11165
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Trabalhar os conceitos relacionados as diversas simetrias através de movimentos de dança

Plano de aula de Matemática com atividades para 6º ano do Fundamental sobre Trabalhar os conceitos relacionados as diversas simetrias através de movimentos de dança

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Marcia Maria Viana Suriano,

 

OBJETIVO select-down

Habilidade da BNCC

Não possui habilidade na BNCC

Objetivos específicos

  • Trabalhar os conceitos relacionados as diversas simetrias através de movimentos de dança;

Conceito-chave

Simetria

Recursos necessários

Folha de atividades impressa, Datashow

Vídeo Complementar

Arte & Matemática: Simetria. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=BxIxzV1FiZI>  Acesso em: 06/02/2018

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Marcia Maria Viana Suriano

Mentor: Renata S. Gonçalves

Especialista de área: Pricilla Mendes Cerqueira




Tempo sugerido: 2 MINUTOS

Propósito: Apresentar o objetivo da aula

Orientação: Apresente o objetivo e destaque que a simetria presente em alguns movimentos.

Discuta:

  • Você poderia dar um exemplo de movimento com simetria?

AQUECIMENTO select-down

Tempo sugerido: 3 MINUTOS

Propósito: Apresentar coreografias de dança com diversos tipos de simetria.

Orientação: Apresente o vídeo aos alunos e destaque a simetria presente em alguns movimentos durante a execução. Peça aos alunos fiquem atentos e procurem compreender as posições e os movimentos apresentados. Compare os movimentos dos bonecos com a representação do movimento no canto inferior direito do vídeo, destacando as setas indicativas da ação.

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 25 MINUTOS (slides 4 a 6)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos os três tipos de simetria expostos no slide e saliente que tais simetrias estão presentes em coreografias e passos de dança. Peça aos alunos que olhem os passos apresentados nas figuras 1 e 2 expostas no slide e procurem compreender as posições e os movimentos descritos. Divida a turma em grupos de quatro alunos e proponha o desafio do slide seguinte. Saliente que deverão montar a coreografia tendo em mente os três tipos de simetria apresentados. Eles deverão demonstrar simetria presente nos passo construídos durante uma apresentação de no máximo 2 minutos cada grupo. Incentive-os a utilizar argumentos matemáticos e as características apresentadas na explicação. A simetria poderá estar presente nos movimentos e/ou na disposição dos dançarinos do grupo. A atividade de aquecimento dá uma diretriz para o desenvolvimento dos passos e não deve ser copiada.

Discuta com a turma:

  • Como um movimento pode estar associado as simetrias apresentadas no slide 4?
  • Que tipo de simetria está presente na figura 1? E na figura 2? Retome o slide anterior para auxiliar nas respostas dos alunos.
  • Existe algum eixo de simetria nas coreografias das figuras? Como um eixo de simetria pode ser uma referência para construção da coreografia do grupo? Como dividir os colegas para favorecer a construção de movimentos simétricos?
  • É possível construir uma coreografia em torno de um ponto? Que tipo de simetria seria essa?

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 25 MINUTOS (slides 4 a 6)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos os três tipos de simetria expostos no slide e saliente que tais simetrias estão presentes em coreografias e passos de dança. Peça aos alunos que olhem os passos apresentados nas figuras 1 e 2 expostas no slide e procurem compreender as posições e os movimentos descritos. Divida a turma em grupos de quatro alunos e proponha o desafio do slide seguinte. Saliente que deverão montar a coreografia tendo em mente os três tipos de simetria apresentados. Eles deverão demonstrar simetria presente nos passo construídos durante uma apresentação de no máximo 2 minutos cada grupo. Incentive-os a utilizar argumentos matemáticos e as características apresentadas na explicação. A simetria poderá estar presente nos movimentos e/ou na disposição dos dançarinos do grupo. A atividade de aquecimento dá uma diretriz para o desenvolvimento dos passos e não deve ser copiada.

Discuta com a turma:

  • Como um movimento pode estar associado as simetrias apresentadas no slide 4?
  • Que tipo de simetria está presente na figura 1? E na figura 2? Retome o slide anterior para auxiliar nas respostas dos alunos.
  • Existe algum eixo de simetria nas coreografias das figuras? Como um eixo de simetria pode ser uma referência para construção da coreografia do grupo? Como dividir os colegas para favorecer a construção de movimentos simétricos?
  • É possível construir uma coreografia em torno de um ponto? Que tipo de simetria seria essa?

Atividade principal select-down

Tempo sugerido: 25 MINUTOS (slides 4 a 6)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos os três tipos de simetria expostos no slide e saliente que tais simetrias estão presentes em coreografias e passos de dança. Peça aos alunos que olhem os passos apresentados nas figuras 1 e 2 expostas no slide e procurem compreender as posições e os movimentos descritos. Divida a turma em grupos de quatro alunos e proponha o desafio do slide seguinte. Saliente que deverão montar a coreografia tendo em mente os três tipos de simetria apresentados. Eles deverão demonstrar simetria presente nos passo construídos durante uma apresentação de no máximo 2 minutos cada grupo. Incentive-os a utilizar argumentos matemáticos e as características apresentadas na explicação. A simetria poderá estar presente nos movimentos e/ou na disposição dos dançarinos do grupo. A atividade de aquecimento dá uma diretriz para o desenvolvimento dos passos e não deve ser copiada. Segue a atividade e sua resolução.

Discuta com a turma:

  • Como um movimento pode estar associado as simetrias apresentadas no slide 4?
  • Que tipo de simetria está presente na figura 1? E na figura 2? Retome o slide anterior para auxiliar nas respostas dos alunos.
  • Existe algum eixo de simetria nas coreografias das figuras? Como um eixo de simetria pode ser uma referência para construção da coreografia do grupo? Como dividir os colegas para favorecer a construção de movimentos simétricos?
  • É possível construir uma coreografia em torno de um ponto? Que tipo de simetria seria essa?

Discussão das soluções select-down

Tempo sugerido: 5 MINUTOS (slides 7 a 9)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos algumas situações de coreografias.

Discuta com a turma:

  • O que é necessário para haver simetria na montagem e no visual final da coreografia? Onde deve ficar o eixo de simetria?
  • Onde deve ficar o centro da simetria caso se desejar montar uma coreografia com rotação

Discussão das soluções select-down

Tempo sugerido: 5 MINUTOS (slides 7 a 9)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos algumas situações de coreografias.

Discuta com a turma:

  • O que é necessário para haver simetria na montagem e no visual final da coreografia? Onde deve ficar o eixo de simetria?
  • Onde deve ficar o centro da simetria caso se desejar montar uma coreografia com rotação

DISCUSSÃO select-down

Tempo sugerido: 5 MINUTOS

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos algumas situações de coreografias.

Discuta com a turma:

  • O que é necessário para haver simetria na montagem e no visual final da coreografia? Onde deve ficar o eixo de simetria?
  • Onde deve ficar o centro da simetria caso se desejar montar uma coreografia com rotação

Encerramento select-down

Tempo sugerido: 3 MINUTOS

Propósito: Enfatizar a harmonia presente na coreografia construida com simetria.

Orientação: Apresente aos alunos a relação entre o conceito de simetria e a harmonia na dança.

RAIO X select-down

Tempo sugerido: 8 MINUTOS

Propósito: Observar a análise feita pelos alunos do movimento descrito na imagem.

Orientação: Solicite aos alunos que observem a imagem e considerem que este será um movimento a ser realizado no jogo. Eles deverão, individualmente, concluir o tipo de simetria apresentada na imagem. Cabe destacar que é possível fazer vários tipos de análise com os boneco isoladamente e com a imagem completa.

Discuta com a turma:

  • O tipo de simetria observada nos bonecos dispostos dois a dois.
  • O tipo de simetria observada no grupo completo de bonecos.
  • O necessário para se obter outros tipos de simetria.

Materiais complementares para impressão:
Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 MINUTOS

Propósito: Apresentar o objetivo da aula

Orientação: Apresente o objetivo e destaque que a simetria presente em alguns movimentos.

Discuta:

  • Você poderia dar um exemplo de movimento com simetria?


Habilidade da BNCC

Não possui habilidade na BNCC

Objetivos específicos

  • Trabalhar os conceitos relacionados as diversas simetrias através de movimentos de dança;

Conceito-chave

Simetria

Recursos necessários

Folha de atividades impressa, Datashow

Vídeo Complementar

Arte & Matemática: Simetria. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=BxIxzV1FiZI>  Acesso em: 06/02/2018

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Marcia Maria Viana Suriano

Mentor: Renata S. Gonçalves

Especialista de área: Pricilla Mendes Cerqueira



Tempo sugerido: 3 MINUTOS

Propósito: Apresentar coreografias de dança com diversos tipos de simetria.

Orientação: Apresente o vídeo aos alunos e destaque a simetria presente em alguns movimentos durante a execução. Peça aos alunos fiquem atentos e procurem compreender as posições e os movimentos apresentados. Compare os movimentos dos bonecos com a representação do movimento no canto inferior direito do vídeo, destacando as setas indicativas da ação.

Tempo sugerido: 25 MINUTOS (slides 4 a 6)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos os três tipos de simetria expostos no slide e saliente que tais simetrias estão presentes em coreografias e passos de dança. Peça aos alunos que olhem os passos apresentados nas figuras 1 e 2 expostas no slide e procurem compreender as posições e os movimentos descritos. Divida a turma em grupos de quatro alunos e proponha o desafio do slide seguinte. Saliente que deverão montar a coreografia tendo em mente os três tipos de simetria apresentados. Eles deverão demonstrar simetria presente nos passo construídos durante uma apresentação de no máximo 2 minutos cada grupo. Incentive-os a utilizar argumentos matemáticos e as características apresentadas na explicação. A simetria poderá estar presente nos movimentos e/ou na disposição dos dançarinos do grupo. A atividade de aquecimento dá uma diretriz para o desenvolvimento dos passos e não deve ser copiada.

Discuta com a turma:

  • Como um movimento pode estar associado as simetrias apresentadas no slide 4?
  • Que tipo de simetria está presente na figura 1? E na figura 2? Retome o slide anterior para auxiliar nas respostas dos alunos.
  • Existe algum eixo de simetria nas coreografias das figuras? Como um eixo de simetria pode ser uma referência para construção da coreografia do grupo? Como dividir os colegas para favorecer a construção de movimentos simétricos?
  • É possível construir uma coreografia em torno de um ponto? Que tipo de simetria seria essa?

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de intervenção

Tempo sugerido: 25 MINUTOS (slides 4 a 6)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos os três tipos de simetria expostos no slide e saliente que tais simetrias estão presentes em coreografias e passos de dança. Peça aos alunos que olhem os passos apresentados nas figuras 1 e 2 expostas no slide e procurem compreender as posições e os movimentos descritos. Divida a turma em grupos de quatro alunos e proponha o desafio do slide seguinte. Saliente que deverão montar a coreografia tendo em mente os três tipos de simetria apresentados. Eles deverão demonstrar simetria presente nos passo construídos durante uma apresentação de no máximo 2 minutos cada grupo. Incentive-os a utilizar argumentos matemáticos e as características apresentadas na explicação. A simetria poderá estar presente nos movimentos e/ou na disposição dos dançarinos do grupo. A atividade de aquecimento dá uma diretriz para o desenvolvimento dos passos e não deve ser copiada.

Discuta com a turma:

  • Como um movimento pode estar associado as simetrias apresentadas no slide 4?
  • Que tipo de simetria está presente na figura 1? E na figura 2? Retome o slide anterior para auxiliar nas respostas dos alunos.
  • Existe algum eixo de simetria nas coreografias das figuras? Como um eixo de simetria pode ser uma referência para construção da coreografia do grupo? Como dividir os colegas para favorecer a construção de movimentos simétricos?
  • É possível construir uma coreografia em torno de um ponto? Que tipo de simetria seria essa?

Tempo sugerido: 25 MINUTOS (slides 4 a 6)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos os três tipos de simetria expostos no slide e saliente que tais simetrias estão presentes em coreografias e passos de dança. Peça aos alunos que olhem os passos apresentados nas figuras 1 e 2 expostas no slide e procurem compreender as posições e os movimentos descritos. Divida a turma em grupos de quatro alunos e proponha o desafio do slide seguinte. Saliente que deverão montar a coreografia tendo em mente os três tipos de simetria apresentados. Eles deverão demonstrar simetria presente nos passo construídos durante uma apresentação de no máximo 2 minutos cada grupo. Incentive-os a utilizar argumentos matemáticos e as características apresentadas na explicação. A simetria poderá estar presente nos movimentos e/ou na disposição dos dançarinos do grupo. A atividade de aquecimento dá uma diretriz para o desenvolvimento dos passos e não deve ser copiada. Segue a atividade e sua resolução.

Discuta com a turma:

  • Como um movimento pode estar associado as simetrias apresentadas no slide 4?
  • Que tipo de simetria está presente na figura 1? E na figura 2? Retome o slide anterior para auxiliar nas respostas dos alunos.
  • Existe algum eixo de simetria nas coreografias das figuras? Como um eixo de simetria pode ser uma referência para construção da coreografia do grupo? Como dividir os colegas para favorecer a construção de movimentos simétricos?
  • É possível construir uma coreografia em torno de um ponto? Que tipo de simetria seria essa?

Tempo sugerido: 5 MINUTOS (slides 7 a 9)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos algumas situações de coreografias.

Discuta com a turma:

  • O que é necessário para haver simetria na montagem e no visual final da coreografia? Onde deve ficar o eixo de simetria?
  • Onde deve ficar o centro da simetria caso se desejar montar uma coreografia com rotação

Tempo sugerido: 5 MINUTOS (slides 7 a 9)

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos algumas situações de coreografias.

Discuta com a turma:

  • O que é necessário para haver simetria na montagem e no visual final da coreografia? Onde deve ficar o eixo de simetria?
  • Onde deve ficar o centro da simetria caso se desejar montar uma coreografia com rotação

Tempo sugerido: 5 MINUTOS

Propósito: Utilizar movimentos de dança para analisar os diversos tipos de simetria existente nas coreografias.

Orientação: Apresente aos alunos algumas situações de coreografias.

Discuta com a turma:

  • O que é necessário para haver simetria na montagem e no visual final da coreografia? Onde deve ficar o eixo de simetria?
  • Onde deve ficar o centro da simetria caso se desejar montar uma coreografia com rotação

Tempo sugerido: 3 MINUTOS

Propósito: Enfatizar a harmonia presente na coreografia construida com simetria.

Orientação: Apresente aos alunos a relação entre o conceito de simetria e a harmonia na dança.

Tempo sugerido: 8 MINUTOS

Propósito: Observar a análise feita pelos alunos do movimento descrito na imagem.

Orientação: Solicite aos alunos que observem a imagem e considerem que este será um movimento a ser realizado no jogo. Eles deverão, individualmente, concluir o tipo de simetria apresentada na imagem. Cabe destacar que é possível fazer vários tipos de análise com os boneco isoladamente e com a imagem completa.

Discuta com a turma:

  • O tipo de simetria observada nos bonecos dispostos dois a dois.
  • O tipo de simetria observada no grupo completo de bonecos.
  • O necessário para se obter outros tipos de simetria.

Materiais complementares para impressão:
Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Geometria do 6º ano :

Com o plano de aula sobre geometria os alunos aprendem a associar os vértices de um polígono a pares ordenados no plano cartesiano; identificar e utilizar as propriedades de faces, vértices e arestas de prismas e pirâmides; classificar polígonos quanto ao número de vértices, às medidas de lados e ângulos e ao paralelismo e perpendicularismo dos lados; construir figuras semelhantes por ampliação e redução; construir retas paralelas e perpendiculares, descrever rotações e translações de formas planas.

MAIS AULAS DE Matemática do 6º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Matemática

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano