras não planas, suas características e representações.

MAIS AULAS DE Matemática do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04MA17 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Curso relacionado ao Plano

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Matemática

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano