Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
11 de Dezembro de 2017 Imprimir
5 4 3 2 1

Veja 5 exemplos de como inserir a tecnologia na escola

Passo a passo, as práticas de cinco escolas para que a tecnologia favoreça a aprendizagem

Por: Larissa Teixeira
Crianças utilizam sala de informática em escola pública de Curitiba (Daniel Castellano / Secretaria de Educação de Curitiba)

Trabalhar com tecnologia na sala de aula é um caminho sem volta. Nos dias atuais, as crianças chegam às escolas dominando as ferramentas digitais e, para se adaptar a essa nova realidade, os professores também precisam transformar as suas práticas. Mas não adianta inserir a tecnologia na aula sem um propósito, desconectada do projeto político-pedagógico da escola. Para que faça sentido e favoreça o processo de aprendizagem, a tecnologia precisa ser vista como um instrumento que pode auxiliar nas atividades didáticas.

LEIA TAMBÉM: A linguagem de programação faz 50 anos, e ela precisa estar nas escolas

Nesse sentido, muitos professores ao redor do país têm criado projetos que utilizam essas ferramentas para desenvolver os conteúdos previstos no currículo escolar. Confira, abaixo, cinco experiências de docentes que fizeram um bom uso da tecnologia na sala de aula:

Produzindo um e-book

Neste projeto participante do Prêmio Weducation, em 2015, professores do Colégio Internacional Emece propuseram um trabalho de leitura e produção de texto do livro “The Adventures of Tom Sawyer” ("As Aventuras de Tom Sawyer"), de Mark Twain. Enquanto as crianças do primeiro ciclo do Ensino Fundamental fizeram a leitura de trechos do livro, as turmas do 7º ano produziram dois e-books ilustrados para os alunos menores.

Um blog cheio de conteúdo

Nesta experiência realizada com os alunos do 3º e 4º ano do Ensino Fundamental, a turma teve que produzir um blog interdisciplinar para compartilhar os conhecimentos adquiridos em sala de aula. Para isso, eles pesquisaram sobre conteúdos de diversas disciplinas e realizaram experiências práticas no laboratório de Ciências.

Partituras virtuais

Desenvolvido pelos professores de Educação Musical e Linguagem de Programação, este projeto convidou a turma a realizar um trabalho de exploração do pensamento lógico por meio da programação de músicas. Durante o projeto, os alunos criaram partituras virtuais de trilhas sonoras dos filmes estudados nas aulas e aprenderam a reconhecer a programação de computadores como uma linguagem.

Um dicionário virtual feito pelas crianças

Para inserir a tecnologia nas aulas da Educação Infantil, professoras do Colégio Internacional Ítalo-Brasileiro, em São Paulo, tiveram a ideia de produzir um dicionário virtual. Cada aluno ganhou uma conta no Google e, trabalhando com o Word, explorou o próprio nome e a escrita de palavras considerando a ordem alfabética.

Sua família consome muita energia elétrica?

Com o objetivo de identificar os impactos sociais e ambientais provocados pela produção de energia elétrica, os alunos pesquisaram o gasto na residência de cada um, montaram planilhas eletrônicas com os dados e, ao final do trabalho, criaram um folheto informativo com dicas para redução de consumo de energia.