11136
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Matemática > 7º ano > Números

Plano de aula - Máximo divisor comum de números naturais

Plano de aula de Matemática com atividades para 7º do Fundamental sobre máximo divisor comum de números naturais

Plano 02 de 7 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Kezia de Oliveira Silva Souza

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
ESTE É UM CONTEÚDO PARA O SAEB Ver Mais >
 

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Kézia de Oliveira Silva Souza

Mentor: Ferdinando Caíque Genghini Dantas Lobo

Especialista de área: Luciana Maria Tenuta de Freitas



Habilidade da BNCC

[EF07MA01] Resolver e elaborar problemas envolvendo múltiplos e divisores de um número natural.

Objetivos específicos

  • Resolver problemas envolvendo divisores de números naturais.
  • Resolver problemas envolvendo máximo divisor comum de números naturais.

Conceito-chave

Máximo divisor comum de números naturais.

Recursos necessários

  • Lápis, borracha e caderno;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.


Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.

Aquecimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Inicie a aula perguntando aos alunos se eles se lembram o que é divisor de um número, qual é a diferença entre o quadrado e o retângulo e quantos centímetros correspondem a um metro.

Propósito: Retomar alguns conceitos que serão importantes para o desenvolvimento da atividade.

Discuta com a turma:

  • Você se lembra o que é divisor de um número?
  • Como podemos calcular o divisor de um número natural?
  • Qual é a diferença entre o quadrado e o retângulo?
  • O que significa centímetro?
  • Qual é a relação existente entre centímetro e metro?

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Você poderá escrever o texto do problema no quadro, projetá-lo ou entregar uma cópia aos alunos. Peça que, em duplas, os alunos leiam a atividade e discutam a resolução do problema para ajudarem Ana.

Enquanto os alunos resolvem o problema, não faça nenhuma intervenção, apenas observe as maneiras que os alunos estão desenvolvendo a atividade, se estão desenhando, dividindo (encontrando os divisores), fatorando ou realizando outra estratégia.

Observe também, se os alunos perceberam que a sala é um retângulo, mas o piso cerâmico é um quadrado e qual unidade de medida eles estão usando.

Após os alunos realizarem a atividade, selecione três que usaram estratégias diferentes e peça que reproduzam na lousa a resolução e expliquem para os colegas como ele desenvolveu o raciocínio. A escolha dos alunos precisa ser com critério, pois conduzirá as discussões, mas a escolha não deve estar ligada apenas aos resultados corretos, e sim aos procedimentos, pois é importante discutir também os equívocos cometidos.

Propósito: Fazer com que os alunos mobilizem os conhecimentos que possuem de cálculo de divisores para concluírem qual é o maior divisor comum possível na situação proposta, o que traduz a solução do problema.

Discuta com a turma:

  • Quem iniciou a atividade realizando a transformação da unidade de medida?
  • Por que devemos realizar a transformação da unidade de medida?
  • Ao assentar os pisos eles poderão ser divididos?
  • É possível usar pisos quadrados num cômodo retangular?
  • Quais seriam as possíveis medidas do lado dos pisos, se a Ana não tivesse especificado que queria a maior possível?
  • Qual é a maior medida possível para o piso cerâmico?
  • Por que o piso não pode ser maior que 20 cm?

Materiais complementares para impressão:

Atividade principal

Resolução da atividade principal

Guia de intervenção

Painel de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Painel de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Painel de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Painel de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Painel de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Painel de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Encerramento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientação: Encerre a atividade retomando com os alunos o conceito de divisor, as maneiras para calculá-los e como verificar quais são os comuns para registrar o maior deles. Se desejar, anote a frase em destaque no quadro ou num cartaz para deixar exposto em sala de aula.

Enfatize com os seus alunos a necessidade de um modo prático para calcular o mdc. Pois, é relativamente simples calcular o mdc de maneira intuitiva, mas pode se tornar extremamente trabalhosa quando os números forem grandes e apresentarem grande quantidade de divisores. Sendo assim, faz-se necessário apresentarmos métodos práticos como alternativa e o aluno escolherá a estratégia que julgar conveniente em cada caso.

Material complementar:

Veja uma discussão mais detalhada sobre o MDC no final do Guia de Intervenção.

Raio x select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientações: Apresente o problema e peça que os alunos o resolvam individualmente. Em seguida, eles devem socializar as respostas com os outros alunos da turma. Você pode projetar, passar no quadro ou fazer cópia para os alunos. O raio x é um momento para você avaliar se todos os alunos conseguiram avançar no conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um.

Propósito: O aluno precisa relembrar o que são divisores e reconhecer qual é o maior comum aos números dados.

Discuta com a turma:

  • Quais são as possibilidades de formar grupos com apenas meninos?
  • Como podemos formar grupos com apenas meninas?
  • Qual é a condição que o professor estabeleceu?
  • Para formar grupos com o mesmo número de meninos e meninas, quantos alunos poderão fazer parte dos grupos?

Materiais complementares para impressão:

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projete ou leia o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Kézia de Oliveira Silva Souza

Mentor: Ferdinando Caíque Genghini Dantas Lobo

Especialista de área: Luciana Maria Tenuta de Freitas



Habilidade da BNCC

[EF07MA01] Resolver e elaborar problemas envolvendo múltiplos e divisores de um número natural.

Objetivos específicos

  • Resolver problemas envolvendo divisores de números naturais.
  • Resolver problemas envolvendo máximo divisor comum de números naturais.

Conceito-chave

Máximo divisor comum de números naturais.

Recursos necessários

  • Lápis, borracha e caderno;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Inicie a aula perguntando aos alunos se eles se lembram o que é divisor de um número, qual é a diferença entre o quadrado e o retângulo e quantos centímetros correspondem a um metro.

Propósito: Retomar alguns conceitos que serão importantes para o desenvolvimento da atividade.

Discuta com a turma:

  • Você se lembra o que é divisor de um número?
  • Como podemos calcular o divisor de um número natural?
  • Qual é a diferença entre o quadrado e o retângulo?
  • O que significa centímetro?
  • Qual é a relação existente entre centímetro e metro?
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Você poderá escrever o texto do problema no quadro, projetá-lo ou entregar uma cópia aos alunos. Peça que, em duplas, os alunos leiam a atividade e discutam a resolução do problema para ajudarem Ana.

Enquanto os alunos resolvem o problema, não faça nenhuma intervenção, apenas observe as maneiras que os alunos estão desenvolvendo a atividade, se estão desenhando, dividindo (encontrando os divisores), fatorando ou realizando outra estratégia.

Observe também, se os alunos perceberam que a sala é um retângulo, mas o piso cerâmico é um quadrado e qual unidade de medida eles estão usando.

Após os alunos realizarem a atividade, selecione três que usaram estratégias diferentes e peça que reproduzam na lousa a resolução e expliquem para os colegas como ele desenvolveu o raciocínio. A escolha dos alunos precisa ser com critério, pois conduzirá as discussões, mas a escolha não deve estar ligada apenas aos resultados corretos, e sim aos procedimentos, pois é importante discutir também os equívocos cometidos.

Propósito: Fazer com que os alunos mobilizem os conhecimentos que possuem de cálculo de divisores para concluírem qual é o maior divisor comum possível na situação proposta, o que traduz a solução do problema.

Discuta com a turma:

  • Quem iniciou a atividade realizando a transformação da unidade de medida?
  • Por que devemos realizar a transformação da unidade de medida?
  • Ao assentar os pisos eles poderão ser divididos?
  • É possível usar pisos quadrados num cômodo retangular?
  • Quais seriam as possíveis medidas do lado dos pisos, se a Ana não tivesse especificado que queria a maior possível?
  • Qual é a maior medida possível para o piso cerâmico?
  • Por que o piso não pode ser maior que 20 cm?

Materiais complementares para impressão:

Atividade principal

Resolução da atividade principal

Guia de intervenção

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos (Slides 5 a 10).

Orientações: Os três alunos selecionados, que usaram estratégias diferentes ao reproduzirem na lousa a resolução, devem explicar o raciocínio usado para os colegas e assiná-la.

Propósito: Incentivar que os alunos tentem explicar como calcularam o Máximo Divisor Comum dos números propostos para responderem o problema, mesmo que ainda não conheçam esse nome, de maneira intuitiva pela interpretação do problema.

Discuta com a turma:

  • Qual é a diferença das estratégias usadas?
  • Quais são os divisores do número 260, que representa um dos lados do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores do número 300, que representa o outro lado do retângulo (sala)?
  • Quais são os divisores dos números 260 e 300 ao mesmo tempo? Qual é o maior deles?

Na solução 1, o aluno verificou quais são os divisores de 260 e 300 ao mesmo tempo. Assim, ele descobriu quais são as possíveis medidas para o piso cerâmico. E para atender a condição da atividade, sendo o maior possível, a resposta será 20 cm.

Quando o aluno sabe os critérios de divisibilidade, agiliza a resolução da atividade. Nessa resolução, o aluno nem citou quais são os divisores, pois, a sua intenção era calcular a medida do lado do piso cerâmico que atendia a medida do lado da sala.

Na solução 2, o aluno calculou os divisores dos números 260 e 300 que representam as medidas dos lados da sala, depois verificou quais eram os divisores comuns e selecionou o maior (20cm) para atender o comando da atividade proposta.

Na solução 3, o aluno decompôs cada medida dos lados em fatores primos e assim verificou o que estava em comum, pois percebeu que existia essa necessidade de estar em comum para atender os dois lados da sala (260cm e 300cm). E assim, concluiu que 20 cm é a medida que satisfaz as condições solicitadas por Ana.

Os alunos obtiveram os divisores pelo processo geométrico, pelas divisões e fatorações sucessivas, mas essas não são as únicas resoluções.

Após o aluno identificar qual é a medida do lado do piso cerâmico, ele precisa descobrir quantos pisos serão necessários para cobrir toda a sala de Ana.

E como 260:20= 13 e 300:20=15, ele pode multiplicar 13.15=195 e concluir quantos pisos cerâmicos serão necessários.

Pois, se um lado mede 260cm, serão necessários 13 pisos deste lado. Se o outro lado mede 300cm, serão necessários 15 pisos.

No desenho, o aluno pode contar quantos pisos serão necessários, ou simplesmente multiplicar a necessidade de cada dimensão, 13.15 e assim, responder a última pergunta da Ana, que serão necessários 195 pisos cerâmicos quadrados de lado 20 cm para cobrir toda a sala retangular de lados 2,6m e 3m.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientação: Encerre a atividade retomando com os alunos o conceito de divisor, as maneiras para calculá-los e como verificar quais são os comuns para registrar o maior deles. Se desejar, anote a frase em destaque no quadro ou num cartaz para deixar exposto em sala de aula.

Enfatize com os seus alunos a necessidade de um modo prático para calcular o mdc. Pois, é relativamente simples calcular o mdc de maneira intuitiva, mas pode se tornar extremamente trabalhosa quando os números forem grandes e apresentarem grande quantidade de divisores. Sendo assim, faz-se necessário apresentarmos métodos práticos como alternativa e o aluno escolherá a estratégia que julgar conveniente em cada caso.

Material complementar:

Veja uma discussão mais detalhada sobre o MDC no final do Guia de Intervenção.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientações: Apresente o problema e peça que os alunos o resolvam individualmente. Em seguida, eles devem socializar as respostas com os outros alunos da turma. Você pode projetar, passar no quadro ou fazer cópia para os alunos. O raio x é um momento para você avaliar se todos os alunos conseguiram avançar no conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um.

Propósito: O aluno precisa relembrar o que são divisores e reconhecer qual é o maior comum aos números dados.

Discuta com a turma:

  • Quais são as possibilidades de formar grupos com apenas meninos?
  • Como podemos formar grupos com apenas meninas?
  • Qual é a condição que o professor estabeleceu?
  • Para formar grupos com o mesmo número de meninos e meninas, quantos alunos poderão fazer parte dos grupos?

Materiais complementares para impressão:

Raio X

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Números do 7º ano :

Com o plano de aula sobre números os alunos aprendem a resolver problemas com múltiplos e divisores de um número natural, conceituar os números inteiros e racionais como ampliação dos campos numéricos conhecidos, realizar as quatro operações e a potenciação com números inteiros, representar frações e porcentagens de todos discretos ou contínuos e explorar as quatro operações com números racionais positivos na forma decimal.

MAIS AULAS DE Matemática do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF07MA01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Curso relacionado ao Plano

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Matemática

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano